Archive for novembro 6th, 2011

06/11/2011

A Sony Music e a Bompastor fecharam parceria inédita


 A Sony Music e a Bompastor fecharam uma parceria inédita, que consiste no lançamento exclusivo, por parte da Sony Music Gospel, de produtos e/ou fonogramas do catálogo Bompastor, que é dona de um acervo histórico.

A gravadora e importadora Bompastor é uma das mais tradicionais empresas do segmento gospel no Brasil. Foi fundada por Luiz de Carvalho e hoje é presidida por seu filho Elias. É uma das mais antigas gravadoras evangélicas ainda existentes no país com sede em São Paulo.

Pra se ter uma idéia, por seu casting começaram artistas que hoje são grandes nomes do cenário gospel nacional como Prisma Brasil, Nova Voz, Paulo Cesar Baruk, Armando Filho, Luiz de Carvalho, Denise, Priscila Maciel, Onix 8, Aeroilis, Grou, Sandra Simões, Eduardo & Silvana, Makarios, Grupo Nazareno, Banda azul, Banda e voz, Cristina Mel e Cicero Nogueira, entre outros.

A gravadora também foi pioneira na distribuição dos primeiros LPs de artistas internacionais. Artistas como Jaci Velásquez, Sandi Patty, The Imperials e Amy Grant, entre outros, foram artistas que tornaram-se conhecidos no Brasil pelo trabalho da gravadora paulistana.

Maurício Soares (Diretor Executivo da Sony Gospel) contou que, “como a Sony Music vem atuando com competência na distribuição de produtos no formato físico e digital, propusemos à Bompastor a criação de produtos para que pudéssemos otimizar nossa força de vendas e divulgação”.

Ao todo serão 10 títulos com o melhor das carreiras de diversos artistas e a Sony Music será responsável pela distribuição exclusiva desta linha de CDs.

A primeira leva será composta por O Melhor de Luiz de Carvalho, Paulo César Baruk, Cristina Mel, Armando Filho, Grupo Prisma, Armando Filho e Eduardo & Silvana, sendo alguns destes artistas com 2 volumes.

Os primeiros produtos chegarão às lojas entre julho e agosto.

Fonte : RF Divulgações
06/11/2011

Pr. Malafaia responde ao movimento gay, que quer tirar seu programa de tv do ar


O movimento gay manipulou informação e se manifestou mais uma vez contra o pastor Silas Malafaia, tentando tirar o programa Vitória em Cristo do ar. O presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Toni Reis, encaminhou em 24 de outubro deste ano uma carta  à Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão, Gilda Pereira de Carvalho, acusando o pastor de incitar violência contra os homossexuais. O ofício também foi enviado ao Ministro de Comunicação, Paulo Bernardo. Após tomar conhecimento do fato, Malafaia gravou um vídeo resposta, que pode ser assistido  a seguir.

O argumento utilizado pelo ABGLT foi um vídeo divulgado recentemente na internet que manipula as declarações do pastor Malafaia no programa Vitória em Cristo exibido no último 2 de julho. Na ocasião, o apresentador criticou a atitude dos organizadores da Parada Gay em São Paulo, que ridicularizaram os católicos, e pediu para a Igreja Católica não se calar diante da baixaria. Mas suas palavras foram editadas e colocadas fora de contexto.

Assista ao vídeo ORIGINAL na íntegra – programa exibido dia 2 de julho de 2011 :

Este é o vídeo MANIPULADO pelo movimento gay, dizendo, enganosamente, que o programa foi exibido na semana passada:

Diante dessas calúnias, o pastor Silas Malafaia pede para você não ficar calado. Envie e-mail para a Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão (pfdc@pgr.mpf.gov.br) e para o Ministro da Comunicação (gabinete@mc.gov.br). Informe que o movimento gay manipulou um vídeo para tentar incriminar o pastor Silas Malafaia e que devem assistir ao vídeo original no sitewww.verdadegospel.com. O próprio pastor já encaminhou uma carta para as duas autoridades.

Fonte Verdade Gospel.

06/11/2011

Bíblia em anime é sucesso entre crianças norte-americanas


Bíblia em anime é sucesso entre crianças norte-americanas

Em tempos de internet, parece cada vez mais difícil fazer as crianças lerem. Vê-los ler as Escrituras seria quase um milagre. Mas uma editora nova está tentando trazer um renovo para os filhos dos cristãos, fazendo com que eles se divirtam lendo as histórias da Bíblia.

A editora Green Egg lançou um conjunto uma série de livros chamada The Power Bible [A Bíblia do Poder]. São histórias em quadrinhos no estilo anime, sucesso no Japão que conquistou crianças do mundo todo. Agora as histórias e personagens do Antigo e do Novo Testamento estarão mais acessíveis para o público infantil e num formato que os agrada.

Gary Kim, editor e diretor executivo da Green Egg ressalta que a editora primou para que histórias fossem “viva, emocionante e agradassem todas as crianças”.

A opção pela arte em estilo asiático se mostrou acertada pelo sucesso que esse tipo de desenho tem feito em desenhos animados do momento. Os artistas da Power Bible são naturais da Coréia do Sul. Os editores escolheram falar sobre os personagens mais populares dos livros bíblicos, desde Adão, Noé, Moisés, Davi até Cristo, seus discípulos e o apóstolo Paulo.

As primeiras edições venderam bem na Coréia e agora serão lançadas em outras línguas. Kim diz que os livros não substituem a leitura da Bíblia, mas despertam a curiosidade. Assim as crianças terão uma visão mais ampla das Escrituras e verão como as coisas “se encaixam”. Os livros apresentam as referências bíblicas para ajudar os pais que desejam ler as histórias para os filhos com mais detalhes diretamente de suas Bíblias.

Levou cinco anos para os livros serem traduzidos e editados em inglês, base do material que será agora traduzido e lançado em várias outras línguas. A editora explica que precisou adaptar ao estilo ocidental, fazendo correções e mudando alguns gráficos. Por exemplo, na versão coreana os livros mostram muito de sangue na história de Caim matando Abel. Temendo a reação de pais mais conservadores, removeram algumas imagens, mas permaneceram fiéis à Bíblia.

A escolha pelo formato de quadrinhos pareceu acertada, porque com menos texto, as crianças mais novas conseguirão entender melhor. A Power Bible se encaixa perfeitamente na missão da Green Egg, que visa educar e evangelizar crianças pequenas. Fundada no início de 2011, eles querem que seus produtos consigam comunicar as verdades bíblicas para as crianças de hoje.

Uma mãe de New York enviou o seguinte testemunho para o site da empresa, “Meus dois filhos, com idades entre 3 e 5, sempre pedem para eu ler algo para eles antes de dormir. Com a PowerBible eles passaram a gostar de ver e ouvir as histórias da Criação e sobre os patriarcas. Agora estão fazendo muitas perguntas sobre Deus e que liga o Deus da Bíblia com as nossas vidas”.

Traduzida e Adaptada por Gospel Prime de Marketwatch

Fonte: Gospel Prime

06/11/2011

Ex-seminaristas católicos são batizados em Moçambique


Ex-seminaristas católicos são batizados em MoçambiqueFormácio e Anacleto são dois irmãos em Cristo que estavam no último ano do Seminário Menor, em Maputo/Moçambique, e se converteram a Cristo. Este seminário é voltado para a formação de padres.

O fascinante da história foi a maneira como os dois irmão tiveram contato com a mensagem de Cristo. O primeiro irmão, Formácio, estava navegando na internet, sem muita habilidade ainda, quando viu algo sobre Jesus na sua tela, resolveu clicar e entrou no site de uma missão de evangelização pela internet (Global Media Outrech).

Formácio escreveu um e-mail para aquela missão, que foi encaminhado para a irmã Rosa Luiza, da Primeira Igreja Batista de Campinas/SP, voluntária da instituição. Ela iniciou os primeiros contatos com Formácio.

Enquanto Formácio se correspondia com a irmã Rosa, seu amigo, que naquele tempo não era tão amigo, observava curioso. Desejoso de saber a respeito, começou também a se corresponder com ela. Depois de muitas perguntas, tudo por e-mail, eles aceitaram o Cristo que os evangelhos apresentam.

A irmã Rosa Luiza procurou por missionários que estvissem em Moçambique e enviou e-mail para o casal da Junta de Missões Mundiais, pastor Edvaldo e Adriana Marcolino, que trabalham em Maputo. Eles fizeram os primeiros contatos e os dois novos irmãos em Cristo foram a uma igreja evangélica pela primeira vez.

Eles estavam mesmo decididos a seguir o Evangelho, mas como ainda estavam no seminário católico, tinham que dar explicação sobre as saídas aos domingos. Veio então a difícil decisão de deixarem o seminário, uma vez que não fazia mais sentido estar ali.

Eles decidiram voltar para Nampula, sua terra natal. Novamente a irmã brasileira procurou novos contatos para apoio aos irmãos e me enviou e-mail. Naquela época, estávamos no Brasil para férias e promoção e enviamos o endereço do pastor Tomé Charles, pastor moçambicano da Primeira Igreja de Nampula. Ele fez contato com Formácio e Anacleto e os levou à igreja. Os dois rapazes começaram a frequentar a igreja de Nampula e se prepararem para o batismo.

Chegado o dia do batismo, depois de passarem pela classe de doutrinamento, eles disseram às voluntárias, que naquele tempo já eram duas, irmã Rosa Luiza e irmã Mércia, que precisavam de seu apoio. Elas muito se alegraram com a notícia e viajaram de Campinas para Nampula para presenciar, no dia 30 de outubro, o batismo dos novos irmãos em Cristo.

Os novos irmãos tem tido muita alegria com a nova família em Cristo. “Temos trabalhado com eles para reorientação da sua vocação. Cremos que poderão ser uma grande força para a obra em Moçambique, que tem um grande déficit de líderes”, afirma o pastor.


Fonte: Junta de Missões Mundial / CPADNews

06/11/2011

Filme cristão é produzido pelos jovens da AD Imperatriz do Maranhão


Primeiro filme produzido pela AD terá lançamento no dia 23 de novembro

Filme cristão é produzido pelos jovens da AD Imperatriz do Maranhão Uma pesquisa norte-americana mostrou que 58% dos jovens cristãos nos Estados Unidos se afastaram da Igreja ao ingressar na Universidade. A pesquisa, também realizada no Brasil, apontou o mesmo e preocupante índice.

Com o resultado da pesquisa em mãos, o jovem Luaran Lins, da Assembleia de Deus em Imperatriz (MA), liderada pelo pastor Raul Cavalcante, passou a pedir a Deus um projeto que pudesse, de alguma forma, ajudar estes jovens a voltarem ao primeiro amor e despertá-los para uma vida de santificação e renúncia.

Com a direção de Deus, surgiu o projeto de produção de um longametragem que mostrasse exatamente o que acontece com a maioria dos jovens quando ingressam no nível superior. “Renúncia: suas escolhas definem seu futuro” conta a história de Nanda, uma jovem cristã que ao entrar na universidade conhece um mundo diferente, do álcool, das drogas, sexo e luxúria, distanciando-se da sua fé cristã. A partir daí a trama se desenrola de maneira a manter o telespectador ligado na tela e de forma a atentá-lo para a importância de uma vida pautada nos ensinamentos bíblicos, e de que nossas escolhas definem nosso futuro.

Renúncia é o primeiro longametragem produzido pela Assembleia de Deus no Brasil e totalmente gravado em Imperatriz do Maranhão.  Segundo pastor Raul Cavalcante, um homem apaixonado pela evangelização mundial e grande incentivador do Projeto, o filme Renúncia será um marco para a cidade de Imperatriz e para o Brasil. “Creio que milhares de pessoas, principalmente os jovens, serão tocados por este filme e despertados para um grande mover de Deus nestes últimos dias”.

Roteiro e produção 

Com o roteiro elaborado, Luaran foi atrás de alguém que pudesse aceitar o desafio de produzir o filme. Ele conta que, inspirado por Deus, entrou em contato com um amigo da igreja, Gildásio Amorim, que é editor de vídeo, para então dar início ao ousado e pioneiro projeto. “Ele logo topou o desafio e partimos para a produção do longametragem”, conta.

De acordo com Luaran, o orçamento de um filme desse porte é de, no mínimo, R$400 mil. No entanto, a equipe formada por 300 pessoas, entre produtores, técnicos, atores e figurantes, atuou voluntariamente e o orçamento final ficou em torno de R$60mil. “O baixo orçamento não foi empecilho para que fôssemos muito criteriosos na qualidade do projeto e para apresentar ao Brasil um filme de alta qualidade”, enfatiza o roteirista do filme.

Da concepção da ideia até a finalização do filme foram cerca de dois anos e sete meses. Segundo Luaran, foram mais de cem horas de gravação que resultou em 84 minutos de filme. As gravações levaram em torno de um ano e meio e a equipe teve o auxílio do Corpo de Bombeiros, SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Polícia Militar.

Para Luaran, apesar das dificuldades iniciais, o resultado está surpreendente. “Não estamos em busca de sucesso ou fama, mas de sermos, verdadeiramente, atalaias de Cristo em nossa geração”.

Lançamento

O lançamento acontece no dia 23 de novembro, no Auditório do Palácio do Comércio, em Imperatriz. A partir daí, o filme será distribuído pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD).

Com o lançamento, a equipe distribuirá ainda o livro Renúncia, com a história do filme, e o CD, com a trilha sonora do projeto cantada pelo Ministério de Louvor Geração do Avivamento, da AD Imperatriz.

De acordo com Luaran Lins, “o objetivo é que o filme percorra todo o país como instrumento de evangelização, principalmente, nas escolas e faculdades”.

Assista o trailler


Por Sandra Freitas

 

06/11/2011

Corais norte-americanos inspiram jovens cariocas a montarem grupos de canto


Jovens evangélicos da Zona Norte do Rio de Janeiro voltaram a formar corais para resgatar a arte de cantar em grupo nas igrejas, se inspirando nos corais gospels norte-americanos da década de 70.

A igreja Batista Nova Peniel da Barra da Tijuca organizou há quatro anos um culto de talentos que formou um pequeno coral chamado de Divine Soul. Liderados por Luciana Araújo Paulino, 23 anos, hoje esse coral cresceu e mudou de nome, passando a ser o Ministério Israel Coral.

“Estamos unidos por um ideal, que é louvar ao Senhor e reacender a arte do canto Coral, que está se perdendo no decorrer dos anos”, diz Luciana para o jornal O Dia.

A jovem participa de vários workshops para incentivar a formação de corais nas igrejas, treinando novos líderes para exercer esse ministério. Fora isso, o Israel Coral também participa de eventos e se apresenta em diversas igrejas cariocas.

Agora o grupo planeja gravar um CD e DVD com composições próprias, mas espera contato de uma gravadora gospel. Uma das músicas mais esperadas para entrar nessa produção é “Vai Moisés” escrita por Daniela Araújo que assina a maioria das canções do coral. “Fico muito feliz e emocionada ao ouvir as minhas composições na boca do povo de Deus. É muito gratificante”, diz.

O “Black Choir”, do inglês, coral negro é um estilo musical nascido nos guetos americanos que foi levado para as igrejas dos negros dos Estados Unidos na década de 50 e se espalhou por todo o mundo.

Além do Israel Coral temos outros representantes do gênero no país como o Raiz Coral e o Coral Resgate, esses grupos inspiram dezenas de outros corais em todo o país, incluindo a Soul music no repertório evangélico.

%d blogueiros gostam disto: