Falso pastor é preso em MG acusado de roubar R$ 1,5 milhão


Falso pastor é preso em MG acusado de roubar R$ 1,5 milhãoFoi preso na cidade de Varginha, Sul de Minas Gerais, o estelionatário conhecido como “pastor Fernandes”. Ele chegou à cidade há algum tempo, dizendo ser um missionário e que veio realizar “uma grande obra de Deus”. Mas a polícia identificou o falso pastor como Iolando Fernandes de Araújo, 45 anos, natural do Ceará.

Aos policiais, Fernandes confessou que se passava por pastor evangélico há mais de 20 anos e que aplicou golpes em todas as cidades por onde passou.

Segundo o registro policial, Iolando visitou igrejas na cidade mineira de Alfenas no final de setembro dizendo que Deus havia lhe mostrado que ele devia doar sete milhões de reais aos membros da igreja para comprarem suas casas.

Após ouvirem a oferta, as vítimas fizeram um acordo com o falso pastor para irem com ele às imobiliárias da cidade para adquirirem os imóveis. Durante o acerto, todas as vítimas entregaram cópias de documento pessoais ao autor do golpe.

Uma vítima entregou-lhe o carnê do financiamento de um veículo Palio, pois o falso pastor prometeu pagar todas as parcelas a vencer. Mas, como alegava que os seus milhões estavam bloqueados até o mês seguinte, recebeu R$ 500,00 da vítima como oferta. Duas outras vítimas tentam na justiça desfazer os contratos de compra de dois imóveis intermediados pelo falso pastor, no valor de R$ 360.000 e R$ 565.000.

Iolando conseguiu, ainda, comprar no nome de outros fieis dois automóveis novos, sendo uma van de R$ 114.000 e um veiculo utilitário Freemont de R$ 87.000. Segundo eles, os veículos seriam usados na “obra de Deus” em São Paulo.

Após várias conversas e como o dinheiro não entrava em suas contas, as vítimas desconfiaram das alegações do autor, que foi procurado, pediu para ir comprar créditos para celular e não mais foi visto na cidade.

Na noite desta segunda-feira (1) a Polícia Militar foi chamada até uma igreja evangélica no Bairro Santa Maria, em Varginha, localizada a 70 km de Alfenas.

No local, os fieis haviam cercado Fernandes, acusando-o de utilizar o dinheiro da igreja para benefício próprio. Ficou comprovado que, ele roubou R$2.400,00 de um homem da igreja e de outros conseguiu cópias de documentos. Com isso, conseguiu efetuar compras de veículos em concessionárias de Belo Horizonte e Varginha em seus nomes. Tentou ainda comprar uma casa na cidade, mas não deu certo. De acordo com testemunhas, o golpista pode ter ficado com mais de R$ 1,5 milhão.

A PM também constatou que o falso pastor usava um veículo que tinha ordem judicial de apreensão. Iolando cumprirá seu tempo de detenção na penitenciária de Varginha. A família de uma das vítimas diz que ele disse que não se arrepende de ter ludibriado as vítimas.

Fonte: Gospel Prime

Anúncios

Escreva Aqui seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: