Archive for novembro 5th, 2012

05/11/2012

Ação para permanência de crucifixo é derrubada


O Tribunal de Justiça indeferiu a ação popular movida pelo advogado Teotino Damasceno Filho, contra o presidente da Câmara Municipal de João Monlevade, vereador pastor Carlinhos (PV) pela retirada (no ano passado) de um crucifixo do Plenário da Casa.

O advogado Teotino alegou no processo que o ato soava como intolerância religiosa e que o crucifixo é de patrimônio público. Unânimes na decisão, os desembargadores Antônio de Pádua, Evanglina Castilho Duarte e o relator Valdez Leite Machado cassaram a sentença, julgando extinto o processo sem julgamento de mérito. Para o relator, o objetivo é resguardar o direito de crença religiosa dentro da Câmara Municipal.

De acordo com Valdez Leite, a decisão foi pautada ainda no fato da religião não se encontrar inserida nem no patrimônio público material, nem no patrimônio público imaterial, já que o Estado não prega nenhuma religião, sendo esta de livre escolha de seus cidadãos.

Com a decisão da Justiça, o presidente da Câmara está liberado, caso queira, para retirar o crucifixo do Plenário do Legislativo. O advogado Teotino Damasceno alegou que não vai recorrer da decisão. No entanto, ele disse que espera que a imagem de Cristo crucificado seja mantida na Câmara.

Já o vereador pastor Carlinhos, limitou-se a informar que ainda não pensou no assunto. “Não tomei decisão alguma”, alegou o presidente do Legislativo.

Entenda o caso

A polêmica em torno do crucifixo do Plenário da Câmara Municipal de João Monlevade começou no ano passado, quando o presidente da Casa, Pastor Carlinhos, decidiu retirar o símbolo religioso sob o argumento de que a Constituição Federal classifica o Brasil como um estado laico (sem religião).

A ação esquentou o clima no Legislativo, gerando bate-boca entre os parlamentares, que chegaram a exigir a recolocação do crucifixo. Além disso, católicos protestaram na Câmara e padres de João Monlevade entraram na briga para tentar convencer Pastor Carlinhos a voltar com o crucifixo.

O presidente do Legislativo rebateu todas as críticas e alegou que a sua atitude não significava nenhuma retaliação aos católicos. Depois de muita briga uma liminar determinou que pastor Carlinhos retornasse com o crucifixo ao Plenário.

Fonte: Última Notícia

05/11/2012

Igreja de fachada criada para cometer crimes fiscais tem suspeitos presos pela PF em SP


Após investigações da Policia Federal do Estado de São Paulo, na quarta-feira (31) foi desmantelada um grupo de pessoas, que criaram uma igreja de fachada para cometer crimes contra o sistema financeiro, lavar dinheiro e sonegar impostos.

A Polícia Federal realizou nesta quarta-feira (31) uma operação para prender suspeitos de utilizarem uma igreja de fachada para cometer crimes contra o sistema financeiro. Foram cumpridos seis mandados de prisão e 12 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Atibaia e Valinhos, todas no Estado de São Paulo.

Segundo a PF, os acusados foram descobertos pela grande movimentação financeira da pequena igreja que criaram, que chegou a quase R$ 400 milhões.

Segundo estimativas realizadas durante as investigações, o prejuízo total à União e ao Estado de São Paulo, pelo não recolhimento dos tributos devidos e pelas fraudes detectadas passam de R$ 150 milhões ao ano.

“Constatou-se que se tratava de uma empresa que jamais teve existência física e que a associação religiosa foi criada por gozar de imunidade tributária, o que, diminuiria as probabilidades de fiscalização, na visão dos integrantes do grupo”, disse a PF em nota.

Estratégias diferentes

A PF afirma que durante as investigações que os acusados utilizavam duas estratégias para sonegar impostos.

“No primeiro, empresas de fachada eram criadas para que atuassem ficticiamente, recebendo recursos de empresas reais e depois remetendo os valores para o exterior por meio de “doleiros”, ou seja, de maneira ilegal. Essas empresas de fachada eram utilizadas por um período curto para melhor desviar a atenção da fiscalização. No segundo modo de atuação, o grupo atuava para empresas devedoras do fisco estadual, que já haviam sido autuadas ou que haviam tido seus recursos administrativos julgados improcedentes. Eles contavam com a colaboração de servidores públicos vinculados à área tributária, que atuariam principalmente no ‘desaparecimento de procedimentos fiscais”, afirma a PF.

Enquanto os processos eram fisicamente subtraídos das instalações da repartição pública, de acordo com as investigações da Polícia, havia também o apagamento dos registros nos sistemas de informática. A investigação aponta que eles eram levados em partes, escondidos em bolsas ou mochilas.

“Ao final, eram entregues aos chefes da quadrilha, que os entregavam para os empresários envolvidos. Há evidências de que cada procedimento continha valores de multas fiscais que variam entre R$ 1 milhão e R$ 35 milhões”.

Os investigados responderão pelos crimes contra o sistema financeiro, subtração de processos, corrupção ativa e passiva, tráfico de influência, lavagem de dinheiro, formação e quadrilha, falsidade ideológica e sonegação fiscal, cujas penas somadas podem chegar a 28 anos de prisão.

Fonte: Inforgospel

05/11/2012

Lei “anti-conversão” na Índia perde força e os cristãos evangélicos comemoram e pedem oração


Os que professam a fé em Jesus Cristo na Índia tem por parte da população composta de seguidores de milhares de “deuses” uma perseguição dura a ponto de matar os cristãos/evangélicos por crer no evangelho do Senhor. Mas Deus está trabalhando nesta nação, uma lei “anti-conversão” está sendo enfraquecida no país. -Confira e comente…

Uma lei “anti-conversão” sancionada no Estado de Himachal Pradesh, comumente usada por extremistas hindus para impedir que pessoas se convertessem ao cristianismo, foi parcialmente derrubada, após uma contestação legal promovida pelos cristãos.

A Associação Evangélica da Índia alegou que as disposições da Lei Religiosa de Himachal Pradesh, de 2006, são desiguais. Por exemplo, aqueles que querem se converter ao cristianismo são listados em um registro público. Esses dados foram verificados por extremistas hindus, que rastreiam, perseguem e até assassinam novos cristãos. Mas, se outros cidadãos querem se tornar hindus não precisam, no entanto, divulgar sua escolha.

Evangelistas também enfrentaram falsas acusações conversões forçadas de hindus e que, devido às alegações foram presos e brutalmente agredidos.

Agradeça a Deus pela decisão da alta corte do Estado que, considerando tais aspectos da lei, julgou-a inconstitucional. O caso agora vai para o Supremo Tribunal indiano, onde se espera que extremistas hindus exerçam forte pressão para que a ação seja anulada. Ore para que isso não aconteça, e para que os direitos dos novos cristãos na Índia prevaleçam. Interceda pela liberdade de cada servo do Senhor, em meio à perseguição.

Fonte: Inforgospel

 

05/11/2012

Igreja do Evangelho Quadrangular reúne 5 mil jovens evangélicos em Belém/PA


A quinta edição dos chamados Radicais da Última Geração movimento da Igreja do Evangelho Quadrangular de todo o Brasil, reuniu cerca de 5.000 jovens nos dias 02/11 e 03/11 em Belém, onde demonstrou a disposição dos jovens evangélicos em adorar a Deus. – Confira, assista e comente…Desde sexta-feira (2), mais de 5 mil jovens da Igreja Quadrangular de várias partes do estado do Pará e do Brasil se reúnem no ginásio da Escola Superior de Educação Física, em Belém, para adorar a Deus.

O encontro promovido pela Igreja do Evangelho Quadrangular denominado “Radicais da Última Geração” que reúne jovens das igrejas Quadrangular de todo o Brasil que queiram participar e que tem como objetivo segundo o pastor Valter Maia que disse em depoimento: “É um estilo de vida, é uma linhagem. A gente tem o objetivo de formar uma geração diferenciada, com novos hábitos, novos valores”.

Com a atração da musica gospel convidada, o pastor Antonio Cirilo compositor do hino “Poderoso Deus” de Minas Gerais conduziu o louvor do evento fazendo com os jovens se alegrasse na presença do Senhor.

Numa demonstração de disposição em participar do evento e ter a oportunidade de estar reunido com as demais igrejas do Evangelho Quadrangular de outros estado para adorar o Senhor juntos em Belém do Pará, um grupo de jovens da igreja de Pelotas no Rio Grande do Sul não poupou esforços e estiveram presentes nesta 5ª edição dos Radicais da Última Geração.

Fonte: Infor Gospel

05/11/2012

“Ex-gays” mostram que é possível mudar a homossexualidade


“Ex-gays” mostram que é possível mudar a homossexualidadeEm vários estados americanos é possível encontrar grupos de apoio para ex-gays. Os encontros secretos, frequentado quase exclusivamente por homens, servem para que eles troquem suas experiências na tentativa de serem aceitos pela sociedade.

Enquanto muitos religiosos defendem que é possível reverter a homossexualidade, médicos e cientistas atestam que não há nenhum método científico que comprovem que é possível um homossexual deixar a prática.

Na Califórnia o governador Jerry Brown proibiu por lei as chamadas “terapias de conversão sexual” indicadas por alguns psicólogos ou religiosos. Ao assinar o decreto Brown afirmou que “esta lei proíbe ‘terapias’ não científicas que levam os jovens à depressão e ao suicídio”.

Enquanto esses dois grupos discutem se é ou não possível se tornar um ex-gay, quem já decidiu trocar de sexualidade tenta agora encontrar uma nova forma de vida, muitos sonham em se casar e criar uma família com esposa e filhos, outros, porém preferem o celibato.

É nessas reuniões que eles encontram apoio para discutir dilemas comuns entre eles, os temas mais abordados são como evitar tentações para não voltar a ter relações com pessoas do mesmo sexo e como encontrar uma maneira de revelar o passado para suas novas parceiras.

Blake Smith, 58 anos, é um dos americanos que se classificam como ex-gay, antes de se assumir ele ficou casado por 17 anos com uma mulher, mas se separou por não resistir aos desejos de ter relações com outros homens.

Smith só conseguiu reverter esta situação depois de avaliar sua infância através de terapias feitas em grupos com nomes como “as pessoas podem mudar” e “jornada para a masculinidade”.

Hoje Blake está casado novamente com uma mulher e testemunha que conseguiu deixar de sentir atração física por pessoas do mesmo sexo. “Depois dos 50 anos, pela primeira vez consigo olhar para uma mulher e achá-la realmente gostosa.”

Outro ex-gay que aceitou falar ao The New York Times foi Cameron Michael Swain, 20 anos, filho de um pastor da Igreja dos Amigos Evangélicos do Sudoeste. O jovem que mora no condado de Orange, na Califórnia, conta que se esforçou para vencer os desejos homossexuais.

Ele até tentou a vida gay, “mas não me acomodei a ela”, diz Swain que resolveu encontrar uma alternativa. “Tem de haver um meio de curar esse mal”, disse ele quando passou a frequentar reuniões de grupos de apoio.

“Estou criando confiança no convívio com homens”, disse, “e isso aumenta minha confiança quando estou em companhia de mulheres”, testemunha o jovem que sempre sonhou em estar noivo ou casado com uma mulher.

Fonte: Folha de SP.

05/11/2012

Protestos fazem peça teatral ser cancelada por mostrar Jesus gay


Protestos fazem peça teatral ser cancelada por mostrar Jesus gayCristãos ultraortodoxos realizaram diversos protestos na Grécia contra uma peça teatral americana que descreve Jesus Cristo como homossexual.

A peça “Corpus Christi” seria apresentada no teatro Hytirio de Atenas, a história escrita por Terrence McNally foi lançada em 1998 em Nova York, mostrando Jesus e os apóstolos como homossexuais moradores do Texas.

As manifestações foram bastante violentas e partiram do partido neonazista Alvorada Dourada. O protesto aconteceu na frente do teatro, manifestantes exigiram o cancelamento da apresentação por considerarem a peça uma blasfêmia.

Representando o parlamento grego estavam alguns deputados do partido que usaram suas influências para impedir que as portas do teatro se abrissem para que os interessados em assistir o espetáculo pudessem entrar.

Fonte: Correio Braziliense.

05/11/2012

Igreja do Santo Sepulcro deve milhões em contas de água


Igreja do Santo Sepulcro deve milhões em contas de águaLocalizada em Jerusalém, a Igreja do Santo Sepulcro pode ser fechada ao público, pois a administração está devendo US$ 2,3milhões para a companhia de água local, segundo o jornal israelense Maariv.

O espaço pertence à Igreja Grega Ortodoxa de Jerusalém que teve suas contas congeladas por causa da dívida. O arcebispo de Constantina, Antonios Peristeris, garante que a igreja tem pago as contas atuais, mas que é difícil pagar a divida que foi acumulada no passado.

Construída na Cidade Velha no século 4 a Igreja do Santo Sepulcro está localizada na colina conhecida como Calvário, foi nesse monte que Jesus foi crucificado.

O local recebe milhões de turistas anualmente, pessoas vindas de diversas partes do mundo que querem estar perto do lugar onde Jesus fora crucificado e sepultado.

Para que o espaço não seja fechado, o arcebispo espera receber doações que lhe ajude a quitar a dívida. “Nós confiamos que Deus e que as pessoas nos ajudarão”, disse Peristeris.

Até o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, e o presidente de Israel, Shimon Peres, foram procurados pelo arcebispo para ajudar a igreja a pagar a dívida.

A companhia disse ao Maariv que não corta o abastecimento para não prejudicar os fiéis que viajam milhares de quilômetros para conhecer a igreja.  Fonte: da Folha de SP.

05/11/2012

Grupos gays brasileiros ganham apoio da ONU para criminalizar homofobia


Grupos gays brasileiros ganham apoio da ONU para criminalizar homofobiaOs defensores do homossexualismo no Brasil têm sido apoiados por uma união de diferentes grupos dentro das Nações Unidas em seu esforço para ver o país criminalizar a “homofobia”. O principal argumento é que os “preconceitos” são um obstáculo para a prevenção da AIDS.

De acordo com a denúncia do ativista cristão Julio Severo, uma nova carta dirigida às autoridades internacionais explica que a comunidade gay do Brasil registra índices AIDS de “mais de 10 por cento.” Para conter o avanço dessa “epidemia” e impedir que ela varra a nação, a carta afirma que o “principal responsável pela alta prevalência do HIV entre os homossexuais é a alta violência contra eles.”

A carta também diz que preconceitos contra a homossexualidade são um obstáculo forte para a prevenção da Aids. Entre os 30 signatários estão o Grupo temático Ampliado sobre HIV/Aids no Brasil, USAID, ACNUR, UNAIDS, UNESCO, UNFPA e UNICEF e vários outros grupos e autoridades, como o Ministério da Saúde do Brasil, a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência, além de deputadas federais e Tony Reis, presidente da Associação Brasileira LGBT, o maior grupo de defesa dos homossexuais do Brasil.

Essa é mais uma demonstração que estão aumentando no Brasil os esforços para proteger a prática do homossexualismo e criminalizar os que se opõe. Ao fazer um lobby tão grande junto à ONU, existe um indicativo que esse tipo de movimento agora pode se espalhar pelo mundo.

Um dos argumentos que chama atenção é a utilização de dados do estudo feito pela Fundação Perseu Abramo (em 2008) afirmando que “a população brasileira reconhece a existência de forte preconceito contra lésbicas (92%), gays (92%), bissexuais (90%), travestis (93%) e transexuais (91%).

Julio Severo lembra que a Fundação Perseu Abramo está ligada ao PT, partido que ocupa o Executivo e predomina no Legislativo do Brasil. Destaca ainda que, quando essa carta exorta o governo brasileiro a adotar medidas fortes no combate à “homofobia”, defende a votação e aprovação da PLC 122, conhecido projeto de lei anti-“homofobia” que vem sendo combatido pela maioria dos evangélicos do país.

Em seu artigo, Severo comenta sobre um estudo que testou o nível de “homofobia” dos brasileiros. Os entrevistados foram requisitados para comentar declarações como “Deus fez o homem e a mulher com sexos diferentes para que cumpram seu papel e tenham filhos”. Curiosamente, os que concordaram parcial ou completamente com essa declaração foram rotulados de “homofóbicos”. Ou seja, isso significaria que 92% de brasileiros poderiam ser rotulados assim e com base nos resultados, o governo comprovaria que a imensa maioria de seus cidadãos eram “homofóbicos” e, portanto, precisavam ser reeducados

Esse perigoso apoio internacional pode fortalecer futuras ações de grupos pró-gay no Brasil.

Severo finaliza: “O governo de Dilma Rousseff e de seu antecessor, Lula, fez o possível para aprovar o PLC 122 e outras medidas homossexualistas, que foram paralisadas pelo esforço de católicos e evangélicos. Certamente, o governo de Dilma recebe de braços abertos a pressão para fazer exatamente o que já vem querendo fazer a um longo tempo: impor a agenda gay na maioria dos brasileiros que insiste em ver a homossexualidade como uma anormalidade”.

Fonte: Gospel Prime, Traduzido de WND

%d blogueiros gostam disto: