Archive for abril, 2015

22/04/2015

TJ diz que Bíblias em escolas de Florianópolis é inconstitucional


Biblia abertaO Tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou que a lei municipal que obriga as escolas de Florianópolis a terem Bíblias em suas bibliotecas é inconstitucional. O projeto foi aprovado na Câmara em 17 de março, mas enfrentou problemas com a prefeitura.

Segundo o desembargador Lédio Rosa de Andrade a lei 9.734/2015 é inconstitucional por dar prioridade a uma prática religiosa. “A constituição garante a liberdade religiosa e isso proíbe a imposição de qualquer culto, rito, livro, símbolo ou prática religiosa específica em detrimento de outras”.

A decisão do TJ afirma ainda que a lei “afronta a liberdade religiosa” e abre espaço para desencadear a “intolerância e o sectarismo, senão ao fundamentalismo, responsável por inúmeras guerras e matanças na história da humanidade”.

O Ministério Público havia entrado com uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) que foi atendida pelo desembargador que reconheceu que a lei traz “risco de ofensa aos direitos e valores extrapatrimoniais das crianças e adolescentes nas escolas, bem como aumento de despesas para a administração pública”.

A Câmara de Florianópolis pode recorrer da decisão, mas não há informações se os vereadores decidirão ou não dar continuidade ao processo. A prefeitura da capital catarinense já havia se pronunciado contra a lei alegando que era inconstitucional. O procurador-geral Alessandro Abreu, informou que o município estava avaliando a possibilidade de entrar com ação judicial contra o projeto de Lei.

O prefeito Cesar Souza Júnior vetou o projeto de lei em novembro do ano passado, se baseando em um parecer da Secretaria Municipal de Educação e da Procuradoria Geral do município.

O autor do projeto é o vereador Jerônimo Alves (PRB), bispo da Igreja Universal, que já esclareceu por diversas vezes que seu projeto não tem como objetivo obrigar as crianças a lerem ou se tornarem cristãs.

“Não é o objetivo difundir a questão de religiosidade ou qualquer doutrina religiosa através dela. Achamos que ela é importante, ela deve ter sim acesso a todos”, disse ele quando a proposta foi aprovada. Com informações G1

22/04/2015

Vídeo do Estado Islâmico mostra execuções de cristãos etíopes


Com 29 minutos, o vídeo, divulgado em sites jihadistas, mostra um grupo de pelo menos 12 homens sendo degolados em uma praiaO grupo radical Estado Islâmico divulgou neste domingo (19) um vídeo que mostra a execução de vários homens, apresentados como cristãos etíopes capturados na Líbia.

Com 29 minutos, o vídeo, divulgado em sites jihadistas, mostra um grupo de pelo menos 12 homens sendo degolados em uma praia e outro grupo, de 16 homens, mortos a tiro em área deserta.

Em fevereiro, o grupo jihadista já tinha divulgado vídeo mostrando a decapitação de 21 homens, a maioria egípcios coptas, em uma praia, numa encenação parecida com a das imagens divulgadas besse domingo.

Um homem vestido de negro aparece falando em inglês sobre a batalha entre “a fé e a blasfêmia”, e os condenados são apresentados como membros “da Igreja etíope inimiga”.

O Estado Islâmico assumiu o controle de parte dos territórios da Síria e do Iraque, onde proclamou um califado e onde tem multiplicado os abusos, utilizando os vídeos como armas de propaganda.

Fonte Verdade Gospel

22/04/2015

Pastor Silas Maláfaia deixa Pedro Bial nervoso, e detona programa da Globo


https://i2.wp.com/otvfoco.com.br/audiencia/wp-content/uploads/2015/04/NaMoral1-750x327.jpgO pastor Silas Malafaia criticou a gravação do programa “Na Moral” da qual participou no último sábado (18). O líder da Igreja Vitória em Cristo chegou a questionar a parcialidade de Pedro Bial, e os ânimos se alteraram.

Inicialmente, o pastor havia sido convidado para participar da atração que contaria somente com a presença de Jean Wyllys e Jô Soares. No entanto, no dia da gravação, o deputado federal não pôde comparecer . Mas o que causou indignação em Malafaia, foi a desproporcionalidade do debate. Ele ‘contra’ três: Jô Soares, Silvio de Abreu, e a desembargadora Maria Berenice Dias (ativista gay).

O clima esquentou durante a gravação, e segundo Malafaia, Pedro Bial ficou nervoso: “O pau cantou, o couro comeu, o couro comeu! O apresentador até alguma hora chegou a perder o equilíbrio, ficou muito nervoso porque eu questionei a parcialidade dele”, disse o pastor. “Não foi um debate democrático”, completou o líder da Igreja Vitória em Cristo.

Silas Malafaia ainda disse que Jô Soares foi o que mais lhe tratou bem. Já Silvio de Abreu e Maria Berenice “partiram na toda”.

O líder da Igreja Vitória em Cristo ainda disse estar preocupado com a edição que será feita com o programa que contou com duas horas de gravação. Malafaia finalizou dizendo que espera que a atração não venha a ser exibida de maneira tendenciosa, e que tem todo o programa gravado em áudio.

A edição do “Na Moral” com a participação do Pastor Silas Malafaia será exibida na madrugada desta quinta para sexta-feira (24), à 1h da manhã, logo após o festival “Luz, Câmera 50 anos”.

Confira o vídeo em que Malafaia fala sobre a gravação do “Na Moral”:

Fonte: TV Foco
veja neste endereço o Vídeo.
%d blogueiros gostam disto: