Abner Ferreira critica imprensa e defende direito a novo julgamento no caso mensalão


Abner Ferreira critica imprensa e defende direito a novo julgamento no caso mensalãoApós decisão do Supremo Tribunal Federal que garante um novo julgamento, por seis votos a favor e cinco contra, para parte dos envolvidos no escândalo do mensalão, Abner Ferreira, pastor presidente da Assembleia de Deus em Madureira, no Rio de Janeiro, criticou a postura da imprensa sobre a decisão do STF.

Na última quinta-feira a votação acabou empatada com cinco votos a favor e cinco contra a medida. Só faltava o voto do ministro Celso de Mello, que decidiu a favor do novo julgamento.

Na interpretação do ministro as condenações com ao menos quatro votos contrários devem ser revistas, recurso conhecido como embargo infringente, permitindo nova análise desses casos.

Na opinião do pastor Abner Ferreira, que é bacharel em Direito, as criticas ao ministro Celso de Melo são injustificadas já que não foi ele quem inventou os embargos infringentes. “Foi o Parlamento. Está no Ordenamento Jurídico Brasileiro”, explica.

O líder evangélico também afirmou que os parlamentares e juristas não devem posar de inconformados, pois “o devido processo legal exige ampla defesa”.

“Qualquer brasileiro tem direito ao duplo grau de jurisdição. E, em caso de empate, há que se assegurar o direito a um novo recurso. Isto é pressuposto fundamental em qualquer ordenamento jurídico no mundo. O grau recursal é inalienável. Chega de bazófia e populismo”, afirmou o pastor.

Abner Ferreira usou uma fala do jurista Joaquim Falcão para criticar a postura da imprensa sobre o caso, lembrando que “imprensa não é Justiça” e “repórter não é juiz”.

“Não raramente, hoje, alguns jornais, ao divulgarem a denúncia alheia, acusam sem apurar. Processam sem ouvir. Colocam o réu, sem defesa, na prisão da opinião pública. Enfim, condenam sem julgar”, disse Joaquim Falcão.

Anúncios

Escreva Aqui seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: