Archive for abril 4th, 2011

04/04/2011

Preso homem que se passava por pastor em São Leopoldo, RS.


Acusado administrava empresa de segurança irregular, que era usada para amendrontar populares.
Um homem que se passava por pastor de igreja no bairro Santa Marta, em São Leopoldo, foi preso durante operação da Polícia Civil na manhã desta sexta-feira. Segundo o delegado Adriano Nonnenmacher, titular da 2ª Delegacia de Polícia do município, o acusado administrava uma empresa de segurança irregular, que era usada para amendrontar populares usando cacetetes. Ainda de acordo com Nonnenmacher, ele também é suspeito de dois homicídios ocorridos na cidade. O homem foi encaminhado ao sistema prisional gaúcho.
A Operação Reconquista, coordenada pelo delegado Bolívar Llantada, diretor da 3ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (DPRM), cumpriu oito mandados de busca e apreensão domiciliar, nos bairros Feitoria e Santa Marta.
Para o delegado Llantada, apesar de não ter havido apreensão de drogas, já é possível perceber a queda dos índices de criminalidade na região.

Notícias Cristãs / Diário de Canoas

04/04/2011

Igrejas têm compromisso com superação da violência, diz pastor.


As religiões no Brasil têm um papel fundamental no resgate de valores essenciais para a sociedade, que foram se perdendo ao longo do caminho, definiu o pastor sinodal Altemir Labes, luterano, do Sínodo Nordeste Gaúcho, que tem sede em Estância Velha, a 43 Km de Porto Alegre.

“Não existe compromisso nosso, cristão, sem o empenho na luta pela paz, justiça e superação da violência”, disse o pastor em entrevista para o assessor do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), Marcelo Schneider.

A paz, lembrou o pastor, não é apenas a ausência de guerra. Ela abrange todas as áreas da vida humana, como a superação da falta de comida, as relações entre pessoas. “O compromisso que temos, como igrejas, de cobrar a justa distribuição de riquezas é uma das ferramentas que podem garantir uma diminuição da violência”, afirmou.

Labes integra, desde 1985, o Serviço Paz e Justiça (Serpaj) e tem se engajado em processos de construção de paz e afirmação da não violência no Brasil. A congregação de Estância Velha aderiu ao tema da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) para 2011 – “Paz na Criação de Deus”.
A discussão do tema levou à prática da reciclagem do lixo, envolvendo 15 comunidades nessa ação. O material recolhido é vendido para usinas de reciclagem da região e os recursos assim arrecadados subsidiam projetos sociais. “A grande contribuição que a igreja tem para dar é a conscientização, provocando discussões em torno desses temas”, assinalou.Fonte: Notícias Cristãs / ALC

04/04/2011

Band é absolvida em ação movida por pastor


A Rede Bandeirantes e o repórter Sandro Barboza de Araújo foram absolvidos em um processo movido por David Miranda, fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor, por calúnia. decisão é 8ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo. Cabe recurso.
O pastor alegou  que se sentiu ofendido com a publicação de uma entrevista com o ex-contador da igreja, Guilhermino Filho Prado. Na entrevista, ele relatou que a instituição enviava dinheiro para o exterior não declarado e participava de um esquema de lavagem de dinheiro.
O relator, desembargador Luiz Ambra, lembrou que a emissora, o repórter e o ex-contador divulgaram informações fundadas em documentos que chegaram na Assembleia Legislativa e no Ministério Público. Eles serviram de base para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito. Posteriormente, o fundador da igreja foi indiciado pela Polícia Federal.

“Sempre em tese, há entendimento de que a verdade, em hipóteses tais, diz respeito à existência do documento com base na qual se esteja a raciocinar; este equivalerá à sua fonte, este é que deverá ser real”, destacou Ambra. Segundo ele, tanto os documentos são verdadeiros e motivaram a abertura de um inquérito policial para investigar a suposta prática. “Em situações dessa ordem, sequer direito de resposta tem sido admitido, através da Imprensa”, disse.
Guilhermino Filho Prado foi tesoureiro da Igreja Pentecostal Deus é Amor. Quando saiu, procurou autoridades para contar o suposto esquema no qual a instituição estaria envolvida. Posteriormente, procurou o Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas (Provita). Seguro, ele prestou depoimento na CPI do Narcotráfico na Alesp e no Ministério Público.
“Havia adminículos mais do que seguros e suficientes para que a Bandeirantes noticiasse os fatos respectivos. Tinha direito de fazê-lo, no livre exercício da atividade jornalística”, reforçou o julgador.
O desembargador afirmou que a Band tinha o direito de publicar os fatos e que se não publicasse as notícias estaria atuando fora de sua verdadeira função social. “Fazendo-o, estava a desempenhar regularmente seu mister, agia de acordo com suas finalidades, não respondia pela veracidade da notícia que se lhe repassara”, diz o acórdão. Dessa forma, ele isentou a emissora de comprovar a verdade.
O ex-contador também foi absolvido de indenizar David Miranda porque, segundo o desembargador, ele não teve qualquer intenção de se beneficiar com a publicação dos fatos. “Com as denúncias, só tinha a perder, precisou ser incluído no Provita”, pondera. Ele ainda completa que “qualquer um do povo tem direito (mesmo o dever) de comunicar à pública autoridade, quando o repute presente — ainda que sua convicção possa afinal se manifestar equivocada”.
“Assim não se entendesse, ninguém mais levaria ao conhecimento das autoridades ilícitos de que tivesse ciência, por temor das represálias que na sequência adviriam, caso não houvesse prova cabal dos mesmos; ou não lograsse ser demonstrada no curso do inquérito policial. O que não tem como ser aceito e já se decidiu em situação similiar.”
Participaram do julgamento os desembargadores Caetano Lagrasta e Salles Rossi.
Clique aqui para ler o Acórdão.

Fonte: Notícias Cristãs

04/04/2011

Terry Jones não se sente culpado pelas mortes no escritório da ONU


O pastor Terry Jones se pronunciou nessa sexta-feira, 01, dizendo que não se sente culpado pela morte de 12 pessoas vítimas do ataque de um grupo afegão que invadiu o escritório da ONU em Mazar-i-Sharif protestando a queima do Alcorão praticado por ele em um culto no final o mês de março.

Ele disse apenas que ficou “aflito com a notícia”, mas que não sente responsabilidade alguma pelo ataque de manifestantes ao escritório da ONU no Afeganistão. “Não nos sentimos responsáveis”, acrescentou o pastor evangélico, acusando “os elementos radicais do Islã de procurar uma desculpa para justificar sua violência”.

O grupo fez uma declaração exigindo que o governo afegão “corte qualquer ligação diplomática com os Estados Unidos se o pastor que queimou o Corão não for julgado”.

Fonte: Gospel Prime

04/04/2011

Declamador oficial do Alcorão no Irã aceita a Jesus. Confira o testemunho


Haik Hovsepian (martirizado em 1994) uma vez pregou um sermão com o título “Salvação ou religião”. Essa foi uma mensagem muito poderosa, que tratou sobre cinco diferenças entre religião e a salvação em Cristo. A gravação foi amplamente distribuída no Irã. Uma das pessoas que, recentemente, teve acesso a uma dessas fitas é um declamador oficial do Alcorão. Ele tem uma voz muito forte, e foi convidado diversas vezes para ler passagens do Alcorão em diferentes mesquitas no Irã. Ele também recitava sobre a vida dos Imams (descendentes de Maomé). Ele era uma pessoa muito religiosa.

Quando ele recebeu a fita com o sermão de Haik, percebeu que somente através da religião ele não poderia ser salvo. Ele estava preso a alguns pecados imorais como alcoolismo e adultério, e era uma pessoa com o temperamento muito difícil. Quando ouviu sobre a diferença entre a religião e a salvação em Jesus, o Espírito Santo falou ao seu coração. Ele foi tocado pela mensagem, e escutou a fita mais algumas vezes.

Então, ele se sentiu mais convencido de que precisava da salvação em Jesus e entregou sua vida ao Senhor. Daquele momento em diante, ele não apenas ficou livre de seus pecados, mas também da religião com a qual ele se identificava tanto.

Após essa experiência, ele ficou muito feliz. No passado, ele usava camisas pretas, e seu trabalho era fazer as pessoas nas mesquitas chorarem. Mas depois de receber Jesus em sua vida, até as cores de suas roupas ficaram mais claras! Agora, ele usa sua voz para louvar ao Senhor e compartilhar sobre Jesus em todos os lugares.

Como ele era uma pessoa muito conhecida entre os líderes religiosos muçulmanos e muitas outras pessoas, em uma noite, a polícia secreta bateu em sua porta e o levou. Duas semanas depois, eles o libertaram da prisão sob fiança, para aguardar até o momento de seu julgamento. Ele teve que pegar metade do dinheiro emprestado de seus parentes, porque ele não tinha dólares o bastante em suas economias. Ele havia perdido seu emprego como declamador do Alcorão, e não tem nenhuma fonte de renda, então está muito difícil para ele se sustentar e pagar o empréstimo para sua família.

Pedidos de oração

– Ore para que ele consiga arranjar um emprego, para poder pagar a dívida para sua família e viver de modo digno.

– Ore por segurança, para que as pessoas que o conheciam como muçulmano e agora sabem que ele é cristão não o forcem a deixar sua nova fé em troca de dinheiro.

– Louve a Deus pela fé desse irmão e peça para que ele continue firme no caminho de Cristo, falando sobre Seu amor e a verdadeira salvação.

Fonte: Missão Portas Abertas

04/04/2011

Aumento no número de latinos pode ser a “salvação” da igreja americana


O porta-voz do Cristianismo hispânico nos Estados Unidos, Reverendo Samuel Rodriguez, disse que os povos latino-americanos serão o “salva-vidas” para o Cristianismo no país. A declaração veio a calhar com o último relatório do censo dos EUA que mostrou que a população hispânica do país é de 50 milhões de habitantes, cerca de 1 para cada 6 norte-americanos.

O comunicado divulgado pelo reverendo fala sobre o impacto, a expectativa, desafios e soluções para essa comunidade pela perspectiva da Igreja.

De acordo com ele, o coração da população da América está se movendo para o oeste, sendo “empurrados” pelos hispânicos, que compõem um número sem precedentes de 90% do crescimento total dos EUA desde 2000. E esse crescimento trás dois impactos para Igreja.

O primeiro é que “as forças das Igrejas anglo-saxônicas norte-americanas terão que expandir seu alcance em cada uma de suas comunidades.” Isso quer dizer que antes a Igreja anglo-saxã poderia sobreviver através do alcance exclusivamente ao seu próprio povo [os americanos], mas agora já não podem sobreviver apenas com eles e pregar apenas aos anglo-saxões.

O segundo impacto é que a Igreja latino-americana está experimentando o crescimento mais rápido na história de tal forma que os maiores denominações, tais como Igrejas Batistas do Sul, Assembléias de Deus, as Igrejas de Deus, Igrejas Wesleyanas, entre outras, confirmaram que seu crescimento vem através da sua Igrejas hispânicas.

“Em outras palavras, sem a população hispânica a Igreja evangélica nos EUA diminuiria,” disse o reverendo.

Rodriguez também declarou que espera que os hispânicos sejam os “salva-vidas” do movimento evangélico nos Estados Unidos.”Povos latino-americanos estarão em ascensão como o “salva-vidas no movimento evangélico nos Estados Unidos.” Ele acrescentou que “serão os porta-vozes do movimento de santidade e de justiça.”

O reverendo adianta que haverá desafios para as Igrejas evangélicas em relação aos aspectos das finanças, educação e imigração dessa população em rápido crescimento. Para ajudar nesse aspecto ele informa que as igrejas latino-americanas estão empenhadas para melhorar o nível educacional dos jovens e para isso iniciaram uma Aliança Cristã Hispânica para a educação. Esse projeto é uma aliança entre as universidades e denominações.

Sobre o aspecto financeiro, ele disse que pela primeira vez, as Igrejas evangélicas estão falando sobre educação de uma forma firme e convincente. “Elas [as Igrejas] estão ensinando aos seus membros como lidar com seu dinheiro,” conta.

Outro importante assunto para a comunidade latina dos EUA é referente ao processo de imigração, e para esse problema Rodriguez já visa uma solução.

“Estamos negociando com os líderes do Congresso, neste momento, a empurrar uma reforma da imigração de integração para incorporar os 11 milhões de pessoas de um modo muito apropriado para o nosso país.”

Fonte: Gospel+

04/04/2011

Maioria dos católicos praticantes apoiam o casamento gay, revela pesquisa


Apoio ao “casamento” de mesmo sexo e às uniões civis gays é muito elevado no meio da população católica, até mesmo entre a maioria dos católicos que frequenta a missa semanalmente, de acordo com uma pesquisa de opinião pública divulgada neste mês.

A pesquisa, feita pelo Instituto de Pesquisas Públicas de Religião (IPPR), revelou que os católicos ultrapassam outros cristãos e até o público geral em seu apoio às uniões homossexuais, tanto como “casamentos” quanto outras uniões semelhantes ao casamento reconhecidas pelo Estado.

Os resultados entre os católicos foram separados por classificação entre aqueles que frequentam missa semanalmente ou mais (38 por cento dos católicos), uma ou duas vezes por mês (20 por cento) ou menos vezes (41 por cento). Apoio ao “casamento” de mesmo sexo era muito mais elevado no último grupo com 59 por cento de apoio, e só 16 por cento eram contra todos os tipos de uniões homossexuais.

Mas até mesmo entre aqueles que frequentam missa semanalmente ou mais, só 31 por cento eram contra o reconhecimento legal das uniões homossexuais; 26 por cento favoreciam o “casamento” de mesmo sexo e 38 por cento favoreciam uniões civis.

A pesquisa do IPPR foi financiada principalmente pela Fundação Arcus, que foi fundada pelo bilionário ativista gay Jon Stryker.

Embora um especialista citado pela Agência Noticiosa Católica tenha questionado o fato de que o estudo cometeu negligência ao não citar uma margem de erro, ele disse que os resultados foram de modo geral “muito coerentes” com outros dados publicamente disponíveis sobre o tópico.

“Com o passar do tempo, tem havido uma percentagem crescente de pessoas que concordam especificamente com as questões sobre uniões civis e casamento, algo que temos visto nas pesquisas de opinião pública. Muito disso vemos em termos de diferenças de gerações”, disse o Dr. Mark M. Gray, diretor da entidade católica de pesquisas de opinião pública CARA Catholic Polls e pesquisador adjunto do Centro de Pesquisas Aplicadas no Apostolado da Universidade Georgetown.

Alguns reconheceram os dados como um sinal sombrio para que todos os líderes católicos despertassem, pois em vez de lidarem com a questão cada vez mais polêmica da moralidade sexual, eles caíram no total silêncio.

Monsenhor Charles Pope da Arquidiocese de Washington comentou numa postagem de blog na quarta-feira que, “Com a combinação de uma sociedade barulhenta e uma sala de aula e púlpito calados, não é de surpreender que estatísticas recentes estejam mostrando que um número crescente de católicos não esteja apegado à fé católica no que se refere a questões morais, principalmente as questões sexuais”.

Embora a sociedade moderna “promova a promiscuidade aos gritos e normalize as expressões heterossexuais e homossexuais da imoralidade”, disse o papa, o clero e os catequistas enquanto isso não fornecem nenhum contra-argumento forte, mas ficam “calados ou dizem coisas vagas sobre isso”.

“Na Igreja penso que temos de aceitar que ocorreu uma mudança de gerações, tanto na Igreja quanto na sociedade. E aconteceu debaixo dos nossos olhos”, escreveu ele.

O padre refletiu que a Igreja nos Estados Unidos está há muito tempo calada acerca do colapso da família, notavelmente começando com a implementação de leis liberais de divórcio no final da década de 1960, deixando os líderes “arrastando-se para ensinar os fiéis de novo nos princípios básicos do casamento”.

“Sim, voltamos à batalha muito tarde”, escreveu o papa. “Mas temos de começar. E enquanto começamos, seremos xingados de todos os tipos de nomes por uma sociedade que agora vê o Evangelho e sua visão moral como antipáticos, até mesmo detestáveis. Será nossa tarefa propor novamente o Evangelho de um modo criativo e ponderado, e apresentar o motivo por que faz sentido e não é realmente detestável”, ele escreveu.

Fonte: Notícias Pró-Família

04/04/2011

Mãe de 50 filhos e tema de filme, Missionária brasileira Flordelis ganha livro com sua biografia


Várias personalidades prestigiarão o lançamento da biografia da missionária Flordelis na próxima segunda-feira, 4 de abril. O evento, que será na Livraria Travessa do Shopping Leblon, no Rio de Janeiro contará com a presença de famosos como Fernanda Lima, Fernanda Machado, Cauã Reymond, Reinaldo Gianecchini, Rodrigo Hilbert, Bruna Marquezini, Alinne Moraes, Cris Vianna, Ana Furtado, Isabel Fillardis, Silvia Pffeifer, Sérgio Marone, Luana Piovani, Erick Marmo e Isabeli Fontana.

O livro será lançado pela Thomas Nelson Brasil – a mesma editora que lançou a autobiografia de Aline Barros – e conta a história da mulher que enfrentou a pobreza, a violência e o preconceito para dar uma nova vida e o amor de uma verdadeira mãe a dezenas de crianças.

A obra mostra, de maneira envolvente, as batalhas que a autora teve de enfrentar para conquistar a guarda e confiança de seus filhos, desde a adoção da primeira criança até a mais recente, passando ainda pelo nascimento de seus quatro filhos biológicos.

Fonte: Exibir Gospel

04/04/2011

Fim do celibato pode ser discutido, mas sem mudança obrigatória dizem teólogos portugueses.


O manifesto de teólogos alemães por uma renovação na Igreja Católica, que defende o fim do celibato obrigatório, continua a somar apoiantes. Em Portugal defende-se que a discussão dos assuntos pode ser feita, mas sem uma mudança obrigatória.
O manifesto Igreja 2011: Uma renovação indispensável (Kirche 2011: Ein notwendiger Aufbruch, em alemão) foi criado por teólogos alemães e anunciado no início de fevereiro, levando a uma grande discussão nos órgãos de comunicação social de todo o mundo.
O documento fala de uma “crise profunda” que atravessa a Igreja Católica e pede, entre outras coisas, o fim do celibato obrigatório, “mulheres em serviço eclesial” e a “não exclusão das pessoas que vivem responsavelmente o amor numa relação homossexual”.

Fonte: Notícias Cristãs

%d blogueiros gostam disto: