Archive for maio 17th, 2011

17/05/2011

Ex-jogador e ex-pastor, Muller hoje passa por dificuldades financeiras


Bicampeão mundial pelo São Paulo no início da década de 1990, o ex-atacante Müller, campeão da Copa do Mundo de 1994 pela Seleção Brasileira, vive longe dos dias de glória alcançados com a tradicional camisa tricolor. Longe dos gramados, o antigo atleta vive um drama e convive com o ostracismo, fruto do desemprego e da falta de recursos. Em entrevista à TV Record, exibida no programa Esporte Fantástico, ele contou as dificuldades enfrentadas atualmente.

Afastado dos holofotes da fama futebolística e sem emprego atualmente, o tetracampeão mundial está vivendo de favor na casa do ex-companheiro de São Paulo Pavão. Apesar de ter disputado três Copas do Mundo e ser reconhecido por craques como Zidane, o antigo atleta do São Paulo procura retomar a vida e ganhar dinheiro com a carreira de treinador – o último trabalho como comandante foi no Imbituba, de Santa Catarina, neste ano de 2011 (deixou o clube em abril)

Fonte: Terra

17/05/2011

Padre contraria CNBB e elogia Supremo por legalizar união de casais gays no Brasil


Padre contraria CNBB e elogia Supremo por legalizar união de casais gays no BrasilA primeira reação do frei Gilvander Moreira, padre mineiro da Ordem dos Carmelitas, ao ser convidado a analisar a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo foi de temor: “Vou ser reconhecido por quem é de mente mais aberta, mas vou apanhar muito dos dogmáticos e conservadores”. Porém, mesmo desconfiado de que pagaria caro pela entrevista, resolveu falar porque “a causa é justa e vale a pena”.

Mestre em Exegese Bíblica, professor de Teologia e assessor da Comissão Pastoral da Terra, Frei Gilvander disse que o Supremo está de parabéns por tornar visíveis as milhares de uniões homoafetivas do país.

Como o senhor recebeu a decisão do Supremo?

Com alegria, pois é uma vitória dos movimentos e dos grupos que historicamente vêm lutando pelo direito à liberdade sexual homossexual. Nesse caso, o STF posicionou-se com justiça e equidade. A sociedade está em constante transformação, e esse grupo em questão existe e está no dia a dia vivendo e construindo suas relações à margem da sociedade. Devido a isso, o Direito não podia mais se esconder ou continuar negando esse direito a relações homoafetivas. Foi um exemplo de coragem e cidadania. Tornou-se visível o invisível. Declara-se assim o início do fim da hegemonia da moral heterossexual. Abre caminho para a afirmação, à luz do dia, das mais de 60 mil uniões estáveis entre homossexuais no Brasil, que até aqui pagavam um altíssimo preço pela sua orientação sexual.

Como o senhor vê hoje a situação dos homossexuais no Brasil?

Segundo o pesquisador Luiz Mott, da UFBA, o mais preocupante é que o registro de violência contra a população LGBT vem aumentando ao longo dos anos. De janeiro a novembro de 2010, Mott contabilizou 205 assassinatos. Estima-se que o número de casos de discriminação da população LGBT atinge entre 10 mil e 12 mil por ano no país.

O senhor considera a sociedade brasileira preconceituosa?

Infelizmente estamos numa sociedade preconceituosa, intolerante, hipócrita e cínica. Ainda há muito moralismo, fundamentalismos e sectarismos em segmentos conservadores de igrejas e da sociedade, que ficaram irritados e questionam o acerto da decisão. No último Censo, foi declarado que há mais de 60 mil uniões estáveis homoafetivas no Brasil. O movimento que defende os direitos dos homossexuais está crescendo, o que é muito bom. Na decisão do STF , não se pode deixar de destacar e parabenizar a luta deste movimento, que vem marchando pelas ruas e erguendo suas bandeiras.

Fonte: Blog Noblat

17/05/2011

“Nova classe média evangélica se aproxima da Igreja Católica” afirma líder da CNBB


“Nova classe média evangélica se aproxima da Igreja Católica” afirma líder da CNBB O novo presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), d. Raymundo Damasceno Assis, disse ontem que a ascensão social de quase 30 milhões de pessoas nos últimos anos as tornou mais “críticas”.

Por conta disso, disse, a presença evangélica na população do país teria caído.

“Elas começam a ler mais, a estudar mais, e por isso são mais críticas em relação a muitas posturas hoje na sociedade”, afirmou, após o encerramento da 49ª Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida (SP).

D. Raymundo Damasceno Assis não soube precisar a fonte das informações, mas afirmou que a nova classe média, ao mesmo tempo em que se afastou das igrejas evangélicas, se aproximou da Igreja Católica.

Segundo o Datafolha, a população católica perdeu fieis na última década, enquanto a população evangélica cresceu.

Ontem, ao tomar posse como presidente da CNBB pelos próximos quatro anos, ele assumiu como principal desafio fortalecer o papel missionário da Igreja Católica no país.

D. Raymundo Damasceno Assis disse que as paróquias precisam sair do “comodismo” e buscar fieis.

Atualmente, o principal alvo da Igreja Católica são os jovens. Uma das estratégias para conquistá-los é o uso da internet e das redes sociais, como defendeu o cardeal d. Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, em entrevista durante a assembleia.

Já d. Raymundo Damasceno aposta fichas também na escolha do Brasil para sediar a jornada mundial da juventude em 2013, que terá a presença do Papa Bento 16.

CONCILIADOR

Segundo bispos ouvidos pela reportagem, a escolha de d. Raymundo Dasmasceno como presidente da CNBB se deu principalmente por seu perfil conciliador.

Questionado pela Folha sobre o governo Dilma Rousseff, ele afirmou que avalia positivamente a gestão dela e a caracterizou como uma pessoa “discreta”, que só aparece “nos momentos mais importantes”.

“São personalidades diferentes”, disse, ao ser questionado se a afirmação era uma crítica ao ex-presidente Lula.

O presidente da CNBB não quis comentar a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que equiparou a união civil homoafetiva à heterossexual, na semana passada.

D. Raymundo Damasceno Assis afirmou que sua opinião era a mesma que a explicitada pela CNBB em nota. A entidade disse que o Supremo ultrapassou “os limites de sua competência” e que a decisão cabia ao Congresso.

Fonte: Folha

17/05/2011

Igreja Mundial do Poder de Deus deve estrear em junho no SBT


O SBT está precisando de dinheiro e a emissora resolveu

vender as suas madrugadas para igrejas envangélicas.

A Igreja Mundial do Poder, do bispo Valdemiro Santiago,

está na frente na disputa por uma horário na emissora de

Silvio Santos. Ao que tudo indica, a partir de junho as madrugadas

do SBT será coberta por cultos e programas da igreja.

Fonte: Aj

17/05/2011

Membros de igreja protestante chinesa que pede reforma religiosa são presos


13 pessoas foram detidas quando tentavam participar de um culto ao ar livre de sua igreja protestante ilegal na China.

A Polícia de Pequim deteve 13 pessoas quando tentavam participar de um culto ao ar livre de sua igreja protestante, ilegal na China e que já sofreu mais de 200 detenções, pelo que 17 de seus pastores pediram ao Legislativo chinês uma reforma religiosa na semana passada.

Como os cinco domingos anteriores, os membros da igreja protestante Shouwang se reuniram em uma praça de Pequim para celebrar um culto ao ar livre, já que as autoridades os impedem de fazê-lo no local que tinham comprado para seus ofícios religiosos, informou nesta segunda-feira o jornal independente “South China Morning Post”.

Muitos dos detidos em domingos anteriores foram obrigados a permanecer em suas casas durante o fim de semana, enquanto seis de seus líderes estão sob prisão domiciliar há mais de um mês, desde o dia 10 de abril, quando começaram os cultos ao ar livre e a Polícia deteve 169 fiéis.

Fonte: EFE / Folha Gospel

17/05/2011

Religião e política são os fatores mais importantes na hora de escolher o cônjuge


Religião e política são os fatores mais importantes na hora de escolher o cônjugePesquisadores da Universidade Rice e da Universidade de Nebraska/Lincoln analisaram dados coletados entre mais de 5.000 casais, visando descobrir que fatores mais influenciam a escolha de um cônjuge. O estudo, denominado The Politics of Mate Choice [Os critérios de escolha de um parceiro], mostra que a ideia de que os “opostos se atraem”, na maioria das vezes acaba não se comprovando cientificamente:

“Os cônjuges se assemelham em questões que vão desde características físicas (altura, peso, cor da pele, circunferência do pescoço e o tamanho do lóbulo da orelha) passando por aspectos como nível educacional, renda, idade, tipo de ocupação e status socioeconômico, incluindo também características sociais e mentais como personalidade, inteligência e tipos de atitude”.

A pesquisa foi publicada este mês na revista científica Journal of Politics. Os principais aspectos que definem a formação de um casal não são a aparência ou o dinheiro como se costuma acreditar, mas as visões sobre religião e política. O terceiro aspecto mais importante é a freqüência que a pessoa ingere bebidas alcoólicas.

Entre os casais entrevistados, os relacionamento duraram entre menos de um ano até 67 anos. Isso pode indicar que cada parceiro faz uma espécie de triagem no início do relacionamento, em vez de descobrir similaridades depois de algum tempo juntos.

O professor de Ciência política John Hibbing, um dos pesquisadores, explica: “Ficamos surpresos ao descobrir que a concordância religiosa e política vem desde os primeiros anos de casamento, em vez de aumentar ao longo do tempo… Não sabemos se os casais que compartilham da mesma visão sobre religião e política são mais felizes, ou algo assim. Apenas concluímos que é algo que acontece com muito mais freqüência”.

O estudo apresenta uma lista de características que se busca nos primeiros encontros, dispostas em ordem de importância. Algo que deve ser lembrado quando você conhecer alguém em um bar ou no grupo religioso a que pertence:

Frequência à igreja
Opiniões políticas
Freqüência na ingestão de álcool
Educação
Altura
Frequência no uso de cigarros ou assemelhados
Peso
Quanto tempo dorme
Tipo físico ideal
Tipo físico real
Outra lista com questões e atitudes específicas aproximou os casais entrevistados. São opiniões que eles compartilhavam, também em ordem de importância :

Oração nas escolas
Aborto
Direitos dos homossexuais
Filmes pornôs
Pena de morte
Divórcio
Liberação das mulheres
Energia nuclear
Astrologia
Disposição para usar drogas
Arte moderna
Censura
Crença de que é melhor seguir as regras
Gostar de intimidar outras pessoas
Ter sido agradável aos pais quando criança

Fonte: Pavablog

17/05/2011

Extremistas confessam crime contra cristãos


SUDESTE ASIÁTICO –Extremistas anticristãos agrediram dois membros de uma igreja sustentada pela organização Gospel for Asia porque não concordavam com a crença em Cristo Jesus.

Um processo foi aberto junto à polícia por causa desse incidente, e os policiais apoiaram os cristãos e estavam dispostos a ajudá-los. Felizmente, os homens que cometeram a agressão confessaram o crime algum tempo depois, e disseram à polícia que não irão mais atormentar os cristãos ou agredi-los.

Os cristãos da região pediram orações:

•    Ore para que eles permaneçam firmes em sua fé no Senhor Jesus Cristo em meio às tribulações.

•    Ore para que a polícia local continue a apoiar os cristãos e a protegê-los de incidentes futuros.

•    Ore para que o Senhor transforme o coração daqueles que perseguem os cristãos, para que eles conheçam o amor de Deus.

Fonte: Portas Abertas

17/05/2011

Evangelizando crianças na Argentina


Evangelizando crianças na Argentina Há um mês a cidade de Leandro Alén, na Argentina, ganhou uma unidade do Pepe (Programa de Educação Pré-Escolar).

Segundo a coordenadora para América Latina, missionária Lídia Klava, o processo para a escolha do local começou em novembro de 2010, juntamente com o treinamento de equipes de três igrejas.

Um salão comunitário abandonado foi limpo e restaurado para a ministração das aulas.

Os pais participaram de reuniões e as inscrições dos alunos foram feitas. A missionária percebe que os responsáveis chegam um tanto desconfiados às reuniões, porque estão habituados a serem explorados e não ajudados.

“Eles chegam sedentos pelo Evangelho e carentes de amor. Os desafios são muitos. Porém, o principal é que não temos como receber a todas as crianças interessadas em participar. Mas espaço ainda é pequeno”, lamenta a missionária.

A coordenadora glorifica ao Senhor por mais uma unidade que entra como uma ferramenta para ganhar vidas para o Reino de Deus.


Fonte: JMM

17/05/2011

Pastora luterana prega com suas tatuagens


Pastora luterana prega com suas tatuagens A pastora Nadia Bolz-Weber, 42, começou a exercer sua vocação em uma igreja histórica, mas de forma não convencional. Hoje ela serve em uma igreja do Colorado, um dos Estados americanos com maior concentração de evangélicos.

Na última Páscoa ela foi convidada pregar numa cerimônia para cerca de 10 mil pessoas no famoso anfiteatro Red Rocks, onde a banda de rock U2 já gravou um disco ao vivo.

Ela tem uma grande audiência para seu sermões através de seu blog e conta no Twitter, sendo elogiada por grande parte do movimento cristão progressista americano. Ela se descreve no blog como “Uma luterana sarcástica… A espiritualidade mal-humorada de uma mulher pós-moderna… numa igreja emergente a la Lutero”.

Ela já foi garçonete e humorista de espetáculos stand up Hoje ela dirige a igreja House of All Sinners and Saints [Casa de todos os santos e pecadores], que ajudou a fundar enquanto ainda estudava no seminário Iliff School of Theology.

Embora seu público médio aos domingos seja menos de 100 membros, na grande maioria jovens, a influência exercida por ela vai muito além das paredes do templo. Bolz-Weber afirma que sua igreja é “anti-excelência e pró-participação “.

Ela afirma que não deseja ter uma mega-igreja. ”Jesus quer que você seja rico” atrai pessoas. Mas o conforto não é um dom do Espírito Santo. A mensagem que prego de “Venha e morra para si mesmo nunca vai fazer sucesso”, disse ela.

A pastora resume a missão de sua pequena igreja como “um grupo de pessoas tentando descobrir como serem litúrgicos, cristocêntricos, que lutam pela justiça social, aceitam homossexuais, uma igreja encarnada, contemplativa, irreverente, progressiva, mas profundamente enraizada na imaginação teológica “.

“Eu realmente não tenho a personalidade que se espera de um pastor”, diz ela. Ela tatuou todo o ano litúrgico nos braços e explica sua opção: “Comecei com uma imagem da Criação e do cosmos, logo abaixo vem o anjo Gabriel descendente. Isabel grávida e Zacarias estão perto da cena da Natividade: Maria, José e Jesus, juntamente com um burro e uma vaca. Em seguida, vem Jesus no deserto (Quaresma), seguido de imagens da Sexta-Feira Santa e da Crucificação. A próxima cena é o anjo e as mulheres ao túmulo vazio, na Páscoa, e a imagem final é Maria e os apóstolos com chamas na cabeça, no dia de Pentecostes. Há também imagens de Maria Madalena e da ressurreição de Lázaro, que ela afirma refletirem o que aconteceu em sua própria vida. Para ela, as tatuagens são “uma forma de colocar para fora quem somos por dentro”.

“Eu não as fiz pensando intencionalmente: “ah, com isso eu posso tentar atrair as pessoas”. Eu sou quem sou. Para mim, evangelismo é sermos autenticamente quem somos, agentes da história onde Deus nos colocou… ”

Apesar de seu visual de cantora de rock, a liturgia do culto é tradicional, com cânticos e antigos hinos tradicionais cantados a capela. Mas os membros repartem as leituras e são estimulados a criar a sua própria arte.

“Não fazemos nada realmente bem-feito”, disse ela, “mas fazemos juntos.” A maioria de seu rebanho não frequentava regularmente a igreja, quando ela começou a se reunir com eles, alguns eram ex-evangélicos feridos ou simples “curiosos”, como ela se denomina.

“Fiquei fora da igreja durante 14 anos. Eu não queria ter nada a ver com isso”, explica. “Eu odiava o cristianismo… Eu não gostava de sua arrogância.”

Quando jovem, tornou-se alcoólatra e usou drogas. Limpa e sóbria há 19 anos, ela diz que um despertar levou ao outro. Participou de outras igrejas, mas acabou escolhendo a Luterana depois de conhecer seu marido, Matthew Weber que também é pastor luterano, mas de uma linha mais conservadora. Eles casaram em 1996, e hoje tem dois filhos pré-adolescentes.

“Todos nós somos pecadores e santos ao mesmo tempo. Vivemos em resposta à graça de Deus. Ninguém está acima dos outros numa escala espiritual.”

Fonte: Pavablog

%d blogueiros gostam disto: