Archive for julho 7th, 2011

07/07/2011

Templos e entidades sociais podem sair da irregularidade em DF


Líderes religiosos de todo o DF aguardam solução do problema de lotes irregulares há quase duas décadas.

O governador Agnelo Queiroz divulgou, na tarde desta quarta-feira, o primeiro edital de licitação de templos e entidades de assistência social, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Líderes religiosos de todo o DF e proprietários de instituições de assistência social aguardam solução do problema de lotes irregulares há quase duas décadas.

A regularização dos terrenos ocupados por templos religiosos e entidades de assistência social faz parte das ações da política de regularização a ser implementada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Se­dhab). O objetivo é regularizar o maior número possível de templos e entidades, e assim dar um desfecho legal à problemática que se arrasta há muito tempo. Governos anteriores adotaram medidas diferentes: como a cessão do terreno às entidades sem o devido pagamento, o que criou questionamentos do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) sob a alegação de que o interesse particular não pode prevalecer sobre o público.

O secretário de Habitação, Geraldo Magela, explica: “Hoje [ontem] vamos lançar o primeiro edital para 19 áreas. A partir deste mês, vamos fazer o lançamento de um edital a cada 30 dias. São cerca de 1,8 mil lotes”. A previsão é de que no decorrer de um ano seja concluída a licitação de todos os lotes. Os ocupantes dos terrenos licitados terão preferência de compra. “Dependendo da área, o ocupante poderá pagar em até 20 anos. A novidade é que a Terracap vende normalmente com o reajuste mensal, mas vamos fazer a licitação com o reajuste anual”, enfatiza Magela. Os terrenos licitados hoje são oito no Varjão, seis no Riacho Fundo, um no Núcleo Bandeirante, um no Lago Sul e três no Plano Piloto.

As primeiras áreas a serem licitadas são da Terracap. No entanto, Magela afirma que no futuro todas as áreas públicas ocupadas desde 31 de dezembro de 2006 serão regularizadas, sendo áreas destinadas para uso público do GDF, da Terracap ou da União.

Questões precisam ser esclarecidas

O presidente da Ordem dos Ministros Evangélicos do DF (Ômega), Osésa Rodrigues, lembra que “há muito tempo a questão é um processo que está para ser resolvido e não se resolve. Tem de haver um ponto final”. Ele relembra que duas leis tentaram regularizar a situação, mas foram contestadas pelo MP. “Acho que é um anseio para os evangélicos sairem desse emaranhado em que a igreja foi incluída”. Ele ressalta que o desconto no valor dos imóveis e o longo prazo para pagamento é imprescindível, pois as instituições apontadas não têm fins lucrativos. “É preciso saber se essa licitação seria direta ou aberta. Se for aberta, as igrejas com poder financeiro alto comprariam as igrejas de menor poder. Há situações em que, mesmo se o governo jogue o preço lá embaixo, algumas igrejas não vão dar conta de comprar. Isso é uma questão que deve ficar clara na licitação”, afirma Osésa.

Fonte: Mais Comunidade

07/07/2011

Liderança gay pede cassação do registro de psicólogo de Malafaia


O pastor Silas Malafaia é formado em psicologia clínica. Os líderes gays acusam o pastor de práticas homofóbicas.

Líderes do movimento gay apresentaram ao CRP (Conselho Regional de Psicologia) do Rio de Janeiro pedido de cassação do registro profissional do pastor Silas Malafaia, 52, sob a acusação de práticas homofóbicas.

O pastor se formou em psicologia clínica e não exerce a profissão, mas faz com frequência menção a sua formação nas pregações aos fiéis.

O CFP (Conselho Federal de Psicologia), ao qual o CRP está atrelado, baixou em janeiro de 1999 resolução proibindo os psicológicos de se referirem à homossexualidade como distúrbio e também de fazer declarações em público discriminatórias contra os gays.

Malafaia é pastor da Assembleia de Deus, da subdenominação Vitória em Cristo. Ele tem se destacado por sua pregação contra o movimento reivindicatório por igualdade dos gays.

No começo do ano, ele distribuiu no Rio outdoors com a mensagem de que “Deus fez o macho e a fêmea”. Depois, em maio, em uma audiência pública na Câmara dos Deputados sobre a reforma do Estatuto das Famílias, disse que a legalização do relacionamento homoafetivo — que acabou ocorrendo — seria o primeiro passo para se aprovar “tudo o que se imaginar”, inclusive relação sexual com cachorro e cadáver. (ver vídeo)

O MP (Ministério Público) abriu inquérito para apurar se a intenção do pastor, com essas declarações, foi pregar a homofobia.

O CRP-Rio já tinha recebido no ano passado uma reclamação contra Malafaia, mas não deu em nada.

Fonte: GNotícias

07/07/2011

Polícia vai indiciar mãe suspeita de simular câncer em filha por dinheiro


O caso foi denunciado por missionárias de uma igreja evangélica de Sorocaba, no interior de São Paulo.

A mulher suspeita de simular que a filha de 4 anos tinha câncer deverá ser indiciada pela Polícia Civil pelo crime de tortura e por submissão da criança a constrangimento, como prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente. A delegada que investiga o caso, Jaqueline Coutinho, também estuda a possibilidade de pedir a prisão preventiva de Edilaine Vieira, de 20 anos.

O caso foi denunciado por missionárias de uma igreja evangélica de Sorocaba, no interior de São Paulo. Elas tinham começado uma campanha para arrecadar donativos e dinheiro para o suposto tratamento do câncer. As missionárias conseguiram uma consulta no Hospital do Câncer Infantil, onde os médicos detectaram que a criança nunca teve a doença.

A criança foi ouvida pela delegada nesta segunda-feira (4) e disse que a mãe fazia cortes com uma faca de cozinha. O laudo do Instituto Médico-Legal (IML) confirmou que as cicatrizes são de ferimentos provocados por instrumento cortante.

“Ela realmente afirma que a mãe fazia os curativos e provocou as lesões com faca. A gente observa que já foram cicatrizadas, não são lesões pequenas. Uma tem 7,5 centímetros de extensão. Lesões que, para uma pessoa leiga, seriam sugestivas de uma cirurgia prévia na região abdominal”, disse a delegada.

No depoimento, a mulher negou que tenha machucado a filha e disse saber que a menina não tinha câncer. Ela não explicou por que pediu ajuda à igreja e negou que tenha praticado violência. Ela disse que está grávida de quatro meses e admitiu que não tem condições de ficar com as crianças. A menina vítima de maus tratos e a irmã, de 2 anos, estão em um abrigo.

Fonte: G1

07/07/2011

Danielle e Cassiane em novo cd


Danielle Cristina está cheia de novidades. O seu novo CD, além de ser produzido por Jairinho Manhães, terá uma canção toda especial com a participação de Cassiane, grande nome da música gospel.

Danielle ficou feliz com a parceria. “A verdade é que ela (Cassiane) acompanhou de perto meu crescimento como cantora, sempre me apoiando”. Danielle ainda comentou sobre a importância de ter Cassiane como parte do seu ministério. “Eu a tenho como modelo pentecostal e referencial para minha vida também”.

Não é a primeira vez que essas duas vozes se unem. Danielle conta que, toda vez que Cassiane ministra o louvor em sua igreja, elas acabam cantando juntas. Porém, agora, o alcance desse dueto será maior, e o resultado promete surpreender. Ao falar do motivo do convite, Danielle pontuou a harmonia entre elas. “Temos a mesma autoridade e dinamismo”. Sobre a canção, a cantora revelou ser bem pentecostal.

O novo álbum tem lançamento previsto para outubro deste ano. Em breve, mais novidades. Este será o terceiro trabalho de Danielle pela Central Gospel. Se você ainda não adquiriu o CD Fidelidade

Fonte: Paper Blog

%d blogueiros gostam disto: