Archive for março 12th, 2011

12/03/2011

Cruzada Vida Vitoriosa para Você espera atrair 60 mil pessoas em Florianópolis


Depois de passar pela comunidade da Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro, o evento Vida Vitoriosa para Você chegará a Florianópolis em março. O megaevento, que já percorreu onze cidades brasileiras, sob o comando do pastor Silas Malafaia, será realizado nos dias 19 e 20 no Largo da Alfândega. A expectativa dos organizadores é atrair cerca de 60 mil pessoas nos dois dias da programação, que será gratuita, com início a partir das 19h.

Desde 2007, o pastor Silas Malafaia, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, percorre o país levando a mensagem de fé e esperança do evangelho. “Percorrer um país com uma grande diversidade regional e cultural como o Brasil propagando o evangelho é o nosso propósito. Queremos ser bênção de Deus para o país. Entendemos que somente o Senhor pode trazer solução para questões como as drogas e a criminalidade”, declara o pastor, que convidou para a programação renomados cantores da música gospel nacional: Pierre Onassis, Marco Aurélio, Rachel Malafaia, Nani Azevedo, Dayan de Alencar, Eyshila, Jozyanne e Aline Barros.

Uma ampla infraestrutura será montada para a realização do evento, que conta com o apoio das igrejas evangélicas de Florianópolis. O palco de quase 360 metros quadrados possui mais de 13 metros de altura e terá sistema de sonorização, iluminação e filmagem de última geração, além de telões de projeção e painéis de LED.

Vida Vitoriosa para Você já passou por Teresina (PI), Porto Alegre (RS), Petrolina (PE), Vitória (ES), Uberaba (MG), Salvador (BA), Foz do Iguaçu (PR), Palmas (TO), Belém (PA), Macapá (AP) e Rio de Janeiro (RJ), reunindo mais de 1 milhão de pessoas.

Fonte: Gospel Prime / AVEC

12/03/2011

Divergências entre ciência e religião podem causar confusão em sala de aula? Qual a sua opinião?


Em uma sala do 6.º ano (antiga 5.ª série), durante uma aula de biologia sobre a criação do universo, a professora termina de explicar a teoria do Big Bang, que diz que o universo foi criado a partir de uma grande explosão cósmica entre 10 e 20 bilhões de anos. Um aluno ergue a mão e pergunta: “Pro-fessora, mas quem fez as galáxias e tudo o que existe não foi Deus?”. A cena é frequente nas escolas, divide os professores de ciências e biologia e coloca os de religião em uma saia-justa.

A coordenadora do curso de Ciências Biológicas da Universidade Tuiuti do Paraná (UTP) e professora aposentada do ensino médio e fundamental, Rita de Cássia Dallago, conta que ao longo dos seus 26 anos de carreira percebeu que a discussão sobre a origem do universo e do homem, principalmente entre criacionismo (teoria religiosa que presume que tudo foi criado por uma força superior) e evolucionismo (teoria científica proposta por Charles Darwin que diz que o homem surgiu a partir da evolução de outras espécies) ganhou novos rumos, mas que ainda perturba os educadores. “Em geral, os professores tendem a impor o que acreditam, mas o ideal seria deixar claro sempre que existem duas correntes e não uma única verdade. O aluno tem o direito de escolher em qual prefere crer.”

Na maioria dos casos, os professores de ciências e biologia defendem o evolucionismo, porque faz parte da formação deles, e os de religião, o criacionismo. Mas Rita diz que na última década o perfil mudou um pouco e alguns que ensinam biologia também acreditam na segunda corrente. “Já vi muito professor que explica a origem da vida sob a ótica da ciência e depois, no final da aula, diz aos alunos para não esquecer que tudo isso foi obra de Deus.”

Com um tema controverso e professores divididos, a questão que se levanta é como não confundir a cabeça dos alunos e muito menos desrespeitar suas crenças religiosas. Para o coordenador de Teologia da Ponti­fícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Cesar Kuzma, o caminho ideal na hora de ensinar é não tratar as duas correntes como algo isolado e independente, mas sim como complementares. “A ciência explica a origem do universo e o surgimento da espécie humana, mas é a religião que dá sentido a isso. A meu ver esta é a melhor forma de ensinar os estudantes sem criar conflito.”

Já para o filósofo Carlos Ramalhete, o papel do professor de ciências não é ensinar religião, mas deixar claro que as ciências podem mudar. “A ciência é apenas a melhor explicação até agora para os elementos nos quais Deus não pode estar. A ciência moderna, ao contrário da religião, não é e nem pode ser dogmática.”

Mas algumas vezes o conflito é inevitável, principalmente porque a escola é um espaço de convivência entre alunos de crenças diferentes. Para os educadores, é importante que seja assim porque as crianças precisam crescer em um espaço democrático. “É claro que em algum momento houve confusão, tem aluno que às vezes não aceita o que é dado em sala e sai batendo porta, mas isso é a minoria”, conta Rita.

Mais liberdade

Segundo a professora de ensino religioso e história Célia Regina Guernieri, do Colégio Imaculada Conceição, os alunos menores, geralmente entre 10 e 12 anos, tendem a querer saber a opinião pessoal do professor e levam muito em conta o que ele pensa. Os mais velhos, a partir dos 13 anos, têm uma bagagem diferente e conseguem perceber por si só que existem duas teorias distintas e que podem escolher entre uma e outra. “Hoje os estudantes são muito mais livres e críticos do que há 30 anos. Eles conseguem perceber que não há uma verdade absoluta.”

Para que uma única verdade não reine em sala de aula, o professor de Ciências Biológicas da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) Reginaldo Rodrigues conta que nas palestras que dá aos colegas da educação básica costuma orientá-los a não impor nada nunca e nem negar a existência de Deus aos alunos, por mais que ele não acredite. “É papel dele defender a ciência, mas sabemos que cada aluno tem sua religiosidade e que é preciso que o professor saiba lidar com isso.”

Na Escola Adventista, o diretor Laureci Bueno do Canto diz que não há imposição dos conceitos, mas pais e professores sabem a posição da escola. “Nós acreditamos na Bíblia e para nós o que está lá é a verdade. O professor não precisa acreditar e defender isso como real. Mesmo que ele comente que é criacionista, vai deixar em aberto aos alunos.”

Fonte: Gazeta do Povo

12/03/2011

Igreja vai ajudar 20 mil desabrigados no MS


Igreja vai ajudar 20 mil desabrigados no MS Em desastre provocado pelas chuvas no Mato Grosso do Sul, a Primeira Igreja Batista de Campo Grande, de aproximadamente 4 mil membros, iniciou uma campanha para arrecadar doações aos desabrigados.

No Mato Grosso do Sul, mais de 60 mil pessoas foram afetadas por causa das chuvas, apresentando atualmente 13 cidades em situação crítica, segundo informações da defesa civil, nesta quarta-feira.

Paulo Henrique Cruz, um dos coordenadores da Campanha intitulada “Solidariedade Pantaneira” informou hoje ao The Christian Post que tem disponível para doações, 5 mil peças de roupa que foram doadas pela força aérea do estado, além de colchões e comida não perecível.

As informações afirmam que milhares de pessoas estão desabrigadas e desalojadas. Mas, felizmente, até o momento não há registro de mortos, segundo os bombeiros.

As cidades cortadas por rios sofreram inundações em bairros e comunidades ficaram isoladas pela queda de pontes e estradas rurais foram danificadas.

“Essa época do ano no MS é uma época que chove muito. Nesse ano tivemos chuvas muito acima da média que costuma acontecer. E temos várias cidades que ficam na beira dos rios da região do Pantanal,” disse Paulo.

Segundo ele, “centenas de famílias foram desabrigadas pelas chuvas, os rios chegaram a subir 10 metros acima do nível normal e invadiram muitas casas. Então algumas famílias perderam tudo, algumas famílias perderam inclusive as casas”.

Mas o coordenador afirmou que grande quantidade de donativos está chegando à Igreja fazendo dela um ponto de arrecadação.

Paulo informou que tem a expectativa de que a campanha possa atingir cerca de 20 mil pessoas em 5 cidades, através dos 500 voluntários da Igreja que estão trabalhando diretamente na campanha.

Fonte: Christian Post / Redação CPAD News

12/03/2011

Site com críticas aos Testemunhas de Jeová é retirado do ar por determinação judicial


No dia 21 de fevereiro de 2011, um ex-Testemunha de Jeová anônimo informou que, por determinação judicial, estava tirando do ar o site Índice TJ, que relatava em detalhes vários  fatos tenebrosos da história da religião.

A Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, da TJs, tinha entrado na Justiça contra o ex-fiel com a alegação de que o site divulgava “conteúdo difamatório e calunioso”, mas o dono do site divulgava documentos e citava textos de publicações da própria religião.

Entre eles uma matéria de outubro de 1921, publicada na revista  ”A Idade de Ouro”, a religião TJs incitou os fiéis a usarem “seus direitos como cidadãos americanos para abolir para sempre a prática demoníaca das vacinas”.

A mesma revista afirmou em julho de 1929 que “[os negros] são uma raça de serviçais. Não há no mundo um serviçal tão bom quanto um bom serviçal de cor”.

E não era só isso. O site criado em 2004 para apresentar a religião de uma perspectiva crítica, divulgava muitos outros textos defendidos pela religião.

O dono do Índice TJ começou a ser pressionado em julho de 2010, quando recebeu uma petição da sede mundial da religião, em Nova York, e das filiais da Alemanha e Canadá para que desativasse o site. O que incomodou mais a TJs teria sido a divulgação de 200 cartas, algumas delas consideradas confidenciais.

A sentença pelo fechamento do site não é final, porque cabe recurso, mas o dono do site desistiu dos tribunais.  Mas a  maioria dos 800 artigos do Índice TJ continua na internet, agora no endereço http://www.indicetj.info/. Trata-se de um “espelho” (cópia) feito pela internauta que se identifica como “thegirl”.

No arquivo da “thegirl” há depoimentos extraídos da imprensa de pessoas que teriam sofrido as consequências dramáticas dos equívocos da religião, como o de um menino que ficou cego de um olho porque não pôde fazer transplante de córnea.

Fonte: Gospel Prime

12/03/2011

Oração nos EUA por missionário detido no Haiti


Oração nos EUA por missionário detido no HaitiDurante as 24 horas da última quarta-feira, os cristãos nos EUA entraram em um momento de oração e jejum pela libertação de um missionário americano no Haiti, que está preso há mais de quatro meses sem acusação formal.

Embora o caso tenha recebido pouca atenção da mídia, o pastor Danny Pye, de 29 anos, tem recebido oração por sua libertação da prisão, na cidade costeira do sul do Haiti, Jacmel.

Pye, que vem servindo no Haiti desde 2003, foi enviado à prisão em outubro passado depois de aparecer perante um magistrado local. O objetivo da audiência no tribunal foi o de negociar a divisão jurídica da propriedade e outros bens pertencentes à Alegria da Esperança, o ministério que ele e sua mulher criaram para servir às crianças carentes.

Pye e a esposa Leann deixaram o ministério para criar um orfanato que nomearam Kenbe Fem, “Fortaleza”.

Apesar de ambas as partes terem que chegar a um acordo, Pye foi levado em custódia por ordem do juiz e dito que ele estava sendo mantido sob investigação. “Nós ficamos chocados quando ele foi preso nesse dia, porque nos foi dito que foi resolvido,” disse o diretor do ministério Alegria da Esperança, Brian Williams.

Segundo o relatório de direitos humanos mais recente do Departamento de Estado dos EUA, cerca de sete mil dos nove mil presos do país ainda não foram julgados. Além disso, muitos dos que aguardam julgamento são detidos por períodos que excedam o cumprimento de qualquer pena que possam ter recebido.

Segundo informações do Relatório, “o Código de Processo Penal não atribui responsabilidades claras para as investigações criminais e divide a competência entre a polícia, juízes de paz, promotores e magistrados ligados à investigação. Frequentemente, as autoridades não conseguem interrogar testemunhas e investigações completas são realizadas raramente com autópsias, e os juízes de instrução muitas vezes recebem os arquivos incompletos.”

Em meio às incertezas, a esposa de Pye vem incentivando os fiéis a orare, por seu marido, que pode perder o nascimento de seu filho.

“Eu oro todos os dias para que Danny seja liberado”, Leann Pye escreveu em seu blog mês passado. Rogo a Deus para ver a minha dor e ouvir meu pranto. Mas eu tenho dito como Hananias, Misael e Azarias diante do rei. Se Deus nos salvar, é porque Ele é Deus. E se Ele escolher não salvar, Ele ainda será Deus”.

Fonte: Christian Today

12/03/2011

Corte Suprema recusa pedido de ateu


Corte Suprema recusa pedido de ateu A Corte Suprema dos Estados Unidos recusou o pedido de um ativista ateu para que seja retirada das moedas e das cédulas do dólar a inscrição In God we trust (Confiamos em Deus). Como a Corte não colocou o assunto em apreciação, não há informação sobre a justificativa da recusa.

O advogado Michael Newdow, que é diretor da associação ateísta FACTS, entrou com um pedido de inconstitucionalidade com o argumento de que o Estado é laico e, além disso, a mensagem é discriminatória porque promove uma religião monoteísta.

A inscrição foi introduzida nas moedas nos anos 70 do século 19 e nas cédulas, nos 50 do século 20. Uma pesquisa feita pelo Instituto Gallup em 2003 revelou que 90% dos norte-americanos gostam da referência a Deus em seu dinheiro.

O advogado já tinha obtido uma sentença desfavorável em uma ação em que contestou o Juramento de Lealdade que faz menção a Deus e que é obrigatória em escolas de alguns Estados.

Newdow informou que vai encaminhar à Corte Suprema um pedido de reconsideração. Ele disse saber que o seu pedido tinha poucas chances de ser apreciado pela Corte, mas o seu objetivo, com a ação, foi manter na imprensa uma discussão sobre da laicidade do Estado, na expectativa de que um dia, quanto a isso, a Constituição venha a ser cumprida.

A inscrição já tinha sido submetida a um tribunal de instância inferior, o de San Francisco, que a considerou constitucional porque não advoga nenhuma religião. Para o tribunal, a frase “Confiamos em Deus” é “cerimonial e patriótica”.

Para Newdow, decisões como essa confirmam que os ateus são hoje o que os negros e homossexuais já foram nos Estados Unidos: vítimas de ferrenha discriminação.

Fonte: Paulopes / Gospel Prime

12/03/2011

Igrejas conseguiram suspender carnaval em cidade pernambucana


Igrejas conseguiram suspender carnaval em cidade pernambucanaAtendendo reivindicação das igrejas evangélicas de Lagoa Grande, a prefeitura suspendeu o carnaval em beneficio do evento Peniel – Projeto de Evangelização das Igrejas Evangélicas – realizado de 5 a 9 deste mês com grande participação da comunidade local e regional. A proposta apresentou uma programação composta por várias atividades sociais. Lagoa Grande fica a 713 km do Recife e tem 22 mil habitantes.

Na abertura do evento, pastores receberam as chaves da cidade das mãos do secretário de Desenvolvimento Econômico, Esportes e Turismo do município, Vanelson Santana, que representou a prefeita Rose Garziera na solenidade. O Peniel 2011 durou os cinco dias do período de feriado. O evento religioso foi organizado por pastores da própria localidade e contou com a participação das igrejas evangélicas de todo o Estado.

Entre as atividades do projeto proporcionadas à comunidade de Lagoa Grande, vale destacar a distribuição de sopas e cestas básicas para famílias carentes, realização de torneio entre as escolas municipais, palestras educativas envolvendo temas relativos à prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis, a incêndios e acidentes domésticos entre outros assuntos relacionados às questões sociais.

O projeto contou com a participação do Corpo de bombeiros e do Exército Brasileiro. Durante todos os dias da programação, a cidade foi também animada por programações envolvendo cantores da música gospel vindos de diversas regiões do país. As atrações musicais foram realizadas em um grande palco montado na Praça Hermes Amorim (Praça dos Estudantes). A distribuição da sopa e das cestas básicas teve como ponto de apoio a Escola Santa Maria, localizada na mesma área das apresentações musicais. Já as atividades esportivas e palestras educativas foram realizadas no Ginásio de Esporte Parque da Uva e do Vinho.

 

Fonte: O Galileo

12/03/2011

Ingressos para turnê Jeremy Camp no Brasil já estão à venda online


As entradas podem ser adquiridas pela Internet ou nos postos de venda espalhados pela capital

Os ingressos para quem não quer perder um dos shows mais aguardados pelo público brasileiro já podem ser encontrados para comprar também na Internet, pelo site http://www.primeingressos.com.br. O valor das entradas varia entre R$15 e R$100, sendo que o número é limitado.

O cantor Jeremy Camp fará turnê pelo Brasil em maio, sendo que em Goiânia apresenta-se no dia 12. O show está agendado para começar às 20h e será realizado no Ginásio Internacional Goiânia Arena. Além da capital goiana, o cantor fará show também nos estados de São Paulo e Minas Gerais.

Inicialmente, a apresentação seria realizada na capital nacional, Brasília, mas graças à intervenção da produtora de eventos Ágape, o local foi transferido para Goiânia. Com o slogan “Eventos e festas com propósito”, a Ágape pretende realizar um trabalho bem feito na realização do show e, por isso, está investindo na estrutura do evento.

Além disso, a realização tem também uma participação da Promov Eventos, largamente conhecida pela autoria do Festival Terra Santa todos os anos, entre outros grandes eventos.

A turnê que Jeremy Camp traz para o Brasil é a do seu mais recente álbum, We Cry Out, que foi lançado em 2010 pela BEC Recordings. O cantor é reconhecido mundialmente por suas músicas e pelo forte testemunho que viveu ao longo dos anos.

Para saber mais detalhes da cobertura deste mega evento, você deve ficar ligado no JovemX.com.

Show Jeremy Camp

Data: 12/05/2011

Horário: 20h

Local: Ginásio Internacional Goiânia Arena (Av. Fued José Sebba, via de Acesso ao Estádio Serra Dourada, Jardim Goiás)
Informações: http://www.jovemx.com/jeremycamp / (62) 3224-0668

Ingressos:

Arquibancada meia R$ 15,00

Arquibancada inteira R$ 30,00

Área vip meia R$ 30,00

Área vip inteira R$ 60,00

Camarote extra vip meia R$ 50,00

Camarote extra vip inteira R$ 100,00

OBS: Os primeiros 1000 ingressos camarote comprado nos pontos de venda ganham um DVD promocional

Fonte: Assessoria de Imprensa Agapé Produções / JovemX.com

12/03/2011

Confrontos religiosos causam mortes no Egito


Confrontos religiosos causam mortes no EgitoUm novo balanço das autoridades egípcias elevou de 10 para 13 mortos e de 110 para 140 feridos o saldo de vítimas dos confrontos entre muçulmanos e cristãos coptas na noite desta terça-feira em Moqqatam, na capital egípcia Cairo.

Segundo o Ministério de Saúde, as vítimas foram contabilizadas em vários hospitais da região. Alguns dos feridos sofreram cortes e feridas de bala no abdômen e peito, além de fraturas diversas.

A violência no Cairo na noite de terça-feira foi o pior confronto sectário desde que o ditador Hosni Mubarak derrubado do poder em 11 de fevereiro por uma revolta massiva, marcada pela solidariedade entre cristãos e muçulmanos.

A violência eclodiu em meio a um protesto realizado por cristãos contra um incêndio provocado em uma igreja em Helwan, ao sul do Cairo. Segundo o ministério, os confrontos ocorreram na ponte de Dauiqa, em frente à zona onde moram catadores de lixo, depois que se espalhou o rumor de que uma mesquita estava sendo queimada na capital.

O dirigente de uma associação de cristãos coptas egípcios, Najib Gibrail, diz que os cristãos bloquearam uma estrada de Moqqatam como parte da manifestação pacífica. Grupos de muçulmanos procedentes de um bairro do outro lado da estrada chegaram ao local para tentar desbloqueá-la.

Segundo Gibrail, várias casas foram incendiadas em Moqqatam e um padre afirmou à agência de notícias France Presse que os cristãos foram mortos a tiros.

Protestos

Nesta quarta-feira (09), centenas de cristãos voltaram às ruas do Cairo para protestar novamente pelos confrontos sectários ocorridos na capital.

O conflito representa outro desafio para os líderes militares, que assumiram o poder após a saída de Mubarak e estabeleceram como principal prioridade a retomada da lei e da ordem.

Os cristãos representam cerca de 10% da população do Egito, um país majoritariamente composto por muçulmanos. Confrontos entre cristãos e muçulmanos ocorrem com certa frequência no país, por motivos pessoais ou divergências religiosas.

Nesta terça-feira, o grupo político Irmandade Muçulmana rejeitou tais conflitos religiosos e acusou remanescentes do regime de Mubarak de provocar esses incidentes.

Fonte: Portas Abertas

12/03/2011

Voluntários evangelizam Israel


Voluntários evangelizam Israel Durante o mês de junho, um grupo de missionários voluntários seguirá para Israel a fim de servirem às comunidades locais com atividades de educação, assistência social, intercessão, artes e esportes.

Esta caravana, que não tem cunho turístico, tem como objetivos impactar os locais por onde passarão com a mensagem do Evangelho, e da mesma forma impactar a vida dos participantes com o clamor dos não-alcançados.

O Projeto Conexão Israel 2011 tem como líder geral o Pr. Marcos Grava, coordenador do setor de Voluntários e do Programa Esportivo Missionário da JMM.

A novidade desta caravana é que um período intermediário de treinamento será realizado na cidade de Cesena, na Itália. A saída do Brasil está marcada para o dia 9 de junho, e o retorno marcado para o dia 26 de junho de 2011.

Custo e inscrição

O custo da inscrição, no Conexão Israel 2011, é de R$160 reais, que será revertido em despesas administrativas e na confecção do uniforme do Projeto (agasalho, camisetas e mochila). Este valor não será reembolsado em caso de desistência.

O custo total desta viagem será de aproximadamente U$2.600 dólares, e o valor pode ser parcelado. Estão inclusos passagens aéreas, estadia, alimentação, treinamento e transporte interno (exceto entradas em locais turísticos).

O custo exato da viagem dependerá do valor da passagem no momento da compra pelo participante.

Para mais informações escreva para o e-mail voluntarios@jmm.org.br

Fonte: JMM / Redação CPAD News

%d blogueiros gostam disto: