Archive for outubro 2nd, 2012

02/10/2012

Igreja Mundial de pastor Valdomiro põe a venda fazenda em Mato Grosso


Open in new windowEm março deste ano, reportagem exibida da Rede Record denunciou Valdemiro Santiago, por estar comprando fazendas em Mato Grosso com dinheiro dos fiéis.

A Igreja Mundial do Poder de Deus (IMPD) colocou à venda a Fazenda Santo Antônio do Itiquira, localizada no município de Santo Antônio do Leverger, em Mato Grosso. A propriedade possui 11.054 hectares e está avaliada em R$ 33 milhões, com uma estrutura que contém campo de futebol iluminado e duas piscinas. A IMPD também é dona da Fazenda Formasa em 15.080 hectares, que é localizada na mesma região.

De acordo com o administrador da fazenda, Nicanor Paula Gonçalves de Oliveira, quem pagar o valor pedido também vai adquirir as 6.200 cabeças de gado confinadas na fazenda. “A intenção da igreja não é possuir terras e sim investir o dinheiro da venda nas obras da Igreja”, explica Nicanor, que é irmão do apóstolo Valdomiro Santiago, fundador da IMPD. Ainda segundo o administrador da fazenda os recursos da venda também serão usados na manutenção e abertura de templo e no término da obra de um ‘mega templo’ para 15 mil pessoas, no bairro de Santo Amaro, na cidade de São Paulo.

Em março deste ano, as fazendas da IMPD foram tema de uma reportagem exibida pela Rede Record de televisão, no programa “Domingo Espetacular”, denunciava Valdemiro Santiago, por estar comprando fazendas em Mato Grosso com dinheiro dos fiéis. A reportagem conduzida pelo jornalista Marcelo Rezende citou que o pastor tem várias fazendas em Mato Grosso que, juntas, somam 26,1 mil hectares e valem mais de R$ 50 milhões.

O MPF (Ministério Público Federal) em Mato Grosso instaurou em 19 de março de 2012 um procedimento para investigar o apóstolo Valdemiro Santiago. Ele é suspeito de enriquecimento ilícito e fraude contra o sistema financeiro.

Fonte: Top News

02/10/2012

Televisões evangélicas investem em Israel para alcançar judeus


Televisões evangélicas investem em Israel para alcançar judeusQuando o Messias descer sobre o Monte das Oliveiras, conforme profetizado na Bíblia, duas das maiores emissoras de TV cristãs estarão bem posicionadas para cobrir o evento ao vivo. Talvez por isso, elas compraram recentemente estúdios em Jerusalém em uma colina com vista para a Cidade Velha e o Monte.

O canal Daystar Television Network já transmite imagens 24 horas por dia ao vivo de uma webcam instalada no alto do prédio. Agora, a Trinity Broadcasting Network adquiriu prédio vizinho. Os estúdios são parte de uma investida agressiva dessas emissoras evangélicas norte-americanas para marcar presença na cidade santa. Sua presença faz parte de uma investida polêmica em plataformas para difundir o evangelho entre os judeus em Israel.

Além de seu edifício novo, a TBN está em negociação com o sistema Yes de televisão via satélite de Israel. O desejo é uma parceira com o canal evangélico Shalom.

A Daystar já transmite sua programação em língua inglesa em canais no YES e pela operadora de TV de cabo HOT Telecommunications Systems. Ela afirma ser a primeira emissora que transmite programação evangélica na televisão israelense 24 horas por dia.

“Nosso principal alvo é ajudar a vida do que chamamos de judeus messiânicos, ou judeus que receberam a Jesus Cristo como Messias”, disse o co-fundador da TBN, Paul Crouch. “Nós queremos fazer alguns programas em hebraico para chegar até os judeus ortodoxos e instigá-los a ler a palavra de Deus e tornar-se o que chamamos de um judeu completo”.

A evangelização é legal em Israel, embora o governo, por vezes, restrinja e desencoraje tal prática. “Uma das coisas que eu acho ofensiva é que eles se vangloriam de seu trabalho missionário”, disse Ellen Horowitz, diretora de pesquisa da Jewish Israel, um grupo criado em 2008 para controlar e neutralizar a atividade dos missionários cristãos em Israel. “Eles são realmente muito diretos quando fazem isso.”

Horowitz disse que o proselitismo é um assunto delicado em Israel. “Nosso povo tem passado por maus bocados em outros países, por conta de perseguição ou tentativa de assimilação”, disse. “Agora quando as pessoas finalmente chegam em uma nação judaica alguém quer empurrar uma cópia do Novo Testamento em hebraico em suas gargantas”.

Quando a Daystar estreou em Israel, em 2006, gerou tamanha revolta no público mais conservador que o canal foi temporariamente suspenso e só voltou ao ar depois de uma batalha judicial.
Desde então, grupos evangélicos tem ampliado constantemente sua presença em Jerusalém.

Na primavera passada, o evangelista Mike Evans arrecadou US$ 10 milhões para montar uma sede de seu ministério no centro de Jerusalém onde quer montar um espaço de evangelização cristã.

Em julho, o missionário Rick Ridings, sobrinho de Paul Crouch, que dirige um centro de missões e intercessão perto do Monte Sião, conseguiu reunir centenas de jovens judeus durante um festival de música gospel de três dias na capital Tel Aviv.

Seu tio, que está ampliando o alcance da TBN, que já possui 18 redes transmitindo em sete idiomas, entende que “o cristianismo não está tão bem representado em Israel como poderia”, disse ele. “Esperamos igualar e dar o cristianismo uma plataforma melhor.”

Alguns israelenses estão acolhendo melhor os membros da comunidade evangélica nos últimos tempos, vendo-os como parceiros estratégicos, tanto política quanto economicamente.

Além disso, emissoras cristãs doaram dezenas de milhões de dólares nos últimos anos para construir escolas, centros comunitários, hospitais e até mesmo sinagogas em Israel. Parte desse investimento maciço é a crença de que o retorno dos judeus para Israel vai preceder a segunda vinda de Jesus.

Elen Horowitz reconhece que: “Com todos os milhões de dólares que eles estão dando, é mais difícil para o governo dizer não.” Ela calcula que o número de congregações evangélicas em Israel cresceu para 150, e que reúnem cerca de 20.000 judeus convertidos. Em 1987, eram apenas 3.000.

Com tudo isso, as emissoras cristãs se vangloriam que seus mantenedores estão vendo um número recorde de judeus se converterem ao cristianismo. “A colheita está crescendo muito rápido”, finaliza Crouch.

Traduzido de LA Times

Tags: ,
02/10/2012

Devi Titus fala sobre o papel da mulher cristã no Brasil


Devi Titus fala sobre o papel da mulher cristã no BrasilEntre as grandes presenças internacionais que estiveram na Expocristã 2012 estava a conferencista Devi Titus que conversou com a correspondente do Gospel Prime, Carla Stracke sobre o ministério feminino e o papel da mulher cristã no Brasil.

Devi ficou ainda mais conhecida em nosso país depois de ministrar do Congresso Diante do Trono, despertando a participação das mulheres na igreja, tema que ela pretende transformar em um comitê para que essas ministras brasileiras possam se conhecer e trocar experiências entre si.

Autora de grande relevância nos Estados Unidos, Devi Titus também fala sobre os livros que são lançados no Brasil, dizendo que é importante oferecer para as mulheres livros que falem sobre atitudes práticas do dia a dia, para ajudá-las a transformarem suas vidas e suas casas.

Leia a entrevista completa:

Gospel Prime – Devi, o Brasil está passando por um boom na área ministerial feminina nos últimos anos e desde 2011 você tem sido parte disso com suas ministrações práticas para mulheres, além de seus livros. O que você acha disso tudo e quais são os planos para o futuro?

Devi Titus – Acho isso maravilhoso. O Brasil está cheio de mulheres de Deus maravilhosas e espalhadas em cada canto, só que elas ainda não se conhecem. Nossa idéia é fazer algo como um comitê nacional para que elas se conheçam e ministrem por todo o país. Devo auxiliá-las para iniciar esse processo.

GP – De uns tempos para cá, livros específicos para a ala feminina têm sido lançados, porém a maioria deles está muito similar e focam somente em temas em como uma mulher deve orar, formatos de oração etc. O que você acha disso?

Devi – Livros sobre oração são importantes, mas já está mais que na hora das mulheres colocarem toda essa teoria em prática e também o Brasil ter livros sobre atitudes práticas para mulheres cristãs. Elas precisam ser transformadas e transformarem suas casas.

GP – Vivemos em uma era onde a maioria das mulheres já foram criadas para serem autossuficientes – estudar, trabalhar, viajar, ter seu próprio sustento, tudo isso de preferência até os 30 anos e então depois procurar por um parceiro para casar se acharem necessário. Já ouvi algumas ministrações suas e muitas das coisas que você diz minha avó dizia para mim que era o molde de uma mulher antigamente. O que você acha disso?

Devi – Tudo o que falo sobre comportamento feminino é 100% baseado na palavra e provavelmente essas coisas que sua avó te dizia e eram encaradas como algo cultural, também eram posturas cristãs de uma mulher que foi se perdendo com o tempo. Resumindo, tudo que uma mulher deve ser muitas vezes não foi ensinado a ela e é praticamente o oposto do que dizem por aí sobre como uma mulher brasileira deve ser culturalmente falando. Tudo está na palavra de Deus, é só elas a seguirem e coloca-la em prática.

Fonte: Gospel Prime

02/10/2012

Detrans proíbem muçulmanas de usarem véu em fotos de CNH


Detrans de todo o país vêm obrigando mulheres muçulmanas a tirarem o véu para a foto da carteira nacional de habilitação (CNH), em contrariedade à Constituição Federal.

Os órgãos entendem que o adereço viola uma resolução nacional do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que proíbe o uso de qualquer acessório que cubra parte da cabeça do condutor na foto.

Para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), porém, a retirada do véu não é obrigatória, em respeito à liberdade religiosa prevista pela Constituição. O departamento orienta apenas que nenhuma parte do rosto da motorista fique coberta.

A Folha consultou os Detrans de São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro, onde ficam as maiores colônias islâmicas do país – há 1,5 milhão de muçulmanos no Brasil. Apenas o de São Paulo permite o uso do véu religioso na foto.

No ano passado, porém, uma muçulmana foi impedida de realizar uma prova do Detran em São Bernardo do Campo, já que se negou a retirar o véu. Na ocasião, ela chamou a Polícia Militar e registrou queixa na delegacia.

Outros estados

A União das Entidades Islâmicas do Brasil diz que o problema ocorre em outros Estados. Os Detrans do Paraná e do Rio afirmam que seguem a norma nacional e que jamais receberam alguma orientação clara do Denatran a esse respeito.

Questionado pela reportagem, o departamento não esclareceu se irá ou não enviar comunicado sobre a exceção à regra aos órgãos estaduais.

Em Foz do Iguaçu (PR), onde fica uma das maiores colônias muçulmanas do Brasil, a Câmara Municipal pediu no mês passado maior flexibilidade ao Detran, para não constranger as mulheres.

O órgão diz que nada pode fazer. A única medida tomada no Estado, também adotada no Rio, é tirar a foto numa sala em separado e com a presença apenas de mulheres.

A restrição não se aplica a outros documentos. No caso do passaporte, a Polícia Federal diz seguir orientação internacional que admite o véu, desde que o rosto fique completamente visível.

Já para a foto do RG, a permissão depende da orientação de cada Estado.

Fonte: Folha

02/10/2012

Jogador de futebol Roberto Brum inicia seu Ministerio pastoral e funda igreja


O volante Roberto Brum abandonou o futebol com apenas 33 anos e assumiu o púlpito da “Igreja de Deus, o Senhor está Aqui”, fundada por ele em agosto deste ano, em Niterói (RJ). De boleiro a pastor, o jogador passou por provações e aceitou o chamado para a nova vida.

No tranquilo condomínio do bairro de Camboinhas, com seu traje esporte chique e uma bíblia na mão, o ex-jogador começa o culto lendo um versículo bíblico. Aumentando o tom da voz em alguns momentos, gesticulando muito, cantando fervorosamente e tecendo palavras de conforto, além de sempre gritar “aleluia”, ele prega dois dias na semana — quartas e domingos — ao lado da mulher Roberta, também pastora.

“Recebi o chamado há dois anos, mas não me achava preparado, apesar das pessoas me tratarem assim. Há seis meses, recebi outro chamado e revelações, e vi que era minha hora”, conta o ex-atleta, que foi ordenado pastor no dia 7 de julho, data do seu aniversário.

No futebol, ele passou por clubes como o Fluminense, Coritiba, Santos e o São Gonçalo, seu último time, onde foi técnico por um jogo. Em 2001, foi pego no doping pelo uso da substância clostebol. Na época, com 23 anos, o atleta alegou que usou uma pomada cicatrizante na coxa, indicada pela mulher.

Jovem e com dinheiro, ele vivia nas baladas, traía a mulher e bebia muito. Só mudou de vida quando se converteu. Hoje, sobe toda semana em um monte de Várzea das Moças, no município, para orar e agradecer.

“Não era dá pá virada, mas cheguei perto e minha carreira não deslanchava. Aceitei Jesus e virei um marido fiel, sem vida dupla e valorizei meus filhos (Brenda, 12, e Robert, 6). Jesus me trouxe isso de volta e não me arrependo. Me tornei uma pessoa melhor”,  afirma Roberto.

Se em campo era um volante marcador, na igreja é um pastor liberal. Não há proibições com relação a roupas, maquiagem das mulheres e corte de cabelo, pessoas ou qualquer outra regra. Ele mesmo não gosta de usar terno e gravata. “Deus não faz distinção de ninguém pelo que veste. Nós também não”, diz ele.

No esporte, fez amigos, cultos em concentrações e na sua casa e ajudou companheiros a encontrar o caminho de Deus. Enquanto esteve no Santos, Neymar e Ganso eram frequentadores assíduos. “Eles sempre apareceram nos cultos. E o Rafael também. Inclusive, eu e um pastor meu amigo o batizamos em um rio de Cubatão (SP)”, conta.

Fonte: Extra

02/10/2012

Encontro de oração reúne 25 mil pessoas nos EUA


 Encontro de oração reúne 25 mil pessoas nos EUAExatamente 40 dias antes da eleição para presidente dos EUA, cerca de 25 mil pessoas se reuniram durante dois dias no Independence Mall, na Filadélfia, durante a maratona de oração “América para Jesus 2012”. O objetivo deste encontro que reuniu cristãos de todas as raças, partidos e denominações dos Estados Unidos, era orar pela cura da nação e chamar a América de volta a Deus. O local escolhido é histórico, pois foi o local onde Declaração de Independência foi assinada.
“Hoje chegamos a um lugar histórico para escrever a história espiritual na América”, disse o reverendo Billy Wilson, co-presidente do América para Jesus 2012. ”Hoje nós viemos a este lugar, porque acredito que a América está à deriva espiritualmente e precisa corrigir o rumo”.

O evento de dois dias começou com uma reunião de jovens na noite de sexta-feira. A bispa Anne Gimenez, da Rock Church International, de Virginia Beach, e co-presidente do movimento, disse aos milhares de adolescentes reunidos, “América para Jesus será um grito ouvido em todo o mundo. Este é um início de um empurrão pedindo por justiça na América. Estamos aqui para declarar a Palavra do Senhor. ”

No sábado, Tom Phillips, que trabalha no ministério de Billy Graham, leu uma carta de saudação e solidariedade do evangelista de 93 anos de idade, que afirmou estar orando pela  América e preocupado com o seu futuro.

“Nada poderia ser mais urgente do que para o povo de Deus para se unir e orar por nossa nação e nosso mundo”, escreveu Graham. ”Nossa única esperança é voltar-se para o Senhor Jesus Cristo em arrependimento e fé, para buscar obedecê-lo em todas as áreas de nossas vidas, como indivíduos e também como uma nação…”

O conhecido pastor televisivo Pat Robertson foi um dos palestrantes e declarou “Nós nunca iremos mudar nosso país através da política. Só mudaremos a América com um poderoso derramamento do Espírito Santo de Deus.”

Logo no início da maratona de oração, que durou nove horas, o pastor Wilson pediu um tempo de arrependimento para os sete pecados mortais: orgulho, avareza, luxúria, inveja, gula, ira e preguiça, que seriam as causas dos problemas da nação. Vários líderes cristãos fizeram  orações pedindo perdão por questões específicas e relacionadas com as questões sociais, como a pobreza, o tráfico de desemprego, sexo, crime e gestão governamental.

Na pauta das palestras e das orações durante o sábado estavam a condenação do aborto, o casamento gay e o controle populacional, além de críticas ao governo de Barack Obama.

Fonte:  ABC News

02/10/2012

Cristã de 74 anos é vítima de violência policial


Cristã de 74 anos é vítima de violência policialSétima nação na Classificação da Portas Abertas de Países por Perseguição de Cristãos, o Uzbequistão sediou, recentemente, uma série de ofensas contra os cristãos, incluindo agressões policiais, espancamentos, e multas exorbitantes por conta de atividade religiosa. O site de notícias Forum 18 News Service relatou que duas mulheres idosas são as vítimas mais recentes.

A polícia invadiu a casa de Nina Cashina, uma cristã protestante, deficiente, de 74 anos de idade, e confiscou 25 livros cristãos, incluindo sete Bíblias e três Novos Testamentos russos; 25 DVDs e 20 fitas de áudio. Eles, então, invadiram a casa pertencente à  vizinha de Cashina, Gulya. O Forum 18 não conseguiu descobrir o nome completo de Gulya, mas soube, através de fontes, que ela está registrada como portadora de deficiência, em uma clínica local.

Após entrarem na casa de Gulya, os policiais algemaram a mulher e arrastaram-na para o carro, onde ela foi agredida por vários oficiais. As duas mulheres foram levadas para uma delegacia próxima, onde Gulya sofreu um ataque epilético. Ore pela recuperação dela.

Ainda segundo reportagem do Forum 18, médicos queriam levá-la a um hospital, mas a polícia não permitiu. Ao invés disso, “obrigaram-na a escrever uma declaração de que Cashina distribuía DVDs de filmes cristãos entre os muçulmanos.”

Ambas as mulheres foram liberadas e Cashina enfrenta, agora, acusações administrativas. O Forum 18 informou que milhares de crentes no Uzbequistão têm enfrentado perseguições como esta. Em alguns casos, as multas excedem quase 30 vezes o salário mínimo.

Na região leste do Uzbequistão, um irmão foi multado por cantar músicas cristãs

O Forum 18 também relatou as multas excessivas contra Viktor Kotov, no início de setembro. Em uma manhã de domingo, a casa de Kotov foi invadida por 15 policiais à paisana, que questionaram os moradores sem mostrar qualquer documentação. Em seguida, produziram registros oficiais e saíram. Mais tarde, Kotov foi multado em 314.600 sons do Uzbeque (moeda local); a soma de cinco vezes o salário mínimo mensal.

“Quando os policiais invadiram a residência, Kotov, sua esposa e filhos e uma mulher idosa, amiga da família, estavam simplesmente cantando músicas cristãs”, crentes locais relataram ao Forum 18.

“Este caso mostra, mais uma vez, que as autoridades do Uzbequistão estão decididas a liderar uma luta contra os cristãos do país.”

Ore pela paz no Uzbequistão. Peça a Deus pela proteção e livramento dos crentes que enfrentam perseguição nesta nação.

Fonte: Portas Abertas

%d blogueiros gostam disto: