Archive for setembro 21st, 2012

21/09/2012

Denzel Washington: leitura diária da Bíblia


Denzel Washington: leitura diária da Bíblia

Em entrevista recente a uma revista norte-americana, o ator Denzel Washington (de “O Livro de Eli” e “Um Grito de Liberdade”), declarou que sua vida mudou radicalmente depois que recebeu o Espírito Santo. Contou também que lê a Bíblia todos os dias, hábito que o ajuda muito em todos os aspectos.

O protagonista de filmes como “Um Anjo em Minha Vida”, “Deja Vu” e “Duelo de Titãs” diz que recebeu o Espírito de Deus durante uma pregação de seu pastor, na igreja que frequenta há mais de 30 anos. Relata que sua vida nunca mais foi a mesma desde aquele dia. Na experiência, que descreve como “tremenda”, relata que já percebeu uma grande diferença nele mesmo, a ponto de declarar à sua mãe o que estava acontecendo naquele momento. “Você está sendo preenchido pelo Espírito Santo, meu filho”, disse ela. Passou a ler a Palavra Sagrada diariamente, hábito do qual não abre mão.

Washington, com 57 anos, começou sua carreira em 1977 e já integrou o elenco de mais de 50 filmes para cinema e televisão, além de ter produzido cinco (“O Livro de Eli” entre eles) e dirigido dois. Ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante em 1989 por seu papel de soldado da Guerra da Secessão em “Tempo de Glória”, em que contracenou com Morgan Freeman e Matthew Broderick. Em 2001, foi a vez do Oscar de melhor ator, por “Dia de Treinamento”. Já foi indicado muitas outras vezes pela Academia de Hollywood e ganhou vários outros importantes prêmios do cinema. É tido pelo público e pela critica especializada como um dos melhores atores da atualidade.

Sempre que possível, o ator declara publicamente sua fé cristã e se considera um homem muito abençoado. Em uma entrevista anterior, ele disse que a espiritualidade influencia todos os aspectos de sua vida, inclusive em sua carreira de sucesso. “Por isso estou onde estou”, revela.

Fonte: Arca Universal

21/09/2012

Yousef Nadarkhani escreve carta de agradecimento a fieis de todo o mundo


Yousef Nadarkhani escreve carta de agradecimento a fieis de todo o mundo

O pastor iraniano Yousef Nadarkhani, 35 anos, foi liberto em 8 de setembro, após três anos de prisão. Logo em seguida escreveu uma carta agradecendo a seus irmãos de fé e a Deus que o ajudaram através desse período difícil.

Nadarkhani disponibilizou essa “carta de agradecimento” que está sendo divulgada pelo Ministério Verdade Presente, que luta contra a perseguição de cristãos. O pastor reconhece a importância daqueles que oraram por ele e sua família e lembra os desafios que enfrentou durante seus três anos em prisões iranianas.

Ele foi preso em outubro de 2009 e acusado de apostasia por tentar evangelizar os muçulmanos. Depois de três anos de prisão, com uma sentença de execução pendente, Nadarkhani foi libertado depois de ter seu caso revisado por uma corte que julga casos de apostasia.

O Centro Americano de Lei e Justiça, que esteve muito envolvido no julgamento de Nadarkhani, disse que “A história [Nadarkhani] é um exemplo de como o mundo pode se unir para garantir que a justiça seja feita e a liberdade preservada. […] Não se deve esquecer que o direito humano à liberdade de religião inclui o direito à liberdade de expressão. Nós também não devemos esquecer os membros de outras minorias religiosas no Irã que estão presos e enfrentam perseguição por sua fé”.

Mesmo assim, o advogado do pastor, Mohammad Ali Dadkhah, continua enfrentando a ameaça de uma pena de prisão de nove anos por seu envolvimento em casos de direitos humanos, inclusive como assessor jurídico de Nadarkhani.

Íntegra da carta de agradecimento de Yousef Nadarkhani após ser solto:

“Não a nós, Senhor, nenhuma glória para nós, mas sim ao teu nome, por teu amor e por tua fidelidade!… Salmo 115:1
Salaam! (A paz esteja com você!)

Eu glorifico e dou graça ao Senhor com todo o meu coração. Sou grato por todas as bênçãos que Ele me deu durante toda a minha vida. Sou especialmente grato por Sua bondade e proteção divina que estiveram presentes durante a minha detenção.

Eu também quero expressar a minha gratidão para com aqueles que, em todo o mundo, têm trabalhado por minha causa ou, devo dizer, a causa que eu defendo. Quero expressar a minha gratidão a todos aqueles que me apoiaram, abertamente ou em completo sigilo. Está tudo muito claro em meu coração. Que o Senhor te abençoe e te dê a Sua Graça perfeita e soberana.

Na verdade, eu fui posto à prova, passei num teste de fé que, de acordo com as Escrituras, é “mais preciosa do que o ouro perecível”. Mas eu nunca senti solidão, eu estava o tempo todo consciente do fato de que não era uma luta solitária, pois eu sentia toda a energia e apoio daqueles que obedeceram a sua consciência e lutaram para a promoção da justiça e dos direitos de todos os seres humanos. Graças a estes esforços, tenho agora a enorme alegria de estar de novo com minha maravilhosa esposa e meus filhos. Sou grato a essas pessoas através das quais Deus tem trabalhado. Tudo isso é muito encorajador.

Durante esse período, tive a oportunidade de experimentar de uma forma maravilhosa a passagem da Escritura que diz: “Porque, como as aflições de Cristo transbordam para conosco, assim também por meio de Cristo transborda a nossa consolação.” [2 Co 1:5]. Ele confortou a minha família e lhes deu condições de enfrentar essa situação difícil. Em sua graça, Ele supriu suas necessidades espirituais e materiais, tirando um peso de minhas costas.

O Senhor maravilhosamente me conduziu durante os julgamentos, permitindo-me enfrentar os desafios que estavam na minha frente. Como a Bíblia diz: “Deus não nos deixa ser provados acima de nossa força…”.

Apesar de eu ter sido considerado culpado de apostasia, de acordo com uma certa interpretação da sharia, agradeço que o Senhor deu, aos líderes do país, a sabedoria para findar esse julgamento, levando em conta outros fatos. É óbvio que os defensores do direito iraniano e os juristas têm feito esforço importante junto às Nações Unidas para fazer cumprir a lei e o direito. Eu quero agradecer a todos aqueles que defenderam a verdade até o fim.

Estou feliz de viver em uma época em que podemos ter um olhar crítico e construtivo em relação ao passado. Isto permitiu que o surgimento de textos universais visando a promoção dos direitos do homem. Hoje, somos devedores desses esforços prestados por pessoas queridas que já trabalharam em prol do respeito da dignidade humana e passaram para nós estes textos universais importantes.

Eu também sou devedor àqueles que fielmente ensinaram sobre a Palavra de Deus, para que a própria Palavra nos fizesse herdeiros de Deus.

Antes de terminar, quero fazer uma oração pelo estabelecimento de uma paz universal e sem fim, de modo que seja feita a vontade do Pai, assim na terra como no céu. Na verdade, tudo passa, mas a Palavra de Deus, fonte de toda a paz, vai durar eternamente.

Que a graça e a misericórdia de Deus seja multiplicada sobre vocês. Amém!

Yousef Nadarkhani”

 

Fonte: Gospel Prime

21/09/2012

Pastor abre estúdio de cinema para filmar “sermões visuais”


Pastor abre estúdio de cinema para filmar “sermões visuais”O pastor Sun Hui East decidiu ir além do convencional para levar a mensagem do evangelho. Após perceber o sucesso que filmes com o tema “fé”, como A Paixão de Cristo, À Prova de Fogo, Corajosos, Soul Surfer, entre outros, decidiu abrir sua própria produtora cinematográfica.

Os longa-metragens que ele pretende filmar serão “sermões visuais” para pessoas que nunca entraram em uma igreja para participar de um culto. Batizado de Strong Foundation Films, a produtora quer atingir o público não crente e ao mesmo tempo oferecer entretenimento sadio aos cristãos.

“A Strong Foundation vai abalar a indústria do cinema, contando histórias que ajudem as pessoas a entender os princípios eternos encontrados na Bíblia”, diz East, autor de 27 livros, incluindo o romance Endless Love [Amor Sem Fim] além de nove peças de teatro. “As pessoas estão sedentas pelo tipo de filmes que vamos fazer. Queremos entreter sem ser ofensivo, e contar histórias que criam uma poderosa conexão com o público”.

Filmes com mensagens positivas e sobre fé têm feito sucesso comercial. Os relatórios da MovieGuide indicam que o público prefere assistir com a família filmes que mostrem valores e tenham conteúdo “conservador”, ou seja, sem cenas de sexo e violência. Os filmes assumidamente, em média, geram quase quatro vezes mais lucro que os demais por conta do alto índice de vendas de DVDs mesmo anos depois de seu lançamento.

O primeiro lançamento da Strong Foundation Films é “The Prophet’s Son” [O Filho do Profeta], que mostra o romance entre um músico, conhecido internacionalmente e uma escritora. Enquanto eles descobrem seu amor um pelo outro, mostram como sua fé em Deus os ajudou a sobreviver neste mundo cheio de problemas, incluindo as consequências de um ataque nuclear contra os Estados Unidos. Os futuros filmes apresentarão temas contemporâneos, como namoro, casamento, drogas, gangues, guerra e outros desafios da sociedade moderna.

“Estou impressionado com a fé inabalável do pastor East e sua dedicação para levar para as telas a infalível palavra de Deus”, disse o bispo Phillip H. Porter, da Igreja All Nations Church of God in Christ e ex-presidente do conselho do movimento Promise Keepers.

“Quero incentivar a todos, não só para ver esses filmes, mas apreciar e perceber a profundidade de suas mensagens. Eles vão realmente ajudar nosso mundo a ter uma base sólida que todos nós precisamos e passar aos outros os fundamentos eternos de nossa vida”.

O material da Strong Foundation Films será distribuído de forma independente, e busca abrir espaço na programação das emissoras de TV cristãs para seu material. Seu primeiro filme será lançado no final do ano.

Traduzido de Charisma News

21/09/2012

Isso é um absurdo, diz Marcelo Rossi sobre pastor que cheirou a Bíblia


Isso é um absurdo, diz Marcelo Rossi sobre pastor que cheirou a BíbliaEm entrevista ao G1, o padre Marcelo Rossi criticou o pastor Lucinho Barreto por ter tirado uma fotografia cheirando a Bíblia como se fosse cocaína.

“Isso é um absurdo”, disse o religioso que não viu a fotografia polêmica. “Se me falasse que era um padre, eu ficaria preocupado. Meu Deus, onde nós estamos…”.

Mesmo sendo um grande usuário das redes sociais, principalmente do Facebook, o padre não viu a imagem que foi compartilhada por milhares de pessoas chegando a ser comentada até mesmo na TV. “Não cheguei a ver. Eu compartilho as minhas coisas, mas ninguém me passou”, explicou ele.

Em seu Twitter o pastor Lucinho Barreto, líder dos jovens da Igreja Batista da Lagoinha, não se sentiu ofendido com a crítica vinda do padre e ainda alfinetou. “Tem gente que o maior presente que podem te dar é discordar de você porque se concordassem estaríamos então no caminho errado”.

Em sua explicação, Lucinho comenta que essa é a menor loucura que já fez para mostrar aos jovens como ser louco por Jesus e pela Palavra de Deus. Desde o primeiro dia deste mês ele lidera uma campanha de 30 dias com a Bíblia, durante esse período o pastor e seus seguidores estão levando o Livro Sagrado para todos os lugares.

Fonte: G1

21/09/2012

Bilionário transformou sua empresa em “agência missionária”


Bilionário transformou sua empresa em “agência missionária”
As lojas Hobby Lobby são parte de uma cadeia de varejo que soma 500 lojas de artesanato e artes em 41 estados norte-amercianos. Seu diferencial é que são liderados por uma família cristã. Fundada em uma garagem na cidade de Oklahoma, em 1972, a família Green só começou a Hobby Lobby depois de conseguir um empréstimo para abrir a sua primeira loja.

Green disse que sentia como um estranho ao entrar em varejo, pois seus pais eram pastores e ele cresceu achando que seria um também. No entanto, ele acredita que encontrou uma maneira de exercer seu ministério por meio de sua empresa.

“A Hobby Lobby sempre foi uma ferramenta para o trabalho do Senhor. Para mim e minha família, contribuir é igual a ministério, que é igual ao Evangelho de Jesus Cristo”, disse o CEO e fundador da empresa, David Green. “Nós sabemos que temos sido abençoados pela graça de Deus e acredito que é porque nós escolhemos viver nossas vidas e para operar nossos negócios de acordo com a Sua Palavra e nós somos muito gratos por isso”.

Na verdade, David Green insiste que Deus é o verdadeiro dono dos bilhões de dólares que a família possui. Atuando como um bom discípulo, Green se tornou o maior benfeitor evangélico do mundo, com planos de fazer doações sem precedentes quando seu testamento for aberto.

Perguntado pela revista Forbes sobre os segredos para o crescimento de sua empresa, o empresário de 70 anos de idade, evita qualquer crédito pessoal. Ele também não elogia seus executivos ou seus mais de 22.000 empregados, nem mesmo seus clientes, que vão consumir mais de US$ 3 bilhões em produtos de artesanato somente este ano. “Se você tem alguma coisa ou se eu tenho alguma coisa, é porque nos foi dada por nosso Criador”, diz Green.

“Então, desde o início eu aprendi a dizer: ‘Olha, isso é seu, Deus. É todo seu. Eu vou dar a você”.

Ele deve saber do que está falando, afinal está em 79 º lugar na nossa lista dos 400 americanos mais ricos, com um patrimônio pessoal estimado de US$ 4,5 bilhões. Mas o que poucos sabem é que ele atualmente é o maior doador individual para causas evangélicas dos Estados Unidos e provavelmente um dos 3 maiores do mundo.

“Só sei que Deus é o dono”, explica Green. ”Como faço para separar as coisas? Bem, é de Deus na igreja e é meu aqui? Eu tenho um propósito na igreja, mas eu não tenho um propósito aqui? Você não pode ter um sistema de crença no domingo e não vivê-lo durante os outros seis dias da semana.”, ensina.

Há muito poucos membros entre o ranking dos 400 da Forbes que falam sobre religião e trabalho. Green explica que seu “império” é uma grande organização missionária, o equivalente ao maior bazar de igreja do mundo. A cadeia Hobby Lobby investe quase metade do total de seus lucros em uma longa lista de ministérios evangélicos. Embora não divulgue o montante doado, a Forbes estima que ao longo de sua vida ele já doou mais de 500 milhões de dólares.

A riqueza da família Green sustenta dezenas de igrejas e universidades cristãs. Tudo começou em 1999, quando ele comprou o edifício de um antigo hospital na cidade de Little Rock, Arkansas, por US$ 600.000, reformou e doou para uma igreja. Desde então, comprou mais de 50 propriedades a um custo estimado de 300 milhões de dólares. Mas não é qualquer ministério que ele ajuda.

Ele contata constantemente a igreja ou projeto cristão que lhe procura, e só preenche os cheques após uma cuidadosa verificação doutrinária, que inclui perguntas sobre o nascimento virginal de Cristo. Até mesmo o conhecido pastor Rick Warren precisou passar pelo crivo pessoal de Green antes de receber uma propriedade de 170 hectares em agosto passado, que a igreja Saddleback usará como local de retiros.

A influência de Green, no entanto, é mais sentida nos investimentos nas universidades cristãs em todo o país que vem sofrendo com a crise financeira e teológica que os Estados Unidos atravessam nos últimos anos. A oferta mais vultuosa foi de US$ 70 milhões em 2007 para a Oral Robert, considerada por ele uma “universidade saudável.”

Traduzido da Forbes

Fonte: Gospel Prime

21/09/2012

Movimento promete fazer a maior campanha de oração do mundo


Movimento promete fazer a maior campanha de oração do mundoA reunião anual do “Dia de Oração pela Paz de Jerusalém” ocorre no primeiro domingo de outubro e reúne milhões de pessoas que desejam interceder pela Cidade Santa. Este ano, o objetivo é realizar o maior evento de oração da história, segundo os organizadores.

“É a maior iniciativa de oração com foco em Jerusalém da história, com mais de 1.400 líderes cristãos apoiando e mais de 300.000 congregações participantes em mais de 175 países. Isso inclui as igrejas clandestinas da China e de sete países muçulmanos”, explicou Miriam Rodlyn Park global, uma das coordenadoras do evento.

A organização começou esse tipo de reunião em 2002, com os principais líderes políticos e religiosos de Israel e dos Estados Unidos, gerando o movimento mundial que se tornou hoje.

“A primeira resposta em qualquer situação é sempre a oração. Ou seja, os cristãos ao redor do mundo, de todas as denominações e idades, estão se mobilizando para orar pela paz de Jerusalém. Embora outras atividades sejam produtivas e importantes, a oração é o fundamento e o poder por trás qualquer mudança real para o bem”, ressaltou Park.

Dave Butts, responsável pelo Comitê de Oração América, acrescentou: “Não há nenhuma chamada mais urgente a todo o corpo de Cristo que o Dia de Oração pela Paz de Jerusalém. Este movimento de oração combina a dinâmica das manchetes de amanhã com o imperativo de orar baseados na Palavra de Deus”.

O evento também está sendo auxiliado pelo Eagle’s Wings [Asas de Águia], um ministério cristão global cuja missão é construir pontes entre as comunidades de fé, e “trazer ao mundo a mensagem de esperança que vem do Deus de amor, treinar a próxima geração de líderes cristãos, além de unir e capacitar os crentes a fazer uma diferença positiva no mundo ao seu redor”.

O material disponível no site do evento, DayToPray.com, insiste que é importante apoiar Israel, porque em seu início, a igreja era totalmente judaica, e assim permaneceu até que o Evangelho começou a se espalhar pelo mundo.

“A Escritura declara que chegará um momento em que todas as nações do mundo vão se voltar contra Israel. É altamente provável que isso possa acontecer em nosso tempo, algo fundamental para entendermos por que devemos ficar ao lado de Israel hoje”, acrescenta o site.

O site Daytopray.com oferece ainda informações sobre como os indivíduos e as organizações podem se envolver no evento de oração de 7 de outubro.

Traduzido de The Christian Post

21/09/2012

Sangue de santo volta a se liquefazer “misteriosamente” na Itália


Sangue de santo volta a se liquefazer “misteriosamente” na ItáliaNesta quarta-feira (19) o sangue de São Genaro voltou a se liquefazer juntando milhares de pessoas na cidade de Nápoles, na Itália. Duas pequenas ampolas com o sangue do santo católico foram carregadas pelo cardeal Crescenzio Sepe enquanto os fiéis tentavam tocá-las.

O fato é considerado um verdadeiro milagre, um fato que acontece apenas três vezes por ano: 19 setembro, dia de São Genaro; no primeiro final de semana de maio e em 16 de dezembro.

As datas representam dias memoráveis para os católicos, o primeiro é o dia da morte do religioso, São Genaro foi decapitado no dia 19 de setembro de 305. Não há motivos para que o “milagre” do sangue se liquefazer em maio, mas em 16 de dezembro o fenômeno acontece para lembrar da erupção do vulcão Vesúvio em 1631. O vulcão só se acalmou depois que os fiéis rezaram ao santo.

No restante do ano o sangue fica em estado sólido, levantando a dúvida sobre a veracidade desse milagre na comunidade científica que acredita que as ampolas tenham elementos que transformem o líquido contido nelas em sólidos e depois em líquido novamente.

A astrofísica italiana Margarita Hack é uma das cientistas que não acreditam nesse milagre e há alguns anos tentou explicar o que acontece com o sangue de São Genaro: “Trata-se simplesmente de um composto químico feito a base de ferro, preparado na Idade Média, e que se mantém sólido se não for mexido e assume estado líquido quando agitado”.

Com informações Terra

21/09/2012

Onda de “fúria islâmica” já dura uma semana e fez 25 mortos


Onda de “fúria islâmica” já dura uma semana e fez 25 mortos

A nova onda de protesto dos muçulmanos, supostamente é por causa do filme “A Inocência dos Muçulmanos”, obra produzida nos Estados Unidos e considerada ofensiva por retratar o profeta Maomé como um homem violento e mulherengo.

Os confrontos por causa desses protestos têm motivação política em algumas nações, mas na maioria do mundo árabe e nos países de maioria muçulmana trata-se de uma questão religiosa. Até o momento já morreram pelo menos 25 pessoas. Com o ataque de uma mulher-bomba, em Cabul, Afeganistão, dessa semana, aumentou em 12 a conta.

Tudo começou uma semana atrás, quando manifestantes invadiram a embaixada dos EUA e rasgaram bandeiras americanas. Quatro pessoas foram presas. Logo depois, no dia que os ataques do 11 de setembro completaram 11 anos, um atentado contra o consulado norte-americano em Bengasi, Líbia, matou quatro pessoas, incluindo o embaixador J. Christopher Stevens.

Foi no Cairo que, há uma semana, pouco antes do confronto na Líbia. Um trailer dublado do filme foi postado no Youtube, e deu início a vários protestos. Manifestantes muçulmanos na Jordânia, Bangladesh, Irã, Iraque, Sudão, Iêmen, Tunísia e Israel realizaram algum tipo de protesto.

Criticado pelo presidente Barack Obama e chamado pela secretária de Estado Hillary Clinton, de “repugnante e condenável”, o material foi usado como “estopim” para mais um levante dos extremistas muçulmanos.

“Para mim, não é pelo filme, é mais pelo acúmulo de violações dos Estados Unidos no Iêmen”, disse um manifestante iemenita à BBC. Sanaa, capital do Iêmem, viu centenas de manifestantes incendiaram carros e enfrentaram a polícia após invadirem a embaixada americana. Quatro pessoas morreram neste conflito. Esta semana, mais protestos ocorreram em Bangkok, Tailândia, e na Caxemira indiana.

Obama e a chanceler alemã, Angela Merkel, retiraram representações diplomáticas em alguns países. Merkel pediu que o vídeo não seja exibido em seu país. Mesmo recebendo pedidos para retirar o material do YouTube, o Google decidiu mantê-lo na Internet, embora tenha bloqueado o acesso em países como a Índia, Indonésia, Líbia e Egito, por ordens judiciais e dos governos.

O levante islâmico ocorre pouco mais de um ano após as revoltas árabes de 2011, quando Tunísia, Egito e Líbia tiraram do poder seus antigos ditadores. Mas esses ares de democracia não impediram também a ascensão dos fundamentalistas.

Enquanto isso, líderes muçulmanos como o aiatolá Ali Khamenei, do Irã, classificaram o filme como “blasfêmia” e pediram retaliação dos fieis contra EUA e Israel. O clérigo Abu Islam rasgou e queimou uma Bíblia na frente de milhares de pessoas e avisou a multidão “da próxima vez vou urinar sobre ela”.

A liderança da Al Qaeda pediu hoje que os muçulmanos matem mais diplomatas americanos. “Nossos peitos se estufam satisfeitos e encorajados pelos presentes dos muçulmanos do Egito, da Líbia, da Tunísia, do Iêmen e de outros países do mundo muçulmano”, diz o comunicado da rede terrorista. Tudo isso só acirrou os ânimos dos muçulmanos.

O ódio contra os judeus acabou sendo acrescido pelas informações (posteriormente desmentidas) que o filme foi financiado com a ajuda de mais de 100 doadores judeus.

Embora tenham surgido ameaças desde o início, o problema foi aumentando quando o pastor Terry Jones, que já era desafeto dos muçulmanos, começou a divulgar o filme. Ele justificou que o material “serve para mostrar a ideologia destrutiva do Islã”.

Ao mesmo tempo, um grupo canadense tentou levar o filme para os cinemas, mas não recebeu apoio. O papa pediu “paz” aos moradores do Oriente Médio e condenou as ações violentas por causa do filme. A Aliança Evangélica Mundial também divulgou uma nota condenando esses protestos, que aparentemente não devem cessar tão cedo.

Fonte: Gospel Prime

%d blogueiros gostam disto: