Archive for março, 2011

31/03/2011

Bruna Karla emociona no Programa da Eliana


Bruna Karla gravou na última terça-feira (29), em São Paulo, uma participação no programa da Eliana, no SBT. A cantora...

Bruna Karla gravou na última terça-feira (29), em São Paulo, uma participação no programa da Eliana, no SBT. A cantora participou do quadro Tem Um Cantor Gospel Lá em Casa, que teve início em fevereiro deste ano e vai premiar o vencedor com um CD gravado – uma produção no valor de R$ 60.000,00 (sessenta mil Reais) e R$ 5.000,00 em dinheiro – oferecido pela Expo Music Gospel.

Além de selecionar alguns vídeos de cantores que se inscreveram pela internet, Bruna também cantou sucessos do CD Advogado Fiel, que já conquistou disco de platina, certificado pela ABPD (Associação Brasileira de produtores de discos. A pedido da própria apresentadora, Eliana, Bruna cantou ‘Sou Humano’, que está há alguns meses no topo das paradas gospel de rádios pelo país. Muita coisa aconteceu, mas deixamos para que você confira em breve. A participação de Bruna Karla será exibida no dia 10 de abril, domingo, a partir das 15h

Fonte: MK Music

Anúncios
31/03/2011

Festival de Curitiba recebe, pela primeira vez, um espetáculo cristão.


Anualmente, o Festival de Curitiba surpreende seu público ao acrescentar novidades à sua programação. Na edição 2011 do evento, um dos acontecimentos inéditos será a apresentação de uma companhia de teatro cristã na mostra paralela do festival, o Fringe.
A Cia. Expressão de Amor encenará amanhã (30), no Teatro Regina Vougue, às 20hs, o espetáculo “Contos Nordestinos – A Morte do Cangaceiro”. O grupo é proveniente de Maringá e, há 16 anos, desenvolve trabalhos artísticos diversos no Brasil e no Exterior.
Para o diretor da companhia, Hudson Zanoni, a participação no Festival de Curitiba será uma oportunidade honrosa de quebrar paradigmas relacionados à arte cristã. “Somos um grupo cristão formado por artistas evangélicos que levam a produção artística a sério. Nossa trupe utiliza o teatro como ferramenta para transmitir mensagens criativas e inteligentes, propagando valores à sociedade. Queremos desmistificar a ideia de que o teatro feito por cristãos não possui qualidade dramatúrgica”, completa o diretor.

A peça
A Morte do Cangaceiro é uma comédia que segue o ritmo do sotaque nordestino. Inspirada em cordéis e narrada por um contador de histórias medroso (Alexandre Penha), a peça conta a vida de Zé Firino Lamparina (Hudson Zanoni), um cangaceiro valente e temido no sertão.
Em um belo dia, Zé Firino Lamparina fica aperriado com a notícia do namorico de sua única filha, Maria Atrevida (Flaviana Nunes Zanoni), com seu atrapalhado capataz (Weglison Cavalaro). Zé Firino prepara uma emboscada mortal para resolver a questão. Em meio à confusão, eis que surge um final surpreendente para a história. [comunica@ipic.org.br]

Serviço
Contos Nordestinos – A Morte do Cangaceiro
Data: 30 de março
Hora: 20hs
Local: Espaço Regina Vougue
Endereço: Shopping Estação. Avenida Sete de Setembro, 2.775. Centro
Ingressos: R$ 20,00 (inteira). R$ 10,00 (meia)
Duração: 50 minutos
Censura: livre

Notícias Cristãs / Paranashop

31/03/2011

Casamento de gaúchos à moda Shrek é criticado por Igreja Católica.


Noivos e convidados foram vestidos como as personagens da animação. Para bispos, fantasia não é adequada à cerimônia religiosa.

À direita, os noivos vestidos de Fiona e Shrek: para a igreja, fantasia não cabe em casamento.

Depois da sensação provocada por um casamento em que noivos e convidados usaram fantasias inspiradas no filme de animação “Shrek”, a Diocese de Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, emitiu uma nota lamentando o ocorrido. Todos os convidados da cerimônia também estavam fantasiados.

Igreja em Garibaldi, na Serra Gaúcha, é tomada por convidados vestindo fantasias do filme Shrek

O casamento polêmico aconteceu na cidade de Garibaldi, no dia 12 de março. O casal Denise Flores e Marcelo Basso disseram o “sim” vestidos de Fiona e Shrek. Padrinhos e convidados também assistiram à cerimônia fantasiados.
Depois de o caso virar notícia, a Diocese de Caxias do Sul resolveu criticar a não observação dos “ritos e linguagem adequados” a uma cerimônia religiosa. A diocese também entrou em contato com o padre que celebrou o casamento, para “advertir, orientar e corrigir os responsáveis”.
“O estilo usado e as fantasias não corresponderam à nossa realidade nem à santidade e seriedade desta celebração. Por isso, nós também desaprovamos, lastimamos o que aconteceu e compreendemos o mal estar e preocupações causadas”, escrevem os bispos Paulo Moretto e Alessandro Ruffinoni, em nota divulgada nesta segunda.

Notícias Cristãs / US

31/03/2011

Crucificando Meu Eu – Ministério Sarando a Terra Ferida


Não tem como não ser tocado ao ouvir ‘Espírito Santo’, a mais nova canção nas rádios do Ministério Sarando a Terra Ferida de Nova Iguaçu, que faz parte do quarto CD do grupo pela MK Music: Crucificando Meu Eu. O disco tem as interpretações marcantes dos solistas Lenny Cardoso, Ramona Freitas, Black, Polly, o som apurado de seus talentosíssimos músicos (…..) e as palavras ungidas do ministro de Louvor, pr. João Roberto. As composições belíssimas de Marcelo Bastos e dos próprios integrantes da banda tornam o disco único, reafirmando o estilo de adoração desses jovens talentos que conquistaram muita credibilidade no mercado fonográfico gospel.

Essa é mais uma produção de Rogério Vieira, que somou seu know-how ao grupo. “A gente já criou uma empatia, uma linguagem de caminhada. O Sarando tem uma particularidade muito grande, é em relação a questão do repertório. Eles vivenciam isso na prática no dia a dia da igreja e trazem isso para o CD, sem se preocupar com modismo, com o que está acontecendo. Eles têm uma linguagem própria, uma linguagem de Deus pra vida deles. E gravar uma igreja não é como gravar um cantor. É um desafio muito grande, mas Deus tem abençoado”, declara Rogério Vieira, que assina pela terceira vez a produção musical de um CD do Sarando.

O resultado empolgou a todos. Para o pr. João Roberto, esse é o disco mais bonitos que eles já fizeram. E olha que está comparando aos sucessos anteriores Seja Adorado, O Novo de Deus e Tempo Favorável. “Quando nós orávamos para saber a direção de Deus Deus Ele nos disse: – ‘Eu quero que vocês cantem pra mim’, e nos deu as canções. Só ouvindo para entender”. O líder da igreja, pastor Vanderlei Prata, completa: “Esse CD vai trazer algo a mais porque ele vem despertando aquele que já é cristão, que já está no caminho, para que realmente firme as suas estacas”.

Crucificando Meu Eu tem com o tema, além da adoração, um clamor por renovação, libertação das características humanas carnais – que de forma alguma devem ser ignoradas – mas combatidas com a busca pelo renovo do Espírito Santo a cada dia. As 12 faixas se completam, em um agradável equilíbrio harmônico e rítmico a cada faixa na sequência. “Foi um processo muito trabalhoso, mas muito válido, porque Deus esteve presente em todos os momentos – desde os arranjos às gravações. É mais um projeto de Deus pra nossa vida e nós entendemos que é tempo de santificação. Nosso desejo é que esse CD chegue a muitos lares, e que vidas sejam alcançadas”, afirmam em uníssono todos os integrantes da banda, que tem colhido os resultados mais que positivos a cada lançamento. Crucificando Meu Eu, já nas lojas.

Fonte: MK Music

31/03/2011

Darlene Zschech e Hillsong no Brasil


 Darlene Zschech e Hillsong no Brasil

Darlene Zschech e Hillsong no Brasil

Já faz dois anos desde que Darlene Zschech veio ao Brasil com Barry Southgate, Nigel, Grahan e outros. No ano passado ela já havia adiantado que estaria em nosso país entre maio e junho e, dessa vez, sua turnê pela América do Sul durará 9 dias se estendendo pela Colômbia, Argentina e a maior quantidade de dias que será no Brasil.

Veja as datas e locais:

10 de junho – Noite de louvor e adoração no Brasil (Local a definir)
11 de junho – Noite de louvor e adoração no Brasil – Rio de Janeiro
12 de junho – Culto de Domingo – Rio de Janeiro (CEIZS)

Para o dia 10 de junho, não foi confirmado o local. A noite do dia 11 será no Rio, mas também não tem local confirmado (ano passado foi na Praça da Apoteose). Já no dia 12 de junho, Hillsong fará parte da noite de ministração na Comunidade Evangélica da Zona Sul, assim como da última vez.

31/03/2011

Grã-Bretanha ainda é um país nominalmente cristão, conclui estudo


 Grã-Bretanha ainda é um país nominalmente cristão, conclui estudo

Em uma pesquisa com mais de 2 mil adultos, 57% das pessoas disseram que eram cristãs.

Trinta e cinco por cento da população disseram que não tinham fé, enquanto 8% disseram que eram de outra fé.

A pesquisa foi realizada pela ComRes, em nome da Premier Media Group, para coincidir com o censo do governo neste mês.

Peter Kerridge, diretor executivo da Premier Christian Media, disse: “Mais da metade dos britânicos consideram-se cristãos – por praticarem, ou por terem uma estreita ligação com crenças e valores cristãos”.

No censo realizado uma vez a cada década, cada agregado familiar responde a uma série de perguntas para ajudar o Governo e as autoridades locais com planos de gastos em serviços como saúde e educação. A pergunta opcional incluída era “Qual é a sua religião?”.

Na questão da campanha de alto nível foi solicitado às pessoas pela British Humanist Association (BHA) que não assinalassem uma determinada religião caso não fossem genuinamente praticantes dessa fé. A organização levou tão a sério a importância das pessoas serem sinceras, que em março veiculou propagandas em ônibus e transportes públicos dizendo às pessoas: ‘Não é religioso? Então, diga no censo deste ano’”.

A BHA alegou que a conclusão das respostas a essa pergunta podia ser enganadora. Então, a organização encomendou uma pesquisa independente em que compararam as respostas a essa pergunta com respostas a uma nova questão ligeiramente reformulada: “Você é religioso?”.

Em resposta a primeira, 61% das pessoas na Inglaterra e País de Gales marcaram uma das opções religiosas, enquanto 39% assinalaram ‘Nenhuma religião’”. Em resposta à segunda, ‘Você é religioso? “, 65% assinalaram” não “, contra 29% que assinalaram ‘Sim ‘.

Daqueles que marcaram uma opção de religião em resposta à pergunta “Qual é a sua religião?”, 53,48% assinalaram serem cristãs, enquanto 7,22% assinalaram outras religiões.

Fonte: Christian Today / Redação CPAD News

31/03/2011

Celibato da igreja católica é tema de Pesquisa da Unb.


Celibato da igreja católica é tema de pesquisa da Unb

Entre a batina e a aliança existem milhares de homens de fé tentados pelo desejo. Só no Brasil, estima-se que pelo menos quatro mil padres deixaram a função sacra para casar e ter uma família. Pesquisa da Universidade de Brasília revela que a dificuldade de se manter casto diante do afloramento da sexualidade sempre existiu entre sacerdotes, desde a Idade Média. “A história mostra que celibato é uma prática insustentável”, afirma Edlene Silva.
A pesquisadora conta a conturbada trajetória do celibato, desde a sua criação pela igreja no século XII à recente fundação do Movimento de Padres Casados, na década de 1970, no livro Entre a Batina e a Aliança: Sexo, Celibato e Padres Casados. A publicação, fruto de uma tese de doutorado defendida em 2008, no Departamento de História, chega às mãos dos leitores às 18h desta quarta-feira, 30 de março, na livraria Sebinho, na Quadra Comercial 406, da Asa Norte.
A professora Edlene investigou a questão da abdicação do celibato entre sacerdotes. Para isso, a professora da UnB investigou a institucionalização do Movimento de Padre Casados no Brasil, fundado em 1979 no Rio de Janeiro. “Na década de 1970, eram 30 casais. Hoje são milhares de padres em todo o país”, observa. “Busquei compreender como esse movimento se formou e quem são essas pessoas que vivenciam o conflito de largar a batina para se casar”, completa a professora.
Antes de chegar aos dias de hoje, a pesquisadora baiana buscou as raízes do celibato, que se tornou obrigatório para o clero latino no século XII. Ela encontrou evidencias de que, desde a sua criação, a abstenção sexual de padres sempre esteve rodeada de conflitos, violência e dramas pessoais. “O concubinato (união entre casais não formalizada pelo casamento civil ou pela igreja) foi o crime mais cometido na igreja tanto na Idade Média como na Modernidade. Uma resposta a uma imposição”, conta.
A pesquisadora avalia a obrigatoriedade do celibato como uma demonstração de força e uma forma de diferenciar o clérigo das pessoas comuns. “Em meados do século XVI, com a Reforma Protestante, o celibato foi radicalizado e reforçado como uma resposta da igreja aos questionamentos de Lutero”, conta. “Foi nesse período de conflitos, em que a Inquisição perseguia fortemente o celibato, que a igreja abriu os primeiros seminários para formação dos chamados homens santos”, observa.
O concubinato só veio a ser debatido pela igreja no início da década de 1960, com o Concílio do Vaticano Segundo. Na época, a pressão social por conta dos crescentes casos de padres casados ilegalmente e ainda em atividade levou a instituição a autorizar a concessão de licença para os sacerdotes que desejassem abdicar da atividade como padre para se casar na igreja. “Houve uma debandada geral de padres em todo mundo, o que revelou um problema escondido pela repressão”, avalia.

CRISE
A perda de padres para o casamento levou o papa João Paulo II a endurecer a postura da igreja diante do celibato. “Apesar de não proibir a prática, a igreja classificava os dissidentes como infelizes, imorais, infiéis e doentes”, relata Edlene. A postura rígida continuou após a morte de João Paulo II, em 2005, e permanece até os dias de hoje na figura do papa Bento XVI. “Ele é um dos mais duros em relação ao celibato”, afirma. “Entraves para a concessão da licença, que chega a levar 15 anos para sair, e críticas ao sexo mesmo no casamento são comuns no Vaticano”.
E é nesse contexto de crise em que se encontra o Movimento dos Padres Casados do Brasil. “A história desses homens revela a necessidade de se debater um tema que ainda é visto como tabu e, sob o meu ponto de vista, se mostra insustentável”, afirma Edlene. Segundo ela, apesar de largar a batina para se casar, a grande maioria deles ainda se considera padre. “O casamento não desfaz os vínculos com a igreja e com a fé”, conta ela, que chegou a encontrar padres que rezavam missas clandestinamente.
Pela falta de material de pesquisa sobre o assunto, Edlene buscou informações em registros encontrados em jornais, revistas, internet e em entrevistas com líderes do movimento. “É um tema muito pouco pesquisado, mas creio que o livro permite ao leitor fazer seu julgamento sobre o olhar que lancei sobre a história”, avalia ela.

Fonte: Notícias Cristãs / http://www.unb.br via Portal Universidade

31/03/2011

Glorifica: Confira capa do novo álbum de Liz Lanne


Estreou nesta segunda-feira (28) na Rádio 93 FM (RJ) a música ‘Mestre’, que faz parte do novo CD de Liz Lanne pela MK Music, Glorifica. O disco ainda é inédito, mas a capa já foi divulgada.

Glorifica, o primeiro CD ao vivo do ministério da cantora, foi gravado na Igreja O Brasil para Cristo, de São Bernardo do Campo, e conta com a produção do paulista Paulo Cesar Baruk.

O repertório é composto de  músicas de adoração, celebração e júbilo, com uma sonoridade bem diferente do que Liz costuma gravar. Em breve mais um super lançamento da MK Music. Aguarde!

Fonte: MK Music

31/03/2011

Festival da Esperança na Libéria com Franklin Graham


O filho do grande evangelista Billy Graham admitiu diante de milhares de pessoas que ele também era um pecador.

Discursando para multidões reunidas durante o All Liberia Life Festival em Monrovia, a cidade capital da Nação da áfrica Ocidental, Franklin Graham parou-se no podium passando a mensagem de liberdade verdadeira e restauração oferecida por Cristo somente. O evento foi realizado de 25 a 27 de março mas foi transmitido pela internet em 29 de março.

Em um país devastado pela guerra, terror e corrupção seguida de duas guerras civis, a Libéria, uma vez refúgio para escravos livres, tinha esperança de reconstruir a nação e tornar-se o que o seu nome representa, uma “Terra de Liberdade.”

Falando para a nação do Oeste Africano, Graham disse aos ouvintes que a liberdade não está na religião mas na relação com Cristo.

O julgamento de Deus que caiu sobre Manassés e o rei que foi capturado, levado para a Babilônia, e jogado em um calabouço escuro. E enquanto ele esteve na Babilônia, ele se humilhou grandemente e invocou o nome de Deus.

“Pensando nisso,” Graham afirmou. “Esse homem que sacrificou o seu próprio filho… que o ouve e o libera e o envia de volta.”

Declarando a compaixão do Senhor e o perdão, o evangelista pediu a todos os ouvintos a se humilharem, e se arrependerem, voltarem, e receberem Cristo por fé.

“Deus perdoou Manassés e o restaurou e ele vos restaurará. Manassés estava em prisão e foi libertado. Qual é a sua prisão esta noite?” perguntou Graham. “Sexo? Temperamento? ódio? Inveja? Vingança? Qualquer que seja, você pode ser liberto se você vier para Cristo esta noite.”

Conhecendo da profundidade e corrupção persistente que assolou grande parte do povo na Libéria, o evangelista continuamente relembrou a multidão que Deus os perdoaria se eles estivessem dispostos a se arrepender e se converter de seus pecados como fez Manassés.

“Em um estádio como esse, pode haver assassinos aqui, homens culpados por tirar a vida de pessoas inocentes. [Mas] Deus irá perdoar se você estiver disposto a deixar os seus pecados e aceitar Cristo. Deus vos libertará.”

Mas Graham insistiu, “eu não posso salvar você. Você não está vindo para Frankiln Graham. Você está vindo par Deus através da fé em seu filho Jesus Cristo.”

Convidando milhares a virem para frente da plataforma e receber perdão e salvação, centenas de pessoas literalmente correram pelo estádio saindo de seus lugares para receber Jesus e testemunhar libertação.

Grupos de adoração incluindo Vow To Pray, New Creation Mass Choir, Dennis Agajanian, e Tommy Coomes Band liberaram a multidão em louvor.

Hóspedes visitantes de Ghana, Nigéria, e Estados Unidos participaram do evento e mesmo o presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, veio a apoiar o festival também.

O evento foi organizado pela Associação Evangelística Billy Graham.

Durante os três dias, 91.000 pessoas participaram do evento e 13.749 dos que atenderam entregaram suas vidas para Cristo.

Ministrando para as pessoas em todas as maneiras, não somente espiritualmente, a Samaritan’s Purse, da qual Franklin Graham é presidente, também lançou uma série de programas que visam oferecer ajudafísica às pessoas da Libéria.

Agricultura, Pecuária e projetos de Peixes estão atualmente permitindo milhares de famílias rurais a se sustentarem.

A Samaritan’s Purse também ajudou a reconstruir e reabrir a Faculdade Bíblica da áfrica e prover materiais e recursos para cerca de 300 Igrejas rurais destruídas durante os conflitos.

“Nós temos a oportunidade aqui de pregar o Evangelho e nós temos oportunidade de ajudar essas pessoas em todos os níveis,” afirmou Graham no site da organização.

O pai Graham, Billy Graham, e sua filha, Cissie Graham, tem todos estado envolvidos na restauração da Libéria.

Fonte: The Christian Post

31/03/2011

Considerada a maior do século, descoberta arqueológica pode revelar detalhes da origem do cristianismo


Uma antiga coleção de 70 livros pequenos, cada um com 5 a 15 páginas de chumbo, pode desvendar alguns segredos dos primórdios do cristianismo. Para os estudiosos de religião e de história, trata-se de um tesouro sem preço. Ziad Al-Saad, diretor do Departamento de Antiguidades da Jordânia chegou a dizer que pode ser a “descoberta mais importante da história da arqueologia”.

Embora ainda estejam divididos quanto à sua autenticidade, especialistas acreditam que trata-se da maior descoberta da arqueologia bíblica desde que foram encontrado os Rolos do Mar Morto, em 1947.

Os livros foram descobertos há cinco anos em uma caverna (foto) em uma região remota da atual Jordânia. Acredita-se que pertenciam a cristãos que fugiram após a queda de Jerusalém no ano 70 dC. Documentos importantes do mesmo período já foram encontrados no mesmo local.

Testes iniciais indicam que alguns desses livros de metal datam do primeiro século. A estimativa é baseada na forma de corrosão que atingiu o material, algo que especialistas acreditam ser impossível reproduzir artificialmente. Quando os estudos forem concluídos, esses livros podem entrar para a história como alguns dos primeiros documentos cristãos, antecedendo até mesmo os escritos atribuídos ao apóstolo Paulo.

A doutora Margaret Barker, ex-presidente da Sociedade de Estudos do Antigo Testamento, explica: “O livro do Apocalipse fala de um livro selado que seria aberto somente pelo Messias. Outros textos da época falam sobre livros  de sabedoria selados e de uma tradição secreta transmitida por Jesus aos seus discípulos mais próximos. Esse é o contexto dessa descoberta. Sabe-se que, pelo menos em duas ocasiões, grupos de refugiados da perseguição em Jerusalém rumaram para o leste, atravessaram a Jordânia, perto de Jericó e foram para a região onde esses livros agora foram achados.”

Para ela, outra prova de que o material é cristão e não judaico é o fato de os escritos estarem em formato de livros, não de pergaminhos. “Os cristãos estão particularmente associados com a escrita na forma de livros. Eles guardavam livros como parte de uma tradição secreta do início do cristianismo… Caso se confirmem as análises iniciais, esses livros poderão trazer uma luz nova e dramática para a nossa compreensão de um período muito significativo da história, mas até agora pouco conhecido.”

Ela refere-se ao período entre a morte de Jesus e as primeiras cartas do Apóstolo Paulo. Há referências históricas a alguns desses acontecimentos, mas quase nenhum material deixado por quem realmente vivenciou o surgimento da igreja cristã. Essa descoberta sanaria muitas das dúvidas levantadas por outros estudiosos sobre a veracidade dos relatos da existência do que comumente é chamado de “o Jesus histórico”.

Fonte: Pavablog

%d blogueiros gostam disto: