Archive for outubro, 2015

25/10/2015

Expo Israel irá reunir cristãos e judeus em 2016, em São Paulo


exposisraelOs mesmos organizadores do Salão Internacional Gospel estão preparando para 2016 um evento com um novo foco: a cultura judaica. A Expo Israel irá apresentar os ensinos, hábitos e costumes do povo que ilustra todo o conteúdo da Bíblia.

A Expo Israel será realizada entre os dias 7 e 10 de setembro, no Expo Center Norte, na capital de São Paulo. Segundo o Grupo MR1, responsável pela organização do evento, a feira judaica acontecerá no mesmo pavilhão do Salão Internacional Gospel — dividindo os temas e, ao mesmo tempo, os complementando.

Na programação, estão previstos congressos, palestras, workshops, danças, música, culinária e oficinas temáticas. Além do espaço cultural, a feira também apresenta um ambiente para a exposição de produtos e serviços, a fim de fomentar os negócios entre empresas israelenses e brasileiras.

“É um momento de confraternização de toda a sociedade com a comunidade judaica, que contribui de maneira efetiva para o desenvolvimento do Estado de São Paulo e do Brasil, como um todo. A feira tem o objetivo de difundir a cultura judaica para os visitantes mostrando de forma intensa e respeitosa as peculiaridades deste país que, apesar de jovem, traz consigo uma tradição de mais de 3 mil anos de história”, comenta Marcelo Rebello, presidente do Grupo MR1.

Rebello conta que durante o processo de planejamento do evento, o grupo esteve reunido com com representantes do Governo de Israel e entidades ligadas ao judaísmo ortodoxo e messiânico. Além disso, um conselho de cultura judaica tem feito parte das decisões da Expo Israel.

“Nos sentimos felizes e abençoados por servir a mais este propósito do Eterno. Estamos trabalhando muito já na preparação de mais essa feira, são muitas atividades culturais e uma grande área de exposições sendo preparadas para receber os visitantes nos quatro dias de evento”, conclui Rebello.

Serviço:
Expo Israel – Feira Internacional da Cultura Judaica
Data: 7 a 10 de setembro de 2016
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme, São Paulo – SP

24/10/2015

Escolas de comunidades cristãs estão sendo fechadas na Turquia


Escolas de comunidades cristãs estão sendo fechadas na Turquia

Esse ano, até o mês passado, pelo menos 24 escolas ligadas às comunidades cristãs e de outras minorias religiosas na Turquia, foram fechadas. O motivo do fechamento se deu principalmente por causa do pequeno número de alunos que podem se inscrever, em função da nova legislação em vigor.

Um analista de perseguição da Portas Abertas comenta: “É um momento bem difícil para a comunidade cristã na Turquia. Desta vez, não é o nacionalismo desenfreado que está ameaçando, também não são os atentados, mas a redução da presença de cristãos em seu próprio meio”.

Conforme a legislação atual, não há quem proteja os cristãos contra as leis definitivas que proíbem a liberdade de religião. “Além da violência, existe o forte preconceito contra os cristãos, que faz com que eles sejam afastados da sociedade. Pais de crianças cristãs podem até dizer que não querem que a educação islâmica seja ensinada em escolas públicas, mas eles definitivamente não terão a oportunidade de aprenderem a educação cristã, pois se trata de um tema proibido no país”, conclui o analista.

Fonte: Portas Abertas

24/10/2015

Intolerância religiosa pode prejudicar os cristãos em Camarões


CameroonMovimentos fundamentalistas muçulmanos estão mudando rapidamente a paisagem do país e abrindo caminho para a intolerância religiosa nos Camarões. De acordo com declarações do ICG (Grupo de Crise Internacional): “A intolerância religiosa é um risco crescente, mas muito subestimada por aqui”, referindo-se às crescentes tensões entre cristãos e seguidores do islã.

Um analista da Portas Abertas comenta: “Investigações feitas ao longo dos últimos anos confirmam as tendências sinalizadas pelo ICG. Os ataques do Boko Haram preocupam, mas o que também preocupa é a radicalização religiosa que está ocorrendo atualmente”.

Relatórios mostram que o país nunca experimentou uma violência tão significativa: “A ascensão da ideologia islâmica está mais rigorosa e é promovida principalmente por jovens muçulmanos camaroneses do Sul, que são rebeldes”.

As iniciativas de diálogo inter-religioso são fracas, dispersas e atingem apenas uma pequena parte da população. As mudanças religiosas não são percebidas pelas autoridades políticas. Especialistas dizem que falta uma estratégia mais abrangente através da criação de organismos representativos para as comunidades mais frágeis. Mas tudo isso depende da iniciativa do governo que parece não estar muito preocupado com o assunto. Não deixe de orar por eles.

Fonte: Missão Portas Abertas

23/10/2015

Ricardo Oliveira leva 18 jogadores do Santos para a igreja


Ricardo Oliveira leva 18 jogadores do Santos para a igreja Ricardo Oliveira leva 18 jogadores do Santos para a igreja
  • Ricardo Oliveira tem evangelizado seus amigos dos Santos. Segundo o empresário do atleta, Augusto Castro, 18 jogadores do elenco participam das reuniões que Ricardo organiza.

Castro também informou ao jornal Diário de São Paulo que quando Ricardo se aposentar dos gramados ele se dedicará ao trabalho pastoral. “O Ricardo decidiu que será pastor evangélico”.

O empresário deixa claro que seu cliente ministra há 8 anos e que é isto que lhe faz se sentir bem. “Ele já dá cultos há pelo menos oito anos e é isso que lhe faz se sentir bem, além de jogar futebol. Por isso, definiu que a vida de pastor será seu projeto de vida depois de parar”.

Ricardo realiza cultos em sua casa localizada em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, foi neste espaço que dois jogadores foram batizado, o volante Thiago Maia e o atacante Geuvânio.

Além deles, outros atletas estão participando das reuniões como Lucas Lima, Marquinhos Gabriel, Zeca, Daniel Guedes e Léo Citadini que sempre estão na casa de Ricardo Oliveira participando dos cultos.

22/10/2015

Primeiro time cristão de futebol americano do Brasil


20151015224158684100oEsporte mais popular dos EUA, o futebol americano começou a ser praticado há pouco tempo no Brasil. Historicamente mais interessados no futebol inventado pelos ingleses, muitos brasileiros sequer sabem da existência de outro “futebol”, que utiliza uma bola oval.

Esta realidade, porém, vem mudando. Inicialmente praticado apenas em praias e organizado de forma amadora, o esporte ganhou em 2012 uma confederação (CBFA) e um campeonato de abrangência nacional.

Prova disso foi a recente publicação de “Tire os Olhos da Bola”, de Pat Kirwin, lançado pela Editora Simonsen. Simplesmente o primeiro livro sobre o esporte publicado no país, custeado exclusivamente por um financiamento coletivo (370 pessoas doaram mais de R$ 33.000 para ver o livro publicado).

Com a popularização, novos times e ligas regionais nascem a cada ano e adensam a estrutura do esporte no país do soccer. Rio e São Paulo concentram as principais equipes, mas foi em Minas Gerais que um novo participante do “Serra Bowl” chamou atenção.

Fundado em dezembro de 2014, o Get Eagles Futebol Americano é o primeiro time de futebol americano com princípios cristãos do Brasil. Seus fundadores começaram a praticar o esporte em 2002, em acampamentos da igreja Getsêmani.

Na época, eles praticavam a modalidade sem equipamentos (Flag) e chegaram a organizar uma primeira versão do Get Eagles específica para campeonatos do gênero. Foi somente em 2014, contando com o suporte da igreja onde tudo começou – o treinamento da equipe acontece na Sede Campestre da igreja Getsêmani -, que o time foi fundado oficialmente, com foco em competições em “Full Pad” (com todos os equipamentos necessários).

Em entrevista ao portal Super Esportes, o jogador João Conrado, de 19 anos, destacou as expectativas da equipe: “O futebol americano tem que crescer em Minas Gerais, em Belo Horizonte, porque é um dos estados mais atrasados no esporte. Deus vai nos abençoar nessa estreia e vamos daqui para o Brasil e para o mundo”.

A estreia a que se referia João aconteceu no último sábado (17), depois de um ano de preparação, contra o Nova Friburgo Yets (que já existe há nove anos), no Sesc Venda Nova, em Belo Horizonte. O resultado foi uma vitória por 32 x 3 para o adversário do Rio.

Apesar do resultado adverso em sua primeira partida oficial, o objetivo do time cristão segue inalterado: querem participar do campeonato brasileiro já no ano que vem e com isso impulsionar o esporte em BH.

22/10/2015

Presidente é ameaçado de morte e cristãos podem ficar desprotegidos.


De acordo com a agência de notícias Reuters, o presidente das Maldivas, Abdulla Yameen, sobreviveu a uma explosão que atingiu o barco em que ele viajava. Sua esposa e vários de seus assessores sofreram ferimentos.

Imagem redimensionadaRelatórios da Portas Abertas dizem que ainda é muito cedo para saber o que causou a explosão e que talvez seja apenas um acidente. “Mas é bem possível que o presidente e seu partido usem o incidente como pretexto para um aumentar a repressão contra a oposição e as minorias em geral. Se este for o caso, os cristãos devem se preparar para mais perseguição”, suspeita um dos analistas.

Há rumores de que grupos radicais islâmicos estejam envolvidos e que a explosão pode ter sido um ataque. O jornal Independent Maldivas disse em um artigo que “os islamitas mascarados recentemente publicaram um vídeo, onde ameaçavam de morte o presidente”. Se as suspeitas forem confirmadas, os cristãos estarão ainda mais desprotegidos, conforme a conclusão do analista.

Fonte: Portas Abertas Internacional

21/10/2015

Silas Malafaia ironiza reabertura de processo por homofobia.


pastor Silas Malafaia comentou a reabertura do processo por homofobia movido contra ele pelo Ministério Público por ocasião de seu discurso contra a ofensa de ativistas gays a símbolos católicos durante a Parada Gay de 2011 em São Paulo (SP).

Imagem redimensionadaO processo, que havia sido extinto pelo juiz federal Victorio Giuzio Neto, da 24ª Vara Cível de São Paulo, agora foi reaberto pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região com pedido do MP para que o pastor se retrate durante o programa Vitória em Cristo, e que seja emitida uma liminar para que a TV Bandeirantes seja proibida de veicular novamente comentários considerados “homofóbicos”.

Malafaia comentou a decisão e afirmou novamente que está havendo uma distorção do que ele disse à época: “Todos nós sabemos que o movimento gay sobrevive da manipulação de notícias sempre tentando incriminar aqueles que se opõem às suas práticas. O presidente da ABGLT, Tony Reis, fez uma denúncia contra mim no Ministério Público Federal dizendo que eu estava incentivando a Igreja Católica a bater nos homossexuais. Na sua denúncia ele diz que falei o seguinte: “A Igreja tem que baixar o porrete nos homossexuais para esses caras aprenderem a ter vergonha”. Vou provar a mentira inescrupulosa que modificou o teor da minha fala”, escreveu, em seu site.

De acordo com o pastor, os ativistas gays “deturpam dizendo que eu incentivei a espancá-los para que criem vergonha”.

Malafaia acrescentou ainda que o procurador responsável pelo processo, Jefferson Aparecido Dias, demonstra não compreender a variedade de significados das expressões da Língua Portuguesa no vocabulário popular: “O juiz titular da 24ª Vara Federal, Dr. Victorio Giuvio Neto, mandou extinguir o processo pelo absurdo das acusações. O procurador recorreu e reabriu o caso na segunda instância. Estou desconfiado que o procurador não entende nada de expressão idiomática”, ironizou.

Fonte: Gospel +

08/10/2015

Cristãos refugiados não se sentem seguros na Alemanha


Cristãos refugiados não se sentem seguros na Alemanha

Cristãos refugiados não se sentem seguros na Alemanha

De acordo com o jornal alemão Die Welt, cristãos que buscam albergues para refugiados, na Alemanha, estão sendo ameaçados por muçulmanos conservadores. Segundo o líder religioso conhecido como Martens, que atende a estes refugiados: “Os muçulmanos estão dominando estes locais e impondo a sharia, que é a lei islâmica”.

Analistas da Portas Abertas disseram que cristãos são proibidos de frequentar a cozinha e alguns locais dos albergues: “Mas esta é apenas a ponta do iceberg, pois há ameaças de morte e atos de violência contra os cristãos de várias denominações, mas em especial aos muçulmanos convertidos ao cristianismo, que são considerados traidores por eles”, explica um dos analistas.

Turíngia, um dos 16 estados federais da Alemanha, introduziu um sistema de separação das religiões, mas a maioria das autoridades alemãs locais são contra isso. “É difícil ver como os refugiados são atacados por todos os lados: precisam respeitar os muçulmanos radicais, mas eles estão dentro da Alemanha. Por outro lado, eles estão ali porque fugiram da perseguição religiosa de seus países, mas as ameaças continuam mesmo na Europa”, comenta o líder cristão.

“Esses refugiados não podem contar com uma vida segura, independente de onde estejam. Estes são fatos que nos remetem a alertar sobre o sério desafio que as igrejas da Alemanha e da Europa vão enfrentar daqui para a frente”, conclui o líder.

Fonte: Portas Abertas Internacional

08/10/2015

Cassiane fala de processo que recebeu da MK Music


Cassiane voltou para a gravadora MK Music, decisão que deixou muitos surpresos, pois em 2010 ela foi processada pela empresa por ter rompido o contrato antes de entregar a quantidade acordada de CDs.

O processo virou notícia quando Cassiane participou do Programa Raul Gil e não “tirou o chapéu” para a empresa. Em lágrimas, a cantora falou sobre o processo e disse que foi até acusada por formação de quadrilha.

Em entrevista ao MK News, a interprete pentecostal afirmou que a questão do processo já foi resolvida e superada. “Todo o processo, toda aquela situação que nós passamos, já foi resolvido a cinco anos atrás”, disse.

Ela só não retornou antes para a gravadora porque “não era o tempo” e hoje ela percebe que tanto ela quanto os diretores da MK estão mais maduros. “Deus trabalha com o tempo”, acredita.

A cantora Cassiane está feliz por voltar para a gravadora onde lançou a maioria de seus CD. “Eu até cheguei a pensar em voltar antes, mas depois eu pensei que não era para ser. Deus fez com que tudo fosse se encaixando”.

Ao lado de seu esposo, Jairo Manhães, Cassiane lidera a Assembleia de Deus do Brás em Alphaville (AD Alpha), na Grande São Paulo, um templo que em menos de dois anos conseguiu atrair mil membros.

Como cristã – e pastora- afirma que vive o Evangelho e por isso sabe perdoar, algo que muitas pessoas não conseguem entender. “Eu tenho uma forma de ver: o perdão não é aminézia”, explica. Cassiane faz uma explicação sobre uma mágoa que machuca e deixa cicatrizes, para ela perdoar e olhar para essas marcas que ficaram sem sentir dor e é isso que ele fez em relação ao que aconteceu com a gravadora.

Fonte: Gospel Prime

08/10/2015

Pichação racista aparece na Universidade Presbiteriana Mackenzie


racismomackUma pichação de cunho racista foi encontrada no final da tarde desta terça-feira (6), no banheiro da faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, uma das mais tradicionais do país. Quem denunciou o caso foram os próprios estudantes que, através das redes sociais, compartilharam a foto da parede com a inscrição “Lugar de negro não é no Mackenzie. É no presídio”.

“É difícil pra mim, como estudante negra, desse mesmo prédio, escrever sobre essa imagem, por que ela é a representação do pensamento racista que eu sei que passa na cabeça de muitos que permeiam pelo Mack (…) Volto a dizer: podem chorar e escrever nas paredes quantas vezes quiser elite, branca, racista, MAS vai ter preto na universidade SIM”, se manifestou em sua página do Facebook a estudante Tamires Gomes Sampaio, primeira diretora negra do Centro Acadêmico do curso de Direito da universidade e segunda vice-presidenta da União Nacional dos Estudantes.

Por meio de nota, a diretoria da faculdade também se posicionou contra o ocorrido, dizendo que “repudia todo ou qualquer ato, ação ou manifestação de cunho racista”, garantindo ainda que “já foi feita a denúncia aos órgãos e instâncias responsáveis pela apuração” e que também foi instaurado um procedimento interno.

Essa não é a primeira vez que mensagens racistas aparecem na universidade. A última vez aconteceu em agosto deste ano quando, também em um banheiro, foi encontrada a pichação: “O Mack não deveria aceitar nem negros e nem nordestinos”.

Fonte: iG

%d blogueiros gostam disto: