Archive for março 29th, 2011

29/03/2011

Corpo de Alencar vai deixar o hospital às 6h30 da quarta-feira em direção a Brasília


 

Velório está marcado para amanhã no Palácio do Planalto e será aberto ao público

O corpo do ex-vice-presidente José Alencar deve deixar o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, às 6h30 da quarta-feira (30). Alencar morreu no começo da tarde desta terça-feira (29), vítima de complicações de um câncer. Neste momento, o corpo de Alencar está sendo preparado para deixar o hospital.

Segundo informações do hospital Sírio-Libanês, o corpo de Alencar deve ser levado de São Paulo a Brasília em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira). Ainda de acordo com a assessoria do hospital, a família de Alencar continua no prédio do Sírio-Libanês, na região central da capital paulista.

O hospital informou ainda que mais informações sobre o velório devem ser divulgadas, em nota, nas próximas horas.

O velório de Alencar está marcado para a quarta-feira, no Palácio do Planalto. O corpo será recebido às 8h30 na Base Aérea de Brasília com honras militares pelo presidente em exercício, Michel Temer, e pelos presidentes do STF (Supremo Tribunal Federal), da Câmara, Marco Maia, e do Senado, José Sarney.

Da Base Aérea, o corpo será levado em cortejo fúnebre num carro de Bombeiros ao Palácio do Planalto, onde será velado a partir das 10h30. Inicialmente, o velório estará restrito a autoridades, mas, posteriormente, será aberto ao público.

 

O velório ficará aberto da manhã de quarta até a manhã de quinta. O público poderá comparecer ao velório durante toda a quarta e na madrugada de quarta para a quinta.

 

Em seguida, o corpo segue para Belo Horizonte (MG), onde na quinta-feira (31) haverá um segundo velório, que será realizado entre 8h30 e 13h no Palácio da Liberdade, sede do governo de Minas, Estado natal do ex-vice-presidente.

A presidente Dilma Rousseff, que está em Portugal, deve chegar a Brasília no início da noite de amanhã para comparecer ao velório de Alencar. Ela adiantou o retorno dela para o Brasil, inicialmente previsto para a madrugada de quinta.

Alencar, que lutava contra um câncer desde 1997, morreu nesta terça-feira às 14h41. Segundo boletim médico, o ex-vice faleceu em decorrência da doença e “de falência de múltiplos órgãos”.

O ex-vice havia sido internado em “condições críticas” na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na última segunda-feira (28), com um quadro de suboclusão intestinal, ou seja, parte do intestino estava entupido em decorrência do câncer na região.

Fonte: R7

 

29/03/2011

Frente parlamentar da Família se reúne com ministro da Justiça


O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, recebeu nesta quarta-feira (23/03), parlamentares da Frente da Família que pediram apoio para propostas de interesse do grupo. Sob o comando do senador Magno Malta, a reunião marcou a promessa de apoio da pasta às batalhas em defesa da família.

O deputado federal Marcelo Aguiar participou do encontro e cobrou medidas de combate ao uso do álcool. “Meu pai foi alcoólatra por 40 anos e sei bem o que isso pode causar às famílias. Acho importante combater o crack, mas o combate ao uso de álcool também é extremamente necessário”, lembrou.

O senador Magno Malta concordou com a importância da luta nessa área. “O problema do Brasil é o álcool, não a cocaína. No País do futebol, o técnico da seleção virar garoto-propaganda de bebida alcoólica é algo inconcebível”, afirmou. O grupo chegou a cogitar apresentar projeto proibindo atletas de fazer publicidade de bebida alcoólica.

Marcelo Aguiar falou da importância da família na recuperação dos dependentes de álcool. “Com um trabalho de recuperação em uma clinica muito simples, onde o principal remédio foi o amor e a palavra de Deus, hoje eu tenho mais do que um pai”, revelou.

Para o ministro José Eduardo, “o alcoolismo é a porta de entrada de outras drogas e seu potencial destrutivo é alto, especialmente dentro das famílias”. O ministro defende que a Frente Parlamentar e o Ministério busquem soluções em conjunto. “A publicidade incentiva as crianças a beber, mas se não nos organizarmos para buscar soluções teremos problemas e poucos resultados”, reconheceu.

Ex-presidente da CPI da Pedofilia na Câmara Municipal de São Paulo, Marcelo Aguiar também elogiou a promessa de ajuda na luta contra a pedofilia, feita por José Eduardo durante o encontro. “Reconheço a importância de trabalharmos alinhados e pretendo debater cada um desses pontos com vocês. Acredito que poderemos fazer grandes trabalhos juntos”, afirmou o ministro.

A Frente pediu, ainda, apoio para aprovar e implantar uma lei da deputada Lauriete sobre a legislação para interrupção de gravidez indesejada; e para a implantação de um programa de adoção de dependentes químicos por instituições religiosas e inclusão de matéria educativa sobre combate às drogas no currículo das escolas.

“Se o tem for ensinado nas escolas, a chance de alguém cair nas drogas será diminuída consideravelmente. A prevenção é a melhor saída para esse problema porque a educação é problema da família, mas a escola ensina”, explicou Magno Malta.

O próximo encontro da Frente com o Ministério tratará da campanha para o desarmamento e deve acontecer em 15 dias.

Por Alessandra Flach

Fonte: Assessoria de Imprensa / Guia Me

 

29/03/2011

Mais de 130 mil protestaram contra aborto na Espanha


 Mais de 130 mil protestaram contra aborto na Espanha Mais de 130 mil pessoas se manifestaram no centro de Madrid, Espanha , no sábado (26), contra leis que tornam o aborto mais fácil.

Os manifestantes marcharam sob o lema “Sim à Vida”, e pediram a “abolição de todas as leis de aborto e à retirada de todas as disposições que tornam mais fácil a eutanásia e a manipulação de embriões humanos”, segundo o manifesto lido durante o protesto.

A marcha aconteceu no Dia Internacional para a Vida, um evento anual em 25 de março.

Recentemente, na Espanha, uma nova lei entrou em vigor, que permite o aborto nas primeiras 14 semanas de gravidez. O país também legalizou o aborto até a 22 ª semana de gravidez nos casos de estupro, de anormalidade fetal ou quando a saúde física ou mental da mãe está em risco.

Além disso, não há prazo para o aborto nos casos em que o feto sofre de uma doença grave ou incurável, certificada por uma junta médica.

“Nós queremos dizer sim à vida, dizer sim para o nascimento de um filho. Pretendemos celebrar a vida”, disse Ana Maria Llera de la Torre, da Associação Adevida-Jaén.

A Associação busca oferecer soluções para as pessoas que têm dificuldade de dar à luz e educar uma criança por causa de circunstâncias pessoais.

“A solução não é o aborto”, disse Torre.

Gador Joya, porta-voz da Derecho de Vivir (Direito à vida) da Associação, disse sábado, “ninguém lhes deu (políticos) poder para legislar sobre a vida e a morte das pessoas.”

Joya conclamou o povo a exigir dos legisladores a restauração do direito à vida no ordenamento jurídico local.

Ele também observou que “os pró-vida não estão em silêncio e continuam a tomar as ruas para dizer ‘Sim à vida’, especialmente agora que o Governo tem leis que violam a vida humana nos seus pontos mais vulneráveis”.

Pastor da sub-comissão da família e da campanha a defesa da vida anunciou uma mensagem de esperança cristã, dizendo que “há sempre uma razão para viver.”

“Há uma razão para viver, porque Ele nos deu um amor maior que nós mesmos, que nos permite construir a nossa história pessoal”, disseram  pastores da comissão da família e da defesa da vida.

As manifestações aconteceram em Madrid, capital da Espanha, assim como em mais de 80 cidades do país. Protestos também ocorreram em outras partes da Europa e América Latina.

Em outubro de 2009, cerca de um milhão de pessoas em toda a Espanha participaram de um evento anti-aborto.


Fonte: Christian Post

 

29/03/2011

Igrejas se unem para evangelizar durante os Jogos Olímpicos de 2012 em Londres


 Igrejas se unem para evangelizar durante os Jogos Olímpicos de 2012 em Londres

Treze eventos de capacitação deverão acontecer nos próximos meses para incentivar o espírito de união na propagação do Evangelho e mostrar como as igrejas locais podem colaborar com a sociedade promovendo eventos simples.

Os organizadores esperam que as igrejas trabalhem em conjunto para realizar festivais em suas comunidades durante os Jogos Olímpicos de Londres em 2012.

Nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000, cerca de 250 mil pessoas participaram de 120 festivais comunitários como esses. Em alguns dos eventos desportivos, eles incluíram radiodifusão, telões gigantes, performances, músicas e entretenimento para as crianças com palhaços, pinturas faciais e etc.

Os festivais foram coordenados pela organização australiana Fusion Youth and Community. O diretor, Marty Woods, se mudou para o Reino Unido para compartilhar seus conhecimentos com igrejas que procuram fazer algo similar.

Ele disse: “Festivais comunitários podem posicionar a igreja no centro da vida da comunidade de uma forma altamente estratégica para ganhar almas”.  E explica: “Nessas festas as crianças são as estrelas, os espectadores são atraídos para o centro e, juntos, experimentamos o Reino de Deus.”

Os eventos de capacitação estão sendo coordenados pela More than Gold, que também estará supervisionando trabalhos de caridade e evangelísticos das igrejas durante os Jogos Olímpicos de 2012, e que oferecerá dois modelos alternativos de festival para compartilhar Jesus internacionalmente. Espaços que os receberão incluem Londres, Newcastle, Oxford, Reading, Preston, Croydown, Liverpool e Aylesbury.

Além dos eventos de capacitação, a More than Gold é a anfitriã de 18 apresentações pela Inglaterra e explicam não só o papel dos festivais na comunidade, mas também as oportunidades oferecidas pelo Revezamento da Tocha e do uso estratégico do evangelismo durante a divulgação do esporte.

David Wilson, chefe-executivo da More than Gold, disse: “Atletas de todo o mundo estão em formação, o público no Reino Unido está pensando em quais eventos vai participar, e é tempo de as igrejas realizarem seus próprios planos. Este cenário dá-lhes a ajuda que precisam. ”

Fonte: Christian Today / CPAD News

29/03/2011

Ex-padre Sousense diz que Igrejas católicas estão parecendo motéis


O ex padre Lourival relatou que os católicos têm a Bíblia em casa, entretanto o livro sagrado fica aberto no salmo 90 e não sai de cima da estante.
As declarações foram feitas na noite deste domingo (27) em um culto evangélico na Igreja Presbiteriana na cidade de Sousa, no qual ele trazia a pregação. O reverendo disse ainda que os católicos estão cegos, e que a verdade tem que ser revelada. ”Todos têm que saber que a igreja católica não prega a verdadeira palavra de Deus, que é o único Salvador de acordo com a bíblia.” Relatou o ex-padre.
Continuando a mensagem, ele falou ainda que atualmente as igrejas católicas estão cada dia mais se assemelhando a motéis, por causa das festas que elas realizam. ”Além de que, um dos grandes erros dos católicos é dizer que se deve adorar imagens de esculturas, sendo que a própria bíblia diz no livro de Salmos Capítulo 135, versos 15 “Os ídolos dos gentios são prata e ouro, obra das mãos dos homens. 16 Têm boca, mas não falam; têm olhos, e não vêem, 17 Têm ouvidos, mas não ouvem, nem há respiro algum nas suas bocas. 18 Semelhantes a eles se tornem os que os fazem, e todos os que confiam neles”.
Para finalizar, Lourival disse: ”Se fosse pra eu nascer novamente, eu queria nascer sendo evangélico. Me sinto muito feliz hoje, antes eu era cego, no entanto enfim eu encontrei a luz, a verdadeira paz que está em Jesus Cristo.”
Centenas de pessoas compareceram ao culto na referida igreja, entre elas, tanto os evangélicos como também católicos.

CONVERSÃO AO EVANGELHO
O ex-padre Lourival Luiz de Sousa, que mora no Núcleo II, perímetro Irrigado de São Gonçalo, Município de Sousa, e atualmente é Diácono da Igreja Assembléia de Deus neste município, e se entregou ao evangelho no dia 29 de abril de 2010.
A notícia da conversão ao evangelho ganhou grande repercussão na religião católica na grande Sousa, pelo fato do ex Padre Lourival ser uma pessoa influente no meio religioso. ”Eu não aceitava mais certas coisas erradas que a igreja católica pratica, como adorar as imagens de esculturas, que a bíblia é clara em relação a isso, como citei acima.” contou Lourival.

CASAMENTO COM EX-FREIRA
Diácono Luiz como é chamado hoje no meio Evangélico, começou a namorar justamente com uma ex-freira, Irmã Maria de Fátima no dia (30/05), em um culto realizado na Assembleia de Deus na cidade de Belém do Brejo do Cruz, Sertão da Paraíba, onde reside à irmã Fátima como é conhecida. Após o Noivado, o casal marcou o casamento que aconteceu nesta quinta-feira (14) no Templo da Igreja Assembleia de Deus na Cidade de Sousa, com as presenças de convidados, amigos e familiares.

fontes: Notícias Cristãs.
29/03/2011

Morre aos 79 anos José Alencar, ex-vice-presidente da República


Ele lutava contra o câncer desde 1997 e voltou a ser internado na última segunda

Morreu às 14h41 nesta terça-feira (29), aos 79 anos, o ex-vice-presidente da República José Alencar, que lutava contra um câncer desde 1997. Segundo boletim médico, divulgado às 15h, o ex-vice faleceu em decorrência da doença e “de falência de múltiplos órgãos”.

Alencar havia sido internado em “condições críticas” na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na última segunda-feira (28), com um quadro de suboclusão intestinal, ou seja, parte do intestino estava entupido em decorrência do câncer na região.

Os médicos, no dia seguinte à internação, afirmaram que Alencar não passava mais por tratamento e estava sendo sedado para não sofrer. Com voz embargada, o médico Raul Cutait disse que Alencar estava “em um momento muito difícil de sua vida”.

As idas e vindas do ex-vice ao Sírio eram constantes. Alencar teve alta hospitalar no último dia 15 de março, quando voltou para sua casa, em São Paulo. O ex-vice havia sido internado no dia 9 de fevereiro com peritonite, inflamação na membrana que reveste a cavidade abdominal. O problema foi causado por uma perfuração no intestino.

Em dezembro do ano passado, o ex-vice-presidente deu entrada no Sírio-Libanês com uma grave hemorragia no intestino. O sangramento, causado por um tumor na região abdominal, foi posteriormente controlado pelos médicos por meio de um procedimento chamado embolização.

O tratamento contra o câncer, doença que ele combatia há mais de uma década, foi retomado em janeiro, após ter sido suspenso devido a seu estado de saúde, considerado delicado.

O ex-vice-presidente passou por diversas cirurgias e sessões de quimioterapia para combater tumores no rim, próstata e abdome, além de se submeter, sem sucesso, a um tratamento experimental fora do país.

Devido à doença, Alencar optou por não concorrer a uma vaga no Senado na eleição de 2010. Ao anunciar a desistência, disse que não seria justo com os eleitores tentar uma nova candidatura.

– Sempre disse que só aceitaria examinar uma candidatura se eu estivesse curado. Eu me sinto curado porque estou muito bem, mas continuo fazendo quimioterapia e não sei se seria honesto colocar o meu nome como candidato fazendo a quimioterapia. E eu não posso parar com a quimioterapia.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff, muito próximos a Alencar, estão em Portugal nesta terça-feira (29).

Homenagem

No dia 25 de janeiro, Alencar recebeu o aval dos médicos para sair do hospital e participar de uma solenidade na sede da Prefeitura de São Paulo. Na ocasião, ele recebeu da presidente Dilma Rousseff uma medalha comemorativa do aniversário da cidade. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também estava presente.

Ao ser condecorado, ele discursou em uma cadeira de rodas e lembrou a luta contra o câncer.

– O período longo em que fiquei ativo me trouxe essa dificuldade de locomoção. Estou fazendo fisioterapia e estou melhorando […] Não posso me queixar, mas tenho de fazer a minha parte. Estou lutando para não morrer e estamos vencendo com a força de Deus. E seja qual for o resultado, será uma vitória nossa.

Natural de Muriaé, na Zona da Mata mineira, José Alencar Gomes da Silva foi viajante comercial, atacadista de cereais, dono de fábrica de macarrão, atacadista de tecidos e industrial do ramo de confecções. Ele completou 79 anos em 17 de outubro do ano passado.

Alencar era casado com Mariza Campos Gomes da Silva e deixa três filhos: Josué Christiano, Maria da Graça e Patrícia.

Polêmica

No ano passado, o ex-vice-presidente se viu em meio a uma polêmica quando a Justiça de Minas determinou que ele reconhecesse a professora aposentada Rosemary de Morais como sua filha. O processo corria na Justiça desde 2000.

Alencar, porém, recorreu e, em entrevista ao programa do Jô Soares, da TV Globo, disse que não iria “ceder a chantagens”.

– Não há uma pessoa que tenha dito que essa mulher foi vista comigo algum dia. Então, como não há nenhum indício, as pessoas pegam por aquilo, ou fazem o DNA ou não fazem. […] Então eu não vou me submeter a uma coisa dessa de forma nenhuma. Do contrário, todo mundo vai chegar e dizer você tem que fazer isso, fazer aquilo, com uma chantagem qualquer. E eu não estou habituado a ceder a chantagens.

Fonte: R7

29/03/2011

Evangélicos oferecem assistência religiosa nas Universidades do MS


 Evangélicos oferecem assistência religiosa nas Universidades do MS

As Igrejas Evangélicas têm predomínio, em todo o Estado do Mato Grosso do Sul, na assistência religiosa nas Unidades de Educacionais de Internação (Uneis) destinados a adolescentes infratores. Este é um dos resultados da pesquisa realizada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) por meio do Programa Escola de Conselhos (Preae/UFMS), com o governo federal e o Instituto de Estudos da Religião (Iser).

Segundo o levantamento, 41 agentes atuam em todas as unidades dentro de algum grupo religioso. Atualmente três religiões desenvolvem assistência dentro das unidades educacionais do Estado. Dentre elas, a Protestante/Evangélica tem grupos instalados em todas as oito Uneis. A Católica em 37,5%, equivalente a três unidades e a espírita, 25%, presente em duas Uneis. Os grupos religiosos são 19, correlatos a 15 instituições (igrejas) mapeadas, distribuídas pelas tradições religiosas presentes atualmente.

A Assembléia de Deus lidera com três grupos atuantes, seguida pelo Ministério Templo de Missões Êxodo e do Evangelho Quadrangular, com dois grupos cada. Demais igrejas como Peniel, Presbiteriana Independente do Brasil, Capela São Vicente Paloti, Paróquia Senhor do Bonfim, Pastoral São João Bosco, Escola da Bíblia, Igreja do Nazareno, Centro Espírita Anália Franco, Grupo Assistencial Espírita “A Candeias” e o Grupo da Fraternidade Espírita José Xavier, trabalham com apenas um grupo.

Pesquisa

A pesquisa foi realizada entre os meses de março e abril do ano passado, em oito unidades de internação, localizadas nos municípios de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas. Trata-se de um relatório parcial apresentado ao Iser como parte da pesquisa nacional “Assistência Religiosa no Sistema Socioeducativa Brasileiro”, para analisar o cenário geral da prestação da assistência religiosa nas cinco regiões brasileiras, observando as dificuldades comuns e as especificidades regionais em oferecer a assistência religiosa aos adolescentes em conflito com a lei.

O trabalho em Mato Grosso do Sul foi coordenado pela integrante do Programa Escola de Conselho da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), psicóloga Sandra Amorim. Ela lembra que as atividades religiosas são um direito de quem está na privação de liberdade e é garantido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). “Mato Grosso do Sul foi um dos Estados escolhidos por ser referência ao trabalho que vem sendo desenvolvido nas Uneis, com cursos de formação continuada, cadastro de entidades religiosas nas unidades, entre outros”, disse.

De acordo com informações da SAS, o relatório parcial da pesquisa foi encaminhado ao Rio de Janeiro, para a sede do Instituto de Estudos da Religião (Iser), que finalizará o estudo nacional sobre o tema e publicará um livro contendo as fotos e informações da pesquisa.

Credenciamento

A Superintendência de Assistência Socioeducativa (SAS), órgão da Secretaria de  Justiça e Segurança Pública (Sejusp), que administra e coordena as Uneis do Estado, criou em fevereiro de 2010 resolução normatizando este trabalho dentro das unidades de internação. O objetivo é credenciar os voluntários para que sejam conhecidos pelos agentes que trabalham na unidade e pela direção, otimizando o acesso de entidades religiosas na assistência de adolescentes das Uneis.

“Atividades dessa natureza são muito importantes porque trabalham a situação atual dos adolescentes, falam sobre suas vidas e fortalecem suas crenças e valores”, ressaltou a gestora de ações socioeducacionais da (SAS), Simone Menezes de Faria.

Fonte: Correio do Estado
Fotomontagem: Mauro Sérgio de Deus

29/03/2011

Sociedade Bíblica do Brasil atinge a marca de 230 milhões de Escrituras distribuídas


Levar a Palavra de Deus a segmentos fragilizados da população tem impulsionado o aumento expressivo de Escrituras Sagradas distribuídas pela SBB. Além de Bíblias e Novos Testamentos, há porções e seleções bíblicas, estas últimas voltadas principalmente à ação social.

Os números alcançados em 2010 pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) trazem uma grata constatação. As Sagradas Escrituras distribuídas em território nacional apresentaram um aumento de 6,5% em relação ao ano anterior, com 235.532.571 de exemplares. “Somos movidos pela missão de proporcionar a todas as pessoas o acesso à Palavra de Deus. Nossos esforços estão voltados principalmente a populações em situação de risco social, espalhada por todo o País. O contato com a mensagem bíblica, mesmo que num pequeno folheto, tem ajudado a resgatar vidas”, afirma Rudi Zimmer, diretor executivo da SBB.

Ao oferecer o texto bíblico em diferentes formatos, a SBB busca atender às necessidades específicas dos mais variados públicos, englobados em seus programas de ação social. Além dos 5.992.041 de Bíblias distribuídas – marca próxima à registrada em 2009 – também foram distribuídos 674.355 Novos Testamentos, 2.640.603 porções bíblicas (livretes contendo partes do texto bíblico, como, por exemplo, evangelhos) e 225.933.245 seleções bíblicas (folhetos com texto bíblico). As exportações, por sua vez, cresceram 39%, alcançando a marca de 1.305.712 literaturas bíblicas, sendo 1.282.281 Bíblias, 20.945 Novos Testamentos e 2.486 publicações diversas.

Do total de Escrituras distribuídas em território nacional, 10,7% foram entregues gratuitamente a populações carentes, um crescimento da ordem de 5,8% em relação a 2009. Entre os contemplados pelas ações da organização estão os ribeirinhos da Amazônia, detentos, enfermos hospitalizados, pessoas com deficiência visual e estudantes (veja quadros abaixo).

“Estamos cientes de que ainda há muito para ser feito até que a mensagem bíblica alcance todas as pessoas. Mas, contando com o apoio de cristãos de todo o mundo, igrejas e organizações, estamos colhendo resultados gratificantes”, avalia Zimmer, ressaltando também a importância do programa Sócio Evangelizador, mantido há mais de 30 anos pela SBB. Nele, voluntários, que fornecem recursos para a produção do material, fazem uma distribuição maciça de seleções bíblicas, com o propósito de provocar a reflexão sobre temas recorrentes da vida urbana, como solidão, violência e valor da vida humana.

A Gráfica da Bíblia

Em 2011, quando completa 63 anos, a SBB alcançará, ainda no primeiro semestre, a marca de 100 milhões de Bíblias e Novos Testamentos produzidos. O expressivo número é contabilizado desde setembro de 1995, quando a Gráfica da Bíblia, instalada na Sede Nacional da SBB, em Barueri (SP), foi inaugurada. A partir de então, a unidade representou um verdadeiro divisor de águas na produção, encadernação e distribuição de literatura bíblica no Brasil. Hoje, constituise no maior centro produtor de Bíblias do mundo. Edições primorosas – As traduções bíblicas publicadas pela SBB são fiéis aos originais – hebraico, aramaico e grego. São publicadas três versões: João Ferreira de Almeida – Revista e Corrigida, João Ferreira de Almeida – Revista e Atualizada – e Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH). Esta última, desenvolvida pela Comissão de Tradução da SBB e lançada no ano 2000, destaca-se pela fidelidade aos textos originais ao mesmo tempo em que adota estrutura gramatical e linguagem utilizadas hoje pelo povo brasileiro.

Outra característica da SBB é acompanhar os avanços tecnológicos, oferecendo o texto bíblico em formatos e modelos variados. Assim, é possível encontrar o texto bíblico em formatos e mídias variados – impresso, braile, áudio, CD-ROM, DVD, MP3, e-pub, entre outros – e também com múltiplos recursos, entre os quais dicionário, mapas e notas de estudo e de referência.

A SBB – A Sociedade Bíblica do Brasil é uma organização sem fins lucrativos, de natureza filantrópica, assistencial, educativa e cultural. Sua finalidade é traduzir, produzir e distribuir a Bíblia Sagrada, um verdadeiro manual para a vida, que promove o desenvolvimento espiritual, cultural e social do ser humano, provocando, assim, a transformação daquele que com ela entra em contato. Para cumprir a missão de distribuir, de forma relevante, a Bíblia a todas as pessoas desenvolve programas de assistência social em todo o País. Fundada em 1948, construiu sua trajetória com base na missão de “promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação espiritual, de fortalecimento dos valores éticos e morais e de incentivo ao desenvolvimento humano, nos aspectos espiritual, educacional, cultural e social, em âmbito nacional”.

A SBB faz parte das Sociedades Bíblicas Unidas (SBU), uma aliança mundial fundada em 1946 com o objetivo de facilitar o processo de tradução, produção e distribuição das Escrituras Sagradas por meio de estratégias de cooperação mútua. As SBU congregam 147 Sociedades Bíblicas, atuantes em mais de 200 países e territórios. Essas entidades são orientadas pela missão de promover a maior distribuição possível de Bíblias, numa linguagem que as pessoas possam compreender e a um preço que possam pagar.

Fonte: SBB

29/03/2011

Wagner Gaby é eleito pastor presidente da Assembleia de Deus em Curitiba


Wagner Gaby é eleito pastor presidente da Assembleia de Deus em Curitiba

O pastor Wagner Tadeu dos Santos Gaby foi eleito presidente do Ministério da Assembleia de Deus em Curitiba (PR). A eleição se deu na tarde e noite de hoje, no templo-central da referida igreja. O pastor Gaby substitui o pastor José Pimentel de Carvalho, falecido em 24 de fevereiro, aos 95 anos, depois de estar já há alguns anos ao lado do pastor Pimentel como vice-presidente da igreja e dirigente do templo-central.

Cerca de 9 mil dos 33 mil membros ativos da Assembleia de Deus curitibana votaram. Pastor Gaby foi eleito com 3.805 votos, exatos 788 votos a mais que o segundo colocado, o pastor Mirislan Douglas Scheffel, líder da congregação no bairro Hauer, em Curitiba. Os demais candidatos foram o pastor Gessé Luiz Rosa, superintende de Evangelismo da igreja curitibana, e pastor Hidekazu Takayama, evangelista conhecido nacionalmente e deputado federal.

Pastor Wagner Gaby é major capelão do Exército Brasileiro, tendo sido o primeiro capelão pentecostal das Forças Armadas; comentarista de Lições Bíblicas de Escola Dominical da CPAD, escritor, membro da Casa de Letras Emílio Conde e da Academia Evangélica de Letras, e célebre palestrante em Escolas Bíblicas de Obreiros pelo Brasil. Mais informações na edição de maio do jornal Mensageiro da Paz.

Fonte: CPAD News

29/03/2011

Evangélico é preso como traficante de drogas por dar carona a jovens


Wagner Lopes de Oliveira, 29 anos, está em uma lista enorme de pessoas que foram presas no Brasil injustamente. Ele é evangélico há nove anos,  é admirado pelo patrão, amigos e familiares e mesmo com provas de sua inocência continua detido por tráfico de drogas.

No natal do ano passado o jovem que frequenta a igreja Assembleia de Deus em Cocaia do Alto, se ofereceu para dar carona a quatro amigos depois de participar de um churrasco na casa da irmã. Deixou dois em casa e parou na praça do bairro. Três meninas – uma delas havia sido inquilina na casa dos fundos da família – pediram carona. Iam para uma festa. No caminho, foram parados em uma blitze da Polícia Militar.

Uma das meninas tinha 17 pedras de crack e 5,8 gramas de cocaína na bolsa. Na delegacia, manteve-se calada. A filha da antiga inquilina da família afirmou que Wagner é que era o fornecedor. A outra disse que o traficante era o Bola. Foi o suficiente para que se decretasse a prisão em flagrante.

Wagner ficou detido pela Lei de Drogas, de agosto de 2006, que não pune usuários de drogas e sim traficantes. De acordo com o ex-secretário Nacional de Justiça, Pedro Abramovay, professor da Fundação Getúlio Vargas no Rio, a nova Lei  tem contribuído para o rápido crescimento da população carcerária nacional.

Foi esse o caso de Wagner. “Não cruzaram ligações para saber se havia telefonemas das acusadas para o Wagner. Não foram investigar a existência do tal de Bola. Não houve nenhum tipo de investigação e mesmo assim ele permanece preso”, diz o advogado Thiago Gomes Anastácio, que atua no caso pelo Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD).

A irmã de Wagner, Jaqueline Aparecida de Oliveira, desesperada com as condições do caçula de nove irmãos, foi conversar com a menina que acusou Wagner, antiga conhecida da família. Ela e a mãe choraram e pediram desculpas pelas mentiras, disseram que foram ameaçadas, em conversa gravada, a qual o jornal O Estado de São Paulo teve acesso. “Eu precisava provar que ele era inocente e por isso gravei. Tenho pena delas. E realmente não entendo como ainda não conseguimos tirá-lo da cadeia”, diz Jaqueline.

O acusado era uma pessoa muito boa e prestativa, há seis anos, quando o sogro sofreu um derrame, foi ele quem se ofereceu para dar comida e trocar as fraldas do doente até que morresse. Há dois anos, foi a vez do pai. Para ajudar nos cuidados do derrame, voltou a morar com a mãe, levando a mulher e a filha de 3 anos. O pai, sabendo da prisão de Wagner, morreu. Além de Wagner não ter ido ao enterro, a família ainda não teve coragem de contar a ele sobre o ocorrido.

Wagner trabalha como soldador na mesma empresa há sete anos e o seu patrão já prestou depoimentos alegando conhecer o carater de seu funcionário. “Ele trabalha como soldador na minha empresa de peças para tratores e veículos de grande porte das 8 às 17 horas. Isso há sete anos. Ele ganha R$ 900 por mês. Ponho a minha mão no fogo pela inocência dele,” Marcos Favero, testemunha.

Ele está preso há três meses com perspectivas de continuar o restante do ano no Centro de Detenção Provisória de Itapecerica da Serra. Se fosse condenado, como é primário, trabalhava e não participava de quadrilha, provavelmente Wagner ficaria menos de dois anos na prisão. Pena que poderia cumprir em liberdade, depois de meses encarcerado.

Fonte: Estadão

%d blogueiros gostam disto: