Archive for setembro, 2015

26/09/2015

Países cristãos que acolhem ‘refugiados’ muçulmanos; mas recusam cristãos


perseguicao_religiosaO cristianismo é persona non grata em alguns países europeus. Este parece ser o caso notadamente da
Inglaterra e do palco da Revolução Francesa, a França. Ambos se comprometeram a acolher, respectivamente,
20 mil e 24 mil imigrantes. Contudo, as regras estabelecidas por ambos os governos discriminam os cristãos, que
é o grupo de pessoas que mais necessita de acolhimento.
“CRISTÃOS SÃO DEIXADOS POR ÚLTIMO”. O alarme foi soado na Inglaterra pelo ex-arcebispo da Cantuária,
Lord Carey, que escreveu no Telegraph: “Quem entre nós pede há meses compaixão pelas vítimas da Síria, vive
uma grande frustração, porque a comunidade cristã, mais uma vez, é abandonada e deixada por último”. O
primeiro-ministro David Cameron, de fato, anunciou que acolherá somente aqueles que já se encontram em um
acampamento de refugiados das Nações Unidas.
DISCRIMINAÇÃO. “Mas, assim – continua o antigo primaz anglicano -, Cameron inadvertidamente discrimina as
comunidades cristãs, que são as mais afetadas por esses carniceiros desumanos que se autodenominam Estado
islâmico. Você não vai encontrar nenhum cristão em campos da ONU, porque eles são atacados e feitos alvos
dos muçulmanos que os expulsam desses campos. Por isso, eles procuram refúgio em casas particulares e nas
igrejas”. Ao invés de discriminar os cristãos, “a Inglaterra deveria considerá-los uma prioridade, porque eles são o
grupo mais vulnerável. Além disso, nós somos uma nação de origem cristã e os cristãos sírios não teriam
problemas para se adaptar. Alguns não vão gostar do que eu vou dizer, mas nos últimos anos a imigração
muçulmana em massa para a Europa tem sido excessiva e levou ao surgimento de guetos onde eles vivem à
margem da sociedade”.

cristiani-mosul-kurdistan-iraq-islamAPELO DOS ANGLICANOS: Após a publicação deste artigo, o atual arcebispo da Cantuária, Justin Welby, falou
pessoalmente do problema durante uma reunião privada com o primeiro-ministro britânico. Ele repetiu as palavras
pronunciadas segunda-feira diante da Câmara dos Lordes: “Nos campos de refugiados da ONU, a radicalização e
a intimidação são generalizadas. Assim, a população cristã foi forçada a fugir desses campos. Qual é a política do
governo para alcançar os refugiados que não estão nos campos?”.
EXIGÊNCIAS PRECISAS. O problema da discriminação contra os cristãos no acolhimento de refugiados não
acontece apenas na Grã-Bretanha, mas também na França. O especialista em Síria da Universidade de Tours,
Frederic Pichon, declarou em 11 de setembro na Rádio Courtoisie: “Esta tarde, eu falei com um alto funcionário
da República que trabalha no acolhimento de refugiados e ele me disse que eu poderia divulgar essa informação.
Então, eu aproveito esta oportunidade para fazê-lo: há exigências específicas da parte do governo para ignorar o
problema dos cristãos no Oriente

INÚTIL PEDIR VISTO. Em primeiro lugar, de acordo com as informações de Pichon, o motivo pelo qual “os
cristãos iraquianos e sírios esperam até oito meses por um visto na sede da Embaixada da França no Líbano” é
porque “o dossier sobre cada um deles é examinado por uma empresa privada de propriedade de um muçulmano
sunita”. Ele continua: “É um alto funcionário, um prefeito que me revelou que ele mesmo aconselhou os cristãos a
não buscar os vistos, mas tentar atravessar através da Turquia”, e depois buscar as vias ilegais percorridas por
todos os outros imigrantes ilegais, “se eles quiserem arriscar a ter uma chance”.
CONTRA O REGIME. Mas o que seriam essas “exigências precisas” por parte do governo? “Segundo o que me
revelou o funcionário do governo francês, o conceito é o seguinte: ‘Sírios podem ser acolhidos, mas sob a
condição de que eles não sejam favoráveis ao regime [Assad]’”. Subentendido: se você é alauíta ou cristão, você
é considerado pró-regime, e assim o seu visto “nunca chegará”.
TRADUTORES ÁRABES. Este não é o único problema. Falando no mesmo programa de rádio, Marc Fromager,
chefe da “Aide à l’Eglise en détresse” (Ajuda à Igreja que Sofre) revelou: “Não é de hoje que eu recebo denúncias
desse tipo aqui na França”. Por exemplo, os cristãos egípcios que fogem do seu país, porque são ameaçados. O
caso deles está sendo tratado com a ajuda de tradutores de árabe que são quase todos muçulmanos de origem
norte-Africana. Estranhamente, quase nunca acontece destes cristãos serem reconhecidos como tendo direito a
asilo político e assim são rejeitados. Ao invés disso, os muçulmanos são bem-vindos com muita facilidade. Seria
necessário tradutores neutros sob o plano religioso e que façam seu trabalho com isenção, porque era evidente
que os cristãos egípcios se encontravam em perigo físico”.

 

 

26/09/2015

Campanha mundial de evangelização on-line começa 30 de setembro


evangelismo dia 30 setembroUma organização internacional de evangelismo on-line deseja reunir milhares de cristãos dia 30 de setembro para criar uma “onda” de propagação do Evangelho. Um vídeo deverá ser compartilhado, juntamente com mensagens sobre Jesus. Eles desejam inundar as redes sociais e chamar a atenção do mundo.

Ian Walton, coordenador deste projeto na África acredita que essa e uma nova forma de evangelização em massa. O website da campanha foi traduzido para diferentes línguas. A versão brasileira pode ser acessada em www.vaportodomundo.global.

Oficialmente, entra no ar dia 30 de setembro, mas já é possível se inscrever e conhecer o material. A mensagem tem menos de dois minutos e termina com a pergunta “Por que eu acredito?” e mostra como as pessoas podem se inscrever e adicionar a sua voz, descreve:

A ideia é viralizar o material, compartilhando com o maior número de pessoas possível. Os organizadores apontam essa iniciativa como uma mensagem de esperança nos tempos difícieis que estamos vivendo.

Cerca de 100 mil pessoas já se inscreveram para o evento online até agora. Equipes regionais estão sendo treinadas para ajudar as pessoas que deram uma resposta positiva, desejando conhecer mais sobre Jesus.

O objetivo é ajudar a todos os interessados a encontrarem uma igreja local onde possam crescer espiritualmente. Acredita-se que em 48 horas após o lançamento os resultados já serão visíveis.

O entendimento é que redes sociais como Facebook, Twitter, Instagram e outros explodiram em popularidade nos últimos anos, embora as Igrejas ainda não exploram a força deste meio como poderiam. Não se trata de divulgar uma igreja, mas a mensagem do evangelho.

O nome da campanha deverá ser usado com a hashtag #Vaportodomundo. A inspiração é o mandamento de Jesus em Marcos 16:15 para que o cristão “vá por todo o mundo” e pregue o Evangelho. O material foi preparado para diferentes regiões, incluindo América do Norte, América Latina, Europa, Ásia Pacífico, África, Rússia e Oriente Médio.

Walton diz que a mensagem da campanha é: “não importa de que religião ou tradição viemos, a verdade está em Jesus”. Ele acredita que para muitas pessoas essa será a primeira vez que eles vão falar sobre sua fé abertamente nas redes sociais. “Um pequeno passo de fé de um grande número de crentes causará um enorme impacto… Isso enviará, no reino espiritual, uma onda de choque. Deus vai usar isso como revelação da verdade”, conclui. Com informações Christian Post

26/09/2015

300 muçulmanos armados atacam escola para garotos cristãos no Paquistão.


islamismo“É muito triste que os radicais islâmicos atacam cristãos paquistaneses por causa de Charlie Hebdo. Cristãos condenam as caricaturas blasfemas. É uma pena que mesmo depois de 67 anos desde o nascimento do Paquistão, os cristãos ainda não foram considerados cidadãos paquistaneses, mas são vistos como ‘aliados ocidentais'”, Nasir Saeed, diretor da ONG Centro de Assistência Jurídica Assistência e Assentamento, disse à Agência de Notícias Fides.

O ataque ocorreu no Painel de Ensino Médio, na cidade de Bannu, na província de Khyber Pakhtunkhwa. Os estudantes muçulmanos aparentemente foram capazes de saltar as paredes exteriores da escola e abrir as portas antes de atacar os cristãos.

A escola foi fechada por pelo menos dois dias, com as medidas de segurança adicionais que estão sendo consideradas para proteger os alunos.

Na semana passada, multidões de muçulmanos queimaram várias igrejas e casas de pastores em Níger, também em protesto aos desenhos de Charlie Hebdo. Pelo menos 10 pessoas foram mortas nos confrontos. Os pastores na capital Niamey revelaram que quase todo associado com as igrejas foram alvejados.

Marchas também foram realizadas no Paquistão, onde os muçulmanos insistiram em que a liberdade de expressão não dá o direito de desrespeitar a religião.

Os protestos dizem respeito aos desenhos de Maomé publicados por Charlie Hebdo ao longo dos anos, que são considerados ofensivos para muitos muçulmanos em todo o mundo. A revista satírica experimentou um ataque terrorista organizado pela al-Qaeda no início de janeiro, quando 12 pessoas foram mortas a tiros em seus escritórios em Paris. Os dois pistoleiros que executaram o ataque, e mais tarde foram mortos, disseram que eles estavam “vingando” Muhammad.

Os desenhos animados de Charlie Hebdo, muitas vezes tem como alvo os cristãos também, como Igreja Ortodoxa Russa Patriarca Kirill apontou no domingo.

“As caricaturas do Profeta Muhammad são caricaturas infantis em comparação com o que esta publicação permite-se em zombar os sentimentos dos cristãos”, disse Kirill em um sermão.

“Hoje, ao dizer ‘não’ ao terrorismo, assassinatos, violência, nós também dizemos ‘não’ para a inexplicável ação por um determinado grupo de pessoas de ridicularizar os sentimentos religiosos.”

Vários outros líderes cristãos, incluindo o Papa Francis, disseram que é errado ridicularizar a religião de tal forma, ao mesmo tempo, falando contra o terrorismo.

“Você não pode provocar. Você não pode insultar a fé dos outros. Você não pode tirar sarro da fé dos outros”, Francis disse a repórteres após o ataque.

A comunidade minoritária cristã no Paquistão tem sido alvo tanto por leis de blasfêmia do governo no poder, que muitas vezes se concentram em minorias religiosas, mas também por multidões de radicais que buscam fazer justiça com as próprias mãos.

Saeed disse que os cristãos em tais comunidades são frequentemente alvo de ações nos países ocidentais.

“Sempre que incidentes ocorrem em países ocidentais, os paquistaneses fiéis são atacados. Cristãos, que já estão vivendo sob constante medo por suas vidas, tornam-se ainda mais vulneráveis”, disse o diretor da CLAAS. “É dever dos políticos criar um ambiente cultural e uma sociedade em que os cristãos e minorias religiosas se sintam seguros.”

Fonte: Christian Post

26/09/2015

Cantora com câncer terminal glorifica a Deus em “último show”


xbola-taylorA cantora Bola Taylor e seu marido Ken fazem um trabalho missionário no Japão há duas décadas. Eles fundaram o ministério Hallelujah Gospel Family e além de evangelizar, fazem apresentações musicais de jazz e música gospel.

No dia Vinte um (21), os Taylor farão seu último show em Tóquio. Tudo foi transmitido pela internet. Trata-se da despedida de Bola. Ela faz tratamento para um câncer terminal e não tem muito tempo de vida. Os médicos lhe deram algumas semanas. O material foi gravado e já está disponível.

A cantora usou as redes sociais para explicar que no seu caso não existe operação ou tratamento humano que lhe dê esperança de cura. Ela vem se submetendo a sessões frequentes de quimioterapia desde fevereiro.

Taylor afirma estar grata a Deus pelos anos vividos e tem experimentado uma paz que “só pode vir de Deus”.  “Ele me poupou, permitiu-me entrar na fase de aceitação, sem dramas.  Ainda creio em um milagre”, escreveu Taylor.  “Se o Senhor decidir me curar, não tenho nenhuma dúvida de que ele pode fazer isso”.

Mesmo assim, ela fará seu show de despedida louvando a Deus com uma série de músicas que falam de seu amor e cuidado.

“Eu sei onde para estou indo. É melhor vocês terem certeza que vão para lá também”, escreveu no Facebook, deixando uma mensagem para os fãs.

“Minha oração é que eu tenha vivido de acordo com o plano de Deus. Quando eu morrer quero mostrar às pessoas a confiança que podemos ter quando Jesus é nosso Redentor. Ele está preparando um lugar para mim e estou me preparando para seguir no caminho para a Glória! Estou animada!”. Com informações de Huffington Post

Fonte: Gospel Prime

26/09/2015

Comissão aprova definição de família como união entre homem e mulher


xcomissao-estatuto-da-familiaNo dia vinte quatro, quinta-feira (24) a comissão que discute o Estatuto da Família aprovou o texto principal do projeto que define como família a união entre homem e mulher. O projeto é polêmico por não aceitar como família uniões formadas por pessoas do mesmo sexo.

O texto define a família como a união entre homem e mulher por meio de casamento ou união estável, ou a comunidade formada por qualquer um dos pais junto com os filhos. O projeto não é uma criação da bancada religiosa, pois a Constituição Federal já reconhece esses termos para definir família no artigo 226.

Porém o Estatuto da Família busca a preservação da mesma, falando sobre direitos da família e as diretrizes das políticas públicas voltadas para atender a entidade familiar através da saúde, segurança e educação.

Mas para os contrários ao projeto, o texto estaria dando brechas para legitimar a discriminação de homossexuais, como bem afirmou a deputada Erika Kokay (PT-DF) que tentará apresentar um recurso para que o Estatuto seja votado na Câmara antes de seguir para o Senado.

“Mais uma vez a família venceu, este projeto vem num momento bastante oportuno. Nunca a principal instituição da sociedade e o matrimônio foram tão atacados como nos dias atuais”, afirmou o deputado Sóstenes Cavalcante.

A comissão especial votou no projeto que teve 17 votos favoráveis e 5 contrários. Os deputados chegaram a tentar votar quatro destaques do texto, mas logo começou uma sessão no Plenário e pelas regras da Casa nenhuma comissão pode votar projetos e destaques simultaneamente ao plenário.

Fonte: Gospel Prime

26/09/2015

Eslováquia anuncia que só vai receber imigrantes cristãos


imigrantesO governo da Eslováquia aceita receber 200 refugiados sírios, mas exige que todos eles sejam cristãos. A declaração foi dada pelo primeiro-ministro, Robert Fico, que rejeitou o pedido da Comissão Europeia de aceitar 1.200 sírios.

As famílias cristãs já foram identificadas pelo Governo que através de um porta-voz do Ministério do Interior já explicou que o país não em mesquitas, tentando justificar a preferência por não-muçulmanos.

O plano europeu para aliviar a quantidade de refugiados que chegam todos os dias na Itália e na Grécia pede para que os países se comprometam a receber uma grande quantidade de pessoas que fogem da Síria e do Norte da África.

Mas além das Eslováquia, outras nações começaram a fazer escolhas dos grupos que serão aceitos, provando muitas polêmicas como aconteceu com a Bulgária que tem 7,8% de sua população formada por muçulmanos, mas que teme ver este número aumentar.

“A Bulgária tem regiões onde as populações são misturadas. Não temos nada contra os muçulmanos. Mas se outros muçulmanos chegarem do estrangeiro, isso vai mudar radicalmente a demografia do país”, disse o primeiro-ministro, Boyko Borissov, durante a Cimeira Europeia que aconteceu no mês de abril.

A Polônia também escolheu abrigar famílias cristãs e recebeu 50 delas no primeiro semestre do ano. Em julho o país aceitou receber 2.000 imigrantes, sem especificar a religião dos refugiados.

Enquanto os países tentam entrar em um acordo para receber as milhares de pessoas que pede asilo, a Macedônia declara que irá enviar suas Forças Armadas para o Sul do país para controlar a entrada de refugiados vindos da Grécia.

“Por causa da pressão crescente na fronteira sul e da imigração intensificada no corredor balcânico, foi estimado que é preciso um controle mais eficaz na zona fronteiriça”, afirmou o Governo da Macedônia através de um comunicado.

Milhares de sírios, paquistaneses e afegãos entram pela cidade de Gevegelija, fronteira com a Grécia, para depois tentar atravessar o país e chegar na Sérvia e seguir para a União Europeia.

preciso um controle mais eficaz na zona fronteiriça”, afirmou o Governo da Macedônia através de um comunicado.

Milhares de sírios, paquistaneses e afegãos entram pela cidade de Gevegelija, fronteira com a Grécia, para depois tentar atravessar o país e chegar na Sérvia e seguir para a União Europeia.

26/09/2015

Phyllis Sortor, missionária americana sequestrada na Nigéria, é libertada


rev-phyllis-sortorA Rev. Phyllis Sortor, missionária americana da Igreja Metodista Livre que foi sequestrada por supostos membros de gangues criminosas na Nigéria no mês passado com uma demanda por um resgate de US $ 300.000, foi libertada com segurança na sexta-feira, de acordo com um aviso da igreja.

“No início da noite (na Nigéria), sexta-feira, 6 de março, Phyllis Sortor, missionária Metodista Livre na Nigéria, foi libertada com segurança para os cuidados de autoridades e líderes da Igreja Metodista Livre”, observou David W. Kendall, para o Conselho de Bispos, em um comunicado à imprensa ao The Christian Post sexta-feira.

“Parece que ela foi sequestrada por uma gangue criminosa, e não há evidências de que este evento é associado ao terrorismo ou religião. Líderes da Metodista Livre expressaram profunda gratidão a todos que oraram pelo retorno seguro da Sortor”, acrescentou.

Sortor foi raptada de Hope Academy em Emi Woro, estado de Kogi, na segunda-feira, 23 de fevereiro por homens mascarados e armados que depois exigiram um resgate US $ 300.000 para ser pago pelo seu retorno seguro. Sua família perturbada declarou rapidamente, no entanto, que eles não tinham dinheiro para pagar o resgate da missionária de 71 anos.

“Somos apenas uma família da classe trabalhadora, não temos dinheiro. Isso não é uma igreja enorme, eles não têm dinheiro. Por que eles a levaram, quem sabe? As pessoas que estão fazendo essas coisas, esses caras não têm apoio – são apenas covardes”, enteado do missionário, Richard Sortor, registrou num relatório de CP anteriormente.

Não ficou claro a partir da liberação se o valor pelo resgate foi ou não foi pago para o retorno da Rev. Sortor. Kendall observou que os detalhes relativos à libertação não seria discutido publicamente.

“Por uma questão de política de som, e para ajudar a proteger as muitas pessoas que ajudaram a libertar Phyllis em segurança’, não teremos qualquer comentário sobre os esforços que foram empreendidos para garantir sua libertação”, disse ele.

“Sortor estava ciente que havia riscos associados com o seu ministério, mas também sabia que existem muito poucos lugares no mundo sem riscos e perigos. Recentemente, ela disse: ‘O céu é de verdade! Não há nenhuma garantia na vida; nenhum lugar seguro – que não seja o lugar que nos encontramos quando a nossa fé e confiança plena em Deus!’”, acrescentou.

Ele observou ainda que Sortor, que passou a infância em Moçambique, havia se mudado para a África depois de passar muitos de seus anos adultos em Seattle, Washington.

“Sortor e seu marido, Jim, mudou-se para Ruanda, onde eles ministravam por quase seis anos. Phyllis e Jim retornou à África em 2005, desta vez servindo na Nigéria. Depois da morte de Jim em outubro de 2008, ela permaneceu na Nigéria, onde seu foco principal tem sido o desenvolvimento da liderança e Child Care Ministries International, programa de apadrinhamento de crianças de Igreja Metodista Livre. Ela também tem sido instrumental na criação de escolas no estado de Kogi para os filhos de pastores de Fulani e em instituir projetos de pastejo como uma solução para os conflitos de longa duração entre os agricultores nigerianos e pastores Fulani”, disse Kendall no comunicado.

Screencapture/NBC News
26/09/2015

Pastor agradece Daniela Mercury por ajudar a comprovar que homossexualidade é comportamento


daniela-mercury-capa-da-vejaInternautas estão compartilhando um texto de um líder evangélico após o anúncio de Daniela Mercury sobre seu casamento homossexual. O pastor presbiteriano Ageu Magalhães publicou em seu blog o texto intitulado ‘Daniela Mercury, obrigado…’, que a cantora baiana auxilia na comprovação de que a homossexualidade é uma opção de comportamento, e não uma predeterminação genética.

A postagem começa citando o relacionamento gay de Daniela Mercury assumido publicamente nas redes sociais. “O que achei muito interessante (e por isso meu agradecimento no título do post) foi que Daniela, sem querer, mostrou que homossexualismo não é predeterminação genética, mas opção de comportamento”, justifica. Ele acrescenta a informação de que Daniela já foi casada durante 15 anos com duas pessoas do sexo masculino.

“A questão é: Se Daniela Mercury nasceu homossexual, por que insistiu tanto na heterossexualidade, vivendo durante 15 anos com homens? Teria ela agido contra a própria natureza, violentando seus desejos homossexuais e submetendo-se a uma união infeliz? Certamente não”, o pastor questiona.

Na sequência ele apresenta o ponto de vista bíblico sobre homossexualidade. “A natureza caída potencializa o ser humano à prática pecaminosa sexual”, diz Ageu. “Aliás, do ponto de vista bíblico, é mais que escolha. É condenação, por consequência do afastamento de Deus”, escreve citando o livro de Romanos (Rm 1:26-27).

“A natureza caída nos tornará propensos a determinados pecados, mas nem por isso devemos nos render a eles. A comunhão com Deus nos liberta destas propensões e nos dá uma vida de castidade e santificação”, ele explica na sequência.

O pastor Ageu Magalhães finaliza apresentando a visão cristã sobre a santidade através de um ponto de vista bíblico. Para isso, ele acrescenta vários versículos na conclusão do artigo em seu blog. Trechos bíblicos como no capítulo seis de Romanos e nos livros de Colossenses, Tessalonicenses, 1 Coríntios e 1 João.

Fonte: The Christian Post

26/09/2015

A super interessante cruzada anti-evangélica


xsuper-interessanteA capa de setembro da revista Super Interessante, editada pela Ed. Abril, saiu com o título: “Extremismo Evangélico”.

O subtítulo: “Milícias atacando cultos de outras religiões, minorias acuadas, teocracia no Congresso. Entenda como alguns radicais ameaçam incendiar o Brasil com ódio religioso”.

A primeira coisa a dizer é: Não há nenhuma surpresa. A revista é defensora de todas as atuais “causas progressistas”, nome abrandado para “causas da esquerda secular”.

A “Super” como se auto-apelida não faz segredo de sua militância pela descriminalização das drogas, mais do que isso, faz apologia do uso da maconha, publicando reportagens parciais que ignoram consensos científicos sobre os danosos efeitos do uso prolongado da droga.

Sobre a causa gayzista, inclusive abordada na reportagem, não preciso sequer dizer! A revista veste a camisa com o arco-íris! O mesmo ocorre com o aborto, além das bestiais reportagens pretensamente históricas sobre Jesus e/ou o cristianismo. Qualquer boato infundado vira capa.

Assim, havendo uma reportagem sobre os evangélicos em tal publicação, já se espera que seja em tom de contrariedade.

Perante o exposto, eu já sabia que viria pancada, mas acreditei que haveria uma mascarada tentativa de demonstração de isenção. Tática velha. Bateriam muito, mas abririam um espaçozinho para alguém fazer o “contraponto”. Para cada dez pancadas um assopro.

Seria o mínimo admissível para uma publicação do Grupo Abril, o maior do Brasil no setor.

Mas nem a isso se prestaram. Não há qualquer “respiro”. A reportagem diz simplesmente, de cabo a rabo, que os evangélicos estão aumentando em número e proporção e que isto representa um perigo para a estabilidade da nação!

Segundo ele, estamos entocados dentro das igrejas, formando grupos bélicos dispostos a impor o cristianismo na porrada!

A reportagem se abstém de distinguir o literal do metafórico. Informa a centenas de milhares de leitores, muitos destes alheios ao funcionamento real de uma igreja evangélica, que planejamos tomar o Congresso para estabelecer uma ditadura cristã!

Por fim, sugere ainda que a existência de evangélicos moderados (que no caso, são os de esquerda, tanto que o exemplificado é o “pastor” Ricardo Gondim, que disse certa vez: “Deus nos livre de um Brasil evangélico”!) é a única solução para conter o avanço dessa “agenda agressiva”.

Mesmo Olavo de Carvalho, católico, com sérias restrições ao protestantismo, publicou em seu facebook que a Super Interessante deveria ser processada por crime de ódio contra os evangélicos.

Não vou tão longe, embora não irei recriminar quem o for, mas recomendo que pelo menos enviemos e-mails à Redação, manifestando nossa indignação.

O e-mail é: superleitor@abril.com.br

Enviei o meu, que copio abaixo:

“Parcial, ofensiva, rasa, incapaz de distinguir o que é metáfora do que é literal. 

Acho interessante o modo como os evangélicos sempre são rotulados como propagadores do ódio, mas aqueles que propagam o ódio contra os evangélicos são sempre almas nobres, mensageiros da paz e da justiça. 

Os evangélicos se escudam na Constituição, que lhes garante liberdade de crença, para ter seus conceitos de certo e errado. Mas de forma alguma há propagação de ódio ou intolerância. Cremos que algumas práticas são pecaminosas e impróprias à luz da Bíblia, nosso manual de conduta, mas não impedimos ninguém de praticá-las. 

O uso de casos isolados, que representam absurdos, mas que ocorrem não apenas no meio evangélico, mas em todos os outros, INCLUSIVE NO LAICISTA, revela a parcialidade, já que a ocorrência em outros meios não suscita as mesmas reações. 

Os evangélicos são pessoas pacatas, que realizam obras assistenciais inequiparáveis dentro do país, e merecem ser respeitados, pois são cidadãos pagadores de impostos que vivem dentro da lei. 

Que qualquer abuso seja denunciado de acordo com a legislação vigente, punindo os responsáveis, mas somente eles, e não mais de 40 milhões de evangélicos inocentes.”

Por: Renan Alves da Cruz

Fonte: Gospel Prime

24/09/2015

Confira a programação do Congresso Discipulado para o Brasil


xcongresso-de-discipulado-300x200.png.pagespeed.ic.eZ6YcgF_-SA igreja Assembleia de Deus de Joinville (IEADJO) divulgou a programação do 3º Congresso “Discipulado para o Brasil” com a lista completa dos preletores, tema da pregação e horário.

O evento está marcado para acontecer nos dias 22, 23, 24, 25, 26 e 27 de setembro no Templo Central da IEADJO e deve atrair pessoas de diversas partes do Brasil com o desejo de aprender mais a respeito do discipulado.

Ao longo dos dias de congresso os participantes terão acesso a palestras com temas como “O discipulado e pastoreio”, “O pregador e o discipulado”, “O discipulado e a evangelização”, “Liderando com excelência no Discipulado” e outros.

A lista de preletores conta com nomes como o pastor Aldo Galina, Conferencista Internacional e pastor auxiliar em Joinville; pastor Raul Cavalcante Batista, que é presidente da Assembleia de Deus em Imperatriz (MA); Pastor Josué Campanhã, presidente da Sepal e fundador da Envisionar; e outros.

Para participar do 3º Congresso “Discipulado para o Brasil” é preciso realizar sua inscrição através do site http://www.discipuladojoinville.com.br e efetuar o pagamento de R$ 25,00 antecipadamente, ou se credenciar na hora do evento por R$ 30,00.

Confira a programação completa do Discipulado para o Brasil:

– TERÇA-FEIRA (22/09) – 19H20 – INÍCIO DO CONGRESSO E PLENÁRIA GERAL
Preletor: Pr. Sérgio Melfior (Presidente da AD Joinville/SC, 1º Secretário da CIADESCP)
Tema: O Discipulado e o Pastoreio

– QUARTA-FEIRA (23/09) – 19H20 – CULTO E PLENÁRIA GERAL
Preletor: Pr. Aldo Galina (Conferencista Internacional, Pastor Auxiliar em Joinville/SC)
Tema: O pregador e o Discipulado

– QUINTA-FEIRA (24/09) – 9H ÀS 12H / 14H ÀS 17H – 1º FÓRUM NACIONAL DE DISCIPULADO
– 19H20 – CULTO DA VITÓRIA E PLENÁRIA GERAL
Preletor: Pr. Raul Cavalcante Batista (Presidente da AD Imperatriz/MA, Presidente da Comissão de Planos e Estratégias de Evangelismo e Discipulado da CGADB)
Tema: O Discipulado e a Evangelização

– SEXTA-FEIRA (25/09) – 19H20 – ABERTURA OFICIAL E PLENÁRIA GERAL
Preletores: Pr. Josué Campanhã (Presidente da Sepal, Fundador da Envisionar, Pastor em Indaiatuba/SP)
Tema: Liderando com excelência no Discipulado

– SÁBADO (26/09) – 9H ÀS 12H / 14H ÀS 17H – PLENÁRIAS E WORKSHOPS (ELETIVO)
01 – Plenária Geral
– Plenária 01: Pr. Josué Campanhã (Presidente da Sepal, Fundador da Envisionar, Pastor em Indaiatuba/SP) – Tema: Liderando com excelência no Discipulado
– Plenária 02: Pr. Alan Brizotti (Escritor, Professor de teologia, Pesquisador, Conferencista e Articulista, Pastor em Goiânia/GO) – Tema: Fundamentação Bíblica do Discipulado Cristão
– Plenária 03: Pr. Joary Jossué Carlesso (Coordenador Geral do Departamento de Discipulado e Pastor Setorial na AD Joinville/SC, Coordenador Nacional de Discipulado CGADB – Projeto Eu Ganho Mais Um) – Tema: O Discipulado e o Crescimento da Igreja
– Plenária 04: Pr. Sinfrônio Jardim Neto (Presidente do Ministério “Jesus não desistiu de você”, Pastor em Belo Horizonte/MG) – Tema: A Reconquista: como ganhar, discipular e manter os afastados na Igreja
02 – Workshop Liderando Com Excelência
03 – Workshop Discipulado Infantil
04 – Workshop Discipulado Teen
05 – Workshop Discipulado De Jovens E Universitários
06 – Workshop Discipulado Feminino
07 – Workshop Discipulado De Empresários
08 – Regência Para Grupo De Louvores De Novos Convertidos

– SÁBADO (26/09) – 19H00 – CULTO E PLENÁRIA GERAL
– Preletora: Tia Jô – Miss. Joany Bentes (Cantora, Conferencista da CPAD, Apresentadora de TV, Missionária em Curitiba/PR) – Tema: A Relevância do Discipulado Infantil

– DOMINGO (27/09) – 9H00 – EBD – ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
Preletor: Pr. Alan Brizotti (Escritor, Professor de teologia, Pesquisador, Conferencista e Articulista, Pastor em Goiânia/GO) – Tema: Fundamentação Bíblica do Discipulado Cristão
– 10H30 – CULTO EM INGLÊS
Preletor: Pr. Jim Steendland (Conferencista e Coordenador de Discipulado, Pastor em Brownsville, Texas/EUA) – Tema: Fazendo Discípulos de Todas as Nações
– 14h00 – PLENÁRIAS VESPERTINAS
Palestra 01: Pr. Alan Brizotti (Escritor, Professor de teologia, Pesquisador, Conferencista e Articulista, Pastor em Goiânia/GO) – Tema: Fundamentação Bíblica do Discipulado Cristão
Palestra 02: Pr. Mário Sérgio Araújo Silva (2º Coordenador do Departamento de Discipulado e Pastor Setorial na AD Joinville/SC) – Tema: Integração Eficaz de Novos Convertidos
– 17H00 – CULTO DA FAMÍLIA
Preletor: Pr. Jim Steendland (Conferencista e Coordenador de Discipulado, Pastor em Brownsville, Texas/EUA) – Tema: Fazendo Discípulos de Todas as Nações
– 19H00 – CULTO DE ENCERRAMENTO DO CONGRESSO
Preletor: Pr. Sinfrônio Jardim Neto (Presidente do Ministério “Jesus não desistiu de você”, Pastor em Belo Horizonte/MG) – Tema: A Reconquista: como ganhar, discipular e manter os afastados na Igreja

Mais informações em www.discipuladojoinville.com.br

%d blogueiros gostam disto: