Igreja protestante apresentou queixa contra ex-presidente por alegadas execuções


A principal igreja protestante das Filipinas apresentou hoje queixa contra a ex-presidente do arquipélago, Gloria Macapagal Arroyo, pela sua alegada responsabilidade nas execuções extrajudiciais de 25 pessoas durante o exercício do seu mandato.
O bispo Roel Mendoza, da Igreja Unida de Cristo das Filipinas disse, depois de ter apresentado a queixa, que “só da sua igreja há mais de 25 vítimas de execuções extrajudiciais durante o mandato de Arroyo (2001-2010)”.
Mendoza salientou que a maioria das vítimas, algumas delas pastores ou coordenadores daquele grupo religioso fora de Manila, foram assassinadas entre 2004 e 2006, no início do segundo mandato de Arroyo.

Notícias Cristãs com informações da RTP

Escreva Aqui seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: