Aumenta o número de jovens chineses que se casam na igreja


Aumenta o número de jovens chineses que se casam na igreja A população cristã ainda é a minoria na China, mas isso não tem impedido que o número de casamentos feitos na igreja cresça cada vez mais. As cerimônias religiosas estão aumentando em todo o país, atraindo até mesmo casais onde um dos cônjuges não é cristão.

“Até 2008 não podíamos celebrar o casamento de quem não estivesse registrado na igreja”, disse Fan Guoxing, pastor da Igreja Cristã de Haidian, em Pequim. “Agora as normas estão mais relaxadas e celebro umas 40 bodas por ano, a metade entre não crentes”, continua.

O padre Xie Hongxia, que realiza as cerimônias de casamento na diocese de Chengdú, em Sichuán, sudoeste da China, estima que entre 70 ou 90% dos casamentos celebrados por ele ao longo do ano são entre casais não cristãos.

Quem exemplifica esse aumento de casamentos religiosos entre casais não cristãos é o casal Wang Manshu e Jiang Jin que se casaram em 12 de fevereiro na igreja de Haidian. “Nós estávamos preocupados que o nosso pedido fosse negado, mas nos sentimos muito felizes quando eles aceitaram fazer nosso casamento”, disse o noivo.

Wang, 35 anos, acredita que os jovens precisam de uma cerimônia especial. “Nossos corações ficam purificados e nos ajuda a encontrar uma conexão mais profunda”, disse ele.

Wang e Jiang gastaram cerca de 940 dólares para realizar o casamento contando com o custo da igreja, o pastor, a decoração e com o coral. Mas para eles não importa o valor, pois as bodas tradicionais na China são muito complicadas. “Ainda que seja mais caro, a igreja não é uma bagunça”, disse o noivo.

Bodas religiosas aproximam os convidados das crenças cristãs

O mais importante desse aumento de casamentos religiosos é que tem feito com que muitas pessoas passem a conhecer o cristianismo, ou ao menos um culto religioso. O tio da noiva, Wang Tianyu, 65 anos, nunca tinha entrado em uma igreja até a data do casamento.

“Os jovens estão se casando e divorciando muito rápido hoje em dia. Quem sabe com uma boda solene realizada em uma igreja não lhes ajude a levar o matrimonio com mais seriedade”, disse ele.

Outro convidado que nunca tinha entrado em uma igreja foi Zhang Xing, convidado do noivo, ele estava bem nervoso no dia do casamento, mas se controlou para não sair e fumar. “Estava incomodado, queria fumar, mas pensei melhor e aguentei. Em um casamento chinês a gente conversa, caminha de um lado para o outro e faz brincadeiras sobre os recém casados, mas em uma igreja tem que se comportar”, disse ele.

É por casos como esse que muitos párocos estão contentes por ter suas igrejas sendo visitadas por não crentes. “Alguns cristãos estão expressando sua objeção para a celebração de casais que não freqüentam nossa igreja, mas ao fazê-lo, muitos tomam contato com as nossas crenças”, explica o pastor Guoxing.

Uma voluntária da Catedral de Sur, Ma Qing, conta que os interessados podem encontrar todas as informações sobre a cerimônia religiosa na própria igreja e testemunha que muitos casais depois de se casarem na catedral voltam para se batizar.

Traduzido de China Daily

Anúncios

Escreva Aqui seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: