Cristãos de Zinder são atacados em resposta ao filme anti-Islã


 Cristãos de Zinder são atacados em resposta ao filme anti-IslãEm reação ao filme produzido nos Estados Unidos sobre o Islã, manifestantes muçulmanos queimaram uma igreja em Zinder, segunda cidade do Níger, na sexta-feira (14). Após a oração Jumu’ah (uma oração congregacional (salah) que os muçulmanos mantêm toda sexta-feira, pouco depois do meio-dia), uma multidão de islâmicos protestou contra o filme pelas ruas da cidade. Segundo eles, o vídeo menospreza os princípios do Islã. A revolta popular se dá em resposta aos apelos de imãs para que o ressentimento causado pelo filme “Inocência dos Muçulmanos” seja amplamente repercutido.
Radicais muçulmanos consideram qualquer ação originada na América como “cristã”. Desde que se descobriu que o filme foi produzido nos EUA, a comunidade cristã local em Zinder enfrenta a reivindicação muçulmana pelo o que foi considerado como uma deturpação do profeta Maomé. Certa vez, no centro da cidade, a multidão dividida em grupos de 200, 300 e 500 pessoas se dirigiu para as igrejas da cidade. Enquanto marchavam, gritavam slogans antiamericanos.

Várias igrejas foram gravemente danificadas, alvos da violência desenfreada que se seguiu. Congregações foram invadidas e também incendiadas. As igrejas da União das Igrejas Evangélicas Protestantes e templos das Assembleias de Deus foram severamente vandalizados.

Um número desconhecido de cristãos foi ferido no tumulto. Até o momento, a polícia conseguiu sufocar a revolta, a multidão se dispersou em grupos menores e se dirigiu às residências e empresas de cristãos. A casa de um pastor de uma Igreja Evangélica e lares de membros da Igreja Católica foram alvejados e seriamente danificados.

Na sequência dos acontecimentos, 40 suspeitos foram presos
Os ataques inesperados de represália por parte de muçulmanos, contra os cristãos de Níger, causaram inquietação e confusão. Os crentes locais acreditam que membros do Boko Haram, na Nigéria (ao sul do país), estão por trás das manifestações violentas. O governador de Zinder assegurou ao povo que faria de tudo para proteger a vida e as propriedades de seus cidadãos. Embora 99% dos nigerianos são muçulmanos, é um Estado declaradamente laico e sua Constituição garante a liberdade de religião.

Rumores de mais ataques a cristãos, previstos para a manhã de 16 de setembro, elevaram as tensões. Porém, domingo (16), quando a multidão tomou as ruas, a polícia teve todas as estradas principais barradas, incluindo aquelas que levam às igrejas. A calma foi restaurada em Zinder, mas os cristãos permanecem em alerta.

Cristãos no Níger necessitam desesperadamente de nossas orações; a situação continua bastante tensa em todo o país.

Pedidos de Oração

• Interceda para que os cristãos encontrem conforto e paz através de sua fé em Jesus.
• Peça a Deus para que os líderes da igreja transpareçam a liderança piedosa de Jesus, atuando como servos na crise atual.
• Agradeça ao Senhor pelo empenho demonstrado pelo governo em proteger os cristãos. Ore para que o governador do Estado de Zinder, por meio de sua força policial, seja capaz de conter a situação.
• Ore para que os responsáveis sejam levados à Justiça.

Fonte: Portas Abertas

Anúncios

Escreva Aqui seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: