Archive for março 19th, 2012

19/03/2012

Thalles Roberto recebe 3 Discos de Ouro e 1 de Diamante


O cantor Thalles Roberto foi surpreendido durante um show para receber três Discos de Ouro e um Disco de Platina. A entrega desses certificados foi feita pelo produtor Doninha e por Ana Paula Porto, da Graça Music.

Os prêmios foram entregues pela vendagem dos CDs e DVDs do cantor que tem feito muito sucesso no Brasil. Foram 40 mil cópias do CD “Uma história escrita pelo dedo de Deus” Volume I, outro pelas 40 mil cópias do CD Volume 2, e o terceiro pela vendagem de 25 mil cópias do DVD “Uma história escrita pelo dedo de Deus”.

Ana Paula Porto explica que assim que a gravadora recebeu o Open in new windowcertificado de vendas do DVD foi informada de que o cantor também atingiu 50 mil cópias, tendo o direito de receber o Disco de Diamante, o que deixou o cantor bastante emocionado.

“Eu não entrego o meu coração a nenhuma ponta de vaidade”, disse ele que completou dizendo que “todas as vezes que alguém tomou uma posição diante do Espírito Santo Deus assume um compromisso com essa pessoa”.

Thalles também comentou que no começo muitas pessoas falaram que suas canções não seriam cantadas por não fazerem parte do formato do mercado. Mas hoje ele é um dos maiores artistas do gospel, tendo feito shows em diversas partes do país, e suas canções estão entre as mais executadas nas rádios.

O primeiro CD gospel de Thalles Roberto foi lançado em 2009 com o título “Na Sala do Pai” e a música ‘Deus do Impossível’ fez grande sucesso pelo país. O DVD de mesmo nome seguiu o mesmo sucesso, mas não alcançaram vendagens tão altas. Em 2011 ele relançou o CD “Raízes” com regravações de grandes hinos evangélicos.

Ainda em 2011 o cantor lançou os dois volumes do CD “Uma história escrita pelo dedo de Deus” e também o DVD duplo, que marcaram uma nova etapa no ministério de Thalles que além de músico, também foi ungido como pastor.

Assista:

19/03/2012

Faculdade paga “dízimo” a igrejas que indicarem universitários


 Faculdade paga “dízimo” a igrejas que indicarem universitários

Ministério da Educação vê indícios de irregularidades em cobrança diferenciada de mensalidades para alunos do Fies. Em contrato, instituição se compromete a passar 10% do valor recebido do governo a igrejas que indicam estudantes.

Um dos maiores grupos de ensino de São Paulo, a União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo (Uniesp) reúne 43 faculdades. Segundo a Folha de São Paulo, a instituição tem assinado convênios onde as igrejas que lhe indicarem universitários recebem uma espécie de “dízimo” em troca. Ou seja, Uniesp repassa 10% do que receber do Fies (financiamento estudantil federal) por aluno indicado pelas instituições religiosas que aderiram ao programa da União.

Segundo a Uniesp, 2.000 estudantes já foram matriculados por meio desse tipo de convênio. Dos 65 mil estudantes do grupo, 12,5 mil se beneficiam do Fies. Para a UNIESP, os convênios com igrejas geram envolvimento com essas entidades e isso ajudaria a chamar alunos mais pobres.
A prática do “dízimo” se estende aos indicados que aderirem ao programa Escola da Família, do governo de São Paulo. Neste projeto, o Estado paga 50% das mensalidades de alunos que ajudem as escolas públicas de ensino básico. A Uniesp tem 2.850 alunos inscritos no “Escola da Família”.

Fernando Costa, presidente da Uniesp, explica que o repasse de dízimo serve para que “exista um envolvimento entre a igreja e a instituição. É uma relação de parceria que nós temos”. Também afirma que essa parceria com igrejas de diversos tipos de credo tem como objetivo promover o ingresso de alunos carentes no ensino superior.

A Secretaria de Educação de São Paulo explica que o programa “não prevê terceirização de serviços nem repasse de recursos para entidades não credenciadas” e que vai apurar o caso.
Enquanto isso, o Ministério da Educação também investigará como a escola usa as verbas do financiamento.

Há indícios de irregularidades, pois as mensalidades dos beneficiários do Fies são até três vezes superiores às dos demais estudantes. Tal prática é proibida por lei. No programa do Fies, as mensalidades são pagas pela União e os alunos devolvem o montante após a formatura.

As entidades religiosas que assinaram o convênio se comprometeram a indicar estudantes apenas à Uniesp. Ao mesmo tempo, procuram estimular a transferência de membros matriculados em outras faculdades para o grupo paulista. Esse repasse seria um “dízimo em favor da construção da obra de Deus”.

O grupo educacional não informa quais instituições religiosas indicaram os 2.000 estudantes captados por meio dessa parceria, mas no site da UNIESP, há uma relação de entidades conveniadas. Estão listadas 25 igrejas, evangélicas, adventistas e católicas. Entre elas estão a Paróquia São Francisco de Assis, igreja católica de Presidente Prudente, as Pentecostais Jesus Vem e Vencemos pela Fé, da capital, além de várias Assembleias de Deus. A página, porém, não explica a quais delas a universidade faz o pagamento de dízimo.

A reportagem da Folha perguntou à Costa se não ia contra o interesse dos alunos a Uniesp exigir exclusividade na indicação de fiéis pelas igrejas. Ele afirmou que a prática ocorre também entre outras igrejas e universidades.
“Nossa instituição tem uma responsabilidade social e também a missão de levar ao ensino superior as camadas mais humildes de nossa população”, disse a universidade em nota oficial.

Segundo o Ministério da Educação, a Uniesp já foi proibida, em 17 de suas 43 faculdades, de oferecer o Fies (financiamento estudantil federal). A proibição ocorreu quando se constatou que a instituição usou cursos cadastrados no Fies para conseguir financiamento para alunos de cursos que não estavam habilitados no programa. Financiadora do programa federal, a Caixa Econômica Federal classificou a situação como “fraude”.

Além disso, a UNIESP precisará explicar porque os alunos que cursam a Universidade pelo FIES acabam pagando mais caro pelo curso, em algumas unidades a diferença é de quase 300%.

Com informações Folha de São Paulo

Fonte: Gospel Prime

19/03/2012

Guerra Nada Santa ( Edir Macedo e Valdomiro Santiago)


Documentos obtidos pelo Domingo Espetacular, da Rede Record, comprovam que o apóstolo Valdomiro Santiago (foto) comprou várias fazendas no Pantanal (MT) com dinheiro da igreja.

Neste domingo, durante mais de 30 minutos foi apresentada uma reportagem investigativa no programa Domingo Espetacular, exibido pela Rede Record. O teor usado pela emissora foi de denunciar as irregularidades no que diz respeito ao uso das finanças da Igreja Mundial do Poder de Deus, na pessoa do seu presidente, o apóstolo Valdomiro Santiago. Desde a chamada, avisou-se que seriam revelados os “segredos” do apóstolo.

O repórter Marcelo Rezende usou imagens da internet para contrastar os apelos do líder da IMPD com os bens que estão em seu nome no Estado do Mato Grosso. Trata-se de duas fazendas avaliadas em 50 milhões de reais.

Adquiridas no ano passado, com dinheiro da igreja e agora em nome de Valdomiro Santiago e sua esposa, a bispa Francileia de Oliveira, as fazendas Santo Antônio do Itiquira e Formosa estão localizadas na cidade de Santo Antônio do Leverger.

Usadas para atividade pecuária, estima-se que existem ao todo 5000 cabeças de gado, avaliados em R$ 6,5 milhões de reais. Além disso, a reportagem da Record mostrou outros bens pertencentes ao apóstolo, como jatinhos, helicópteros e carros de luxo.

Entre as acusações feitas a Valdomiro estão, principalmente, a de enriquecimento ilícito e de lavagem de dinheiro. Como no Brasil as igrejas são isentas de impostos e não precisam prestar contas ao governo de suas arrecadações, aparentemente a IMPD precisou usar “laranjas” para adquirir esses e outros bens.

Segundo mostrou a matéria do Domingo Espetacular, Valdomiro e Francileia são os sócios majoritários da empresa W S Music, cujo procurador e Nicanor de Oliveira, irmão do apóstolo e administrador das fazendas.

Uma vez que a WS Music tem como valor declarado 50 mil reais, seria impossível ter capital suficiente para adquirir as duas propriedades rurais, uma custando 29 milhões e a outra 20 milhões. No total, as duas fazendas totalizam 26.134 hectares, quase duas vezes o tamanho de Jerusalém, capital de Israel.

Marcelo Rezende afirmou que a matéria demorou quatro meses para ser preparada e que foi necessária muita investigação. Também foi dada a Valdomiro a oportunidade de se explicar, mas ele não atendeu a equipe da Rede Record.

Ficou claro durante a exibição do material a rivalidade existente entre os dois líderes, pois em vários momentos foram mostradas as provocações de Valdomiro na TV ao falar de Edir Macedo. Também se evidenciou a rivalidade das igrejas que muitas vezes ocupam prédios na mesma rua ou até mesmo vizinhos.

A Igreja Universal alega que desde que saiu dos seus quadros, em 1998, Valdomiro tem recrutado ex-pastores da igreja e tentado atrair as mesmas pessoas.

Entre as muitas acusações e perguntas sem resposta, o Domingo Espetacular mostrou que Valdomiro foi preso em 2003 por transportar ilegalmente armas e munição. Também lembrou o episódio em que três pastores da IMPD foram presos, em 2010, acusados de tráfico internacional de armas. Afirmou-se que o destino dessas armas seriam os traficantes de drogas do Rio de Janeiro, que teriam uma ligação com a igreja.

Também foi exibida a situação de mais de 50 templos da IMPD que estariam com ordens de despejo por falta de pagamento. Donos dos imóveis foram entrevistados e também um jurista que pediu publicamente que a Receita Federal investigue Valdmiro e a sua igreja.

Para os expectadores do programa ficou claro que o uso das imagens do apóstolo pedindo dinheiro na televisão e a comprovação de sua riqueza estão ligadas. Várias vezes ele foi chamado de “mentiroso” e tentou-se desqualificar suas credenciais como sacerdote, por estar se beneficiando da fé alheia para proveito próprio. No final da matéria, ficou o aviso “a Rede Record vai continuar investigando”, o que indica que nos próximos domingos pode haver mais “segredos revelados”.

O assunto tomou conta das redes sociais e no Twitter 5 termos relacionados estavam entre os “assuntos do momento” (TTs). Centenas de comentários criticavam Valdomiro e muita gente também recriminava Edir Macedo. Uma das definições mais comum era #guerraNADAsanta.

19/03/2012

Antes Perseguido Hoje é Perseguidor


A “guerra santa” que tem sido criada entre a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e a Igreja Mundial do Poder de Deus (IMPD) chegou à televisão com matéria especial com Valdomiro Santiago.

A IURD deverá usar seu grupo de comunicação, a Rede Record e o portal R7, para fazer denúncias sobre o apóstolo Valdomiro Santiago.
Um vídeo divulgado na TV e na internet, promete: “No Domingo Espetacular você vai ver quais os segredos, as histórias desconhecidas e as revelações impressionantes do apóstolo da TV”.

A sequência de imagens não deixa dúvida que a reportagem “exclusiva e imperdível” deverá criar tanta polêmica quanto à exibida no final do ano passado, sobre o cair no Espírito.

Na ocasião, a Rede Record mostrou entrevistas polêmicas, que ofenderam a maioria das igrejas pentecostais do Brasil. O assunto logo tomou conta das redes sociais e a hashtag #vergonhaRecord foi um dos assuntos mais comentados do mundo no Twitter naquele domingo.

A repercussão foi bastante negativa e líderes conhecidos como Marco Feliciano se pronunciaram contrários ao teor do programa.

“A IURD vive um tempo de decadência. Eles ganham almas, mas não são hospital, são pronto socorro. Após se converterem lá as pessoas vem para o Pentecostalismo, que tem uma resposta carismática com devoção bíblica e crença no sobrenatural”, disse Feliciano.

O pastor Silas Malafaia classificou os 40 minutos dedicados ao assunto pela Record como “palhaçada”.

Para quem acompanha os últimos acontecimentos envolvendo Edir Macedo e Valdomiro Santiago, não deve ser surpresa o que deve ser mostrado neste domingo (18).

Na semana passada, o bispo usou seu blog para criticar abertamente o apóstolo. Os ânimos estão acirrados desde que pessoas supostamente possessas por demônios foram ouvidas durante cultos na Igreja Universal do Reino de Deus afirmando que Valdomiro Santiago era influenciado pelo maligno e que espíritos imundos “atuavam na Mundial”.

Edir Macedo chegou a afirmar que o fundador da Igreja Mundial, deixou que um “espírito imundo” ocupasse o seu coração. Mas ressaltou que perdoava Valdomiro.

A resposta do apóstolo Santiago foi usar o mesmo recurso, afirmando que perdoava seus acusadores, referindo-se ao líderes da IURD.

Valdemiro Santiago foi bispo da IURD até decidir, em 1998, fundar a Igreja Mundial do Poder de Deus, ministério que hoje já tem quase 4.000 templos e uma grande quantidade de horas compradas em emissoras de TV.

A reportagem do Domingo Espetacular vai ao ar neste domingo, às 20h40, logo após o Programa do Gugu.

Fonte: Gospel Prime

%d blogueiros gostam disto: