Archive for março 10th, 2011

10/03/2011

Judoca evangélica Mariana Silva é campeã sul-americana


A meio-médio Mariana Santos Silva, integrante do Projeto Judô em Ação, desenvolvido pela Associação de Judô Rogério Sampaio, com os patrocínios da Telefônica e da Iharabrás, sagrou-se campeã sul-americana, neste domingo, dia 6/3, em Guayaquil, no Equador. Mariana já havia conquistado o título da Copa Pan-Americana, na sexta-feira, dia 4/3.

Numa disputa todas contra todas, Mariana venceu suas quatro lutas, sendo quatro por ippon. “Estou muito feliz e mais confiante. Fiz lutas difíceis, principalmente contra a colombiana e a venezuelana, no Sul- Americano, mas consegui três ippons em quatro disputas. Já estou pensando no Campeonato Pan-Americano, que acontece no fim do mês, no México. Espero ser convocada, ir lá, fazer o meu melhor e trazer o título”, planeja a judoca da AJ Rogério Sampaio/Telefônica, que é membro da Igreja do Evangelho Quadrangular.

O Projeto Judô em Ação é desenvolvido pela Associação de Judô Rogério Sampaio com os patrocínios da Telefônica e da Iharabrás, e o apoio do Santos Futebol Clube, graças a convênio entre o Governo Federal, por intermédio do Ministério do Esporte, e a AJRS, autorizado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Via: Assessoria de Imprensa

10/03/2011

Torre de Babel realmente existiu, afirmam pesquisadores


Um artigo publicado pela dupla de pesquisadores Roy Liran e Ran Barkai, da Universidade de Tel Aviv, no mês passado, abre uma discussão sobre a veracidade da passagem bíblica de Gênesis 11 que fala sobre a Torre de Babel. Ela teria existido ou não?

A descoberta em 1952, em Jericó, na Palestina, de uma torre de 8,5 metros seria a prova de que de fato a passagem bíblica estava certa, esse edifício seria um dos primeiros arranha-céus da história da humanidade e poderia ter sido construído para servir ao povo de proteção contra invasões ou como espaço para observação de astros e estrelas.

A recente pesquisa aponta para a possibilidade de que a edificação teria sido utilizada para prever catástrofes naturais – inundações, no caso – e abrigar os sacerdotes, na época os reis, contra elas.

Vere Gordon Childe, filólogo australiano especializado em arqueologia  e autor da teoria da revolução neolítica (a Idade da Pedra também é conhecida como Período Neolítico) afirma que a mudança da população saiu da Mesopotâmia, hoje Iraque, (onde a civilização teve inicio e também onde foram inventadas a roda, a escrita e a agricultura) para Jericó devido as mudanças climáticas. Ali, fundaram um dos assentamentos urbanos mais antigos da Terra. Elas teriam chegado lá trazendo na memória um trauma de seus ascendentes, a catástrofe diluviana.

Atualmente, já foram encontradas 31 ruínas de torres na Mesopotâmia. A de Jericó é a única naquela cidade. E o muro em torno dela está estruturado como uma espécie de dique.

O livro de Gênesis relata que um grupo de pessoas vindo do Oriente habitou um vale em Sinar, hoje Iraque, e ergueu uma torre. Para punir a ousadia desses humanos que queriam tocar os céus, Deus fez com que eles falassem idiomas diferentes, tornando impossível a comunicação entre eles e os obrigando a migrar para outros lugares da Terra. Babel, em hebraico, significa confundir.

Um tablete de argila com escrita cuneiforme – um dos primeiros textos da humanidade, datado de 2500 a. C., encontrado no Iraque e traduzido em 1872 – traz um relato controvertido que parece ser um paralelo à história bíblica da Torre de Babel: “…seu coração se tornou mal… Babilônia submeteu os pequenos e os grandes. Ele (uma divindade) confundiu seus idiomas… o seu lugar forte, que por muitos dias eles edificaram, numa só noite ele trouxe abaixo.”

Outro texto cuneiforme, produzido em cerca de 2200 a. C. e publicado em 1968, faz menção de uma época em que havia “harmonia de idiomas em toda Suméria” e os cidadãos “adoravam ao deus Enlil numa só língua… o deus Enki, senhor da abundância… e o líder dos deuses… mudou a linguagem na sua boca e trouxe confusão a eles. Até então, a linguagem dos homens era apenas uma.”

A “Bíblia”, portanto, seria um elo entre a história da Torre de Jericó e as construções anteriores na Mesopotâmia. “Há elementos históricos para supor que algum tipo de dilúvio de proporções catastróficas ocorreu de fato, assim como uma Torre Babel”, diz o arqueólogo Rodrigo Pereira da Silva, que leciona no Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp). “A história da “Bíblia” tem plausividade arqueológica e histórica.”

Professor do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), André Chevitarese argumenta que a veracidade bíblica não se sustenta pela ciência, mas pela fé. Para ele, um especialista em história das religiões, o autor de Gênesis, diante da multiplicidade de línguas e com os olhos repletos de religiosidade, lançou mão de uma narrativa que passa pela realidade para entender o mundo que o cercava. “Não estou invalidando o discurso bíblico, mas prefiro seguir a linha de pensamento dos teólogos alemães da primeira metade do século XIX. Influenciados pelo racionalismo, eles acreditam que o dilúvio, a Torre de Babel, Caim e Abel, Adão e Eva são formas de exprimir um Deus agindo do ponto de vista literário.” O novo propósito atribuído à construção da Torre de Jericó pela dupla Liran e Barkai, da Universidade de Tel-Aviv, publicado na conceituada revista inglesa de arqueologia “Antiquity”, aproxima o contexto cultural com a Torre de Babel bíblica e abre espaço, se não para a certeza, para a possibilidade histórica de uma passagem das Sagradas Escrituras.

Torrel de Babel Torre de Babel realmente existiu, afirmam pesquisadores

10/03/2011

Fernanda Brum vai lançar Livro


A Cantora Fernanda Brum pretende lançar a sua autobiografia, a mesma já vinha escrevendo a muito tempo , porém sentiu de Deus que ainda não era o tempo certo . Tudo indica que esse tempo chegou e que a cantora começará a escrever e a corrigir o que já foi escrito , o livro ainda não tem previsão de lançamento , nem nome , agora é esperar por mais informações .

Fonte: Revival Gospel

10/03/2011

Com blocos gospel e missionários no carnaval, evangélicos conseguem mais de 1000 para Cristo em Salvador


No período de Carnaval festa mais popular do Brasil entre 04 a 08 de março, os jovens cristãos do JOCUM estão trazendo mais de 1000 pessoas à Cristo em Salvador.

No carnaval de Salvador, cidade que recebe mais de 1 milhão e 500 mil pessoas para o evento, um grupo de Jovens Cristãos da Jovens Com Uma Missão JOCUM (Organização Missionária Evangelística) convocou um exército para fazer o evangelismo no carnaval.

Saindo e abordando pessoas na rua, eles trazem as pessoas para seus standes abordando temas como família, drogas e depois os levam a uma abordagem mais profunda falando de Cristo.

Jorge Santos responsável pelo “Impacto de Carnaval” do Ministério de Evangelismo no JOCUM em Salvador estima que irão conseguir converter mais de 1000 pessoas.

“O Carnaval de Salvador é um dos eventos mais populares do mundo. … Passam por aqui mais de 30 mil pessoas que estarão sendo evangelizadas.”

Segundo Jorge, são em torno de 400 missionários do JOCUM da região nordeste trabalhando como voluntários para o impacto evangelístico, juntamente com Igrejas locais.

Apesar do evento atrair grande público em que nota-se aumento do consumo de bebidas alcólicas e índice de gravidez, esse é um período em que muitos jovens saem para trazer as pessoas para Cristo.

“A expectativa é que Deus esteja abençoando muitas pessoas. Muitos serão alcançados e conhecerão a Jesus Cristo.”

Ele compartilhou que “um rapaz que estava afastado da Igreja foi abordado por um de nossos minssionários e agora … ele pôde entender o amor, ele não imaginava que iria encontrar alguém que fosse falar de Jesus para ele,” disse Jorge.

No Distrito Federal, os jovens do JOCUM testemunharam que estão convertendo cada um, 2 pessoas para Cristo por dia, segundo o diretor do JOCUM do distrito federal.

“Desta maneira, estes 100 jovens evangelistas trazem em média 200 pessoas por dia.”

Segundo ele o projeto de evangelismo consta de “redimir a cultura e não ir com a postura anti-carnaval… Queremos dar um significado novo ao carnaval… um significado bíblico.”

Outros grupos cristãos já participam dos desfiles de Carnaval com blocos de carnaval exclusivamente cristãos tais como o Bloco gospel Sal da Terra em Salvador e o Cara de Leão do Rio de Janeiro.

O Cara de Leão, no Rio de Janeiro, formado há 20 anos pelo Pastor Ezequiel Teixeira, dirigente da Igreja Projeto Vida Nova reúne todos os anos na época de carnaval centenas de membros da Igreja que desfilam distribuindo folhetos. Durante a sua passagem, o bloco pára estrategicamente em meio ao carnaval. Os pastores ministram a Palavra e orações específicas, passando mensagens sobre Jesus.

No ano passado, o Cara de Leão levou cinco mil componentes à Avenida Rio Branco, no centro do Rio de Janeiro.

Fonte: Christian Post

10/03/2011

Parlamentares evangélicos pedem mudanças em campanhas do Carnaval


Parlamentares evangélicos pedem mudanças em campanhas do Carnaval Incomodados com os lemas das campanhas de prevenção do Ministério da Saúde, como as que pregam no carnaval as relações sexuais seguras com o uso da camisinha, parlamentares evangélicos e católicos querem modificar o tom dessas mensagens. Eles reivindicam que as campanhas também enalteçam a abstinência e a importância da procriação para formação familiar.

“Neste Carnaval, não transe. Se preserve para o casamento, porque família é bom” foi um dos slogans sugeridos pelos evangélicos ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em reunião da Frente Parlamentar da Família. As duas mensagens do ministério para o Carnaval, – “Sem camisinha, não dá” e “Seja qual for a fantasia, use sempre a camisinha” – desagradaram aos religiosos. O ministro admitiu fazer uma campanha direcionada para os religiosos, mas não falou em mudar o tom das atuais campanhas de carnaval.

O encontro foi organizado pelo senador evangélico Magno Malta (PR-ES).

“O ministro foi extremamente receptivo e nos prometeu elaborar uma cartilha com as nossas mensagens. E não aquelas do Temporão (ministro da Saúde no governo Lula), que estimulavam relação homossexual e até distribuíam cachimbo para viciados” disse Magno Malta.

Padilha estava à vontade no encontro. O ministro citou a Bíblia e falou da relação entre religião, família e vida saudável.

“Somos todos irmãos. O governo tem que ouvir todos os setores organizados da sociedade em busca de bem-estar para a população. Aids, drogas e alcoolismo são exemplos de doenças que precisamos combater com a ajuda da família” disse Padilha no encontro.
A deputada Benedita da Silva (PT-RJ), também evangélica, participou do encontro e disse que foram tratados outros problemas, como combate à dengue e gravidez precoce.

O deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) mostrou preocupação com o desarquivamento do projeto que criminaliza a homofobia. Ele afirmou que os homossexuais formam uma população com muitos privilégios. Garotinho também defendeu uma campanha específica para os religiosos durante o Carnaval.

Magno Malta afirmou que outra reivindicação encaminhada a Padilha foi a criação da Secretaria da Família, para, entre outras atribuições, lidar com jovens viciados em drogas.

“A Secretaria da Família deveria substituir a Senad (Secretaria Antidrogas), que não serve para nada e que só gasta dinheiro com pesquisa: quem fuma e cheira mais no país. Isso é inútil” disse Malta.


Fonte: Globo / Creio

10/03/2011

Igrejas investem em renovo espiritual e conversões durante o período de Carnaval


Em cidades cuja tradição do carnaval é mais forte, o preparo espiritual dos jovens torna-se prioridade tanto pela edificação espiritual de cada um como pelo desafio do evangelismo. A atuação da igreja se faz sentir ainda mais em sua importância. É assim que, com o objetivo de trazer maior conscientização da doutrina bíblica para os jovens, a AD em Recife mantém uma tradição no período do carnaval.

Em todo o Estado, a igreja liderada pelo pastor Ailton José Alves, realiza nas igrejas estudo da Palavra de Deus com culto público à noite. Ao final do período, os dados são contabilizados. De acordo com o pastor Ailton Júnior, secretário da diretoria da AD pernambucana, o retorno espiritual para a igreja sempre é excelente. “Em Recife, a cada ano, são milhares de pessoas que se reúnem para ouvir a Palavra de Deus. Pessoas aceitam Jesus, são libertas e recebem o batismo no Espírito Santo”, testifica.

O derramamento do Espírito Santo também é presente no Encontro da Mocidade das Assembléias de Deus em Mossoró (RN), realizado também durante o feriado de carnaval. Todo ano, o resultado são jovens batizados no Espírito Santo e conversões a Cristo, além de renovo espiritual e curas.

Segundo pastor Martim Alves da Silva, líder da AD em Mossoró, essas ocasiões são privilégio para a mocidade. “Nesses dias difíceis, onde o apelo ao pecado toma dimensões gigantescas, nossos jovens têm o privilégio de buscar a presença do Senhor em um ambiente saudável e de intensa espiritualidade”, define o líder.

Alan Jeferson dos Santos é testemunho do mover de Deus durante o evento. Ele estava afastado do Evangelho, mas aceitou o convite de um amigo para participar do encontro. “Sentia falta de Jesus. No primeiro dia da festividade, a Palavra tocou fortemente o meu coração. Não pude resistir ao Senhor. Rendi-me aos seus pés e senti o gozo da comunhão com o Mestre”, relata o jovem.

No Centro-Oeste, o Senhor também manifesta Sua graça e Seu poder. Na AD em Cuiabá (MT), liderada pelo pastor Sebastião Rodrigues de Souza, durante o Congresso da União de Mocidade da AD cuiabana, realizado no período de carnaval, “o Grande Templo vive momentos de pentecoste, onde o som da glorificação ao nome do Senhor e a explosão de línguas estranhas tem sido uma tônica do congresso. Cerca de 100 mil pessoas participam do evento”, informa o coordenador geral da juventude da igreja, Francisco Fernando Viana.

Para o pastor e psicólogo Jamiel Lopes, da AD em Indaiatuba (SP), quando os jovens participam de um congresso ou de um retiro espiritual em períodos como o carnaval, por exemplo, a igreja proporciona a eles um meio de se afastarem de uma festa pagã, cheia de atrações e estímulos. “Quando esses encontros são planejados e bem organizados, com o objetivo não apenas de entretenimento, mas de edificação espiritual, surtem efeitos positivos. A Igreja deve continuar desempenhando o seu papel, promovendo atividades que alcancem a juventude”, incentiva.

O pastor Joel Holder, líder da AD em Porto Velho (RO), segue essa linha de pensamento. Batizado no Espírito Santo ainda jovem, ao participar de um congresso em Porto Velho, o líder ressalta que sua igreja adota a filosofia de não deixar a cidade “vazia” no carnaval, “entregue ao Inimigo”. “Ficamos com a porta da igreja aberta e promovemos estudo da Palavra para edificação dos jovens. Pessoas acabam entrando na igreja pela curiosidade ou convidados e, com isso, ganhamos muitas vidas para Cristo”, relata.

Na opinião do jovem pastor Josué Brandão,  os exemplos em torno da adoração, edificação espiritual e evangelismo nesse período do ano são de extrema importância. “É uma oportunidade de investir no crescimento espiritual dos jovens através da Palavra, do louvor e da oração. É um feriado longo onde a única preocupação deles é buscar ao Senhor”, enfatiza o pastor. Para ele, esta é também uma chance de tirar a juventude do contexto da poluição moral e espiritual. “Os jovens não precisam ser colocados numa redoma de vidro e, sim, preparados para enfrentar o mundo, sem se deixar contaminar”, opina Brandão.


Fonte:  CPAD News

10/03/2011

Mensagem pró-vida gera reclamações contrárias


Mensagem pró-vida gera reclamações contráriasUm outdoor que deveria falar sobre aborto acabou sendo retirado para não criar manifestações contrárias a empresa que o publicou. A peça publicitária retratava uma mulher afro americana com a mensagem, “O lugar mais perigoso para um afro-americano é no útero”.

A mensagem pró-vida foi colocada na vizinhança agitada da SoHo, da Cidade de Nova York, mas foi retirado depois de reclamações, ameaças e protestos planejados.

O Reverendo Al Sharpton expressou que muitos na comunidade negra acharam o outdoor ofensivo e que por isso ele planejava um protesto, mas como a empresa retirou o anúncio ele resolveu cancelar. “Eles chamaram muita atenção, mas não devem ter tido muito apoio,” disse Sharpton à estação de televisão WCBS-TV.

Letitia James, uma membro do Conselho da Cidade de Nova York representando partes de Brooklyn, disse que ficou indignada que o outdoor foi colocado de forma a coincidir com o mês da História Negra.

Já o Rev. Michel Faulkner da Igreja New Horizon da Cidade de Nova York, que  apóia a empresa Life Always,disse em uma declaração, que o outdoor tem que causar um reação visceral nos africanos, pois “aborda uma verdade que 60% dos bebês negros não saem do útero.”

A empresa se defendeu dizendo que a mensagem real foi mal construída. Segundo um relatório recente elaborado pelo Departamento de Saúde e Higiene Mental da Cidade de Nova York  a taxa de aborto em 2009 era de 41% sendo que essa taxa entre mulheres negras era de 59,8%.

Fonte: The Christian Post

10/03/2011

“Não me imagino distante de Cristo”, afirma Valéria Valença ex-globeleza


Ela se chama Valéria Conceição dos Santos Donner, mas tornou-se conhecida como Valéria Valença ou “a ex-globeleza”. Hoje, aos 39 anos, a mulata carrega outro título: serva de Deus.

Casada há 18 anos com o famoso designer gráfico Hans Donner, atualmente trabalha com ele na administração e coordenação de suas palestras ministradas dentro e fora do Brasil, e se dedica aos filhos João Henrique e José Gabriel Donner.

Valéria é evangélica desde 2004, ano em que viveu um período difícil ao ser dispensada pela Globo depois de 15 anos como símbolo do carnaval na emissora. Ela conheceu o amor e a verdadeira felicidade em Jesus, e afirma que não se imagina mais distante de Cristo.

Como aconteceu a sua saída da TV Globo?

Depois que nasceram os filhos a Globo decidiu escolher outra mulata.

O que mudou em sua vida após essa fase?

Tudo.  Primeiro porque pensava que estava preparada para enfrentar qualquer coisa, o que não era verdade. Pensava também que eu era insubstituível, e ninguém é.  Naquele momento não esperava ser dispensada. Aprendi que o homem te coloca num pedestal e o próprio homem te tira dele. Mas com Deus tenho aprendido a andar nas alturas, conforme está escrito em Habacuque 3:19.

Como e quando você se converteu a Jesus Cristo?

Nessa fase em que a Globo me demitiu, em 2004. Um dia estava em casa muito angustiada e triste. Lembrei de um convite que havia recebido algumas vezes, tratava-se de uma reunião de oração feita por funcionários da Globo, às segundas-feiras, no horário de almoço. Resolvi aceitá-lo e lá tive um encontro com o Senhor Jesus Cristo.

Conte seu testemunho.

Sempre fui uma pessoa religiosa e tinha muita fé em Deus, mas não o conhecia.

Quando a Globo me chamou para uma reunião e disse: “hoje você não é mais”, o mundo caiu ali pra mim. Fiz loucuras, coisas que hoje não faria. Eu estava 10 quilos acima do peso. Fiz plástica num período curto de dois meses, perdi 12 quilos. Meu filho tinha oito meses de idade. Virei escrava daquela situação, para provar para o homem que eu poderia alguma coisa. Eu esperei do homem ajuda.

Quando passei por esse momento delicado, cheguei a ficar deprimida, mas foi aí que Deus se revelou para mim e entrou de verdade em meu coração, transformando toda a minha vida. Não consigo me imaginar distante da presença de Deus.

Percebo que minha história é marcada por muitos milagres. Hoje faço questão de testemunhar que sirvo a Deus. Isso está muito nítido na minha vida.

Tenho visto o mover do Senhor. Estou caminhando há sete anos, com muita oração e pedindo muita sabedoria. Tenho dado testemunho em várias igrejas sobre a minha mudança de vida.

O seu marido, Hans Donner, também é?

Ainda não, mas não abro mão da minha promessa em Josué 24:15 “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor”. Ele tem visto o mover de Deus em minha vida.

Você é mãe. Costuma levar seus filhos a igreja? Já falou de Jesus para eles?

Sim, sempre. A Bíblia nos ensina  em Provérbios 22:6 “Instrui o menino o caminho que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele”.

Ser evangélica fez você diminuir a preocupação com o corpo?

Sim, de certa forma.  Mas aprendi na Bíblia, em I Coríntios 6:19 que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, logo preciso ter zelo e cuidados com meu corpo e saúde.

Como foi a recepção das pessoas à sua conversão, principalmente daqueles que te viam antes como símbolo sexual?

As pessoas me vêem com carinho, dizem que sentem saudade. São elas que vão me ouvir falar de Deus.

Desde o momento que chego num ambiente fico “ligada”. Um dia precisei acompanhar meu marido num evento ligado a samba. Tudo depende da minha postura e do que vou falar, como me comportar, como me vestir.

Eles dizem que hoje estou diferente. Temos que passar para as pessoas a diferença daqueles que servem a Deus e dos que não servem. Muitos sabem que estou na igreja, que não faço mais carnaval, mas o amor e o respeito dessas pessoas não mudaram. Sempre busco a oportunidade de dizer que o que Deus tem feito na minha vida pode fazer na delas também.

Você participa de projetos sociais?

Sempre participei. E quando você faz não precisa falar, mostrar. Quando Deus chama, Ele tem propósito, é para pregar a Palavra. Antes eu era madrinha de ONG, cedia a minha imagem para buscar recursos.

Hoje sou voluntária de uma ONG que assiste a mulheres carentes, mães abandonadas que criam seus filhos sozinhas. Dedico um tempo por semana para conversar, apoiar, falar sobre minha experiência de vida com Deus.

Fonte: CPAD News

10/03/2011

AD de Campinas sediará simpósio com o Pr. Paulo Cesar Lima


AD de Campinas sediará simpósio com o Pr. Paulo Cesar Lima As tragédias que estão acontecendo nos últimos dias têm intrigado muita gente. Visando buscar respostas bíblicas para estes fatos a AD Campinas, liderada pelo pastor Paulo Freire realizará entre os dias 13 e 15 de março simpósio com o tema: “As respostas de Jesus para as grandes tragédias da vida”

O palestrante convidado é o escritor e reverendo Paulo César Lima, membro do Conselho de Doutrina da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil.

O simpósio terá um investimento de R$ 20,00 e oferecerá apostila e certificado para os participantes.

A promoção do evento é da ESTEADEC – Escola Teológica da AD Campinas cujo diretor Eduardo Guimarães informa que o simpósio já é tradicional e sempre estuda um livro bíblico. Este, segundo ele,  será muito esclarecedor, pois “é uma proposta não só no campo teológico, mas para todos que já sofreram com tragédias no cotidiano”. O diretor afirma ainda que “as afirmações do palestrante serão baseadas em verdades bíblicas”.

“O convite para participar do evento está direcionado a todos os alunos de teologia, e também a todos que quiserem conhecer estas respostas bíblicas” afirma o diretor que está contabilizando a presença de uma média de 1300 participantes no seminário.

Serviço:
Simpósio ´As respostas de Jesus para as grandes tragédias da vida`
Na AD de Campinas
Será realizado entre os dias 13 e 15 de março
Os interessados podem realizar suas inscrições e obter mais informações pelos telefones (019) 3303 – 3500 e 3303 3506.

Fonte: CPAD News

10/03/2011

Adriana Ferreira define o repertório de seu novo CD


A cantora Adriana Ferreira se reuniu com a equipe da Line Records, na última sexta-feira, dia 4/3, para definir o repertório de seu novo CD. Além do Diretor Executivo da gravadora, Sérgio Lima, também participaram da seleção representantes dos departamentos Artístico, Comercial e Marketing.

Durante mais de três horas, a equipe analisou e opinou sobre as letras e melodias das canções, sempre se preocupando em levar a melhor mensagem aliada ao que há de mais moderno em termos de produção musical.

“Nossa intenção é levar a palavra de Deus e como tudo que fazemos é para a honra e glória Dele, iremos procurar produzir sempre o melhor. Posso adiantar que este CD será um dos melhores no estilo pentecostal. Entre os temas das canções, estão: fé, perseverança, prosperidade, cura e vitória”, explica Sérgio Lima.

%d blogueiros gostam disto: