Archive for abril 12th, 2011

12/04/2011

Pastor da Igreja Karisma condenado a quatro anos e dez meses com pena suspensa


Um pastor da Igreja Karisma foi hoje condenado a quatro anos e dez meses de prisão com pena suspensa por detenção de arma e participação económica em negócio, tendo “lesado a instituição Samaritanos em milhares de euros”.
O colectivo de juízes considerou que “o arguido agiu de forma voluntária e consciente”  (Foto: Nuno Ferreira Santos/arquivo)
A sentença foi hoje lida pela juíza presidente do colectivo do Tribunal de Gaia que julgou Leonel Vieira, acusado do crime de tráfico de urânio, detenção de arma, peculato e participação económica em negócio.
O pastor foi absolvido do crime de peculato, mas o colectivo condenou-o a quatro anos de prisão por detenção de arma e dois anos e seis meses por participação económica em negócio, o que, calculado o cúmulo jurídico, deu a pena de quatro anos e seis meses de prisão, mas com pena suspensa por igual período.
Os factos remontam a 1997, data em que, segundo convicção do tribunal, “o arguido iniciou negociações para adquirir urânio 235 na Roménia”, em articulação com outros três indivíduos, entretanto presos, julgados e condenados em França.
Para formar esta convicção, explicou a juíza presidente, o tribunal baseou-se “nos vários documentos apreendidos ao arguido, alguns dos quais descritivos dos factos e em registos de chamadas telefónicas, emails e fax trocados” entre os três detidos em França e Leonel Ferreira. Assim, concluiu o Tribunal de Gaia, o pastor terá “procurado obter substância nuclear ou análoga, tendo adquirido urânio 235”, entretanto apreendido em França.
O arguido foi também condenado por “participação económica em negócio”, da qual resultou “um avultado prejuízo “ para os Samaritanos, uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) da qual Leonel Ferreira era presidente.
Segundo convicção do tribunal, Leonel Ferreira criou duas empresas que usou para contratualizar serviços com os Samaritanos, instituição da qual era presidente, como a “compra de bens alimentares para cabazes, cedência de pessoal, serviços de publicidade, entre outros”.
No entanto, concluiu o tribunal, “os Samaritanos teriam poupado 24 mil contos caso tivessem contratualizado estes serviços directamente com os fornecedores e não através destas empresas”.
Assim, mostrou-se convicto o colectivo de juízes, “o arguido agiu de forma voluntária e consciente” tendo a participação do arguido nestes negócios resultado em “prejuízo para os Samaritanos”.
A juíza presidente explicou que a suspensão da pena, quatro anos e dez meses, por igual período resulta da ponderação do colectivo sobre os factos e sobre a vida do arguido. “Passam já dez anos desde os factos e o arguido já esteve preso preventivamente, encontra-se integrado na sociedade e já não está em condições de continuar com os crimes pelos quais é condenado”, explicou.
A advogada de Leonel Ferreira, Joana Sá, afirmou no final da audiência que esta sentença é “surpreendente”. “Para quem conhece o processo não deixa de ser uma surpresa. É vontade do meu cliente recorrer da sentença”, adiantou. Leonel Ferreira não quis prestar declarações.

Fonte: Notícias Cristãs /do Publico

12/04/2011

Concerto vai angariar fundos para crianças surdas do Quênia


Concerto vai angariar fundos para crianças surdas do QuêniaNo dia 16 de abril uma igreja em Kennington, Londres, realizará um concerto para angariar fundos que ajudem crianças surdas de uma remota área do Quênia.

O amplo programa musical que prioriza o Evangelho inclui diferentes ritmos, como rap, hip hop, mímica, dança e linguagem de sinais.

O evento inclui artistas cristãos e membros da comunidade em geral. Todos se comprometeram com a realização exclusivamente com a finalidade de angariar fundos para proteger estas crianças vulneráveis.

As crianças que serão beneficiadas são estudantes da Escola Cristã Lambwe para Surdos. Muitos são órfãos e vivem em pobreza extrema. Todos sofreram rejeição e ainda estão em risco.

Este evento teve origem no encontro de duas mulheres – ambas lutam pelas crianças vulneráveis – e enfrentam dificuldades incríveis neste trabalho.

Nelda Kroll viveu no Quênia por vezes em um cenário perigoso, chegando a ver o marido ser brutalmente assassinado durante uma rebelião e ainda optou por permanecer lá com seus filhos. Quando idosa, ela criou e passou a liderar este refúgio seguro para as crianças na Lambwe devido a uma promessa feita a um amigo do Quênia em seu leito de morte.

A outra mulher notável e corajosa, cujo caminho estava destinado à cruz com Nelda’s, chama-se Rhoda Agangan. Esta britânica sofreu com anemia falciforme durante toda sua vida, teve derrames, infecções e estadias prolongadas no hospital. No entanto, ela explica que Deus lhe deu a missão de ajudar crianças que sofrem em todo o mundo. Antes de uma viagem ao Quênia, há quatro anos, ela procurou o Alto Comissariado queniano, indagando sobre como poderia ajudar essas crianças. Eles, então, a colocaram em contato com Nelda Kroll.

“Eu prometi a Nelda que ajudaria as crianças em situação de risco do Lambwe”, conta Rhoda. “Eu disse que, após o meu retorno, gostaria de organizar um concerto de angariação de fundos para elas. Nelda respondeu: ‘Eu quero ver esse show antes de eu morrer’”, completa.

Nelda agora, nos meados dos seus 90 anos e vivendo na Grã-Bretanha, fez sua última e árdua jornada para a área remota do Lambwe alguns anos atrás.

A Escola Cristã Lambwe para Surdos é um projeto apoiado pela cúpula da caridade cristã do Ministério Siloé.

Seu diretor, o britânico Richard Norton, explica que “a água potável continua a ser uma necessidade urgente em Lambwe. Com a seca, a área enfrenta agora uma perigosa escassez de água. E são necessárias vinte mil libras para trazer um suprimento confiável de água potável para a escola”.

“Além de água potável, isto permitiria um sistema de saneamento e instalações sanitárias que, se consseguido, irá transformar a vida dessas crianças vulneráveis”.

Fonte: Christian Today /  CPAD News

12/04/2011

Evento reúne mais de 1.500 igrejas nos EUA


Evento reúne mais de 1.500 igrejas nos EUAO movimento está sendo liderado pela ONE, uma organização engajada em defesa popular e em campanha para lutar contra a extrema pobreza e doenças evitáveis em nações em desenvolvimento. Notavelmente, um dos fundadores da campanha ONE inclui Bono da banda de rock U2.

O Domingo de Lázaro, como é chamado o evento, foi realizado em 10 de abril para promover consciência para a doença e o Efeito Lázaro. O Efeito Lázaro é um termo usado por profissionais médicos e funcionários do governo para se referir à condição que o HIV/AIDS sofre depois de receber um tratamento barato anti-retroviral (ARV) que custa cerca de 40 centavos ao dia e produz resultados dentro de 40 dias.

Apesar do tratamento não ser uma cura, ele reverte os sintomas nas vítimas de HIV/AIDS e melhora a sua qualidade de vida. Doutores e trabalhadores de ajuda humanitária descrevem esse fenômeno como Efeito Lázaro em referência ao milagre no Evangelho de João onde Jesus levanta Lázaro da morte.

“Duas pílulas de ARV por dia podem literalmente restaurar a vida de uma pessoa que está morrendo,” disse o Rev. Adam Philips, o gerente de relações religiosas da ONE. “Nos EUA, o HIV/AIDS é uma doença controlável por causa dos ARVs que são prontamente disponíveis e por um baixo custo, mas para um africano que vive com menos de $1,25 ao dia, pode ser uma história tragicamente diferente.”

Em 2002, somente 50 mil pessoas no continente africano tiveram acesso às ARVs. Esse número saltou para cerca de 4 milhões devido aos investimentos em programas tais como o Plano Presidencial de Emergência de Socorro contra a Aids (PEPFAR).

O ex-Presidente George W. Bush foi um instrumental na criação da PEPFAR, o qual trabalha com grupos baseados em fé para prover medicamentos para pessoas infectadas pelo HIV maiormente na áfrica. Somente os EUA tem diretamente provido tratamento para mais de 3,2 milhões desses homens, mulheres e crianças.

A iniciativa é um dos muitos sinais indicando atitudes de mudanças entre os Cristãos com relação à HIV/AIDS, o qual tem sido fortemente estigmatizado pela comunidade religiosa.

Entre as Igrejas líderes nos cuidados aos infectados pelo HIV/AIDS está a Igreja Saddleback no Sul da Califórnia. Kay Warren, diretor executivo da Iniciativa HIV/AIDS na Saddleback e esposa do Pastor Principal Rick Warren, disse que a pandemia do HIV/AIDS pesa no seu dia a dia em um vídeo de Dezembro de 2010 pelo Dia Mundial da AIDS.

Desde de 2005, a Saddleback tem realizado um Comício Global pela AIDS e a Igreja em seu campus onde milhares de Igrejas líderes participaram para aprender como a Igreja pode ajudar no que tem sido chamado de a pior crise humanitária no mundo.

“Eu acho a Igreja teve um tipo de chamada para o despertar no final da década de 1990 e início de 2000. A Igreja estava realmente lutando com o significado de amar o nosso próximo como a nós mesmos, especialmente na aldeia global,” disse Phillips em uma entrevista no sábado à CNN.

Um componente chave para o movimento é um filme de 30 minutos produzido pela RED, organização irmã da ONE. O filme foi dirigido por Lance Bangs, que é conhecido por dirigir filme da franquia Jack, que tem sido criticado pela comunidade de fé.

No entanto, Bangs concordou em trabalhar no filme devido à sua educação católica romana e da mensagem de justiça social forte do projeto. Bangs e sua equipe fizeram três visitas à áfrica em Maio de 2009, onde testemunhou as transformações que as pílulas anti-retrovirais provocaram em pacientes com AIDS.

“Há pessoas que, basicamente, parecem cadáveres animados. Você pode ver seus ossos através de sua pele, eles seus parecem não ter clareza de visão. Você sente essa grande ligação e empatia para com o que eles devem estar se sentindo,” disse Bangs no Blog Religioso da CNN. “Quando eles começam a receber acesso a essa medicação, o tratamento lhes permite recuperar a força muscular e ganhar peso.”

 

Fonte: Christian Post

12/04/2011

Após tragédia, Banda NS4 anuncia evento em presídio de menores


Após tragédia, Banda NS4 anuncia evento em presídio de menores
Nesta quinta-feira o Brasil chorou a morte de cerca de 11 crianças, em um episodio que chocou os milhares de brasileiros espalhados em nosso território e todos que ouviram do Massacre de Realengo, nos noticiários espalhados pelo mundo. O fato trouxe vários questionamentos sobre a atitude do jovem que executou os disparos.
O principal vilão é o sistema social que restringe, ofusca e exclui os estranhos. Uma coisa que me chamou a atenção é o fato de que o atirador é um ex-aluno da escola e isto nos leva a pensar muitas coisas. “ Por que ele escolheu aquela escola? Por que justo a escola onde ele estudou? Qual a razão de tanta fúria derramada contra os alunos daquela escola? Será que ele concluiu os seus estudos? Será que ele foi vítima de bullying enquanto estudava nela?  O que levou aquele rapaz a cometer tão bárbaro crime e a acabar com a própria vida, já que existem indícios de que a tragédia foi planejada?” , comentou  um profissional da psicologia que preferiu não ser identificado.

Conhecidos do atirador compartilharam algumas informações sobre ele. “O jeito estranho e esquisito dele. Na época da escola, as pessoas zombavam dele, colocavam apelidos, principalmente sobre sua forma de andar vestido. As meninas eram as que mais humilhavam ele”

Massacre de Realengo nos leva a ter um novo pensamento e a necessidade em uma mudança social o mais rápido possível, para evitarmos outro massacre desse porte.

Como parte desse projeto e utilizando o dom dado por Deus para tocar os corações daqueles que ainda não conhecem a palavra de Deus, a Banda NS4 confirmou presença em um evento dentro de uma Unidade de Menores Infratores. “ Depois do acontecimento em Realengo, precisamos voltar nossa expectativa, trabalho, orações e ministérios para os jovens perdidos deste país”, comentou a Banda NS4.

O evento da Banda NS4 e outros nomes da música gospel, acontecerá dia 14 de Maio e será uma oportunidade , além de pregar um Novo Tempo com Jesus, aos jovens que estão presos. “ Não podemos aceitar que as prisões do Brasil sejam escolas de matadores. Precisamos mudar essa conjuntura” , disse o comunicado da Banda NS4.

O vocalista da Banda NS4, Felipe Corrêa, que também trabalha dentro do sistema carcerário, como Agente, reflete que “apesar de ser um acontecimento que mexe com o emocional de todos e que oferece várias suposições do que poderia ter se passado na cabeça daquele jovem assassino, isso nada mais é do que o reflexo sobre o que a própria bíblia nos revela quando fala que no final dos dias o amor de muitos se esfriariam”

No evento também será comemorado o Dia das Mães.  Com sorteio de brindes para os detentos e seus familiares e para os funcionários do Sistema Sócio Educativo

O evento terá apoio da Rádio Gospel FM – 107,9 FM, Igreja Renascer em Cristo, DEGASE – Departamento responsável pela internação dos menores infratores. Outras informações www.bandans4.com.br

Fonte: Assessoria

12/04/2011

Casal é ameaçado por colocar nome bíblico na filha


Casal é ameaçado por colocar nome bíblico na filha O que deveria ser um momento de extrema alegria se transformou em um conflito familiar para um casal cristão no Rajastão, Índia.

Sabal e sua esposa, Lajjawati, aceitaram a Cristo há pouco mais de um ano, quando procuravam uma solução para o que é considerado uma praga na sociedade indiana tradicional: não ter filhos.

Quando repetidas soluções médicas falharam, o casal voltou-se para sua religião, seguiram as instruções de seus sacerdotes e curandeiros, mas nada funcionou.

Foi então que eles encontraram o pastor Rafat Sanjiv. O Evangelho para a Ásia, com suporte missionário nacional, anunciou o amor de Cristo e eles aceitaram a Jesus como Salvador. Logo, eles queriam saber se Jesus poderia responder às suas orações.

Sabal e Lajjawati começaram a frequentar a igreja e Deus respondeu ao clamor do casal, abençoando-o com uma menininha. Eles estavam cheios de alegria, mas, em seguida, os problemas começaram.

Afirmando sua posição tradicional na família, o irmão mais velho de Sabal queria escolher o nome do bebê. Ele queria dar à menina o nome de um dos deuses que a família adora.

Na antiga religião de Sabal e Lajjawati, a nomeação de um filho tem um significado religioso profundo. É prática comum dar ao bebê o nome de um sábio, santo ou divindade, pois acreditam que cada vez que o nome é pronunciado, ele vai se lembrar do caminho que deve tomar na vida.

O irmão quer colocar o nome na garota de Amritaya, que significa “Imortal Senhor Vishnu”, um dos deuses que os pais da menininha seguiam antes de se encontrarem Cristo. Como cristãos, Sabal e Lajjawati não queriam que sua filha tivesse esse nome, mas, sim, um nome bíblico. Eles queriam o nome Ruth, mas isso enfureceu o irmão de Sabal.

O irmão ameaça o pastor Sanjiv, advertindo-o de que não vai permitir que o casal volte para a igreja. Ele diz que se seu irmão e cunhada voltarem para a igreja, ele apresentará uma queixa junto à polícia, alegando que o pastor Sanjiv os forçou a se converter ao cristianismo.

Com os intensos sentimentos anti-cristãos que permeiam o Estado, tal acusação poderia causar enormes problemas para o pastor e sua igreja, bem como para Sabal e Lajjawati.

Os líderes do Ministério para Ásia estão preocupados com essa situação e pedem oração para que esse problema seja resolvido pacificamente.

“Estou pedindo que os crentes de todo o mundo se unam para orar por eles e pelo pastor e a sua congregação. Orem também para que o irmão de Sabal aceite o amor de Deus e O siga”, afirma o presidente do Ministério, dr. Yohannan.

Fonte: Charisma News /  CPAD News

12/04/2011

Petra lança “Back to The Rock”


Petra lança “Back to The Rock”

Formada em 1972, a banda PETRA, foi um dos ícones da música internacional no Brasil. Após 3 anos sem lançar nenhum produto novo e anunciado o término da banda, Bob Hartman e sua trupe voltam ao estúdio e regravam vários sucessos da banda.

Back to The Rock  conta a história dessa banda que há décadas tem atraído multidões, arrebatado vários prêmios e  conquistado seguidores em várias partes do mundo.

O CD, conta com 12 faixas , incluindo seus maiores sucessos totalmente regravados  e duas músicas inéditas.

Quem gosta do puro rock não pode perder!

Fonte: Sony Music Gospel

12/04/2011

Igreja Católica chilena pede perdão por casos de abusos sexuais


Os bispos da Igreja Católica chilena admitiram erros e pediram perdão por casos de abusos sexuais do passado e anunciaram a adoção de procedimentos para evitar casos de pedofilia, segundo um comunicado oficial da Conferência Episcopal Chilena publicado nesta sexta-feira.

O documento, cujo título é “Transparência, verdade e justiça”, reconhece que os bispos “nem sempre reagiram com prontidão e eficácia diante das denúncias”.
O texto também demonstra “solidariedade com as vítimas destes abusos e com suas famílias”.
“Oferecemos humildemente nosso pedido de perdão, que é o apoio que podemos lhes dar, além de nossa oração”, afirma o comunicado.
Citando o papa João Paulo 2º, a nota enfatiza que “quem abusa de crianças e jovens não tem lugar no sacerdócio” e chama os “sacerdotes que falharam com seu compromisso e causaram dano aos outros a fazer um exame de consciência pessoal e a responder sobre seus atos diante de Deus, da sociedade e de seus suspeitos”.
Os bispos ainda declararam que se comprometem “a aperfeiçoar a seleção e formação dos candidatos ao sacerdócio”.
Além disso, será criado um “um organismo da Conferência Episcopal que oriente e dirija nossas políticas de prevenção de abusos sexuais e ajude às vítimas”.

Pesquisa
Uma pesquisa divulgada no início da semana apontou que 88% dos chilenos acreditam que a Igreja Católica ocultou informações sobre supostos abusos cometidos por padres.
O levantamento, realizado pelo jornal “La Tercera”, também indica que 74% das pessoas consideram que o Vaticano não deu uma resposta adequada às denúncias.
O bispo auxiliar de Santiago, Cristián Contreras, admitiu que a credibilidade da Igreja está em baixa e que reconhecer estes fatos “é um primeiro elemento para sair [da crise]”.

Fonte: Notícias Cristãs / da ANSA

12/04/2011

Evangélicos ajudam refugiados africanos na Itália


Evangélicos ajudam refugiados africanos na ItáliaA Aliança Evangélica da Itália lançou um projeto de apoio aos imigrantes que se reuniram na ilha de Lampedusa e outro em um campo de refugiados de Mineo, na Sicília.

A ilha de Lampedusa fica a cerca de 75 milhas da costa da Tunísia e é um ponto de chegada comum para os imigrantes do norte Africano que esperam entrar na Europa. A ilha luta para lidar com o fluxo de migrantes do norte de África que fogem da agitação na região.
Muitos dos 15 mil imigrantes chegaram à tália nos últimos meses foram realocados, mas existem cerca de 6 mil ainda na pequena ilha, muitos deles da tunisianos.

Equipes de voluntários foram enviadas pela Aliança Evangélica para trabalhar ao lado de autoridades locais para facilitar o relacionamento entre a comunidade de refugiados e a população.

Os voluntários também irão distribuir Bíblias e literatura evangélica e testemunhar para os refugiados do amor de Cristo. “Estima-se que mais de 50 mil migrantes virão ao litoral da Itália. Esse é um desafio e uma oportunidade”.

A aliança disse que vai incentivar o esforço conjunto na prestação de ajuda humanitária “na esperança de que Deus vai abrir novas oportunidades Evangelho. Pedimos as orações e cooperação da comunidade evangélica internacional”.


Fonte: Christian Today

12/04/2011

Como dar nó em gravata


Homens, seus problemas acabaram!
Vocês já podem parar de pedir ajuda para a mãe, namorada, esposa, ou quem quer que seja, para dar nó na gravata. Eis abaixo um guia explicando como executar essa tarefa, que parece complicada, mas não é!

1. Por baixo do colarinho, cruze a parte larga sobre a parte estreita.
2. Passe a parte larga por trás da parte estreita.
3. Continue passando a parte larga até chegar na frente, completando uma volta 360º.
4. Uma imagem vale mais do que mil palavras. Então, como no passo 4 da imagem, passe a parte larga por dentro da volta já feita.
5. Pronto! Agora é só ajustar o nó e conferir se ele ficou certinho. Lembrando que a parte estreita não deve ficar visível, e a extremidade da parte larga deve situar-se no nível da cintura.

Existem muitos tipos de nós de gravata. Esse que vocês acabaram de aprender é o nó simples, o mais popular, usado pela grande maioria dos homens. Você pode usá-lo no dia-a-dia, no trabalho, numa entrevista de emprego… Em breve eu ensino outros tipos de nó, prometo! Enquanto isso, tratem de criar vergonha na cara e aprender esse nó básico!

veja outros nó.

Fonte: O espaço do Homem Moderno

12/04/2011

Novelista inspira-se na vida de Lutero


“Matar Lutero” é a história do frade alemão Martín Lutero, líder da Reforma Protestante que, disseminada pela Europa do século XVI, sacudiu os alicerces do Vaticano e da Igreja Católica. A novela é do escritor Mario Escobar, publicada pelo Grupo Nelson.

Em meio à crise que provocou por causa de suas ideias, Lutero teve que fugir apressadamente de Worms. De Roma a Madri, passando pela Alemanha, todos querem a cabeça de Lutero para entregá-la em bandeja ao imperador Carlos V. Há ordens de “prendê-lo e matá-lo.” Mas Lutero tem um protetor: o príncipe Federico da Saxônia, que preparou escolta e refúgio para o reformador.
Um jovem mercenário espanhol, Juan Márquez, e seus amigos acompanham Lutero até o castelo de Wartburg, em Eisenach. Ali, atormentado pelo medo de morrer e a angústia de permanecer escondido, que se prolongaria durante um ano, Lutero dedica-se à tradução – a primeira vez que se fazia – da Bíblia para o alemão.
A relação de Juan Márquez com Lutero muda à medida em que o jovem espanhol entende o que o monge reformador quer fazer. Naquele recôndito lugar, Márquez mudará a sua vida e conhecerá Elisabet, uma das serventes do castelo, apaixonando-se perdidamente.
“Matar Lutero” mistura uma complexa trama política, religiosa e de aventuras que prende o leitor do princípio ao fim. “É a luta pela liberdade em todos os sentidos, que vem a ser a mensagem principal da novela”, disse Escobar.
Escobar nasceu em Madri, em 1971. É novelista, ensaísta e conferencista. Bacharel em História e diplomado em estudos avançados em História moderna, Escobar tem escrito artigos e livros sobre a Inquisição, a Reforma protestante e seitas religiosas. Também é diretor da revista História para o Debate Digital e colaborador como colunista em várias publicações. Seu primeiro livro, “Conspiração Maine” (2006) foi um sucesso de vendas.

Notícias Cristãs com informações da ALC

%d blogueiros gostam disto: