Archive for abril 9th, 2011

09/04/2011

Rebecca Black ganha versão gospel “Sunday”


Rebecca Black tornou-se um sucesso mundial do dia para a noite com o vídeo de Friday [sexta-feira].

Agora surge a versão gospel, Sunday [Domingo], interpretada pela cantora adolescente Sadie B. e produzido pela Community Christian de Chicago para promover os cultos especiais de Páscoa deste ano.

Não chega a ser novidade esse tipo de material. Ano passado, por exemplo, surgiu uma versão gospel de Justin Bieber.

09/04/2011

Menino evangélico ora e é poupado por atirador em Realengo


Menino evangélico ora e é poupado por atirador em Realengo

Mateus Moraes, 13 anos, foi talvez o único aluno que teve a clemência do atirador Wellington Menezes, na Escola Municipal Tasso Vieira, em Realengo. Enquanto o criminoso disparava, frio e impassível contra seus colegas, Mateus orava perto do quadro negro, sem ser incomodado, na sala 1801, no primeiro andar do prédio da escola.

“Eu estava em pé e era um dos mais nervosos. Pedi para ele não me matar, e ele disse: ‘Fica tranqüilo que não vou te matar.’ E não atirou em mim”, contou o menino.

Uma possível explicação, acredita Mateus, é o fato de que ele ficou o tempo todo orando. Fiel da Igreja Assembleia de Deus, o menino atribui a uma força superior o fato de ter saído vivo do ataque. “Deus me protegeu.”

O atirador andava calmamente pela sala, disparando contra as crianças, principalmente na cabeça e no tórax.

De acordo com a Polícia Militar, Wellington invadiu a instituição de ensino por volta das 8h e disparou contra alunos. A direção da escola informou que o homem – que era um ex-aluno – se passou por um palestrante para entrar na instituição de ensino. Ao chegar ao local, primeiro ele teria procurado uma professora que já tinha lhe dado aula no passado. Como não a encontrou, subiu para o primeiro andar, foi em duas salas do oitavo ano do Ensino Fundamental e efetuou disparos.

Fonte: IG

 

09/04/2011

Profeta afirma que desastre no Japão aconteceu por revogação de lei sobre homossexualidade no exército dos EUA


A controvertida e auto-proclamada profeta Cindy Jacobs ligou os desastres naturais no Japão com a revogação dos EUA da lei “não pergunte, não fale,” e está pedindo aos norte-americanos que se arrependam.

Em um vídeo na semana passada, a presidente e co-fundadora do grupo de treinamento missionário Generals International, afirmou que a mensagem profética de que desastres naturais resultariam da revogação de dezembro da proibição de 1993 sobre a homossexualidade aberta no exército militar nos EUA, tornou-se verdade.

“Eu sei que alguns de vocês não entendem o aviso que eu dei … Quando nós quebramos as leis de Deus então isso com certeza causa ciclos de natureza a virem logo em seguida. Eu disse se isso é verdade, então o que nós iremos ver serão desastres naturais, nós iremos ver padrões de tempo mudando radicalmente, iremos ver tormentas, nós iremos ver inundações e assim por diante,” disse ela, citando a passagem bíblica de Hosea 4. “E isso tem acontecido.”

Jacobs primeiramente emitiu um aviso sobre as consequências à revogação da DADT no início deste ano. Ela falou da possibilidade de ligação entre a permissão de homossexuais servindo o exército abertamente e o fenômeno raro com milhares de pássaros mortos e peixes no Arkansas.

O Presidente Barack Obama assinou a legislação de revogação da DADT em Dezembro. Semanas depois, na véspera de Ano Novo, uns 5.000 melros caíram do céu, encontrando-se espalhados por toda a cidade de Beebe, Arkansas. Então alguns dias depois, 100.000 peixes foram encontrados mortos na costa do mesmo estado.

Jacobs está agora traçando o terremoto e tsunami do mês passado que dizimou a costa do Japão e causou problemas na usina nuclear de Fukushima voltando novamente na revogação da DADT.

Eu recebi algumas críticas de pessoas que não entenderam os avisos que eu dei sobre desastres naturais vindo como resultado de nossa revogação no ‘não pergunte, não fale,’ abrindo o nosso exército militar à homossexualidade abertamente,” disse a líder da GI, observando que as Escrituras definem uma união a ser entre um homem e uma mulher.

“Tudo que eu disse aconteceu,” afirmou ela.

“Precisamos nos arrepender por afastar-nos de Deus.”

Bem antes do terremoto e tsunami de 11 de março, que matou pelo menos 25.000 pessoas, outros tem feito comentários similares sobre o desastre estar dando sinais de aviso desde cima.

O Rev. David Yonggi Cho, pastor principal da Yoido Full Gospel Church – a maior Igreja do mundo – veio sob o fogo quando ele disse que o desastre do Japão foi provavelmente “aviso de Deus” para a população japonesa, em que a maioria não é cristã. O Governador de Tóquio Ishihara também ponderou se o desastre não teria sido uma punição divina. Depois ele se desculpou pela observação. Nos EUA, o comentarista da televisão republicana Glenn Beck falou que o desastre que é “uma mensagem enviada.” Beck é um Mórmon. Não é claro qual é a religião que Shintaro.

Um Instituto de Pesquisa Religiosa Pública e Serviço de Notícias Religiosas, liberada no mês passado, encontrou que aproximadamente seis a cada dez entrevistados brancos acreditam que os desastres naturais são sinais de Deus, mais do que sinais de mudança de clima global. A maioria também acredita que os desastres naturais são evidência de que a Bíblia chama para o “fim dos tempos.”

Um número de 53 por cento adicional de brancos evangélicos acreditam que Deus pune as nações pelos pecados de seus cidadãos.

Jacobs, falando aos telespectadores do webcast de Notícias da GI, urgiu por oração para as pessoas feridas no Japão enquanto pediu por arrependimento por perturbar a lei de Deus. Ao mesmo tempo, ela relembrou a audiência que Deus é um Deus de misericórdia. “Se nós orarmos … essas coisas não deverão acontecer.”

Fonte: The Christian Post

 

09/04/2011

Queimar Alcorão é como crucificar Jesus Cristo, afirma John Piper


O altamente respeitado pastor evangélico John Piper fez um comentário surpreendente ainda perspicaz terça-feira quando ele comparou a queima do livro sagrado islâmico com a crucificação de Cristo.

Seu comentário vem em meio a relatos de que pelo menos 24 pessoas morreram, inclusive sete funcionários das Nações Unidas, no Afeganistão, desde sexta-feira por causa da queima do Alcorão por um pastor da Flórida, em março.

Para ajudar a explicar a fúria violenta dos Muçulmanos pela queima do Alcorão, Piper citou escrita do estudioso britânico Andrew Walls, fundador do Centro para o Estudo do Cristianismo no mundo não-ocidental, em seu livro The Cross-Cultural Process in Christian History (Processo Transcultural na História do Cristianismo).

No livro, Walls destacou que a diferença entre o Islã e o Cristianismo é que uma é facilmente traduzível, enquanto a outra resiste à tradução.

“Absolutos islâmicos são fixos em uma determinada língua, e nas condições de um determinado período da história humana. A Palavra divina, é o Alcorão, fixo no céu para sempre em árabe, a língua da revelação original,” escreveu Walls. “Para os Cristãos, no entanto, a Palavra divina é traduzível, infinitamente traduzível.

“Muito do mal-entendido entre Cristãos e Muçulmanos, surgiu a partir do pressuposto de que o Alcorão é para os Muçulmanos o que a Bíblia é para os Cristãos,” escreveu o Walls, que foi um dos primeiros estudiosos a estudar a mudança global da Igreja longe do Ocidente. “Seria mais correto dizer que o Alcorão é para os Muçulmanos que Cristo é para os Cristãos.”

Piper concluiu que o paralelo entre o Cristianismo e o Islã não é Cristo para profeta Maomé e Alcorão para a Bíblia. Pelo contrário, o paralelo é entre Alcorão e Cristo.

“O Alcorão é no Islã o que a encarnação de Cristo é para o Cristianismo,” afirmou Piper em seu blog no site Desiring God. “Se isto é assim, então a queima do Alcorão é paralela à crucificação de Cristo.”

A violência atual do Afeganistão relacionada com o Alcorão foi despertado quando o pastor da Flórida, Terry Jones e pregador Wayne Sapp colocou o livro sagrado islâmico em um julgamento simulado em 20 de março e achou-o “culpado de causar estupro, assassinato e terrorismo.” Como castigo, o Alcorão foi queimado.

Houve intencionalmente pouca cobertura da mídia nos EUA sobre a queima do Alcorão. Mas a notícia da profanação do livro sagrado islâmico logo chegou ao Afeganistão e Paquistão pela internet. O presidente afegão Hamid Karzai manifestou-se contra a queima do Alcorão e pediu ao governo dos EUA para processar os responsáveis. Oito dias depois de Karzai, condenou a queima Alcorão como “desrespeitosa e abominável,” protestos violentos eclodiram.

Em 01 de abril, centenas de afegãos irritados marcharam para a sede da missão da ONU no norte da cidade de Mazar-i-Sharif, após as orações de sexta-feira e atacaram os guardas e incendiaram a embaixada. Quase uma semana depois, os protestos continuaram em erupção no Afeganistão pelo que dois pregadores norte-americanos fizeram com o Alcorão.

Piper em seu blog sustentou que a queima do Alcorão não é o equivalente moral do assassinato de seres humanos. Mas ele observou que a compreensão do paralelo entre o cristianismo e o islamismo ajuda a explicar por que os Muçulmanos estão tão indignados.

No entanto, o pastor Minnesota também apontou a diferença entre a forma como o Islã e o Cristianismo ensinam os seus seguidores a reagir quando o Alcorão é profanado ou Cristo é crucificado. Mesmo quando Jesus enfrentou a crucificação, ele condenou a violência. Jesus repreendeu um de seus seguidores por usar a espada (Mateus 26:52), curou a orelha do inimigo que foi cortada (Lucas 22:51), orou para o perdão de quem o matou (Lucas 23:34), e ensinou seus discípulos a amar os seus inimigos (Lucas 6:27), apontou Piper.

“Assim, o Alcorão foi queimado e Cristo foi crucificado – e continua a ser crucificado,” Piper escreveu. “A prova está na resposta.”

Fonte: The Christian Post

 

09/04/2011

Cientistas acham provável homem pré-histórico homossexual


Cientistas tchecos escavaram o que acreditam ser o esqueleto de um homem pré-histórico homossexual ou transexual que viveu entre 4.500 e 5.000 anos atrás.

A equipe de pesquisadores da Sociedade Arqueológica Tcheca constatou que os restos –retirados de um sítio arqueológico neolítico em Praga– indicam que o indivíduo, de sexo masculino, foi enterrado segundo ritos normalmente destinados às mulheres.

A arqueóloga Katerina Semradova disse à BBC Brasil que o enterro “atípico” indica que o indivíduo encontrado fazia parte do “terceiro sexo”, provavelmente homossexual ou transexual.

“Trabalhamos com duas hipóteses. A de que o indivíduo poderia ter sido um xamã ou alguém do ‘terceiro sexo’. Como o conjunto de objetos encontrados enterrados ao redor do esqueleto não corroboravam a hipótese de que fosse um xamã, é mais provável que a segunda explicação seja a correta”, disse Semradova.

As escavações foram abertas ao público nesta quinta-feira e a visitação tem sido intensa.

Os restos são de um membro da cultura da cerâmica cordada, que viveu no norte da Europa na idade da Pedra, entre 2.500 a.C. e 2.900 a.C.

Neste tipo de cultura, os homens normalmente são enterrados sobre o seu lado direito, com a cabeça virada para o oeste, juntamente com ferramentas, armas, comida e bebidas.

As mulheres, normalmente sobre o seu lado esquerdo, viradas para o leste e rodeada de jóias e objetos de uso doméstico.

O esqueleto foi enterrado sobre o seu lado esquerdo, com a cabeça apontando para o oeste e cercado de objetos de uso doméstico, como vasos.

“A partir de conhecimentos históricos e etnológicos, sabemos que os povos neste período levavam muito a sério os rituais funerários, portanto é improvável que esta posição fosse um erro”, disse a coordenadora da pesquisa, Kamila Remisova Vesinova. “É mais provável que ele tenha tido uma orientação sexual diferente.”

Fonte: Folha

09/04/2011

O diamante de uma face só


Em menos de três anos, ela se tornou um dos destaques da música pentecostal brasileira. O sabor adocicado de sua vitória ganhou as igrejas. “A canção ´Sabor de mel` chegou a mim como providência divina. É a minha história cantada”, diz a paranaense, que ouviu promessas feitas pelo Senhor na pequena igreja de madeira, onde cresceu chegando a cavalo. E a história ganhou capítulos não menos surpreendentes. Após ser disputada por diversas gravadoras evangélicas, Damares lança seu 6º trabalho pela multinacional Sony Music, a líder em vendas no mercado fonográfico secular.

Para os que só conhecem Damares como a cantora “Sabor de Mel”, ela se apresenta: “Meus CDs contam uma história. As pessoas percebem meu ministério como algo abençoado, expandido, e podem talvez pensar que aconteceu da noite para o dia. Mas não foi. Tenho uma estrada de mais de 10 anos com direito a muita luta, provação, lágrimas, vitórias e presença de Deus. Vivi momentos muito amargos, mas todos conhecem o sabor da minha vitória”, alegra-se ela, reiterando que ouviu as promessas de Deus e até hoje as vê se cumprir.

Fim do anonimato

Natural de Umuarama (PR), a jovem se mudou, ainda criança, para um sítio com a família. Ali, frequentava a igrejinha de madeira que tantas recordações lhe trazem. “Vivíamos o pentecostalismo em sua essência. Usávamos lampião, mas o fogo subia e a glória descia”. Foi naquele lugar que Damares viveu as primeiras experiências com Deus. Na adolescência, Deus mostrou ao seu pai um anjo que colocara uma unção trazida de Deus na boca da jovem e que a transformaria. A partir de então, a voz da menina nunca mais foi a mesma e, aos 16 anos, passou a ser convidada a cantar também em outras igrejas.

Em 1996, gravou uma fita, que foi parar em uma gravadora três anos depois. A cada dois anos, um novo CD. “Pode soar clichê, mas foi chegado o tempo de Deus pra minha vida. Tudo aconteceu sem atropelos e afobamento. Tudo foi com obediência à Palavra de Deus. Não forcei a barra para o meu ministério aparecer. Eu só tinha fé porque Ele sempre prometia. Eclesiastes 3 nos diz que há tempo para tudo e isso é uma realidade em minha vida”, lembra a cantora, que no CD “Diário de um vencedor”, de 2006, viu Deus realizar grande parte dessas promessas.

E o tempo da projeção nacional chegou para Damares. No ano de 2008, ela montava repertório para mais um CD, quando o compositor Agaílton Silva lhe apresentou a canção “Sabor de Mel”. “Comecei a ouvir ali minha história. Lembrava do quanto já tinha sido desacreditada, de quantas vezes chorei por ver um projeto frustrado. De quantas vezes me calei e chorei aos pés do Senhor pela espera de algo que nunca chegava. Caí de joelhos na presença do Senhor. Senti o peso da Glória e me quebrantei. Sabor chegou as minhas mãos como providência divina”, emociona-se.

“Sempre recebi testemunhos impactantes por causa do hino, verdadeiras provas do que Deus me prometera. Quem nunca foi perseguido? Quem nunca chegou ao fundo poço e nesse período teve o coração ferido por palavras? Eu passei por isso. Mas ninguém pode contender com propósitos de Deus. Quando Ele faz, os inimigos enxergam. Percebemos que vale a pena ser fiel”.

O fato é que a canção que marcou o Brasil alçou Damares ao patamar das cantoras que possuem as agendas mais concorridas entre no meio evangélico. Começou, então, uma corrida entre as gravadoras do meio para ter a intérprete, também fenômeno em vendas, em seu elenco. “Deus havia falado comigo e com meu esposo a respeito de algo grande que chegaria a nossas mãos. Recebi propostas de todas as gravadoras evangélicas do país e não sentia paz. Não sabia como, quando e nem por onde. Mas, glória a Deus, pois Ele sempre nos surpreende”.

Sony Music

A surpresa em questão foi o contato da gravadora Sony Music, que começava a montar seu cast gospel, assim como já acontece nos EUA. “Depois da conversa com a Sony, meu marido e eu fomos orar e Deus nos trouxe uma paz imensa. Durante a campanha de oração que acontece na igreja onde meu pai dirige, Deus usou seus vasos para nos trazer a confirmação. E se cumpriu. Nunca imaginei que seria uma multinacional do porte da Sony e sei da responsabilidade que isso me traz. Mas continuo sendo a mesma pessoa, gravando o mesmo estilo e seguindo a orientação de Deus. Estou no lugar certo e no momento certo”, acredita Damares.

E a cantora não cansa de fazer elogios à nova casa: “A Sony não mediu esforços para produzir o melhor CD da minha carreira”. Damares se mostra eufórica ao ver a gravadora investir tanto na música pentecostal, já que entre seus novos colegas estão Cassiane, Elaine de Jesus, Marcelo Aguiar e a dupla Rayssa & Ravel, e festeja: “A música pentecostal é aquela que vem de dentro para fora, te movimenta, te faz agir, te dá coragem, te impulsiona a buscar o batismo no Espírito Santo, te faz pular no Espírito, falar do poder de Deus. Dou glória a Deus por ser pentecostal e por ver nossa música chegar a lugares altos”.

Intitulado Diamante, o CD conta com a mesma receita do aclamado Apocalipse. A produção ficou novamente a cargo do renomado Melk Carvalhedo e entre as composições, não mais 6 canções de Agaílton Silva, como no disco anterior, mas 7.  “Quando o Agaílton Silva me trouxe o hino Diamante, já decidi que seria o título do disco. Ela fala de todo o processo de lapidação desta pedra preciosa para que ela venha a ter o valor que tem. E Deus faz exatamente o mesmo conosco. Ele nos lapida, cuida de nós. Para Ele, eu e você somos um diamante”. Anotou?


Fonte: CPAD News

 

09/04/2011

Pastor comete suicídio dentro de igreja evangélica em Maceió


Um fato chocante pegou os habitantes do bairro Village Campestre II de surpresa nesta quinta-feira, um pastor foi encontrado morto dentro de um igreja evangélica.

Segundo a polícia, o Pastor Cosmo Rocha dos Santos cometeu suicídio dentro da congregação que pastorava e morava. Ele teria utilizado o cabo do telefone e a estrutura de madeira que sustenta o teto da igreja para se enforcar.

O Pastor Cosmo liderava a Igreja Pentecostal Coluna de Fogo e sofria uma doença mental. De acordo com a esposa da vítima, Maria José Neves dos Santos, 39, Cosmo fazia tratamento psiquiátrico e tomava remédios controlados. Os fiéis da igreja se disseram surpreendidos, segundo eles o pastor seria um homem calmo.

Após ter ido visitar uma amiga, a esposa encontrou o corpo do Pastor Cosmo a tarde, deitado de joelhos em frente a cama.

Fonte: Gospel+

 

09/04/2011

Site judaico cria vídeo com Êxodo contado pelas mídias sociais


Site judaico cria vídeo com Êxodo contado pelas mídias sociais

No final do ano passado um vídeo idealizado por uma agência de publicidade portuguesa fez um grande sucesso na internet. Tratava-se de uma narrativa da história do Natal contada através das mídias

Pois nesta Páscoa, o site judaico Aish.com resolveu contar a história do Êxodo narrada no Velho Testamento (para os cristãos) ou na Torá (para os judeus). Eles fazem isso usando também as mídias sociais e ferramentas da internet. Igualmente criativo, o título original é “Êxodo segundo o Google”, mas muitos outros sites conhecidos aparecem na tela. Os recursos digitais são bem usados e com certeza vale o click!

Legendamos o vídeo para que você possa entender melhor a ideia deles.

Fonte: Gospel Prime

 

09/04/2011

Perseguição contra cristãos aumenta 14% na China


 Perseguição contra cristãos aumenta 14% na China

O governo chinês intensificou a sua pressão contra os cristãos em 2010 pelo quinto ano da escalada de perseguição, segundo ChinaAid Association, uma organização cristã de direitos humanos com sede em Washington.

O relatório atual documentou que 3.343 pessoas foram perseguidas em 2010, um aumento de 14% em comparação a 2009. As detenções aumentaram 43% e 336 líderes de igrejas domésticas foram perseguidos. Globalmente, o relatório diz que a perseguição foi mais do que 193% em 2010 em comparação a 2006.

Espancamentos, torturas, detenções e demolições igreja assédio estão entre os 90 casos registrados de perseguição, um aumento de 17% ao longo de 2009, segundo um relatório divulgado pela ChinaAid em 31 de março.

Os casos “são apenas a ponta do iceberg”, de acordo com uma nota de imprensa ChinaAid. “O governo chinês retém as informação e age de forma autoritária para repreender as medidas de segurança que visam facilitar a obtenção de uma imagem real da perseguição. No entanto, o fato de que as perseguições documentadas vinham de todas as partes da China e pessoas envolvidas em todos os níveis da sociedade, o relatório é um guia útil”.

O relatório sugere que o aumento da perseguição pode ter sido provocado pela concessão do Prêmio Nobel da Paz ao dissidente chinês Liu Xiabao e o atendimento frustrado por mais de 200 delegados de igrejas domésticas chinesas no Congresso de Lausanne de Evangelização Mundial na África do Sul.

O relatório afirma que as autoridades chinesas, além de continuar perseguindo as igrejas e seus líderes em áreas urbanas, estão adotando táticas mais três de perseguição:

• O governo é severo ao reprimir os advogados de direitos humanos cristãos, que perseguia os cristãos têm defendido cada vez mais no país o sistema judicial. Mais de dois terços dos casos de perseguição em Pequim envolveu esses advogados, que são vítimas de violência e rapto.

• Enquanto o governo está a diminuindo a pena de prisão oficial contra os cristãos que podem se defender contra essas medidas no sistema jurídico, violência, máfia e intimidação (algumas pessoas simplesmente desapareceram), o que deixa os cristãos nenhum recurso legal.

• O governo está punindo três movimentos; patriótico das Igrejas (igrejas oficiais) que não conseguiram submeter a seu controle total. Fiéis são espancados, igrejas forçadas a licenciar-se, e alguns edifícios derrubados.


Fonte: Christian Examiner / Redação CPAD News

%d blogueiros gostam disto: