Archive for setembro 29th, 2012

29/09/2012

Mais de 32 milhões de Bíblias foram distribuídas em 2011


A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) divulgou esta semana que em 2011 mais de 32,1 milhões de exemplares da Bíblia foram distribuídos em todo o mundo. O número aponta para um crescimento de 11,2% em relação a 2010 onde 30 milhões de exemplares foram distribuídos segundo dados das Sociedades Bíblicas Unidas (SBU).

O maior crescimento foi observado na África e nas Américas, foram mais de 3,6 milhões de livros a mais que no ano anterior. Para chegar às esses números, a SBU trabalha com os dados das 146 Sociedades Bíblicas que existem ao redor do mundo, podendo assim anotar e analisar a distribuição das Escrituras.

A SBB distribuiu em 2011 mais de 6.783 Bíblias completas, número 14,54% maior que em 2010. A empresa também trabalha com outros tipos de literatura bíblica, como Novos Testamentos, livretos com os Evangelhos, Seleções Bíblicas e outros que se forem somados com as Bíblias completas resultam em mais de 242 milhões de exemplares.

A quantidade dessas literaturas bíblicas que também são distribuídas ao redor do mundo também cresceu, foram 337 milhões em 2010 e 350 milhões em 2011. Somando os dois tipos de exemplares é possível chegar ao número de 381 milhões de Bíblias completas e seleções, atingindo 5,4% da população mundial.

A marca de crescimento foi comemorada tanto pela SBB como pela SBU que tem como principal objetivo levar a Palavra de Deus para todas as pessoas, podendo promover o desenvolvimento espiritual, ético, social e ainda falar de salvação.

29/09/2012

Igreja Mundial compra terreno de 120 mil m² em Guarulhos


Igreja Mundial compra terreno de 120 mil m² em Guarulhos

De acordo com o jornal Diário de Guarulhos a Igreja Mundial do Poder de Deus comprou um terreno de 120 mil m² na cidade de Guarulhos. O local pertencia a empresa Itapemirim e fica ao lado da Cidade Mundial, fechada por determinação da justiça no começo deste ano.

A Cidade Mundial foi inaugurada em 1º de janeiro com capacidade para reunir 150 mil pessoas, espaço que deve ser ampliado com a compra do terreno. Juntos, somam 360 mil m² o equivalente a mais de dois estádios do Maracanã.

Valdemiro Santiago não está podendo fazer eventos no local, para poder reabrir o megatemplo será necessário apresentar o Relatório de Impacto do Trânsito (RIT). Assim que o documento ficar pronto será analisado pela Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (STT) que irá determinar as medidas necessárias para poder liberar o local.

Enquanto isso Santiago continua atraindo multidões no templo do Brás e investindo em outras cidades brasileiras. Recentemente o líder religioso esteve inaugurando a Cidade Mundial do Rio de Janeiro atraindo milhares de pessoas.

29/09/2012

Produtor de filme anti-islâmico é preso na Califórnia


Produtor de filme anti-islâmico é preso na Califórnia

O produtor do filme ‘Inocência dos Muçulmanos’, Nakoula Basseley Nakoula, foi preso por ter violado os limites de sua liberdade condicional.

Nakoula estava em liberdade condicional desde que foi condenado em 2010 por fraude bancária e falsidade ideológica. Ele teria violado as regras de saída do limite dos arredores de Los Angeles e acessar a internet sem permissão judicial.

Ainda não está totalmente esclarecida a sua participação no filme que desencadeou uma onda de ataques mortais por todo o Mundo Islâmico.

Entretanto, a promotoria solicitou que Nakoule fosse preso por temer a sua fuga do país para evitar possíveis represálias.

Seu advogado, Steven Seiden, defendeu que ele não deveria ser preso por razões de segurança, pois ele se tornaria alvo de colegas de prisão por causa do filme.

O advogado acrescentou que Nakoula nunca tentou fugir do Sul da Califórnia.

Enquanto isso, o assistente de procurador dos Estados Unidos, Robert Dugdale, afirmou que Nakoula tem se envolvido em um “padrão de decepção” e que não podia ser uma pessoa “confiável”. O promotor disse ainda que ele representa “perigo” aos demais.

Segundo Dugdale, se Nakoula for preso ele terá garantias do Centro Metropolitano de Detenção, que não permitiria o seu contato com outros detentos.

Relatórios também informam que ele está recebendo proteção policial, por medidas de segurança.

Uma audiência futura está marcada para acontecer para determinar o verdadeiro nome do réu.


Fonte: Christian Post

Foto: Reuters

 

29/09/2012

No Paquistão, adolescente cristã é declarada inocente


No Paquistão, adolescente cristã é declarada inocenteO caso de Rimsha Masih, a cristã paquistanesa de 14 anos, que enfrentou a prisão por, supostamente , queimar o Alcorão, mas, em seguida, foi declarada “inocente” pela polícia, teve outra reviravolta: surpreendentemente, o caso não foi fechado, ao invés disso, ela será ouvida em um tribunal de menores.

Segunda-feira (24), um tribunal local, ordenou a transferência do caso de Rimsha para o tribunal de menores, de acordo com o advogado da garota, Tahir Naveed Choudhry. A decisão seguiu-se a uma audiência que aconteceu sábado (22), quando a polícia disse que Rimsha era inocente.

Depois de ser acusada por suposta blasfêmia, em 16 de agosto, Rimsha passou três semanas em uma prisão adulta preventiva, na Cadeia de Adiala, em Rawalpindi. Ela tinha sido acusada de queimar páginas do Alcorão (livro sagrado islâmico) e colocá-las em um saco de lixo. Rimsha foi libertada sob fiança, em 8 de setembro, depois que a polícia prendeu o clérigo de uma mesquita próxima, Imam Khalid Jadoon, por denunciá-la falsamente.

O juiz Raja Jawad Abbas do Distrito de Tribunal e Sessões disse: “Nós recebemos o relatório médico que confirma que ela tem 14 anos. Por isso, a investigação deve ser apresentada em um tribunal de menores.” Um relatório médico oficial classificou Rimsha como “ignorante” e com uma idade mental mais jovem do que seus anos de fato. Outros alegaram que ela tem 11 anos e sofre de Síndrome de Down.

Abdul Raheem Rao, advogado que representa  Malik Ammad, vizinho de Rimsha, e que a acusou originalmente, contestou o relatório médico, alegando que o documento estava errado e que Rimsha, na verdade, tem 21 anos de idade. O juiz alertou que ele deveria recorrer ao tribunal de menores, caso quisesse recorrer da decisão de sua libertação. O advogado de acusação também disse que Rimsha havia sido enviada para a Noruega, mas seu advogado, Tahir Naveed Chaudhry, disse que ela ainda está no Paquistão. Sua localização não pode ser divulgada devido a riscos de segurança. Seus pais receberam ameaças de morte.

Rimsha foi convocada a comparecer pessoalmente na próxima audiência do caso, em primeiro de outubro. Ao ser julgada com idade considerada juvenil, Rimsha poderá enfrentar uma pena máxima de sete anos de prisão. Se ela fosse julgada como adulta, poderia ser condenado à prisão perpétua.

Rimsha é declarada inocente

Um investigador de polícia disse sábado (22), no tribunal, em Islamabad, que não há nenhuma evidência de que Rimsha Masih tenha profanado o Alcorão.

Munir Hussain Jaffri comentou ainda que é possível que o Imam Khalid Jadoon tenha adulterado provas, colocando páginas do Alcorão em uma bolsa que Rimsha carregava. A polícia declarou que o clérigo deve enfrentar o julgamento em seu lugar.

Jaffri havia dito anteriormente que três testemunhas viram o clérigo acrescentando as páginas com versos do Alcorão às cinzas de Malik Ammad; entregue como prova contra Rimsha. Os três exortaram o líder muçulmano a não interferir e depositar os documentos, mas ele lhes disse: “Vocês sabem que esta é a única forma de expulsar os cristãos da área.” Mais de 600 cristãos fugiram do bairro após a detenção.

Mais uma vez, a polícia levou  Rimsha ao tribunal em um helicóptero e depois a encaminhou de volta para um local desconhecido.


Fonte: Portas Abertas

29/09/2012

Virgindade: não há valor que pague…


Virgindade: não há valor que pague...O caso da catarinense Catarina Migliorini, 20 anos, que decidiu leiloar sua virgindade pela internet levanta a discussão de um assunto que divide opiniões: qual é a importância da virgindade para as pessoas? Para alguns, ter a primeira relação sexual é um ritual de passagem e não é preciso escolher uma pessoa especial para isso. Mas existem pessoas que valorizam – e muito – esse momento e garantem que não há dinheiro que pague o valor da virgindade.

É o caso de Leonardo Teixeira, 24 anos, e Raiany Teixeira, 23 anos, que completam, hoje, dois meses de casados. Durante três anos e 9 meses eles namoraram e, desde o início, entregaram o relacionamento a Deus. “Há quatro anos, a gente se conheceu e começou a surgir um sentimento. Ficamos três meses orando, esperando a confirmação de Deus. Eu perguntei: ‘se a nossa  lua de mel fosse fazendo missões, você iria?’. Ela disse que iria comigo aonde Deus me mandasse. Foi aí que veio a confirmação e eu pedi ao pai dela para namorá-la”, conta Leonardo.

Depois disso, o namoro realmente começou, e eles deram o primeiro beijo. Mas viram que aquilo não condizia com o compromisso que fizeram com Deus e decidiram, a partir de então, não se beijarem mais, até o dia do casamento.

“Sabíamos que nosso voto tinha que ser com sinceridade, por amor, não por obrigação. E isso partiu do nosso coração. Então, a partir daí a gente não se beijou mais”, conta Leonardo.

Entre muitos beijinhos no nariz e olhares duvidosos de algumas pessoas, Raiany e Leonardo se mantiveram firmes durante quase quatro anos, até chegar o dia do casamento.

Os dois se casaram há exatos dois meses, na primeira Igreja Batista de Vista da Serra I, na Serra, e garantem que cada minuto de espera valeu a pena. “A virgindade é um presente de Deus, que nós guardamos para compartilhar depois do casamento. Valeu muito a pena esperar”, garante Raiany.

Para a psicóloga Angelita Scárdua, a espera pelo parceiro certo tem a ver com a história e os valores de cada um. “Quando a pessoa é fiel àquilo que acredita, ela vai se sentir mais confortável. A gente não deve nunca se forçar a fazer algo que viole nossos princípios e crenças, porque, em geral, é muito difícil lidar com as consequências disso, principalmente quando se é jovem”, observa a psicóloga.

Fonte: Gazetaonline

29/09/2012

Muçulmanos que rasgaram a Bíblia serão julgados


Muçulmanos que rasgaram a Bíblia serão julgadosA agência de notícias Mena noticiou que três egípcios serão julgados por insultar a religião cristã. Os acusados teriam rasgado e queimado uma Bíblia em frente a baixada americana no Egito.

Os acusados são: Ahmed Mohammed Abdallah, conhecido como “Abu Islam”, presidente da rede de televisão Al-Omma, seu filho Islam, diretor da mesma rede, e o repórter do jornal independente Al-Tahrir, Hani Yassin Gadallah.

Eles participaram de um protesto no dia 11 de setembro contra o filme anti-islã “Inocência dos muçulmanos” que gerou revolta na comunidade islâmica. O caso foi parar na justiça, pois a Procuradoria decidiu abrir o processo por “insulto à religião cristã”.

O Egito é um país predominantemente islâmico, mas há uma pequena parcela da população que pertence à Igreja Ortodoxa Copta de Alexandria, que são cristãos. Esses fiéis estão bastante apreensivos em relação aos protestos, temendo que o filme americano possa fazer com que eles sofram ainda mais ataques da comunidade muçulmana.

Fonte: Gospel Prime

%d blogueiros gostam disto: