Archive for ‘NOTICIAS.’

18/04/2018

Dez pessoas morreram e quatro igrejas foram queimadas na Nigéria


ocorreram em primeiro de dezembro e foram provocadas por homens armados, supostamente membros do Boko Haram.

As vítimas – nove cristãos e um muçulmano – foram mortas na aldeia de Kwaple, área gerenciada pelo governo local Chibok, Estado de Borno. Membros do grupo islâmico passaram fazendo balburdia; eles queimaram 20 casas e uma igreja na região. As outras três congregações mencionadas foram queimadas em Gamboru Ngala.

“Acabo de receber notícias de nossos irmãos em Chibok e Ngala Gamboru dizendo que quatro de nossas igrejas foram atacadas por militantes nesta manhã. Dez pessoas foram mortas em Kwaple”, relatou o diretor da Associação Cristã da Nigéria do Estado de Borno, Tito Pona, em uma mensagem de texto enviada ao presidente da Associação, em 2 de dezembro.

Nuhu Clark, ex- presidente do conselho governamental de Chibok, afirmou que os atacantes entraram na aldeia cerca das 9 horas de sábado e, em seguida, incendiaram casas; também utilizaram armas e facões para matar suas vítimas.

“A maioria dos mortos foi enterrada hoje”, disse Clark, no domingo (2). “É lamentável que isso tenha acontecido em uma vila tão tranquila.” De acordo com Tito Pona, em Gamboru Ngala os atacantes queimaram os seguintes templos: Igreja dos Irmãos, Igreja de Cristo na Nigéria e Igreja Deeper Life (“Vida Profunda”, tradução livre). A mídia local informou o que testemunhas oculares narraram sobre o fato: cerca de 50 insurgentes chegaram em carros e motocicletas, disparando tiros e gritando “Allahu Akbar”; depois, atearam fogo às igrejas, edifícios de imigração e em um posto policial.

Pona soube que outro edifício da Igreja dos Irmãos foi queimado em Chibok. “É, claramente, um ataque contra os cristãos por parte dos membros do Boko Haram, já que o governo local de Chibok é predominantemente cristão”, disse um líder da igreja na região, que pediu anonimato porque as congregações tinham acordado que somente o presidente da Associação Cristã da Nigéria falaria à imprensa. “O governo está preocupado com a implicação deste ataque e está oferecendo apoio na reconstrução das igrejas afetadas”, acrescentou.

O jornal Nigerian Tribune informou que o ataque em Gamboru Ngala foi direcionado aos cristãos que vivem e trabalham na cidade fronteiriça. A publicação afirmou que os cristãos locais tinham sido pressionados anteriormente, por meio de uma carta do grupo islâmico, a deixarem a área ou, então, corriam o risco de serem atacados.

Segunda-feira (3), o governador do Estado reuniu-se com autoridades estaduais e municipais da Associação Cristã, o conselho local, membros do governo e líderes comunitários. Eles determinaram como apoiariam as famílias afetadas.

“As famílias atingidas serão compensadas, mas o preço das vidas perdidas não pode ser pago”, disse o líder cristão anônimo. “O ataque provocado por membros do grupo islâmico que, aparentemente, não são da comunidade, foi injustificado e temos a garantia do governo de que as medidas necessárias serão tomadas para evitar uma recorrência”, pontuou.

Sunday Oibe, porta-voz do grupo do norte da Associação Cristã da Nigéria, condenou os levantes contínuos contra cristãos, que, segundo ele, não estavam recebendo suporte e assistência do governo.

“O que as pessoas têm ouvido é apenas uma pequena fração da violência à qual os cristãos são submetidos” comentou Oibe. “É lamentável quando o presidente (da Associação Cristã da Nigéria) fala sobre o assunto e o acusam de não estar sensível à situação ou de levantar alarme falso. É difícil manter a calma diante de ataques provocativos como o do último sábado (1) em Borno.”

O Estado de Borno é a atual sede do grupo Boko Haram, que já lançou várias ações terroristas no país, matando centenas de pessoas. No mês passado, o Tribunal Penal Internacional determinou que os ataques desses insurgentes na Nigéria se constituem em crimes contra a humanidade.


Fonte: Portas Abertas

Anúncios
10/04/2018

China admite proibição de Bíblias e justifica que ela fere a “harmonia social” do comunismo


Em seu livro biográfico “Desinformação”, Ion Mihai Pacepa, ex-Chefe de Espionagem da Romênia revela diferentes táticas criadas pelo Partido Comunista para “confundir” o Ocidente com informações mentirosas ou meias-verdades, além de atacar a religião, sobretudo o cristianismo.

A obra, bastante extensa e detalhada, fala sobre o período da Guerra Fria, mas serve para evidenciar que pouca coisa mudou desde então nas estratégias comunistas.

O anúncio da proibição da venda de Bíblias na China desde o início do mês é um claro exemplo disso.

O governo proibiu a comercialização das Escrituras e de algumas literaturas cristãs em livrarias on-line em todo o país, para cumprir com novas normas que exigem um controle de literatura que não esteja de acordo com os “valores centrais do socialismo”.

Ao mesmo tempo publica o documento “Políticas e Práticas para Proteger a Liberdade de Crença Religiosa na China”. Apesar do nome pomposo, trata-se de uma nova tentativa do governo comunista em censurar o direito dos cristãos de praticarem sua fé. Porém, as autoridades insistem que se trata da “proteção” da liberdade religiosa.

Devido à grande repercussão do assunto, que pelas redes sociais conseguiu furar a forte rede de censura de informações instituída pelo regime, o Partido Comunista divulgou sua versão dos fatos. E parte da imprensa está divulgando a desinformação, nome dado a toda informação oferecida com o propósito de induzir a erro.

Através do Global Times, que funciona como um jornal oficial do partido, com publicações em inglês, a explicação dada pelo regime foi: “A China regulou recentemente a venda de livros e revistas online. Algumas versões da Bíblia que não tinham um número de série de publicação foram retiradas da internet junto com outras publicações não autorizadas. O movimento foi mal interpretado por alguns meios de comunicação ocidentais”.

Segundo o Partido Comunista, “Esta não é uma campanha direcionada a todas as publicações religiosas. Vários outros livros relacionados ao estudo da Bíblia continuarão disponíveis, desde que sejam publicados através de canais legais. No entanto, a China permite que a Bíblia seja vendida apenas através de igrejas, não em livrarias, e algumas plataformas on-line burlavam essa regra”.

O comunicado afirma que são “infundadas” as declarações de que o governo “irá fazer sua própria versão da Bíblia ou que o cristianismo esteja sob repressão”. Diz também que “Uma atividade normal de gerenciamento de mercado está sendo criticada por ‘infringir a liberdade religiosa’. A Bíblia é sagrada para os cristãos, mas, como livro, tem as mesmas características de outros objetos. Como livro, a Bíblia não deve ser sacralizada no sistema de gestão social do país”.

Liberdade vigiada

O que se depreende do texto é que existe liberdade, mas uma liberdade vigiada. A livre circulação de Bíblia é um mito, que já foi desmentido inúmeras vezes. Organizações cristãs que acompanham a situação no país, como a China Aid, há muito vem mostrando ao mundo testemunhos de cristãos perseguidos, além de fotografias e filmagens de igrejas sendo fechadas, demolidas ou que tiveram as cruzes retiradas do seus templos.

Mesmo assim, o governo chinês insiste na narrativa de que existe liberdade. Os cristãos não são os únicos a serem perseguidos. Existem diversos relatos que a minoria muçulmana do país também sofre com as violações aos direitos humanos e proibições de livre expressão religiosa.

A questão principal é que o cristianismo tem defensores mais expressivos. Isso ficou evidente quando Nikki Haley, embaixadora dos EUA junto à ONU, que é sabidamente evangélica usou suas redes sociais para denunciar a proibição da venda de Bíblias.

Recheada de contradições, o comunicado do governo chinês se justifica: “Existem muitas religiões na China e todas devem ser iguais perante a administração pública. Atualmente, algumas religiões são menos propensas a conflitos e as políticas do governo têm menos probabilidade de serem mal interpretadas. Mas quando se trata do cristianismo, a questão se torna mais complicada”.

Culparam a mídia

A opção foi atacar os críticos, de forma generalizada, mas incisiva. “Algumas forças ocidentais e a mídia ocidental gostam de se intrometer nos assuntos cristãos da China, interpretando mal as políticas do governo e instigando confrontos. Eles parecem estar promovendo um conceito de que as atividades cristãs devem seguir as práticas ocidentais ao invés de se adequarem à realidade social e à governança da China. Promover tal ideia não é condizente com a harmonia da sociedade chinesa. O cristianismo tem que se integrar com a nossa sociedade.”

Em outras palavras, não há cerceamento de liberdade para quem se submete ao que o governo determina. “A maior verdade é que os cidadãos chineses desfrutam de liberdade religiosa. Os cristãos chineses não têm dificuldade em adquirir a Bíblia. A gestão social da China se alinha com o desenvolvimento saudável das religiões”, alegam as autoridades.

Finaliza dizendo que o controle de assuntos religiosos “fazem parte do sistema político da China e não são contraditórios com a liberdade de crença religiosa. Tentar criar tal problema não vem dos crentes comuns. Precisamos ficar atentos a essas tentativas”.

Toda essa argumentação e a escolha de palavras seguem a mesma linha de outros discursos do Partido Comunista, que trata o cristianismo como “religião ocidental, de valores ocidentais”, ainda que a fé tenha surgido na Ásia.

Embora possa haver questionamentos sobre a real intenção do governo em produzir sua própria tradução, embora a formação de uma “teologia chinesa”, com elementos ideológicos socialistas já esteja em curso há mais de uma década. A pretensa liberdade dos cristãos é tão real na China quanto em outros países comunistas, como Coreia do Norte e Cuba. E a grande mídia repete a desinformação como se fosse verdade.

Por: Gospelprime

09/04/2018

Mais de 200 cristãos mortos na Nigéria por milícia islâmica este ano


Centenas de cristãos foram mortos desde o início do ano, resultado dos ataques coordenados das milícias islâmicas da etnia fulani na Nigéria. Segundo um novo relatório, esses jihadistas já superaram o Boko Haram como a maior ameaça na região norte da África.

Somente em março, foram 27 ataques a aldeias, que deixaram 225 cristãos mortos e forçaram mais de mil famílias a fugirem de suas casas. Igrejas foram queimadas e muitas propriedades destruídas. Foi o mês mais violento nos últimos dois anos, o que deixa a comunidade cristã do país preocupada sobre o crescimento da violência.

Segundo a organização de direitos humanos International Christian Concern (ICC), que produziu o relatório, o governo nigeriano não tomou nenhuma medida eficaz para que a perseguição acabe. O presidente Muhammadu Buhari é muçulmano e há vários relatos que ele ignora as denúncias contra os jihadistas.

A ICC diz que, em mais de 75% dos casos, os fulani atacaram civis desarmados e indefesos. Em contraste, o Boko Haram matou 37 pessoas no mesmo período, muitas das quais eram militares envolvidos em combate.

O documento da ICC afirma que “Esta situação séria requer uma resposta séria”. Exigiu uma posição do governo, que insiste em dizer que são conflitos tribais, quando fica evidente que o assassinato em massa é coordenado e os fulani estão recebendo armamentos do exterior.

Além de matar e expulsar os cristãos das aldeias, os jihadistas ficam com suas terras, animais e propriedades. Os fulani são uma das maiores etnias da África, sendo majoritariamente muçulmanos.

Embora o governo nigeriano venha tratando esses ataques como conflitos étnicos, existem vários relatórios que os homens estavam fortemente armados e alguns ataques tiveram cobertura de helicópteros. Com informações de Persecution

08/04/2018

Megaigreja levanta mais de US$ 10 milhões e paga despesas médicas de famílias


Durante o culto de Páscoa na megaigreja Covenant, da cidade de Carrollton, Texas, a oferta especial levantada chegou a US$ 10,5 milhões. O pastor Stephen Hayes anunciou que o montante será usado para ajudar mais de quatro mil famílias da comunidade a pagarem suas dívidas médicas.

O líder da igreja explica que sabe por experiência pessoal como é difícil uma família não conseguir quitar dívidas com tratamento médico. Quando ele tinha 17 anos foi atropelado por um carro e passou 12 dias na Unidade de Tratamento Intensivo do hospital local. Sua família não tinha condições de bancar todo o tratamento que ele necessitava e só conseguiu por que foi ajudada pela igreja onde eram membros. Desde então Hayes tem o desejo de poder fazer o mesmo por outras pessoas.

Todos os anos, na semana santa, a Covenant gastava mais de U$ 100.000 para divulgar os cultos de Páscoa, comprando espaço em rádios e TV, além de anúncios em outdoors e por mala direta. Este ano, o orçamento foi gasto de outra maneira.

O pastor sugeriu que eles enviassem cartas para pessoas que vivem na vizinhança do templo. O material dizia: “Nós somos a Igreja Covenant. Estamos localizados nesta área e gostaríamos de servir vocês de alguma maneira. Amaríamos ser sua igreja, mas mesmo se não chegarmos a nos conhecer, saiba que Deus os ama”.

A Covenant reúne cinco templos na região de Carrollton. Eles primeiramente doaram a uma ONG que levanta fundos para cobrir dívidas com tratamento médico. Depois, expandiram o projeto e identificaram 4.229 famílias com dificuldades para quitar o débito.

Quando a igreja levantou U$ 10.551.618 dólares, o montante foi suficiente para ajudar a todas as famílias endividadas. Cada beneficiado recebeu uma carta explicando que suas contas haviam sido pagas e traziam o texto de João 19:30, quando Jesus disse: “Está consumado”.

“Essa é a nossa carta no correio”, disse Hayes durante a pregação no domingo (1). “Você pode imaginar o que essas pessoas irão sentir esta semana quando receberem a carta que vocês enviaram dizendo que suas dívidas estão pagas?”. Eles saberão que, conforme nos ensina o texto de João, todas as nossas dívidas de pecado foram pagas na cruz. Deus pagou a conta de cada um de nós!’. Com informações Relevant Magazine

09/02/2017

Vamos Orar?


cristãos expulso

Fevereiro

1 | QUA ÁSIA CENTRAL

Hadji (nome fictício) foi levado de sua própria casa por alguns policiais. Embora ele já tenha sido liberado, está sendo ameaçado pelos oficiais que alegam ter recebido queixas de vizinhos. Ore pela segurança dele.

2 | QUI CHINA (39º)

Arthur (nome fictício) é um novo convertido que está muito doente. Quando sua família descobriu sua nova fé, o expulsaram de casa imediatamente. Ele precisa de cuidados médicos especiais. Ore pela sua recuperação e para que encontre ajuda médica.

3 | SEX ÍNDIA (15º)

Numa pequena aldeia indiana, um Seminário de Voluntários está sendo realizado para aperfeiçoar os trabalhos evangelísticos. Ore pelos projetos discutidos e para que sejam realizados com estratégia.

4 | SAB CUBA

Cristãos cubanos estão lidando com as consequências dos furacões Matthew e Nicole. Há urgência de vários tipos de ajuda neste momento. Ore para Deus consolar seus corações e que voluntários possam ajudá-los em situações práticas.

5 | DOM MIANMAR (28º)

Ore pelos 151 alunos envolvidos com os projetos de alfabetização que foram iniciados no ano de 2015. A maioria das crianças é de filhos de muçulmanos. Ore para que esses pais sejam impactados pelo amor de Jesus.

6 | SEG MÉXICO (41º)

Lauro (nome fictício) decidiu se converter a Cristo e agora foi condenado a deixar sua comunidade por violar os costumes da aldeia. Junto com outras famílias, o cristão teve de abandonar sua casa de onde tirava seu sustento. Ore por ele e sua família.

7 | TER TAJIQUISTÃO (35º)

O país é muito hostil aos cristãos e, atualmente, as autoridades locais estão perseguindo, ameaçando e os prendendo com mais frequência e sem justificativas. Ore a Deus para proteger e fortalecer todos eles.

8 | QUA QUIRGUISTÃO

Zaur (nome fictício) foi atacado pelos aldeões de onde mora por causa de sua fé. Ele apelou aos policiais locais que não aceitaram sua declaração. No hospital, o médico se recusou a atendê-lo. Ore pela sua vida e recuperação.

9 | QUI ÁSIA CENTRAL

Ore por uma família cristã que enfrenta momentos difíceis. Amina (nome fictício) (mãe) morreu recentemente e a família foi impedida de enterrá-la no cemitério, e houve protestos por parte de islâmicos radicais durante o velório.

10 | SEX FILIPINAS

Linda (nome fictício) participou do Treinamento de Sobrevivência da Portas Abertas. Ela decidiu confeccionar pijamas para seu sustento e tem dado certo. Ore pelo crescimento de seu empreendimento e que ele possa ajudar a família.

11 | SAB BUTÃO (30º)

Os cristãos precisam ser criativos para fazer o nome de Jesus ser conhecido no país. Ore para que os projetos da Portas Abertas e seus parceiros locais que estão recebendo treinamento possam gerar muitos frutos.

12 | DOM MIANMAR (28º)

Man An (nome fictício) é viúva e tem dois filhos. Atualmente ela trabalha como costureira e participa de um treinamento de discipulado da Portas Abertas. Ore a Deus para dar a ela cada vez mais capacitação e perseverança em sua fé em Jesus.

13 | SEG SRI LANKA (45º)

O programa Permanecendo Firme Através da Tempestade impactou a vida de Roshan (nome fictício) que decidiu voltar para Cristo e perdoar várias pessoas que o perseguiam e o prejudicaram. Ore para que ele continue firme em sua fé.

14 | TER LAOS (24º)

Três cristãos foram presos recentemente porque estavam “adorando a Deus alto demais”. O culto público é proibido no Laos. Ore por eles e peça a Deus para que providencie a libertação o mais breve possível.

15 | QUA MÉXICO (41º)

Pablo (nome fictício) esteve no México e passou um tempo com os cristãos de lá. Ele conta que há vários projetos sendo desenvolvidos dentro das igrejas. Ore pelos líderes para que continuem estendendo a mão aos cristãos perseguidos de seu próprio país.

16 | QUI VIETNÃ (17º)

Duas igrejas foram fechadas e os cristãos foram proibidos de continuar com as reuniões. Agora eles se encontram secretamente em vários lugares diferentes. Ore por proteção e também para que as igrejas sejam reabertas.

17 | SEX MALÁSIA (31º)

O Departamento de Imigração passou a impor a regra de não contratar profissionais cristãs para trabalharem como empregadas domésticas, alegando que elas podem influenciar na educação das crianças islâmicas. Ore pelo sustento dessas mulheres.

18 | SAB BRUNEI (25º)

O país, regido pela sharia (lei islâmica), tem regras rígidas contra o cristianismo, e os cristãos precisam de muita sabedoria para lidar com as autoridades e continuar com a evangelização. Ore por eles.

19 | DOM MALDIVAS (13º)

“Não há futuro para nós neste país”: esse é um sentimento compartilhado por muitos cristãos que enfrentam um alto nível de corrupção. Ore para que eles tenham esperança em Cristo, apesar das dificuldades.

20 | SEG BANGLADESH (26º)

O ano começa com um treinamento de alfabetização para 150 professores de cinco distritos. Ore pelos participantes e que eles sejam aprimorados em suas habilidades de ensino. Ore também para que as aulas mudem a vida de muitos cristãos.

21 | TER INDONÉSIA (46º)

O radicalismo islâmico permaneceu forte durante o ano de 2016. Muitas igrejas foram atacadas e o governo falhou em melhorar o clima para os cristãos. Ore a Deus por um ano diferente e que haja mudanças positivas para a igreja no país.

22 | QUA ÁFRICA OCIDENTAL

Os cristãos de tribos locais estão enfrentando uma grande pressão muçulmana instigada pelos professores religiosos do islã. Ore pelos cristãos e pelos perseguidores, para que sejam alcançados pelo amor de Cristo.

23 | QUI NIGÉRIA (12º)

SB (nome fictício) é um líder cristão que está deslocado por conta da perseguição do Boko Haram. Ele enfrenta grandes dificuldades para evangelizar. Ore para que ele continue com os trabalhos da igreja e que fortaleça os demais cristãos.

24 | SEX REPÚBLICA DO CONGO

Há anos que os cristãos vêm sendo atacados e os grupos rebeldes têm atuado com grande violência, aumentando o número de sequestros e assassinatos. Ore por eles e interceda pela provisão divina.

25 | SAB MALI (32º)

Cristãos foram pegos desprevenidos e mal preparados para a perseguição. A compreensão bíblica entre eles é limitada. Ore pelos trabalhos realizados pela Portas Abertas no país para melhorar o ministério dos líderes da igreja.

26 | DOM ERITREIA (10º)

O governo continua vendo os cristãos como traidores e espiões, por isso eles precisam praticar sua fé em silêncio. Ore para que o Senhor continue fortalecendo a igreja no país mesmo em circunstâncias tão complicadas.

27 | SEG CHINA (39º)

Ore por Tanya (nome fictício). Ela lidera um pequeno grupo de ex-muçulmanos, mas, recentemente, a igreja foi fechada pelo governo, então ela está realizando as reuniões em uma casa. Ore para que os policiais não percebam e que as reuniões sejam estratégicas.

28 | TER BUTÃO (30º)

David (nome fictício) participou recentemente de um retiro de jovens organizado pela Portas Abertas e aprendeu a evangelizar seus amigos. Ele é o único cristão onde mora. Ore para que ele tenha sabedoria e leve muitos para Cristo.

13/01/2017

Vamos Orar (mês Janeiro)


vamos-orar“Se vocês permanecerem firmes na minha palavra,

verdadeiramente serão meus discípulos.” João 8:31

1 | DOM INTERNACIONAL
No Dia da Confraternização Universal agradeça a Deus pela paz e liberdade que temos no Brasil e por podermos nos reunir com os irmãos na fé. Peça por um ano de crescimento espiritual para a igreja brasileira.

2 | SEG BUTÃO (38º)
Os pastores do Butão estão pagando valores de aluguel altíssimos e sendo acusados de usar suas casas como igrejas. Alguns chegam a pagar o dobro do valor de mercado quando são vistos realizando cultos nos lares. Ore para que Deus os oriente a lidar com isso.

3 | TER CHINA (33º)
Arthur (nome fictício) ficou cego recentemente e agora não consegue cuidar de si mesmo. Há 5 anos, ele foi expulso de casa por ter deixado o islã para seguir a Jesus. Ele dirige um pequeno grupo de ex-muçulmanos. Ore para Deus restaurar sua visão e pelo seu ministério.

4 | QUA COLÔMBIA (46º)
Julian (nome fictício) é um líder cristão indígena que foi convidado para um treinamento de direitos humanos. Ele já está envolvido nesse trabalho e abriu uma Casa de Refugiados para a comunidade cristã indígena de sua região. Ore pelo seu ministério.

5 | QUI ÍNDIA (17º)
No final do ano passado, cerca de 300 crianças participaram de um seminário sobre a vida missionária e a perseguição aos cristãos. Ore para que essa semente possa crescer em seus corações.

6 | SEX EGITO (22º)
As novas leis impedem a construção de igrejas no país. O controle do Estado é cada vez mais restritivo e violento. Ore pelas igrejas que nasceram em lares egípcios, que os cristãos continuem pregando o evangelho.

7 | SAB TAJIQUISTÃO (31º)
Sitora (nome fictício) é uma nova convertida que foi agredida por seu irmão muçulmano. Ela declarou que quer viver com Cristo e, por isso, o irmão a feriu e ela não consegue mais andar. Ore por um milagre na vida de Sitora e que seu irmão se converta.

8 | DOM SRI LANKA
Há vários parceiros da Portas Abertas nesse país a fim de alcançar os cristãos perseguidos e ajudá-los. Ore por proteção enquanto eles viajam e que os projetos que vão implantar sejam abençoados por Deus.

9 | SEG QUIRGUISTÃO
Ainagul (nome fictício), de 40 anos, e sua filha Raushana (nome fictício), de 14, fizeram de sua própria casa um lugar de distribuição de presentes para crianças e para pregar o evangelho. Por isso, foram agredidas e ameaçadas pelos vizinhos e estão escondidas. Ore por elas.

10 | TER ERITREIA (3º)
Mariam (nome fictício) viu seu marido ser preso enquanto realizava suas atividades cristãs. Ela estava grávida e passou por necessidades, mas Deus agiu mandando a provisão no tempo certo. Agora seu marido está livre e eles ajudam outros cristãos. Louve a Deus pela vida deles.

11 | QUA UZBEQUISTÃO (15º)
Gulnor (nome fictício) foi abandonada pelo marido e agora vive com seus filhos e sua mãe na casa de uma irmã. A casa virou ponto de encontro entre os cristãos, por isso, eles têm enfrentado grande perseguição. Ore para que Deus os proteja e lhes dê sabedoria.

12 | QUI MIANMAR (23º)
Louve a Deus pelos treinamentos que estão sendo realizados pelos professores de escola dominical no país. Ore para que eles continuem sendo fiéis e servindo ao Senhor e que Deus se revele às crianças, usando-as para engrandecer seu nome.

13 | SEX LAOS (29º)
Espiões do governo estão espalhados por todas as igrejas. Ore para que o Senhor proteja os cristãos e lhes dê sabedoria para continuar pregando o evangelho apesar de tantas restrições e perseguição.

14 | SAB VIETNÃ (20º)
Há algumas traduções de Bíblias sendo realizadas para cristãos tribais. Ore para que o Senhor dê sabedoria e discernimento aos tradutores e que as autoridades locais não interrompam suas atividades.

15 | DOM BRASIL
Hoje é aniversário do “Sem Fronteiras”, ministério de presença da Portas Abertas. Ore por toda equipe que dedica seu tempo organizando viagens de campo a fim de ser uma ponte entre a Igreja Perseguida e a igreja brasileira.

16 | SEG MALÁSIA (30º)
Depois da polêmica ocorrida em 2014 sobre a proibição do uso da palavra “Allah” pelos cristãos, uma revista, uma igreja e um cidadão estão enfrentando o tribunal. Ore pelos advogados envolvidos nesses casos e que a justiça seja feita.

17 | TER BRUNEI (25º)
A segunda fase da aplicação da sharia (lei islâmica) está em processo como planejado. Ore para Deus guiar os líderes de igrejas e os cristãos, para que eles continuem impactando suas comunidades com o evangelho de Jesus.

18 | QUA MALDIVAS (13º)
No ano passado, o governo maldívio assinou uma nova lei de difamação e liberdade de discurso que pode ser usada para ameaçar os meios de comunicação e grupos da sociedade civil, inclusive os cristãos. Interceda pela igreja no país.

19 | QUI INDONÉSIA (43º)
A Portas Abertas na Indonésia completou 20 anos. Ore por esse período de celebrações e conferências. Peça a Deus para continuar abençoando as viagens de campo e que todos os eventos sejam feitos com a proteção do Espírito Santo.

20 | SEX SUDÃO (8º)
Peter Yen e Michael Yat (nomes fictícios) são dois pastores que ficaram conhecidos, no ano passado por serem presos por seguir a Cristo. Os dois foram libertados e estão de volta às suas famílias. Agradeça a Deus por isso.

21 | SAB REP. CENTRO-AFRICANA (26º)
A crise no país tem deixado os centro-africanos divididos. Mas, em meio às turbulências, pequenos seminários mostram resultados positivos no relacionamento entre cristãos e muçulmanos. Agradeça a Deus pois seu imenso amor tem prevalecido.

22 | DOM NIGÉRIA (12º)
Yakubu (nome fictício) foi atacado por militantes do Boko Haram, que invadiram sua casa na tentativa de decapitá-lo. Milagrosamente ele sobreviveu e foi capaz de perdoar seus agressores e disse que quer continuar compartilhando a mensagem de Cristo. Agradeça a Deus pela vida dele.

23 | SEG FILIPINAS
Louve a Deus pela igreja liderada pelo pastor Joseph (nome fictício), reformada com a ajuda da Portas Abertas e que voltou a funcionar. Hoje, há 149 membros e a juventude tem sido muito ativa. Joseph agradece a todos os que oram por eles.

24 | TER ETIÓPIA (18º)
Guta (nome fictício) é um fazendeiro de 28 anos que vive numa região onde a maioria das pessoas seguem religiões tradicionais. Por ser cristão, ele e sua família são perseguidos e ameaçados. Sua casa foi queimada e ele já está construindo outra. Ore por eles.

25 | QUA SÍRIA (5º)
Muitas crianças e jovens estão voltando às escolas, mas os caminhos que eles percorrem ainda são perigosos. Aqueles que estão em campos cristãos são mais protegidos. Ore por proteção e que os anjos do Senhor estejam sempre ao redor deles.

26 | QUI KUWAIT (41º)
A igreja tem crescido rapidamente no país. Ore pelos cristãos que estão na frente dos trabalhos evangelísticos e peça ousadia para que falem corajosamente. Que o Senhor continue curando os corações dos muçulmanos e atuando no meio deles.

27 | SEX OMÃ (50º)
Omani (nome fictício) é um novo convertido que está muito feliz por ter reconhecido Jesus como seu Salvador. Ore a Deus por ele, para que a nova vida seja protegida e por aqueles que vão se responsabilizar pelos estudos bíblicos.

28 | SAB EMIR. ÁRABES UNIDOS (47º)
Ore pelos líderes cristãos para que sejam sábios e estratégicos nessa região enquanto pregam a palavra. O governo tem mantido a paz e a segurança dos cidadãos e essa é uma chance que eles têm de falar sobre o amor de Cristo. Ore por eles.

29 | DOM IRAQUE (2º)
Um dia a igreja foi considerada uma “torre forte” nesse país. Hoje, porém, o cenário é de luto e destruição. Ore para que o Espírito de Deus capacite os cristãos remanescentes e que tenham força e ousadia para o tempo de reconstrução.

30 | SEG LÍBANO
A igreja no país tem encarado mais problemas do que soluções. Ore pelos cristãos que trabalham evangelizando os refugiados e interceda pelos líderes que batalham para manter uma igreja perseverante.

31 | TER LÍBIA (10º)
Um cristão líbio está enfrentando sérios problemas de saúde. Ore pela sua total restauração e pelos médicos que estão cuidando dele, para que sejam capacitados e guiados por Deus.

* As posições dos países correspondem a Lista Mundial da Perseguição de 2016.

Por: Missões Portas Abertas.

13/01/2017

Um cristão pode perder a salvação?


salvacao

Pergunta: “Alguém que se arrependeu de seus pecados, converteu-se a Jesus e experimentou o novo nascimento pode perder sua salvação?

Resposta: Não, é impossível perder a salvação! No contexto geral, e em muitas passagens individuais, a Bíblia fala tão claramente sobre a eterna bem-aventurança de um filho de Deus, que não é possível que em outras passagens anule a garantia de salvação eterna. Se alguns versículos deixam dúvidas, devem significar algo diferente. Lendo atentamente essas passagens críticas, e observando o contexto geral das Escrituras, teremos o entendimento correto de seu sentido.

Somos salvos única e exclusivamente pela pessoa de Jesus Cristo. Lemos em João 17.19, na conhecida oração sacerdotal de Jesus: “E a favor deles eu me santifico a mim mesmo, para que eles também sejam santificados na verdade”. Isso significa que todo aquele que crê em Jesus é santificado em Sua santificação – pela sua posição “em Cristo”. Portanto, uma pessoa que se tornou crente assumiu sua posição em Cristo. Ela passa a ser vista por Deus, o Pai, na posição de Seu Filho. Jesus deu Sua vida perfeita pelos pecadores, para que a vida deles pertencesse ao Pai. Ele é a base e o fundamento. Se alguém se torna crente, nascendo de novo, sua vida é transferida para a vida de Cristo, e esta jamais pode ser perdida. Por isso, Jesus ora na oração sacerdotal de forma muito concreta: “Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste…” (Jo 17.24). Todos os que nasceram de novo são dados ao Filho pelo Pai. Estarão com o Filho e ficarão para sempre com Ele e verão a Sua glória. Esse grupo de pessoas é a Sua Igreja, um só corpo, inseparável e indivisível.

A declaração de João 6.37-39 aponta nessa mesma direção: “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora. Porque eu desci do céu, não para fazer a minha própria vontade, e sim a vontade daquele que me enviou. E a vontade daquele que me enviou é esta: que nenhum eu perca de todos os que me deu; pelo contrário, eu o ressuscitarei no último dia”. Se um nascido de novo pudesse perder sua salvação, entendo que isso seria uma afronta ao sacrifício de Jesus na cruz. A doutrina que ensina que o crente pode perder a salvação tira a honra de Jesus e faz com que a graça deixe de ser graça. Em relação à obra completa de Jesus, é da vontade do Pai que não se perca ninguém que veio a Cristo e pertence a Ele. Jesus consumou uma vitória plena, e Seu triunfo consiste em termos sido resgatados do inimigo de uma vez por todas e agora pertencermos ao Seu reino.

O apóstolo Paulo escreve em Romanos 8.38-39: “Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”. Esse é o amor experimentado pelos salvos. Não é o amor de Deus por todos os homens em geral, mas o Seu amor por aqueles que encontraram a Cristo. Não existe argumento mais evidente e mais abrangente! A expressão “nem a morte, nem a vida”, inclui tudo o que possa ter alguma influência na nossa vida. Uma pessoa realmente renascida não pode se separar de Deus; isso só é possível para alguém que não nasceu de novo, mesmo que aparente ser cristão. Na vida ou na morte nada poderá nos acontecer que esteja fora da esfera da vontade de Deus. Mesmo no mundo dos espíritos não há poder ou potestade que exerça alguma influência que nos separe de Jesus. Não há acontecimento, presente ou futuro, que possa nos separar do Senhor. Nem mesmo o poder do pecado, nada que seja elevado ou profundo, nem qualquer criatura tem esse poder de nos separar do amor de Deus. Por que não? Porque a obra do Gólgota transcende a tudo. Lemos em Romanos 8.34: “Quem os condenará? É Cristo quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”.

A salvação eterna não está baseada em nossas obras, mas somente na graça. Tomemos como exemplo o direito civil: você nasceu num país e é cidadão desse país. Você não fez nem poderia ter feito qualquer coisa para receber sua nacionalidade. Se não obedecer às leis do país, poderá ser punido, mas sua cidadania não poderá ser questionada. Você pode perder muitas coisas: sua liberdade, dinheiro, trabalho, casa e bens, mas não sua cidadania. Portanto, a graça deixaria de ser graça se um filho de Deus pudesse perder sua salvação. Se colocamos em dúvida a segurança da salvação eterna, estamos outra vez dentro do círculo vicioso da justificação pelas obras, e aí ninguém poderia ter certeza de sua salvação.

Em Efésios 2.8-9 está escrito: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie”. A graça de Deus é o único fundamento para sermos e estarmos salvos. Sempre que se tratar do pacote do presente da salvação eterna, é a graça que o torna possível. Se pudéssemos nos perder depois de termos sido salvos, teríamos de ganhar nossa certeza de salvação pelas nossas obras.

William MacDonald escreve: “O único caminho em que Deus podia dar uma firme salvação ao homem era pela graça, por meio da fé. Salvação pela graça significa que tudo reside em Deus e nada depende do homem. Mas se tudo repousa unicamente em Deus, não há falha”. No que diz respeito à graça e à salvação, Jesus Cristo é o Autor e Consumador da nossa fé. Lemos em Hebreus 12.2: “olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus”, e em Filipenses 1.6: “Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus”. (Norbert Lieth)

Por: Chamada da meia Noite

12/01/2016

Vizinhos expulsam 30 cristãos de suas casas no México


cristãos expulsoArmados, moradores de um vilarejo no México invadiram e destruíram as casas de cristãos evangélicos na última segunda-feira (4). O caso, que aconteceu na aldeia de Leyva Velazques, em Chiapas, marca o mais recente indício da perseguição religiosa que acontece no país.

As entradas para o vilarejo foram bloqueadas pelos moradores, que forçaram os protestantes a fugir para as montanhas próximas. Além disso, os cristãos foram impedidos de procurar ajuda na vila vizinha, relatou Jorge Galindo Lee, diretor da organização Impulso 18.

Dois homens estão sendo investigados por serem os responsáveis por incitar a violência: Jimenez Hernandez, comissário da comunidade e Francisco Jimenez Santiz, agente municipal.

Este não foi um caso isolado no vilarejo. De acordo com a organização International Christian Concern (ICC), sete evangélicos foram presos por se recusarem a renunciar sua fé em dezembro de 2015.

O protestantismo é uma religião minoritária no México e “nas áreas rurais onde vemos a perseguição, muitos vilarejos e seus conselhos são dominados pelos adeptos ao catolicismo sincretista”, explica o gerente jurídico do ICC, Lance Nathaniel.

O catolicismo sincretista é uma religião formada por componentes do catolicismo e das crenças indígenas com seus rituais.

As vítimas de perseguição estão “à margem da sociedade mexicana”, denuncia Lance. “Não fluentes em espanhol, rurais, cristãos protestantes e que não têm acesso aos recursos financeiros, legais ou políticos necessários para acabar com a perseguição que eles sofrem.”

Diante da negligência do governo em relação aos casos de perseguição religiosa, é provável que a situação permaneça a mesma no país, afirma Lance.

Ainda que a constituição do México proteja a liberdade de culto, o governo usa a Lei de Usos e Costumes — que afirma que a cultura indígena e os costumes devem ser protegido — como uma desculpa para não agir.

“Eles usam isso para dizer que a perseguição nessas áreas são parte da cultura indígena”, disse Lance.”Há pouca atenção por parte da mídia e do governo em relação a esses casos, tanto a nível internacional e como no México. Aumentar a conscientização sobre a perseguição é vital.”

Dimensão

A equipe do ICC visitou o México no ano passado e conclui que, de acordo com estimativas, mais de 70 casos de perseguição religiosa contra comunidades cristãs minoritárias estavam em aberto, com 20 a 100 vítimas em cada nos estados de Chiapas, Hidalgo, Oaxaca, Puebla e Guerrero.

A perseguição, muitas vezes, começa com “desacordos financeiros, onde os líderes da aldeia querem que os protestantes paguem pela realização de suas festas religiosas e outros artefatos usados em rituais católicos sincretistas”, disse Lance.

A recusa dos cristãos em pagar tais taxas resultam em uma intensa hostilidade por parte dos moradores. “Tentativas de conversão forçada, detenções, expulsões de casa forçadas, incêndio nas casas e ameaças violentas”, pontua o advogado.

É importante notar que a comunidade protestante não é a única vítima de perseguição no México. Em 2014, mais padres católicos foram mortos no México do que em qualquer outro lugar no mundo — nesse caso, a violência é relacionada ao cartel de tráfico.

12/01/2016

Boas novas da China para os cristãos


Boas novas da China para os cristãos

“Eu sou um seguidor de Cristo e vivo na região sul da China continental. Durante anos, sempre que me deparo com os irmãos estrangeiros, eles me perguntam as mesmas coisas: ‘Você tem uma Bíblia em casa?’ ou ‘As pessoas podem falar de Jesus publicamente na China?’ ou ainda ‘Como você faz para comprar materiais cristãos em seu país?’ É interessante como as pessoas se enganam em relação ao cristianismo aqui na China”, afirma o cristão.

“Honestamente, a primeira vez que ouvi essas perguntas cheguei a rir em meu coração. Mas depois, pensando bem, me dei conta da falta de informação que há entre os próprios cristãos, por isso, estou escrevendo estas palavras, para tornar pública a nossa realidade. Em primeiro lugar, eu realmente não sei se pela lei podemos ter Bíblias em casa, mas nós temos e ninguém nos incomoda. A maioria dos cristãos chineses tem mais de uma cópia da Bíblia e versões diferentes dela. Eu mesmo tenho sete, sendo duas delas de estudo. Temos várias livrarias públicas que vendem por aqui”, explica ele.

“Queridos irmãos que vivem em todas as partes do mundo, a China tem registrado uma transformação tremenda. Há muitas boas notícias econômicas e políticas, na cultura e na religião. Embora haja algumas restrições sobre o cristianismo, nós acompanhamos seu progresso em nosso país e, de 30 anos para cá, vimos muitas diferenças. Como eu gostaria de ter a oportunidade de mostrar mais aos irmãos, para que todos pudessem ver as maravilhas de Jesus Cristo aqui na China e quão grande é o nosso Deus nessa terra. Vamos juntos agradecer a Deus, pois ele tem cuidado de nós”, finaliza o cristão.

12/01/2016

Homem com rifle invade igreja e é desarmado por pastor


pastor-larry-wrightO pastor Larry Wright, de Fayetteville, na Carolina do Norte (EUA), precisou ter muito cuidado para conseguir controlar um homem que entrou armado no meio do culto da virada do ano.

A igreja estava cheia quando um homem de 57 anos, veterano de guerra, começou a ameaçar de morte os membros que assistiam ao culto dizendo que estava chateado com a igreja.

Sabiamente, o pastor resolveu descer do altar e caminhou em direção ao homem e conseguiu convencê-lo a abaixar a arma.

Wright é vereador na cidade e agiu com muito cuidado para preservar a vida de todos, inclusive do homem que foi abraçado pelo líder religioso e pelos membros da igreja.

“Então eu disse à congregação que tudo estava bem e que o homem queria uma oração. Ele se ajoelhou e começou a chorar, com o rosto no chão”, relatou o pastor à emissora WNCN.

“Deus interveio e foi ao coração desse homem. Em vez de ele abrir fogo e matar um monte de pessoas, ele teve o coração tocado por Deus”, completou.

A polícia foi chamada, mas o homem não foi indiciado. Segundo o pastor, o veterano está sofrendo de síndrome de estresse pós-traumático, pois sua esposa foi diagnosticada com uma grave doença e ele não possui dinheiro suficiente para o tratamento.

Após o episódio ele será encaminhado para uma clínica de atendimento psicológico. Com informações Rede TV!

%d blogueiros gostam disto: