Archive for abril 28th, 2011

28/04/2011

´Não temos tempo para bobagem`, diz Obama


´Não temos tempo para bobagem`, diz Obama O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez um incomum pronunciamento à imprensa nesta quarta-feira e afirmou que não há tempo a perder com a polêmica sobre sua certidão de nascimento e os boatos de que teria nascido no Quênia e não no Havaí.

“Eu sei que este assunto não será esquecido”, admitiu Obama. “Mas não temos tempo para esta bobagem. Temos coisas mais importantes para fazer. [Eu] tenho coisas mais importantes para fazer”.

Pouco antes, a Casa Branca divulgou a versão integral da certidão de nascimento do presidente. A medida foi uma estratégia para acabar com os boatos de que o democrata não é americano e, portanto, não poderia ser eleito para cargos políticos nos Estados Unidos.

Obama já havia apresentado uma versão padrão mais curta da sua certidão de nascimento, reconhecida em seu Estado natal, o Havaí, e usada comumente lá como documento. A versão curta foi postada na internet pela equipe de Obama durante a campanha presidencial de 2007-2008, depois que seus adversários colocaram em dúvida o fato de o então candidato não ser americano.

A versão mais longa comprova que Obama efetivamente nasceu em Honolulu, no Havaí, às 19h24 de 4 de agosto de 1961.

“Este assunto ocorre há dois anos e meio. Eu confesso que assisti com divertimento e fiquei confuso”, disse o democrata, explicando que decidiu vir à público comentar quando viu que, há duas semanas, quando debatia o novo Orçamento com os republicanos e cuja aprovação impediria a paralisação do Estado, “a história dominante na mídia era sobre minha certidão”.

“Normalmente eu não comentaria sobre isso, eu tenho outras coisas para fazer”, admitiu o presidente, em um pronunciamento dos mais inusitados da história do país.

Obama aproveitou para pedir um esforço bipartidário de congressistas republicanos e democratas para os temas mais importantes, como desemprego, alta dos combustíveis e o deficit.

“Isso vai gerar debates grandes e sérios, debates importantes. Haverá discordâncias, mas isso é bom, é como a democracia funciona”, disse o presidente.

“Acredito que democratas e republicanos podem se unir e resolver os problemas, mas não poderemos fazer se estivermos distraídos, se estivermos perdendo tempo vilanizando uns aos outros”, completou Obama, em um aparente recado ao empresário, apresentados e candidato presidencial para 2012 Donald Trump, que realimentou a polêmica recentemente ao questionar porque Obama não divulgava a versão integral de sua certidão.

Fonte: Folha Online

28/04/2011

Banda Resgate em turnê por terras mineiras


Banda Resgate em turnê por terras mineiras Uma das primeiras praças a receber a Banda Resgate no retorno às atividades artísticas foi o Estado de Minas Gerais. Com o lançamento do projeto “Ainda Não é o Último”, o quinteto paulista esteve por algumas vezes na região e sempre teve excelente acolhida por parte das mídias e do público.

Mais uma vez, Resgate retorna às terras mineiras para atender a uma série de convites. A mini-turnê mineira começa dia 02 de maio na cidade de Barão de Cocais. No dia seguinte será a vez de Contagem receber a banda. Nos dias 04 e 05 de maio, Resgate retorna mais uma vez na Igreja Batista da Lagoinha em Betim, onde esteve em sua última passagem no ano passado. Já no dia 06 de maio, Zé Bruno e sua turma participam do projeto Sexta Básica na Igreja Batista da Lagoinha, sede, com apresentação do hilariante e carismático Alex Passos.

A maratona prossegue com entrevistas de rádio e TVs locais e inicialmente está prevista a participação do Resgate no programa Balaio da Rede Super no dia 07, mesmo dia da apresentação da Banda no mega evento da Rádio 107FM no Ginásio do Mineirinho.

Assessoria Sony Music

28/04/2011

Graça Music divulga capa do CD Românticos


CD Românticos A Graça Music divulgou a capa do CD Românticos, primeiro projeto voltado aos namorados que traz canções românticas interpretadas por vários cantores da gravadora como Danny Grace, Luiz Arcanjo, Bruna Olly, Jó 42 e outros.

O projeto gráfico foi desenvolvido pelo designer Lincoln Baena (SP), o mesmo que executou os layouts dos CDs Um por todos (Ao Cubo), Teus planos (Rafael Araújo) e Evangeliza (Sandro Nazireu), o projeto agradou em cheio à GMusic.

O CD Românticos está em fase final de produção e será lançado em breve.

Fonte: Gospel Prime

28/04/2011

Traficantes de drogas sequestram pastor no México


Cerca de 500 pessoas estavam reunidas para o culto de domingo, 10 de abril, no Centro Cristão El Shaddai, na cidade mexicana de Lázaro Cárdenas, em Michoacan, quando quatro homens mascarados invadiram o local e atiraram para o alto.

Antes que os cristãos amedrontados percebessem o que estava acontecendo, seu pastor, Josué Ramírez Santiago, tinha sido levado. Alguns relatos na mídia afirmam que os sequestradores, possíveis traficantes de drogas, estavam em dez homens.

No dia seguinte, a família do pastor recebeu notícias de que os criminosos queriam um resgate de 20 milhões de pesos (cerca de US$ 1,7 milhão). Mesmo se a família conseguisse reunir essa enorme quantia, o pagamento não seria garantia de que a vítima retornaria viva.

Arturo Farela, diretor da Fraternidade Nacional de Igrejas Evangélicas, assegurou que os ligados ao crime organizado e cartéis de droga têm os cristãos como alvo porque eles veem as igrejas como fonte de renda e também porque os cristãos apoiam programas de reabilitação de viciados em drogas e álcool.

“A maior parte dos centros de reabilitação que foram atacados pelo crime organizado em Ciudad Juarez, Tijuana, Tepic e outros lugares, pertencem à comunidade evangélica”, disse Farela. “Além disso, mais de 100 pastores mexicanos e estrangeiros que viviam em Ciudad Juarez tiveram que abandonar a cidade por causa das ameaças e tentativas de suborno. É claro que muitos pastores e suas famílias já foram vítimas de extorsão, ameaças, sequestros e homicídios”.

Fonte: Portas Abertas

28/04/2011

Drauzio Varella critica religiosos que são contra a camisinha


Durante sua participação no programa Roda Viva, da TV Cultura, o médico cancerologista Drauzio Varella chamou os líderes religiosos de autoritários por interferirem em questões importantes na sociedade como planejamento familiar e saúde.

O programa foi ao ar na segunda-feira, dia 25, e o médico citou o caso dos prefeitos das pequenas cidades que não distribuem camisinhas diretamente à população carente por temer desagradar “ao padre”.

Sobre o assunto ele alertou que as camisinhas distribuídas pelo governo federal nos postos de saúde são retiradas mais por pessoas que correm menos risco de contrair o vírus da Aids, como as mulheres casadas.

Enquanto que as jovens de periferia têm vergonha de pegar preservativos nos postos de saúde. Para ele, o poder público deveria levar o preservativo até elas, mas a pressão dos religiosos contra essa tipo de iniciativa de prevenção é muito forte.

A consequência disso, de acordo com Varella, é uma epidemia de gravidezes precoces, condenando as jovens à pobreza porque, para cuidar dos filhos, elas acabam abandonando o estudo e muitas vezes recorrendo ao tráfico de drogas para sobreviver.

Questionado se ele aceitaria ser Ministro da Saúde, o médico respondeu que não, mas em uma situação hipotética, Varella disse que daria prioridade ao planejamento familiar. Disse que o Brasil em 1970 tinha 90 milhões de habitantes e hoje mais de 190 milhões, o que é um crescimento populacional que dificulta a adoção de uma política de bem-estar social.

Fonte: Gospel Prime / Paulopes

28/04/2011

Nova certidão de Casamento ta valendo a partir de hoje


Certidão de nascimento será emitida em papel de
segurança (Foto: Divulgação/Ministério da Justiça)

A nova certidão de nascimento, emitida em papel de segurança, começa a valer a partir desta quinta-feira (6), segundo publicação no Diário Oficial da União. O novo modelo foi elaborado pela Corregedoria Nacional de Justiça, em conjunto com o Ministério da Justiça e a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Segundo a Secretaria de Direitos Humanos, os papéis das certidões de casamento e óbito também serão modificados.

De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a emissão de certidões de nascimento, casamento e óbito no Brasil passará a ocorrer em papel de segurança, que será fornecido pela Casa da Moeda aos cartórios de registro civil de pessoas naturais.

O documento passará a ter papel especial, marca d’água e outros itens que permitirão maior segurança, a fim de evitar falsificações. Segundo texto publicado no Diário Oficial, como item de segurança, o fundo do papel trará a palavra “autêntico”, visível sob lâmpada ultravioleta com luminescência verde limão.

A previsão é de que o novo papel comece a ser distribuído ainda neste mês, começando pela certidão de nascimento. Só depois serão distribuídos os papéis para casamento e óbito, segundo a Secretaria de Direitos Humanos.

Cartórios

Segundo o CNJ, cerca de 1,2 mil cartórios de registro civil de todo o país que ainda não são informatizados deverão começar a receber computadores e cursos de capacitação para seus funcionários a partir de fevereiro. A entrega dos equipamentos e a realização dos cursos vão permitir a emissão de certidões de nascimento, casamento e óbito no Brasil em papel de segurança.

A partir desta semana, cartórios do Nordeste que já possuem equipamentos de informática começarão a receber orientações sobre como proceder para solicitar o novo papel de segurança e começar a emitir o documento nos novos padrões.

Já os cartórios de registro civil informatizados do Centro-Oeste começarão a receber orientações sobre como solicitar o novo papel a partir do dia 12 de janeiro. A partir de 17 de janeiro será a vez das unidades informatizadas do Norte. Os cartórios das regiões Sudeste e Sul começarão a ser atendidos a partir dos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro, respectivamente.

Papéis das certidões de casamento e óbito também serão modificados (Foto: Divulgação/Ministério da Justiça)

28/04/2011

“Que Deus NÃO nos livre de um país evangélico”, afirma o bispo Robinson Cavalcanti


O bispo Anglicano Robinson Cavalcanti escreveu um texto agradecendo a Deus por ele não ter livrado o Brasil dos imigrantes que trouxeram o evangelho até nós.

Ele fala também sobre os problemas sociais que temos no país e que acredita que o Brasil seria melhor “com uma Igreja madura que, sem fugas alienantes, adesismos antiéticos ou tentações teocráticas, possa “salgar” e “iluminar” com os valores do Reino.”

Por esse motivo é que ele escreve pedindo para que Deus não nos livre de ter um país cada vez mais evangélico. Vale lembrar que alguns dias atrás, o pastor Ricardo Gondin causou polêmica ao escrever um artigo com o titulo “Deus nos livre de um país evangélico“, confira aqui.

Leia o artigo completo:

“Uma primeira constatação é que estamos ainda distantes de ser um “país evangélico”: quarenta milhões da população é formada por miseráveis; uma insegurança pública generalizada; uma educação pública de faz-de-conta; uma saúde pública caindo aos pedaços, assim como as nossas estradas, a corrupção endêmica no aparelho do Estado, o consumo da droga ascendente, prostituição, discriminação contra os negros e os indígenas, infanticídio no ventre, paradas de orgulho do pecado, uma das maiores desigualdades sociais do mundo. Uma grande distância do exemplo de vida e dos ensinamentos de Jesus de Nazaré, cujas narrativas e palavras somente conhecemos por um livro chamado de Bíblia, que o mesmo citava com frequência, e que foi organizado por uma entidade fundada pelo próprio: uma tal de Igreja. Uma grande distância da ética e da “vida abundante” apregoada pelas Boas Novas, o Evangelho.

Percebemos sinais do sagrado cristão em nossa História e em nossa Cultura, mas, no geral, ficando na superfície. Se os símbolos importassem tanto, o Rio de Janeiro, com aquela imensa estátua do Cristo Redentor, deveria ser uma antecâmara do Paraíso.

Como cidadão responsável, e como cristão, como eu gostaria que o meu País fosse marcado pela justiça, pela segurança, pela paz, fruto do impacto das Boas Novas, do Evangelho. Sinceramente, gostaria muito que tivéssemos um Brasil mais evangélico.

Fico feliz que Deus não tenha nos livrado da imigração dos protestantes alemães, suíços, japoneses, coreanos, e tantos outros. Fico feliz pelo seu trabalho e por sua fé.

Fico feliz por Deus não nos ter livrado do escocês Robert R. Kalley, médico, filantropo e pastor escocês, fugindo do cacete na Ilha da Madeira (Portugal), pioneiro da pregação do Evangelho entre nós, nos deixando as igrejas congregacionais. Ele nem era norte-americano, nem fundamentalista, pois esse movimento somente surgiria meio século depois. Eram norte-americanos, e também não-fundamentalistas os pioneiros das igrejas presbiteriana, batista, metodista e episcopal anglicana que vieram ao Brasil na segunda metade do século XIX.

Fico feliz por Deus não nos ter livrado desses teimosos colportores que varavam os nossos sertões sendo apedrejados, vendendo aquelas Bíblias “falsas”, cuja leitura, ao longo do tempo, foi tirando gente da cachaça e dos prostíbulos, reduzindo os seus riscos de câncer de pulmão, cuidando melhor de sua família, como trabalhadores e cidadãos exemplares.

Fico feliz por Deus não ter nos livrado desses colégios mistos, desses colégios técnicos (agrícolas, comerciais e industriais), trazidos por esses missionários estrangeiros, em cujo espaço confessei a Jesus Cristo como meu único Senhor e Salvador. E, é claro, tem muita gente agradecendo a Deus por não nos ter livrado do voleibol e do basquetebol introduzido pioneiramente nesses colégios… nem pelo fato do apoio à Abolição da Escravatura, à República ou ao Estado Laico.

Por essas e outras razões, é que vou comemorar (com uma avaliação crítica) com gratidão, dentro de seis anos, os 500 anos da Reforma Protestante do Século XVI, corrente da Cristandade da qual sou militante de carteirinha desde os meus dezenove anos.

Essa gratidão ao Deus que não nos livrou dos protestantes de imigração e dos protestantes de missão, inclui, sinceramente, os protestantes pentecostais, herdeiros daquela igreja original, dirigida por um negro caolho (afro-descendente portador de deficiência visual parcial, na linguagem do puritanismo de esquerda, conhecido por “politicamente correto”)…, mas que abalaria os alicerces religiosos do mundo. Eu mesmo sou um velho mestiço brasileiro e nordestino, e não me vejo como um ítalo-luso-afro-ameríndio de terceira idade…

Olhando para o termo “evangélico”, usado sistematicamente na Inglaterra, a partir de meados do século XIX, como uma confluência da Reforma e de alguns dos seus desdobramentos, como o Confessionalismo, o Puritanismo, o Pietismo, o Avivalismo e o Movimento Missionário, com paixão missionária pelo Evangelho que transforma, dou graças a Deus que Ele não nos tenha livrado da presença dos seus seguidores e propagadores. Até porque, por muito tempo, não tivemos presença fundamentalista (no sentido posterior) e nem do liberalismo, pois esses últimos são bons de congressos e revoluções de bar, mas não muito chegados a andar de mulas por sertões nunca antes trafegados…

Minha avó é quem dizia que “toda família grande vira mundiça”, se referindo ao fato de que quando qualquer instituição, grupo ou movimento social cresce, é inevitável que ao lado do crescimento do trigo haja um aumento significativo do joio. Nesse sentido, o protestantismo e o evangelicalismo brasileiro são normais (com desvios e esquisitices), mas, garanto que temos muitíssimo mais trigo (às vezes armazenados nos celeiros, quando deveriam estar sendo usados nas padarias). No meu tempo só tinha crente militante e desviado; depois apareceram os descendentes, os nominais, os de IBGE, os bissextos e os ocasionais.

No sentido histórico dou graças a Deus pelo localizado movimento fundamentalista nos Estados Unidos, em reação ao racionalismo liberal, pois também afirmo a autoridade das Sagradas Escrituras, o nascimento virginal, a cruz expiatória, o túmulo vazio e a volta do Senhor. Depois o termo foi distorcido por um movimento sectário, antiintelectual, racista, e hoje é aplicado até ao Talibã, em injustiça à proposta original

Quanto ao Tio Sam, nem todo republicano é evangélico, nem todo evangélico é republicano, embora, de época para época, haja deslocamentos religiosos-políticos naquele país. Eu mesmo não tenho muita simpatia (inclusive aqui) pelo Partido do Chá (Tea Party), pois tenho longa militância no Partido do Café e no Partido do Caldo de Cana com Pão Doce.

A Queda do Muro de Berlim assinalou o ocaso da modernidade e o início de uma ainda confusa pós-modernidade, com a mundialização da cultura anglo-saxã, no que tem de bom e no que tem de mau, mas, como nos ensina Phillip Jenkins, a Cristandade está se deslocando do hemisfério Norte para o hemisfério Sul, e, inevitavelmente, revelamos nossas imaturidades, que devem e podem ser superadas.

Agora, todo teólogo, historiador ou sociólogo da religião sérios, perceberá a inadequação do termo “protestante” ou “evangélico” (por absoluta falta de identificação caracterizadora) com o impropriamente chamado “neo-pentecostalismo”, na verdade seitas para-protestantes pseudo-pentecostais (universais, internacionais, mundiais, galáxicas ou cósmicas), e que é algo perverso e desonesto interpretar e generalizar o protestantismo, e, mais ainda, o evangelicalismo brasileiro, a partir das mesmas.

O avanço do Islã e a repressão aos cristãos onde eles dominam é um “óbvio ululante”, a defesa da vida em relação ao aborto, à eutanásia, aos casais que não querem ter filhos, ao homossexualismo, o atentado ao meio ambiente (“cultura da morte”) é coerente com o princípio da Missão Integral da Igreja na “defesa da vida e da integridade da criação”.

A identidade evangélica se faz por um rico conteúdo e não por antagonismo ou relação reativa a conjunturas.

Sabemos que o mundo jaz do maligno, que o evangelho será pregado a todo ele, mas não que todos venham a se converter, e que descendentes de cristãos nem sempre continuam nessa fé. Assim, o Brasil nunca será um País totalmente cristão, protestante ou evangélico, mas creio que será bem melhor com uma Igreja madura que, sem fugas alienantes, adesismos antiéticos ou tentações teocráticas, possa “salgar” e “iluminar” com os valores do Reino.

Para isso necessitamos (na lícita diversidade protestante quanto a aspectos secundários e periféricos) de líderes sólidos e firmes, vestindo a camisa do nosso time com entusiasmo e garra para o jogo, sem se perderem em elucubrações estéreis, de quem já perdeu a fé na Palavra, não acredita mais na Queda, nem na Redenção, nem na singularidade de Cristo, deixando uma geração órfã de heróis.

Assim, espero que Deus não nos livre dessa presença cultural transformadora; que Deus não nos livre de ser, cada vez mais, um País evangélico.

A Ele, Onipotente, Onisciente e Onipresente, Senhor do Universo e da História, com os anjos e arcanjos, coma Igreja Triunfante e a Igreja Militante, intercedendo por todos que atravessam crises espirituais, seja toda a honra e toda a glória!”

Robinson Cavalcanti

Fonte: Gospel Prime /Pavablog

28/04/2011

Silas Malafaia nega ter usado Limousine ou participado de evento em Porto Seguro


Recentemente o Jornal Bahia On Line noticiou que o pastor Silas Malafaia esteve participando do Congresso de Resgate da Nação em Porto Seguro e durante sua estadia na cidade ele teria alugado uma limousine e frequentado restaurantes à beira-mar.

A notícia foi rapidamente copiada pelos sites sensacionalistas voltados ao público evangélico gerando grande polêmica em volta do pastor Silas Malafaia sem apurar se os fatos eram reais.

Diante da repercussão dessa notícia a assessoria do pastor enviou um comunicado à imprensa alertando de que o jornal baiano noticiou uma inverdade e por esse motivo aceitou publicar a carta com o direito de resposta.

O texto da assessoria da igreja Vitória em Cristo esclareceu que o pastor Silas Malafaia não estava presente em Porto Seguro no período informado na matéria, tampouco participou do 12º  Congresso de Resgate da Nação realizado na cidade.

Leia a nota enviada ao jornal:

“Srs. responsáveis pelo Jornal Bahia Online,

A falta de profissionalismo é notória na matéria divulgada pelo site do Jornal Bahia Online. É inadmissível um veículo que deveria zelar pela veracidade das informações propagar difamações e calúnias, porque sua equipe não se deu ao trabalho de apurar os boatos a respeito do pastor Silas Malafaia.

Recentemente divulgaram nesse site, mais precisamente no endereço , uma reportagem difamatória afirmando que o pastor Silas Malafaia teria participado do 12º  Congresso de Resgate da Nação em Porto Seguro, na Bahia, evento este que aconteceu de 19 a 23 de abril de 2011. A tônica da referida matéria, intitulada Pastor anda de limousine em Porto durante evento que debate o resgate da Nação, era a celeuma provocada pelo luxo do “polêmico pastor Silas Malafaia”, que haveria percorrido as ruas da cidade e frequentado restaurantes à beira-mar, desde 18 de abril, em uma limusine especialmente alugada para ele.

Diante das deslavadas mentiras, vimos trazer alguns esclarecimentos. O pastor Silas Malafaia não estava presente em Porto Seguro no período informado na matéria, tampouco participou do 12º  Congresso de Resgate da Nação realizado na cidade. No dia 19 de abril, ele ministrou na Assembleia de Deus Vitória em Cristo na Penha (RJ), igreja presidida por ele. Nos dias 20 e 21, o pastor Silas continuou no Rio de Janeiro, para atender aos seus compromissos. No dia 22, ele embarcou para o exterior, para cumprir agenda.

Informamos ainda que o pastor Silas Malafaia se desligou da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) em maio de 2010. Portanto, não é vice-presidente dessa instituição, conforme é afirmado na reportagem.

Por fim, o pastor Silas Malafaia não comprou um avião por R$ 20 milhões, como consta na matéria. O valor dessa aquisição foi infinitamente menor, e a compra foi feita em nome da Associação Vitória em Cristo (AVEC). Sendo assim, a aeronave não é propriedade dele, e sim da AVEC, para atender às necessidades do ministério.

Após o exposto, desafiamos a equipe do Jornal Bahia Online a provar que era realmente o pastor Silas Malafaia quem usufruiu do veículo de luxo (a limousine) em Porto Seguro. O redator da matéria, que não se identificou, fez tanta questão de dizer que, “depois de muitas tentativas, uma fonte do Jornal Bahia conseguiu fotografar o veículo estacionado”. Por que ele mesmo não se preocupou em apurar os boatos para saber se eram falsos? Aquela foto não prova nada!

Lamentamos pelo fato de o Jornal Bahia Online tentar denegrir a imagem do pastor Silas Malafaia e, garantidos pela Lei de Imprensa, solicitamos o Direito de Resposta, com o mesmo espaço da matéria publicada, no prazo de 48 horas, a contar da data de hoje, 27 de abril de 2011. Caso o pedido não seja atendido, tomaremos imediatamente as medidas judiciais cabíveis.”

Fonte: Gospel Prime /AVEC

28/04/2011

Morre David Wilkerson, pastor americano e autor do livro ´A Cruz e o Punhal´


Morre David Wilkerson, pastor americano e autor do livro ´A Cruz e o Punhal´ O pastor David Wilkerson, 79 anos, fundador da Igreja de Times Square em Nova York, e autor de livros conhecidos como “A Cruz e o Punhal”, faleceu nesta quarta-feira em um acidente de carro numa rodovia do Texas. Seu carro perdeu o controle e se chocou com um caminhão que vinha no sentido contrário.

Sua esposa Gwen também estava no carro e foi levada para o hospital juntamente com o motorista do caminhão. Não há notícias do hospital quanto ao estado de saúde deles.

A notícia do acidente começou a se espalhar rapidamente na noite de quarta-feira em sites de redes sociais como Facebook e Twitter. Rich, um primo Wilkerson confirmou a morte no Twitter. ”Confirmo que meu querido primo David Wilkerson perdeu a vida num trágico acidente de carro esta tarde. Suas orações são necessárias neste momento”, escreveu ele.

Wilkerson postou em seu blog um artigo datado de 27 de abril – o dia da sua morte. Intitulado “Quando tudo mais falhar”, ele incentivou as pessoas que estão enfrentando dificuldades a “permanecerem firmes na fé”.

“Para quem passa pelo vale da sombra da morte, ouça esta palavra: o choro vai durar por algumas noites escuras e terríveis, mas em breve você vai ouvir o sussurro Pai: ”Eu estou com você’. Amado, Deus nunca deixou de agir, sempre com bondade e amor. Quando tudo mais falhar, o seu amor ainda prevalece. Segure firme em sua fé. Permaneça firme na sua Palavra. Não há outra esperança neste mundo.”

Wilkerson passou a primeira parte do seu ministério trabalhando em Nova York com membros de gangues e viciados em drogas, conforme relatou em seu best-seller A Cruz e o Punhal .

Em 1971, iniciou o World Challenge, ministério que cuidava de suas cruzadas, conferências, evangelismo e outras atividades. Em 1987 fundou a Igreja de Times Square, que hoje é liderada pelo pastor Carter Conlon e tem mais de 8 mil membros.

Wilkerson também fundou o Desafio Jovem, e um programa cristão para recuperação de jovens viciados.

Ele deixou esposa, quatro filhos e 11 netos.

Fonte: Gospel Prime / Com informações CBN News

28/04/2011

Amo Você volume 17 está em fase final


Já está em fase final o 17º CD Amo Você lançado anualmente pela MK Music. O álbum traz 17 músicas românticas interpretadas pelos melhores artistas da gravadora entre eles  Fernanda Brum, Eyshila, Willian Nascimento, Cristina Mel, Marina de Oliveira e muitos outros.

O CD foi produzido por Emerson Pinheiro e traz algumas novidades como a participação da mais recente contratada da MK, Elyssa Gomes, que pela primeira vez grava uma música e surpreende na interpretação de “Só dá você”.

Outra interpretação que ganhou destaque foi a da cantora Arielly Bonatti que pela primeira vez cantou uma música fora de seu estilo que é o pop pentecostal.

As faixas são inéditas com composições de Anderson Freire, Junior Maciel, Josias Teixeira e outros. A produção vocal ficou por conta de Jairo Bonfim e esse resultado você ouvirá em breve, provavelmente no mês de junho, mas já há algumas faixas na página da MK Music no Youtube. Vale a pena matar a curiosidade enquanto o CD não sai.

Fonte: Gospel Prime

%d blogueiros gostam disto: