Archive for agosto 28th, 2012

28/08/2012

Médicos querem impedir que religião afete as decisões de pacientes


Médicos querem impedir que religião afete as decisões de pacientes Em um artigo publicado no Journal of Medical Ethics, médicos ingleses alertam que as famílias com esperanças infundadas de uma recuperação “milagrosa” estão forçando seus filhos a tratamentos agressivos, mas inúteis. Para os doutores Joe Brierley e Andy Petroseles, do Hospital Great Ormond Street, os pais que confiam na intervenção divina, contrariando a opinião dos médicos, deveriam ser impedidos. Curiosamente, o apelo tem o apoio do capelão do hospital, o reverendo Jim Linthicum.

Os médicos são especialistas da unidade de terapia intensiva neonatal do Hospital Great Ormond Street, em Londres. Seu artigo usa um levantamento feito entre 203 casos que eles acompanharam, quando os pais foram informados que as máquinas que mantinham as crianças vivas deveriam ser desligadas, pois não havia chance de recuperação.

Os autores revelaram que em 186 casos (70%) as famílias concordaram com os médicos. Em 17 casos, os pais insistiram em continuar o tratamento, mesmo após longas discussões sobre a probabilidade de mudança no quadro, o que de fato não ocorreu. Em 11 deles, a religião foi o principal fator a influenciar sua decisão.

Alguns dos casos só foram resolvidos depois que os líderes religiosos ajudaram a convencer os pais a desligar as máquinas. Um desses casos só foi resolvido na Suprema Corte. Mas houve situações onde não se chegou a um acordo, pois os pais estavam esperando um “milagre” até o último segundo, disseram Joe Brierley e Andy Petroseles.

“Embora seja vital apoiar as famílias em situações tão difíceis, estamos cada vez mais preocupados que a crença profundamente arraigada na religião pode levar crianças a sofrerem desnecessariamente por causa da expectativa de intervenção milagrosa de seus pais”, advertem os autores. “Em muitos casos, as crianças sobre as quais pesam essas decisões são demasiadamente jovens para concordarem ou discordarem das crenças religiosas de seus pais”.

Citando exemplos de tratamentos que presenciara, eles argumentaram que os pais que insistem que as crianças sofram sem esperança de uma cura científica deveriam ser acusados de tortura. “Passar a vida inteira ligada a uma máquina, tendo todas as funções corporais supervisionadas e higienizadas por um cuidador ou parente, não oferece qualquer dignidade ou privacidade para a criança ou adulto é algo claramente desumano”, argumentaram.

A lei inglesa deixa claro que a opinião dos pais é determinante, mas os médicos ressaltam que
os casos analisados incluíam famílias muçulmanas, judias e católicas, o maior foram os provenientes de grupos cristãos evangélicos, classificados por ele como “fundamentalistas”.

O Dr. Petros diz que essa parece ser uma situação cada vez mais comum, pois esses pais geralmente não aceitam debater suas crenças religiosas nem participar de reuniões para tentar reconciliar as diferenças.

Keith Wood Porteous, diretor-executivo da National Secular Society, disse: “Esta é provavelmente a situação mais terrível para qualquer pai, mas a experiência e os conselhos dos médicos não deve ser ignorados pelas famílias religiosas, No entanto eles são muito resistentes”.

Charles Foster, especialista jurídico da Universidade de Oxford, argumenta que não ignorar o lugar da religião na vida e nas decisões tomadas pelas famílias. “Eles [os médicos] parecem pensar que existe algum tipo de mandato democrático que lhes dá o direito de impor seus valores seculares sobre todo mundo”.

Traduzido de The Telegraph

28/08/2012

Jornal afirma que Kaká tem sido humilhado pelo técnico do Real Madrid


Jornal afirma que Kaká tem sido humilhado pelo técnico do Real Madrid O jornal El País publicou no último sábado (25) que Kaká tem sido humilhado pelo técnico do Real Madrid, José Mourinho, e que este teria afirmado que deseja que o brasileiro saia da Europa para jogar “no terceiro mundo do futebol”.

Mas o brasileiro, como cristão, tem evitado bater de frente com o técnico do time. Mesmo com tantas provocações ele sorri para a equipe e finge que nada está acontecendo. A atitude de Kaká chegou a ganhar um apelido dos outros jogadores: “la sonrisa Profident”, o que no Brasil seria o termo “sorriso Colgate”.

Ao que parece Kaká sorri quando é deixado de lado nos jogos, quando é chamado nos últimos minutos das partidas e até mesmo quando não é convocado. A seus colegas próximos o ex-presbítero da Igreja Renascer teria dito que Mourinho é “uma má pessoa”, mas mesmo assim continua evitando desentendimento.

A publicação espanhola garante que Kaká chegou a pedir para voltar para o Milan, mas a resposta do treinador foi negativa. Mourinho só pretende permitir que o brasileiro seja comprado por um time do Brasil ou pelos Estados Unidos.

“Ele só quer que eu vá para o terceiro mundo do futebol”, lamentou Kaká que teria seu salário reduzido. Desde que foi comprado pelo time espanhol o jogador perdeu em muito sua qualidade, gerando prejuízo ao time que pagou 65 milhões de euros por ele.

Fonte: Gospel Prime

28/08/2012

Padre pretende reabrir cervejaria que funcionava no prédio da igreja em Juiz de Fora


Padre pretende reabrir cervejaria que funcionava no prédio da igreja em Juiz de Fora A população da cidade de Juiz de Fora talvez não saiba, mas no porão da Igreja Nossa Senhora da Glória funcionava uma pequena fábrica de cerveja trazida pelos padres holandeses da ordem redentorista no final do século 19.

No comando da igreja desde 2010, o padre Flávio Leonardo tem planos de reabrir a cervejaria e voltar a produzir a bebida que tem até uma oração na cartilha dos redentoristas. “Abençoai, Senhor, esta criatura, a cerveja, que vos dignastes produzir do melhor lúpulo, para que seja remédio saudável ao gênero humano”, diz trecho da reza.

A cervejaria era exclusiva para consumo dos religiosos, não tendo seus produtos comercializados. Ela funcionou entre 1894 e 1994, tendo sempre uma pessoa designada para a produção da cerveja.

Como a região tem muitos profissionais habilidosos para trabalhar com a bebida, os cervejeiros estão apoiando o padre, já que a cidade mineira foi a porta de entrada para o produto.

O valor histórico dessa pequena cervejaria é muito grande, pois os redentoristas trouxeram apenas cinco cervejarias para o Brasil, mas apenas esta de Juiz de Fora foi preservada. No mundo todo há oito mosteiros que produzem cerveja, seis deles estão na Bélgica e os outros dois estão na Áustria e na Holanda.

Com informações O Povo

28/08/2012

Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico


Culto dos Príncipes e das Princesas são destaque no Fantástico O programa Fantástico deste domingo (26) destacou a abstinência sexual pregada no Culto dos Príncipes e das Princesas. Dirigidos por Cláudio Brinco e Sarah Sheeva, as reuniões incentivam jovens solteiros a manter a virgindade até o casamento.

“Se você beijar na boca de língua, vai acontecer alguma coisa. Vai acender um fogo que talvez você não consiga apagar”, alertou o pastor Brinco. Ele é missionário da igreja e casado há sete anos com Nãna Shara.

“Muita gente fala assim, esse nome príncipe, meio esquisito, um monte de macho junto. Um bando de homem junto”, diz o pastor no culto. “O que eles ouvem lá é quase uma aula sobre como tratar uma mulher”.

“Quando eu conheci a Nana eu era do mundão, posso dizer que eu era da pá virada, cachorrão mesmo, pegava geral. Aí quando eu encontrei a Nana pensei assim: ‘essa vai ser mais uma’. Aí ela falou para mim: ‘comigo não, meu irmão, sexo comigo só depois do casamento’”, contou ele. “Nós ficamos um ano e oito meses nos guardando, sem ter sexo, até nos casar”, acrescentou Nãna.

Já o Culto das Princesas, que acontece há um ano, é dirigido por Sara Sheeva, irmã de Nana Shara e cunhada de Claudio. As participantes da reunião já têm até um grito de guerra “Eu sou princesa, eu sou princesa, fora cachorrada”.

“Os príncipes não são homens que saem dando em cima de qualquer uma, que estão atrás de mulher só para pegar uma noite. Isso não é coisa de príncipe, isso é coisa de cachorro”, explica Sara.

“A juventude hoje em dia, e são varias pesquisas que falam sobre isso, não é só a juventude que está quebrando modelos, é uma juventude que busca segurança. Busca segurança no casamento”, afirma a antropóloga Cristina Vital sobre o sucesso das reuniões.

Sara tem um sonho de realizar o Culto das Princesas no Maracanãzinho. Nana pensa em realizar a reunião em Nova York, em frente ao Central Park. Elas querem ver príncipes e princesas casando e o começo de uma nova cultura.

Fonte: Folha Fospel

 

%d blogueiros gostam disto: