Archive for setembro 18th, 2012

18/09/2012

Metodistas realizam campanha de doação de sangue


Metodistas realizam campanha de doação de sangue Todos os anos a Igreja Metodista realiza no mês de setembro a campanha “Um doador de sangue salvou minha vida“. À luz da Palavra de Deus e da herança de seu fundador John Wesley, esse trabalho baseia-se em atos de piedade e atos de misericórdia. “Porque isto é o meu sangue, que é derramado em favor de muitos, para o perdão dos pecados.”  – Mateus 26.28

O ato solidário foi Lançado como uma das metas da Campanha Nacional de Evangelização da Igreja Metodista em 2008. Por meio de ações e parcerias com hemocentros muitas igrejas e comunidades têm aderido a esse chamado e vidas têm sido ajudadas.  Mas como participar?

A denominação estimula a mobilização das igrejas e da comunidade para uma campanha local de doação de sangue. E enfatiza a necessidade de se fazer uma parceria com algum hemocentro da sua região. Outra possibilidade é ir até algum hemocentro e doar.

Durante os dias de doação de sangue a Igreja Metodista lembra o sacrifício de Jesus, que doou sua vida para que todos tenham vida em abundância. E sugere que, antes da ida ao posto de doação, a igreja faça um momento devocional com os doadores.


Fonte: Creio com informações Portal Metodista

18/09/2012

Conferência discutirá o papel da igreja no combate às drogas


Conferência discutirá o papel da igreja no combate às drogas

Avançando na luta contra as drogas, a Junta de Missões Nacionais, em parceria com a Primeira Igreja Batista do Recreio, realiza nos dias 27 a 30 de setembro a primeira Conferência Nacional de Enfrentamento à Dependência Química – Conedq.

Com base no tema “Luz contra as drogas”, a proposta vai discutir medidas de conscientização e prevenção ao uso de entorpecentes e para isso traz a participação de grandes líderes, como Paschoal Piragine, Carlito Paes, Fernando Brandão e Ariovaldo Ramos.

A Conedq conta ainda com períodos de louvor e adoração, sob a condução de nomes como Kleber Lucas, a Banda Alumiar – autora da música oficial da campanha 2012 de Missões Nacionais, o rapper Poçam e o Coral Cristolândia.

Confira os horários
Quinta-feira – 19h30;
Sexta-feira – 19h30;
Sábado – 9h às 12h/ 14h às 17h/ 19h30;
Domingo – 10h às 12h.

O evento acontece na Primeira Igreja Batista do Recreio, localizada à Rua Helena Manela, 101 – Recreio (RJ).

Para participar, basta levar 1kg de alimento não-perecível. Mais informações através do e-mail conedq@igrejadorecreio.org.br


Fonte: Junta de Missões Nacionais

18/09/2012

Cristãos no Egito temem que protestos contra filme detonem violência sectária


Os cristãos coptas, a mais importante minoria religiosa do Egito, se dizem assombrados pelas ofensas a Maomé feitas no vídeo.

Os muçulmanos radicais não são os únicos enfurecidos com o filme Inocência dos Muçulmanos no Oriente Médio. Mais importante minoria religiosa do Egito, os cristãos coptas também se dizem assombrados pelas ofensas a Maomé feitas no vídeo, supostamente dirigido e produzido por membros da diáspora copta nos EUA. O temor é que o levante antiamericano realimente a violência sectária, como ocorreu no Cairo e no interior do país em 2011.

O receio é tal que na sexta-feira cristãos programaram uma manifestação na Praça Tahrir, no cento da capital, para condenar o filme, reunindo-se próximo a um grupo bem mais numeroso formado por salafistas radicais. Não houve incidente entre os dois lados. As cenas de violência se limitaram às protagonizadas por algumas centenas de jovens, que enfrentavam as tropas de choque nas imediações da embaixada americana, a 300 metros das manifestações pacíficas.

Ao longo do final de semana, o Estado visitou as comunidades cristãs do Cairo. Entre os fiéis coptas, a reprovação ao filme e ao discurso radical anti-islâmico de membros da diáspora egípcia nos EUA é unânime. Habituados a conviver com muçulmanos do Cairo, eles sabem que difamações ao profeta Maomé detonam a violência por parte dos ultraconservadores.

“O filme não é um bom negócio para ninguém. Quando se faz injúrias desse tipo, as pessoas aqui se sentem ultrajadas. Por isso temos tanto respeito pela fé alheia e nos unimos aos insatisfeitos”, diz Sam Roes, cristão egípcio de 45 anos que, como guia turístico, visitava na manhã de ontem a igreja de Saint-George, um dos patrimônios históricos do Cairo. Roes se disse aliviado porque o filme não suscitou até agora embates entre seguidores das duas religiões, mas diz haver risco. “Se você me perguntar se essa é uma razão para deixar o país, minha resposta é não. Mas as pessoas estão preocupadas.”

Vídeo

O temor aumentou quando trechos do filme, que define Maomé como um pedófilo assassino e líder religioso ilegítimo, foram veiculados no YouTube e atribuídos a um cineasta inicialmente identificado como Sam Bacile. Segundo a polícia da Califórnia, Nakoula Basseley Nakoula, seu verdadeiro nome, é membro de um grupo ultraconservador copta. Essa revelação reforçou a tensão sectária latente no Egito.

Com cerca de 10% da população, os seguidores da Igreja Copta Ortodoxa de Alexandria são a principal minoria religiosa do país. Em 2011, com a queda do ex-ditador Hosni Moubarak, os casos de violência se multiplicaram. Entre março e maio do ano passado, 26 cristãos morreram em massacres atribuídos a muçulmanos radicais. Em um dos últimos incidentes, em outubro, mais de 200 pessoas ficaram feridas durante uma manifestação realizada no Distrito de Shubra, norte do Cairo, em protesto contra um ataque a uma igreja de Assuã, no interior.

“Moro em um vilarejo no deserto, onde a convivência está normal. Mas também lá as pessoas estão aflitas”, contou a irmã Verina, que soube da existência do filme com três dias de atraso, quando teve notícia dos incidentes violentos na capital. “O filme me pareceu tão sem sentido que preferi nem mesmo buscar detalhes.”

Harmonia

Nos distritos cristãos do Cairo, o discurso geral é de que ambas as comunidades retomaram a harmonia após os incidentes de 2011. Mas, com meias palavras e em baixo volume, alguns coptas advertiram que a situação é mais instável do que as aparências sugerem. “Os cristãos do Egito enfrentam problemas diários. Não podemos falar nada, porque para nós não existe liberdade de expressão”, disse um comerciante de 65 anos que pediu anonimato por temer por sua vida. Para o copta, as dificuldades aumentaram desde a chegada da Irmandade Muçulmana ao poder, por meio do presidente Mohamed Morsi. “Mas nada disso justifica o filme. Quem o fez não é cristão, nem muçulmano. É apenas louco.”

Além de risco de violência, muitos cristãos do Cairo receiam que o filme possa prejudicar a imagem da comunidade por longo tempo. Entre muçulmanos, o Estado verificou que nem sempre coptas são bem vistos. Uma maioria, como o empresário Mustapha Sayd, de 30 anos, se mostrava satisfeito com a solidariedade que recebeu de seus amigos cristãos. Outros, nem tanto. Na sexta-feira, quando acompanhava a manifestação de salafistas e cristãos na Praça Tahrir, o engenheiro aeronáutico Salahedin Omar afirmou: “Os cristãos são muito gentis no Egito. É no exterior que eles mostram outra face”.

Fonte: Estadão

18/09/2012

Hugo Chávez pede mais tempo de vida a Deus para realizar ‘último sonho’


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, em um discurso realizado neste sábado (15), pediu para Deus lhe dar “vida” e permitir a concretização de seu “último sonho”, o de implantar o projeto revolucionário socialista no país.

“Peço a Deus que me conceda esse último sonho, que é voltar a fazer o país ser livre como o vento, mesmo que por alguns dias, por alguns anos, depois de realizar o projeto de pátria que tanto sonhamos”, disse o presidente.

Open in new windowO presidente, que em 2011 lutou contra o câncer, afirmou recentemente estar curado da doença, revelando ter se apegado apegou à fé cristã.

Apesar de insistir que está totalmente curado, a oposição afirma que o presidente ainda luta contra a doença e está debilitado.

Conhecido por fazer longos discursos durante os quais costuma cantar e falar sobre anedotas populares que o aproximaram da população pobre do país, Chávez pegou de surpresa a plateia de partidários, durante um comício na cidade de San Fernando, no sudoeste do país.

Ele chorou durante o discurso, lamentando ter perdido a liberdade de vagar anonimamente pelas cidades e pelo interior da Venezuela.

Atualmente o presidente está no poder desde 1998 e no dia 7 de outubro vai enfrentar o candidato Henrique Capriles nas eleições presidenciais.

Segundo a maior parte das pesquisas presidenciais divulgadas por empresas venezuelanas, Chávez lidera a corrida eleitoral contra o candidato da oposição.

Fonte: The Christian Post

18/09/2012

Cantora Perlla testemunha em casa de show no Rio de Janeiro


Na semana passada, Perlla ministrou na casa de show Castelo das Pedras, que fica no Rio de Janeiro. Toda terça-feira acontece um culto no local e a cantora, recém-contratada pela Central Gospel Music, foi convidada para cantar e contar seu testemunho de vida.

Durante o culto, Perlla cantou vários louvores de adoração, entre eles, as músicas ‘Arde outra vez’, do cantor Thalles Roberto, ‘Estou com você’, de sua própria autoria e ‘Oferta agradável’, de Cassiane.

Por meio do testemunho de Perlla muitas pessoas aceitaram a Jesus, entra elas um homossexual.

Antes de sua conversão, Perlla cantava funk na mesma casa de show. Desta vez, a cantora retornou ao local para fala do amor de Deus ao público. Após o culto, ela autografou seu DVD de testemunho e tirou fotos com os participantes.

Fonte: Verdade Gospel

18/09/2012

Avec abre pré-seleção para vagas gratuitas da 4ª Escola de Líderes


Cerca de cinco mil pessoas são esperadas na quarta 4ª edição da Escola de Líderes da Associação Vitória em Cristo (Eslavec), que acontecerá entre os dias 11 e 15 de dezembro. A cidade de Águas de Lindoia, em São Paulo, mais uma vez recepcionará o evento, que tem como objetivo contribuir para o crescimento da Igreja de Cristo no Brasil por intermédio da capacitação de obreiros. A Eslavec é um evento interdenominacional que já faz parte do calendário anual de programações da Associação Vitória em Cristo (Avec). (Clique aqui e faça a sua inscrição)

Dos 5.000 congressistas, 3.000 mil terão hospedagem e pensão completa custeadas pela Avec. Apenas estas pessoas selecionadas pagarão o valor simbólico de R$ 100. Essas vagas serão destinadas a pastores (650) e seus cônjuges (650), a pastores ou pastoras não acompanhados (700), e a jovens de 18 a 30 anos com vocação ministerial (1.000). Outras duas mil vagas estarão reservadas a congressistas que arcarão com as suas próprias despesas de hotel e traslado.

Para concorrer a uma das vagas custeadas pela Avec, é necessário passar por um processo seletivo. Até o dia 9 de outubro deve ser preenchido um formulário específico, disponível no site vitoriaemcristo.org. No dia 15 de outubro, a Avec divulgará a lista dos pré-selecionados. Os escolhidos terão até 22 de outubro para enviar a documentação exigida no site e o recibo de pagamento da inscrição. A lista final dos selecionados será anunciada no dia 25 de outubro. Outro canal de inscrição é o telefone 21-2187-7000 , mas, nesse caso, somente para os congressistas que custearão as suas despesas.

Os preletores convidados para a 4ª edição da Eslavec serão os pastores Silas Malafaia, Elizete Malafaia, Walmir Cohen, Coty, Marco Antônio Peixoto, Silmar Coelho, a doutora Dra Edméia Willians e o bispo norte-americano T.D. Jakes. Os períodos de adoração ficarão a cargo de Danielle Cristina, Raquel Mello, Rachel Malafaia, Marquinhos Menezes e Lilian, Nani Azevedo, Dayan Alencar, Jozyanne, Eyshila e Jotta A.

Fonte: Verdades Gospel

18/09/2012

Pentecostais têm a menor despesa entre religiosos, segundo o IBGE


Pentecostais têm a menor despesa entre religiosos, segundo o IBGE O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) comparou os dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2008/2009 e separou os gastos por religiões podendo identificar que os evangélicos pentecostais possuíam a menor despesa mensal.

Pela pesquisa os evangélicos pentecostais tinham em média R$ 2.035,01 de despesas por mês, menos da média nacional que era de R$2.626,31.

Os evangélicos tradicionais (luteranos, batistas, e outros) despendiam em média cerca de R$2.828,85 mensais, bem acima da média. Mas isso não se compara com as despesas das famílias de orientação espírita que tinham gastos mensais de R$4.821,66.

Pelos dados analisados os pentecostais gastam mais com alimentação, destinando 17,9% de suas despesas para isso. Outro fator que consome boa parte da renda dos pentecostais é a habitação, 30,6% da renda tem este destino.

Os evangélicos que não fazem parte da classificação tradicional ou pentecostal também gasta bastante com habitação e alimentação, sendo 29,7% e 16,6% respectivamente de seus salários foram destinados para essas despesas.

O IBGE dividiu os evangélicos nesses três grupos: evangélicos de missão, pentecostais e outras. Analisando o que cada uma dessas famílias mais gastaram nos anos de 2008/2009.

Enquanto a habitação leva boa parte das rendas, as despesas com assistência à saúde é o que menos consome a renda. Quem menos gasta com planos de saúde é o grupo “outros evangélicos” apenas 5,0% dos seus salários. Os pentecostais gastam 5,4% e os evangélicos de missão 5,8%.

Fonte: Gospel Prime

18/09/2012

Grupo canadense quer exibir filme anti-islã nos cinemas


Grupo canadense quer exibir filme anti-islã nos cinemasUm grupo de hindus canadenses planeja exibir em um cinema de Toronto o filme “A inocência dos muçulmanos”, que vem causando grande revolta entre os muçulmanos de todo o  mundo. Em vários países o material, que tem duas horas, mas apenas os 15 minutos disponíveis do trailer na internet foram dublados pro árabe e causaram toda a polêmica.

“Há uma vontade de defender nossos valores. Em nossa sociedade, temos autorização de exibir filmes, mesmo quando são considerados ofensivos”, disse Ron Banerjee, porta-voz do Canadian Hindu Advocacy. Ele também disse que as pessoas que desejarem assistir ao filme no cinema passarão por um forte esquema de segurança, incluindo detectores de metais e muitos seguranças.

A organização hindu conversou com a organização do Festival Internacional de Cinema de Toronto, que está acontecendo esta semana e atrai os olhares da indústria cinematográfica.  para tentar convencê-los a exibir o filme. Porém, eles recusaram por medo de uma reação da população muçulmana.

O filme é uma produção independente feita na Califórnia sobre o profeta Maomé que o retrata como um homem violento e mulherengo.  O ataque à embaixada americana na Tunísia, os confrontos no Sudão e uma morte no Iêmen foram resultados diretos dos protestos por causa da produção.

Além da morte do embaixador americano na Líbia, manifestantes muçulmanos na Jordânia, Bangladesh, Irã, Iraque, e Israel realizaram algum tipo de protesto.

Traduzido de Hollywood Reporter

Fonte: Gospel Prime

18/09/2012

Cristãos condenam violência gerada pelo filme sobre o Islã


Cristãos condenam violência gerada pelo filme sobre o Islã

Diante das notícias de violência contra os consulados americanos no Oriente Médio, a Aliança Evangélica Mundial (World Evangelical Alliance – WEA) divulgou uma nota condenado esses protestos.

O filme anti-islâmico “A Inocência dos muçulmanos” causou grande revolta no Egito, na Líbia, Afeganistão e também o Iêmen onde a embaixada dos Estados Unidos chegou a ser invadida.

“A WEA está convencida de que não pode haver qualquer justificação para tal violência”, disse o comunicado. “Neste caso, custou a vida do pessoal diplomático – e a WEA vê a comunidade diplomática como crucial para a tarefa de construir o entendimento mútuo nas relações internacionais”.

Mas a organização também condenou o filme criado por Sam Bacile um norte-americano com origem israelense que usou o longa para defender sua ideia de que o “Islã é um câncer”. A WEA condenou o filme afirmando que ele é “primitivo”, “difamatório” e “insultante”.

Quem assina o comunicado enviado pela organização foi o secretário-geral, Geoff Tunnicliffe, que disse: “Estamos completamente contra essa prática de insulto e calúnia de outras religiões ou de seus fundadores. Tais declarações inflamatórias invariavelmente levantam suspeitas e confusão”.

No final do texto ele convoca cristãos e muçulmanos a construir mecanismos de co-existência pacífica, evitando assim problemas diplomáticos causados pelas diferenças religiosas.

Com informações CPAD News

18/09/2012

Líder muçulmano rasga Bíblia e ameaça urinar em outro exemplar


Líder muçulmano rasga Bíblia e ameaça urinar em outro exemplar

De acordo com a Agência Internacional de Notícias Assírias (www.aina.org), o clérigo Abu Islam rasgou e queimou uma Bíblia na frente de milhares de pessoas e avisou a multidão “da próxima vez vou urinar sobre ela.” Ele teria ainda queimado o que sobrou da Bíblia em frente aos coptas que estavam em diante da Embaixada dos EUA, onde estavam reunidos para apoiar os seus muçulmanos por causa da divulgação do filme feito por um copta americano e que foi considerado anti-islã.

O vídeo mostra o líder muçulmano segurando um Alcorão e uma Bíblia e dizendo:

“Esse é o livro de verdade e de paz. O lugar para estas palavras e este livro é sobre as cabeças, porque é a verdadeira inspiração… (coloca o Alcorão em sua cabeça) Esta é uma mensagem para os cristãos egípcios. Por respeito e cortesia para com os cristãos egípcios, não vamos fazer o mesmo que fizeram com nosso livro Sagrado, vamos ser generosos com você hoje e dizer que vamos respeitá-lo “momentaneamente”. Vamos respeitar este livro que está na língua árabe. Mas hoje eu só posso destruí-lo”.

Ele então começa a rasgar a Bíblia e joga os pedaços das folhas sobre a multidão, em meio a gritos de “Deus é grande” e “ó judeus, o exército de Maomé está vindo.”

O Dr. Mustafa Maraghy, professor de direito Islâmico na Universidade do Cairo, apresentou à Procuradoria Geral uma queixa contra o clérigo. A queixa citou o verdadeiro nome do clérigo, que é Ahmed Abdullah e afirma que ele é o dono do canal de TV Nação Islâmica. O pedido do professor é punição por desacato da religião, perturbação da segurança e a paz pública.

Dr. Maraghy, que é o presidente da Coalizão dos Cristãos Coptas, disse que rasgar e queimar um exemplar da Bíblia, sagrada para os cristãos do mundo todo, é um “ato vil e bárbaro”. Ele acrescentou que não é permitido difamar religiões no Egito. “Os mesmos sentimentos feridos que temos por causa do filme que insultou o profeta sentimos muito por este ato criminoso”, afirmou.

Prometeu ainda que a Coalizão Copta não irá ignorar tais atitudes ignorantes, mas vai processar as pessoas responsáveis por elas. A União da Juventude Copta apelou para que o presidente do Egito Moahamed Morsi intervenha imediatamente para pôr fim a quaisquer esforços para aumentar ainda mais a divisão e a violência entre muçulmanos e coptas.

A Coalizão, que tem entre seus membros muçulmanos e coptas, emitiu um comunicado oficial condenando o filme A inocência dos Muçulmanos, considerado ofensivo ao Islã. Magdy Saber, porta-voz da União da Juventude condenou o ato de Abu Islam. Ele exigiu que as autoridades tomem as medidas necessárias para evitar uma guerra santa entre os egípcios. “Se nós condenamos os cineastas que fizeram esse filme sobre o profeta e que não moram no Egito”, disse ele, ” também devemos condenar este ato vergonhoso aqui no Egito, ressaltando a necessidade de punir Abu Islam por suas ações irresponsáveis.”

Em entrevista ao jornal Mohit, Abu Islam negou ter queimado a Bíblia, dizendo: “Eu rasguei-a e atirei-a para os manifestantes pisarem nela com seus sapatos.” Ele acrescentou: “Da próxima vez eu vou fazer o meu neto urinar sobre ela, como diz o ditado, olho por olho e dente por dente e a culpa é de quem começou tudo”.

Ao ser lembrado de que os produtores do filme não representam todos os coptas e nem o povo americano e, portanto, seu livro sagrado não deveria ser insultado como resposta, Abu Islam foi enfático. Ele respondeu: “se alguém fez algo ruim, todo mundo leva a culpa. Será que todos os muçulmanos são responsáveis pela dor que Osama bin Laden causou?”.

%d blogueiros gostam disto: