Archive for novembro 11th, 2012

11/11/2012

Clipe Soldado Ferido


11/11/2012

25.000 pessoas aceitam Jesus com único Senhor e Salvador no deserto do Egito em evento


O Egito após a posse do novo governo tem aumentando a perseguição aos cristãos/evangélicos, por motivo da irmandade Muçulmana estar querendo implantar a Sharia como lei soberana no país. Mas quanto mais cresce a perseguição, mais Deus através do Espirito Santo leva milhares a contemplar Jesus como Senhor e Salvador. – Confira, assista momento do festival e comente…

Dois grandes eventos com milhares de pessoas que proporcionaram as milhares de pessoas a dar suas vidas para Jesus aconteceu em outubro, em um país onde a perseguição a cristãos piora a dia.

No mês passado, aconteceu um festival da juventude cristã com a participação de 10.000 pessoas no deserto cerca de 100 quilômetros norte do Cairo.

Algumas semanas mais tarde, um outro evento ainda maior atraiu cerca de 45 mil pessoas no mesmo lugar.

Muitos tiveram a oportunidade de ouvir a mensagem do Evangelho e entregar suas vidas a Cristo.

Estes acontecimentos históricos em um contexto de incerteza sobre a notícia onde a perseguição evidente e se intensificam após a eleição do presidente, Mohamed Morsi e pressões da irmandade Muçulmanas para se adotar a lei islâmica como base para a promulgação da nova Constituição.

Os organizadores do evento relatam que cerca de 25 mil pessoas deram vida a Jesus e O aceitaram como único e suficiente Salvador.

Ao final do evento cerca de 8.000 pessoas deram seus dados solicitando orientação através de estudos bíblicos para os ajudarem nesta nova caminhada com Jesus que serão fornecidos pelas igrejas locais.

Além do público presente cerca de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo puderam contemplar pelas transmissões pela TV via satélite o grande avivamento ocorrido neste festival.

Os organizadores dizem que é importante notar que milhares de pessoas foram a pé para o festival para participar das 4 noites, anunciando seu desejo de aceitar a Jesus como Senhor e Salvador.

Muitos dos participantes do evento eram membros da Igreja Copta Ortodoxa, e em uma das noites um padre copta ortodoxa pregou.  Talvez esta seja a primeira vez que se teve noticia e pode ser visto um ortodoxo egípcio pregar diante de tal multidão e em um púlpito evangélico.

Na continuação do evento até o final, contemplamos o que Deus está fazendo nesta nação através dos irmãos egípcios. E isso nos faz refletir no temor(obediência) ao Senhor e orarmos mais intensamente pelo país, seus governantes, o povo e pelos irmãos e agora novos irmãos em Cristo Jesus.

Veja uma pequena parte em vídeo do encontro no deserto do Egito

 

11/11/2012

Alunos evangélicos muda projeto sobre cultura africana por ferir preceitos da Bíblia e polemiza


A recusa dos alunos que confessam a fé evangélica, se deu por motivo de que a temática do trabalho a ser desenvolvido sobre a cultura africana vai de encontro aos preceitos religiosos em que acreditam. A alegação foi baseada na questão de “deuses” que é difundido na cultura africana e Bíblia diz para não compactuarmos.

Cerca de 14 alunos evangélicos da Escola Estadual Senador João Bosco Ramos de Lima protestaram na frente da instituição nesta sexta-feira (9) contra a temática proposta na sétima feira cultural realizada anualmente na escola.

De acordo com um dos alunos, Ivo Rodrigo, de 16 anos, o tema “Conhecendo os paradigmas das representações dos negros e índios na literatura brasileira, sensibilizamos para o respeito à diversidade”, vai de encontro aos preceitos religiosos em que acredita. “A Bíblia Sagrada nos ensina que não devemos adorar outros deuses e quando realizamos um trabalho desses estamos compactuando com a idéia de que outros deuses existem e isso fere as nossas crenças no Deus único”, afirmou o aluno.

Para a professora coordenadora do projeto, Raimunda Nonata, a feira cultural tem o objetivo, através da literatura, de valorizar as diversas culturas presentes na constituição do Brasil como nação. “Através deste projeto podemos proporcionar um debate saudável sobre a diversidade étnico-racial brasileira. Mas não foi isso que aconteceu”, disse a professora.

Segundo a professora, os alunos se recusaram a ler livros clássicos como ‘Ubirajara’, ‘Iracema’, ‘O mulato’, ‘Tenda dos Milagres’, ‘O Guarany’, ‘Macunaíma’, entre outros, por apresentarem questões como “homosexualidade, umbanda e candomblé”.

Segundo a diretora da escola, professora Isabel da Costa Carvalho, os alunos montaram uma barraca sem a autorização da direção na qual abordaram outra temática que fugia à proposta inicialmente. “Eles montaram uma tenda com o nome ‘Missões na África’ na qual abordavam a evangelização do povo africano em seu próprio território”, explicou a diretora. A diretora afirmou ainda que a atitude dos alunos desrespeita as normas e o plano de ensino da escola.

Outra estudante, Daniele Montenegro, de 17 anos, argumentou que desde o 2º bimestre os alunos vem apresentando a proposta à direção. “Desde o início do ano que tentamos falar com a diretoria e eles nos negaram uma reunião pra discutir o assunto. Somente nos proibiram de apresentar outro tema. Fomos humilhados em sala de aula por colegas e pelo nosso professor de história”, contou a estudante.

A feira cultural, que teve sua primeira edição em 2006, aconteceu na quarta-feira (7) e nesta sexta. Ao final dela, pais, professores, coordenadores, alunos, representantes de turma se reuniram para debater a questão. “Minha filha é uma das melhores alunas da sala e por preconceito por parte dos professores, a nota dela e da turma da ‘Missões na África’ foi reduzida abaixo da média”, afirmou dona Wanderleia Noronha, mãe de Stephane Noronha, de 17 anos, do 3º ano.

Ao final da reunião, o conselho escolar decidiu por mais uma reunião, a ser realizada na proxima semana, que contará com agendes da Seduc. “Discutiremos como ficará a questão das notas dos alunos. Se será necessário fazermos uma avaliação diferenciada para eles ou se avaliaremos o projeto ‘Missões na África’”, afirmou a diretora.

Fonte: G1

11/11/2012

Público Evangélico terá mais investimentos da Globo além do “Festival Promessas”


Os evangélicos, segundo o colunista Lauro Jardim do Radar on-line da revista Veja é um público que esta agradando os produtores de eventos da Rede Globo. Além do Festival Promessas anunciado para ir ao ar dia 15 pela emissora está também preparando a Feira Internacional Cristã para mês de julho/13 em SP. A Rede Globo investiu em 2011 no Festival Promessas que foi realizado no Rio de Janeiro e conseguiu reunir um público de 20 mil pessoas no local do evento, conforme divulgado e neste ano/2012 os organizadores vão promover o evento em São Paulo no dia 08/12, no Campo de Marte. O show terá exibição nacional pela TV Globo no dia 15/12 como nomes de expressão nacional da música gospel (veja matéria). A expectativa de público para o evento no dia 08/12 é de 100 mil pessoas entre evangélicos e não evangélicos que gostem da música gospel participando do evento, é o esperado pelos organizadores.

Diante desta realidade acontecida no Festival Promessas de 2011 no Rio de Janeiro e a expectativa para o evento de 2012, a Globo dará mais um passo rumo ao público evangélico. A Geo Eventos, empresa de entretenimento que organizou o evento no Rio em 2011 e esta responsável pelo de 2012, e que  faz parte do grupo, fará a Feira Internacional Cristã, em julho, em São Paulo(segundo Lauro Jardim).

A ideia é rivalizar com a ExpoCristã, que já está sendo preparado um evento pelo grupo EBF Comunicações que vai promover o Prêmio de Excelência Cristã – Revista Igreja, a ser realizado no dia 10 de dezembro de 2012, às 20 horas, no Salão Nobre do Maksoud Plaza, em São Paulo. Na noite de premiações será lançada a EXPOCRISTÃ 2013 – o maior evento internacional de produtos e serviços para cristãos, que acontecerá em setembro/13., a maior do setor na América Latina.

Fonte: Creio.com.br.

11/11/2012

Marcha para Jesus no Haiti terá propósito humanitário


Marcha para Jesus no Haiti terá propósito humanitárioA Igreja Renascer está organizando a primeira Marcha para Jesus no Haiti, um evento que além do caráter espiritual terá também o propósito humanitário através da doação de roupas, alimentos e produtos de higiene para as vítimas do furacão Sandy.

“O evangelho consiste em ajudar o necessitado. O Haiti é um país marcado pela miséria e pela idolatria, por isso Deus tocou no meu coração para realizarmos esta campanha. Participe. Doe. Vamos levar o amor de Cristo e esperança para aquele povo”, declarou o apóstolo Estevam.

Para isto a denominação já começou a receber as doações que serão encaminhadas para o país onde 54 pessoas morreram, mais de 20 estão desaparecidas e milhares ficaram desabrigadas devido aos ventos fortes e aos temporais.

Todas as igrejas da Renascer estarão recebendo estas doações que serão entregues em janeiro quando os líderes estarão se dirigindo para o país caribenho. No dia 12 de janeiro acontecerá a Marcha para Jesus onde além da distribuição desses donativos também será realizada uma grande concentração de fé.

11/11/2012

Smartphones ajudam cristãos da Igreja Perseguida


Smartphones ajudam cristãos da Igreja PerseguidaO ministério Portas Abertas relata que os smartphones estão ajudando cristãos da Igreja Perseguida a alimentar sua fé, podendo acessar a Palavra de Deus nesses equipamentos.

Em países onde é proibido carregar uma Bíblia, como na China, por exemplo, os cristãos podem levar o Livro Sagrado armazenado no cartão de memória do telefone sem correr riscos de repressão.

Para exemplificar como estes aparelhos estão revolucionando o dia a dia dos crentes em países onde o evangelho é perseguido, o ministério conseguiu o depoimento de um cristão da Ásia Central que presenteou um amigo com um cartão de memória contendo a Bíblia.

“Você é meu melhor amigo, por isso quero te dar algo muito especial”, disse o cristão ao entregar o presente. Além de conter um exemplar da Bíblia a memória do cartão continha também um filme sobre Jesus, vídeo que eles puderam assistir juntos.

“Eu agradeço à Portas Abertas por esses chips de memória. Agora eu posso ouvir a Palavra de Deus o tempo todo e em qualquer lugar”, disse o amigo que foi presenteado.

Hoje é possível não só ter a Bíblia no cartão de memória para poder lê-la sempre que possível, como também é possível fazer download da Bíblia em áudio.

11/11/2012

CRISTÃOS PODEM CELEBRAR O HALLOWEEN?


 

Significado

Halloween significa “All hallow’s eve”, palavra que provém do inglês antigo, e que significa “véspera de todos os santos”, já que se refere de noite de 31 de outubro, véspera da Festa de Todos os Santos. Entretanto, o antigo costume anglo-saxão lhe roubou seu estrito sentido religioso para celebrar em seu lugar a noite do terror, das bruxas e dos fantasmas. O Halloween marca um triste retorno ao antigo paganismo, tendência que está crescendo muito em nosso país, por intermédio das escolas de Inglês.

Origens

A celebração do Halloween se iniciou com os celtas, antigos habitantes da Europa Oriental, Ocidental e parte da Ásia Menor. Entre eles habitavam os druidas, sacerdotes pagãos adoradores das árvores, especialmente do carvalho. Eles acreditavam na imortalidade da alma, a qual, diziam eles, se introduzia em outro indivíduo ao abandonar o corpo; mas em 31 de outubro voltava para seu antigo lar a pedir comida a seus moradores, que estavam obrigados a fazer provisão para ela.

O ano celta se encerrava nesta data que coincide com o outono, cuja característica principal é a queda das folhas. Para eles significava o fim da morte ou iniciação de uma nova vida. Este ensino se propagou através dos anos, junto com a adoração a seu deus, o “senhor da morte” ou “Samagin”, a quem neste mesmo dia invocavam para lhe consultar sobre o futuro, saúde, prosperidade, morte, entre outros assuntos.

Quando os povos celtas se cristianizaram, não todos renunciaram aos costumes pagãos. Quer dizer, a conversão não foi completa. A coincidência cronológica da festa pagã com a festa cristã de Todos os Santos e a dos defuntos, que é o dia seguinte, fizeram com que tudo se mesclasse. Em vez de recordar os bons exemplos dos santos e orar pelos antepassados, enchia-se de medo diante das antigas superstições sobre a morte e os defuntos.

Alguns imigrantes irlandeses introduziram Halloween nos Estados Unidos, onde chegou a ser parte do folclore popular. Acrescentaram-lhe diversos elementos pagãos tirados dos diferentes grupos de imigrantes até chegar a incluir a crença em bruxas, fantasmas, duendes, no Drácula e em monstros de toda espécie. Daí propagou-se por todo mundo.

Na noite de 31 de outubro, nos países de cultura anglo-saxã ou de herança celta, celebra-se a véspera da festa de Todos os Santos com toda uma cenografia que antes recordava os mortos, logo com a chegada do Cristianismo às almas do Purgatório, e que agora se converteram em uma salada mental em que não faltam crenças em bruxas, fantasmas e coisas similares.

Em troca, nos países de cultura mediterrânea, a lembrança dos mortos e a atenção à morte se dão no dia 02 de novembro. Diversas tradições se unem, mesclam-se e se influem mutuamente neste começo de novembro nas culturas dos países ocidentais. Na Ásia e África, o culto aos antepassados e aos mortos tem fortes raízes, mas não está tão ligado a uma data concreta como em nossa cultura.

Abóbora, guloseimas, disfarces…

A abóbora foi acrescentada depois e tem sua origem nos países escandinavos. Em seguida, retornou a Europa e ao resto da América graças à colonização cultural de seus meios de comunicação e os séries e filmes importados.

Nos últimos anos, começa a fazer furor entre os adolescentes mediterrâneos e latino-americanos que esquecem suas próprias e ricas tradições para adotar a oca abóbora iluminada. No Hallowe’em (do All hallow’s eve), literalmente a Véspera de Todos os Santos, a lenda anglo-saxã diz que é fácil ver bruxas e fantasmas. Os meninos se disfarçam e vão – com uma vela introduzida em uma abóbora esvaziada em que se fazem incisões para formar uma caveira – de casa em casa. Quando se abre à porta gritam: “trick or treat” (doces ou travessuras) para indicar que gastarão uma brincadeira a quem não os de uma espécie de propina em guloseimas ou dinheiro.

Uma antiga lenda irlandesa narra que a abóbora iluminada seria a cara de um tal Jack Ou’Lantern que, na noite de Todos os Santos, convidou o diabo a beber em sua casa, fingindo um bom cristão. Como era um homem dissoluto, acabou no inferno.

Com a chegada do cristianismo, enquanto nos países anglo-saxões tomava forma a procissão dos meninos disfarçados pedindo de porta em porta com a luminária em forma de caveira, nos mediterrâneos se estendiam outros costumes ligados a 1º e 02 de novembro. Em muitos povos espanhóis existe uma tradição de ir de porta em porta tocando, cantando e pedindo dinheiro para as “almas do Purgatório”. Hoje em dia, embora menos que antigamente, seguem-se visitando os cemitérios, arrumam-se os túmulos com flores, recordam os familiares falecidos e rezam por eles; nas casas se falava da família, de todos os vivos e dos que tinham passado a outra vida e se consumiam doces especiais, que perduram para a ocasião – no caso da Espanha, os pastéis redondos de vento ou os ossos de santo.

Enquanto isso, do outro lado do oceano e ao sul dos Estados Unidos, a tradição católica levada por espanhóis e portugueses se mesclava de acordo com cada país americano, mescla dos ritos locais pré-coloniais e com folclore do lugar.

Certamente na Galícia se unem duas tradições: a celta e a católica. Por isso, é esta a região da Espanha em que mais perdura a tradição da lembrança dos mortos, das almas do Purgatório, muito unidas ao folclore local, e as lendas sobre aparições e fantasmas. Em todas estas representações, ritos e lembranças resiste um desejo inconsciente, pagão, de exorcizar o medo à morte, subtraindo a sua angústia. O mito antigo do retorno dos mortos converteu-se hoje em fantasmas ou dráculas com efeitos especiais nos filmes de terror.

Cultura e negócio do terror

Uma cultura de consumo que propicia e aproveita as oportunidades para fazer negócios, sem importar como. Hollywood contribuiu com a difusão do Halloween com uma série de filmes, nos quais a violência gráfica e os assassinatos criam no espectador um estado mórbido de angústia e ansiedade. Estes filmes são vistos por adultos e crianças, gerando nestes últimos medo e uma ideia errônea da realidade. O Halloween hoje é, sobre tudo, um grande negócio. Máscaras, disfarces, doces, maquiagem e demais artigos necessários são um motor mais que suficiente para que alguns empresários fomentem o “consumo do terror”. Busca-se, além disso, favorecer a imitação dos costumes norte-americanos por considerar-se que isto está bem, porque este país é “superior”.

Pensando a partir da fé

Uma proposta de temas para considerar atentamente a fé cristã e a atitude que devemos tomar ante o Halloween.

Diante de todos estes elementos que compõem hoje o Halloween, vale a pena refletir e fazer as seguintes perguntas:

Podemos aceitar que, contanto que se divirtam, as crianças, ao visitar as casas dos vizinhos, exijam doces em troca de não lhes fazer algum dano (danificar muros, quebrar ovos nas portas, etc.)? Com relação à conduta dos demais pode ser lido o critério de Jesus Cristo em Lc 6.31.

Que experiência (moral ou religiosa) fica na criança quando se ensina que para “se divertir” se pode usar disfarces de diabos, bruxas, mortos, monstros, vampiros e demais personagens relacionados principalmente com o mal e o ocultismo, sobretudo quando a televisão e o cinema identificam estes disfarces com personagens contrários à moral sã, à fé e aos valores do Evangelho? Vejamos o que diz Jesus Cristo do mal e o mau em Mt 7.17. Mt 6.13. A Palavra de Deus nos fala disto também em 1 Pe 3.8-12.

Como pais de uma família cristã, como podemos justificar a nossos filhos que o dia do Halloween façam mal às propriedades alheias? Não seríamos totalmente incoerentes com a educação que viemos propondo na qual se deve respeitar a outros e que as travessuras ou maldades não são boas? Não seria isto aceitar que, pelo menos, uma vez ao ano se pode fazer o mal ao próximo? O que nos ensina Nosso Senhor Jesus Cristo sobre o próximo? Leiamos Mt 22.37-40

Com os disfarces e a identificação que existe com os personagens do cinema… Não estamos promovendo na consciência dos pequenos o mal e o demônio são apenas fantasias, um mundo irreal que nada tem que ver com nossas vidas e que, portanto não nos afetam? A Palavra de Deus afirma a existência do diabo, do inimigo de Deus em Tg 4.7, 1 Pe 5.18, Ef 6.11, Lc 4.2, Lc 25.41

Que experiência religiosa ou moral fica depois da festa de Halloween?

Não é Halloween outra forma de relativismo religioso com o qual vamos permitindo que nossa fé e nossa vida cristãs se vejam debilitadas?

Se aceitarmos todas estas ideias e tomarmos palavras levianas em “altares de diversão de crianças”, o que diremos aos jovens (a quem durante sua infância lhes permitimos brincar o Halloween) quando forem aos bruxos, feiticeiros, médiuns, e os que leem as cartas e todas essas atividades contrárias ao que nos ensina a Bíblia? Como nós, cristãos, mensageiros da paz, o amor, a justiça, portadores da luz para o mundo, podemos nos identificar com uma atividade cujos elementos falam de temor, injustiça, medo e escuridão? Sobre o tema da paz podemos ler Fp 4.9, Gl 5.22. Ver o que diz Jesus sobre isto em Mt 5.14 e Jo 8.12.

Se formos sinceros conosco mesmos e procurarmos sermos fiéis aos valores do cristianismo, chegaremos à conclusão de que o Halloween não tem nada que ver conosco, e que todas suas conotações são nocivas e contrárias aos princípios elementares de nossa fé.

11/11/2012

Grupo cria Associação Nacional de Juristas Evangélicos


Grupo cria Associação Nacional de Juristas Evangélicos

Acontece no próximo dia 29 de novembro, em Brasília, o lançamento da Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure) – Em Defesa das Liberdades Civis Fundamentais.

A Associação tem um trabalho sério, idealizado por pessoas comprometidas com o Reino de Deus. Participam da entidade advogados, promotores de justiça, magistrados, professores de Direito, procuradores da República e juristas de uma forma geral.

O Presidente da Instituição será Uziel Santana, que já possui uma forte ligação com a Visão Nacional para a Consciência Cristã (Vinacc). Na ocasião do próximo Encontro da Vinacc, haverá o 1º Encontro Nacional de Juristas Evangélicos.


Redação CPAD News

11/11/2012

Canto Pela Vida: Salvador recebe festival gospel no Feriado


Canto Pela Vida: Salvador recebe festival gospel no FeriadoA maior rede de emissoras gospel da América Latina, segundo dados do IBOPE, a Rádio Vida FM SAT (92.3 em Salvador) promoverá no próximo dia 15 (quinta-feira) na capital baiana o “Canto Pela Vida”, festival de louvor que contará com a participação de grandes nomes da música evangélica. O evento ainda promove a solidariedade, através da campanha de doação de sangue voltada ao Hemocentro Coordenador de Salvador — HEMOBA.

O Canto Pela Vida — Edição Salvador será na Praça Castro Alves, no centro da capital baiana, com entrada gratuita. Estão confirmadas as participações de Irmão Lazaro, Pregador Luo, Jamily, Cassiane, Palavrantiga, Soraya Moraes, Regis Danese, Dunamis, Dan e Daniel, Theresa Ruas, Marlete Guerreiro e Chris Duran e ainda uma Ilustração do Reino de Deus ao vivo, narrada por Juanribe Pagliarin. A programação terá início às 14 horas.

Ao longo da divulgação do evento pela Rádio Vida FM SAT 92.3 a emissora fará uma campanha de doação de sangue com os ouvintes, incentivando a iniciativa e dando prêmios aos que abraçarem a causa. “Levantamos esta bandeira como forma de contribuir para que vidas sejam salvas por meio de um gesto de amor, que é a doação de sangue. Tivemos resultados muito positivos na edição do evento em São Paulo, onde beneficiamos quatro hemocentros”, destaca a diretora artística da Rádio Vida, Bianca Bagliarin, que comandará a apresentação do festival.

A expectativa, segundo ela, é repetir em Salvador o sucesso do Canto Pela Vida realizado na capital paulista, quando mais de 100 mil pessoas se reuniram na Praça da Luz.

Mais informações sobre o “Canto Pela Vida — Edição Salvador” podem ser encontradas no site http://www.cantopelavida.com.br. Ou pelo telefone (11) 2875-5100 e pelo e-mail: noticias@vidafm.fm.

Vida FM SAT

A Vida FM SAT é a emissora de rádio líder no segmento gospel da América Latina segundo informações do IBOPE. A rádio já conquistou a audiência de várias partes do País, a começar por oito capitais: Porto Alegre (RS), Recife (PE), Maceió (AL), João Pessoa (PB), Teresina (PI), Brasília (DF), Salvador (BA) e Curitiba (PR).

Na capital paulista é a emissora gospel mais ouvida e está entre as dez FMs com maior audiência, segundo dados do IBOPE, deixando pra trás tradicionais emissoras FMs seculares. Mais informações acesse: http://www.vidafm.fm.

Fonte: Assessoria de Imprensa Exibir

%d blogueiros gostam disto: