Posts tagged ‘amor ao dinheiro’

29/10/2015

IURD e IMPD se unem no apoio a CPMF


IURD e IMPD se unem no apoio a CPMFO bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, e Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, já discutiram e se ameaçaram publicamente várias vezes. Quando a IMPD começou a tirar fiéis da IURD, começou uma acirrada campanha para desmoralizar o apóstolo, especialmente nos programas de TV e nos sites ligados a Macedo.

Contudo, agora esses dois rivais estão vivendo um tempo de aliança. Ambos estão juntos com o governo petista, defendendo a aprovação da CPMF. Claro, desde que as igrejas fiquem isentas.

A imagem que marcou essa união, que deve ser apenas temporária, é do encontro da presidente Dilma com o senador Marcelo Crivella (PRB/RJ), ao lado do deputado federal Francisco Floriano (PR/RJ). Ambos são líderes das “alas evangélicas” de seus respectivos partidos, que formam a base aliada do governo petista. Ao mesmo tempo Crivella é bispo licenciado da Universal e Floriano é pastor da Igreja Mundial.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, em sua coluna do jornal O Globo, essa composição dos grupos políticos de Macedo e Santiago gera “ciumeira” em outros líderes evangélicos, que não foram chamados.

No início do mês, diversos pastores e líderes denominacionais foram a Brasília se encontrar com Dilma e “garantir” a previsão da Constituição Federal de isenção tributária para todos os templos religiosos.  Na ocasião, a presidente garantiu aos líderes que os templos evangélicos, católicos, espíritas e de todas as demais religiões não serão tributados caso a CPMF seja aprovada no Congresso.

Além de representantes da IURD e IMPD, estavam o bispo Geraldo Tenuta, da Igreja Renascer em Cristo; Pastores Samuel e Abner Ferreira, da Assembleia de Deus Madureira, Juanribe Pagliarin, da Paz e Vida.

Publicamente, o único líder que se manifestou contra a CPMF foi o pastor Silas Malafaia, que ameaçou denunciar em seu programa todos os deputados evangélicos que votarem a favor da CPMF.

“O deputado evangélico que apoiar essa porcaria eu vou dizer o nome no meu programa e vou pedir para que os evangélicos não votem mais neles”, afirma. “Eu sou contra beneficiar as religiões”, afirma Malafaia. “Chega, o que passar disso [imunidade tributária da Constituição] é palhaçada!”.

Obs: é engraçado ver pastores que não une para pregar a palavra de Deus, mas para apoiar o governo a criar mais imposto para punir, o povo com altos impostos. Os mesmo deveriam esta reunido para ajudar outras igrejas que estão trabalhando para tirar viciados do craque, das ruas. Poderiam criar centro de tratamento para os que vivem com pessoas viciadas…

10/09/2013

Padre e mais seis pessoas são presos acusados de desviar R$ 18 milhões de ONG


Padre e mais seis pessoas são presos acusados de desviar R$ 18 milhões de ONG

Padre e mais seis pessoas são presos acusados de desviar R$ 18 milhões de ONG

As prisões foram, foram executadas em uma investigação batizada por  “Alvo da Operação Pronto Emprego”, pela PF.

Com origem na Igreja Católica, a ONG era inicialmente denominada “Centro Arquidiocesano do Trabalhador”, segundo o Estadão, e seu envolvimento no desvio de verbas destinadas ao auxilio de trabalhadores causou “surpresa” na Arquidiocese de São Paulo, que divulgou nota comentando o caso, afirmando que “deseja que se faça plena luz sobre todos os fatos e que as responsabilidades sejam assumidas por quem as deve assumir”.

– O Ceat nasceu na Arquidiocese de São Paulo como ‘Centro Arquidiocesano do Trabalhador’, em dezembro de 2012. Mas há vários anos transformou-se numa Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, passando a se chamar ‘Centro de Atendimento ao Trabalhador’, com personalidade jurídica, vida, gestão e responsabilidades de gestão próprias. Depois disso, a Arquidiocese de São Paulo deixou de ter qualquer responsabilidade administrativo-financeira sobre a entidade – afirmou a Arquidiocese.

A Cúria afirmou também que não tomará nenhuma providência com relação à prisão do sacerdote católico no caso. O padre preso pela Polícia Federal é diretor administrativo da ONG e foi preso na terça feira (03) sob suspeita de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e peculato.

– Do ponto de vista civil, padre Lício deverá responder por si, inclusive com amplo direito à defesa. Do ponto de vista canônico, ele pertence à Diocese de São Miguel Paulista – ressaltou a Arquidiocese, por meio de sua assessoria de imprensa.

Com informações: Gospel +/ O Globo

09/09/2013

Pastor afirma que artistas gospel estão “prostituindo a Noiva”


Homens de Deus

Homens de Deus

O apóstolo Luiz Hermínio estava ministrando em um congresso e acabou tocando em um assunto bastante controverso no cenário evangélico: a cobrança de cachê para eventos religiosos e o enriquecimento dos artistas gospel.

O vídeo com o trecho dessa ministração foi postado no Youtube e levantado novamente esta discussão sobre ser permitido ou não cobrar grandes quantias de dinheiro para louvar a Deus. O ministério pode ser transformado em profissão?

Para o apóstolo da igreja M.E.V.A.M. (Missões Evangelísticas Vinde Amados Meus) quem ganha a vida com a igreja está prostituindo a Noiva de Cristo, por isto ele chama os promotores de eventos evangélicos de “cafetões”.

“Eu não sustento artista no púlpito, sustentamos pobres em lugares carentes (…) Um dia esse povo vai ter que acertar as contas com Deus, aonde está o dinheiro dos CDs, aonde está o dinheiro dos livros, aonde está o dinheiro dos shows?”, questiona.

“Você que tem abusado da igreja, promoter, Deus vai te pegar. Você que trata a Igreja como prostituta, seu cafetão… A Noiva não é prostituta”, continua.

Luiz Hermínio pede aos presentes para que não convidem para suas igrejas cantores que cobram para pregar e cantar. “Quem cobra para uma noite de intimidade é a prostituta”, afirma.

A mensagem era “Entendendo o tempo e o modo de Deus”, mas em pouco mais de dois minutos o pastor enviou este recado para aqueles que trabalham no segmento evangélico chegando a chamar os cantores de ladrões. “Quanto é que você cobra por duas horas, quanto custa vinte músicas sua, seu ladrão? Mas a Noiva não é prostituta, ela tem um Noivo e ele vai vir buscá-la”, disse o apóstolo.

Assista:

Assista na integra:

 

03/09/2013

“A cadeia não tem como me segurar”, diz Marcos Pereira no Conexão Repórter


“A cadeia não tem como me segurar”, diz Marcos Pereira no Conexão Repórter Em entrevista ao jornalista Roberto Cabrini o pastor Marcos Pereira, que está preso no presídio do complexo de Gericinó, em Bangu, disse que não estuprou mulheres da Assembleia de Deus dos Últimos Dias e que também não é o mandante dos atentados contra as instalações da ONG AfroReggae.

Em entrevista exibida nos programas Conexão Repórter e SBT Brasil o religioso pode contar pela primeira vez desde a prisão em maio a sua versão sobre as acusações e os fatos que o levaram para atrás das grades.

Ao dizer como se sente nesses 100 dias de prisão, Pereira diz que não se sente preso, pois está fazendo a vontade de Deus. “Não me sinto preso. Me sinto um homem que está fazendo a vontade de Deus. Se fui conduzindo para um presídio, vou continuar fazendo o mesmo trabalho que faço”.

O fundador da ADUD também afirmou que a cadeia não tem como segurá-lo. “A cadeia não tem como me segurar. Na hora que a trombeta tocar, o céu se abrir do Oriente ao Ocidente e um homem de brando descer, eu vou desaparecer”, disse ele se referindo ao arrebatamento da Igreja.

Quando questionado sobre o incêndio que destruiu a pousada do AfroReggae, Marcos Pereira lembrou que tem sido acusado por José Junior desde 2012 e que até o momento não foram encontradas provas contra ele.

O advogado do pastor também é entrevistado e diz que as vítimas de estupro não relatam nenhum tipo de ameaça [para manter o ato sexual] e nem violência e que há um plano contra seu cliente.

Informação: Gospel Prime

05/11/2012

Igreja de fachada criada para cometer crimes fiscais tem suspeitos presos pela PF em SP


Após investigações da Policia Federal do Estado de São Paulo, na quarta-feira (31) foi desmantelada um grupo de pessoas, que criaram uma igreja de fachada para cometer crimes contra o sistema financeiro, lavar dinheiro e sonegar impostos.

A Polícia Federal realizou nesta quarta-feira (31) uma operação para prender suspeitos de utilizarem uma igreja de fachada para cometer crimes contra o sistema financeiro. Foram cumpridos seis mandados de prisão e 12 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Atibaia e Valinhos, todas no Estado de São Paulo.

Segundo a PF, os acusados foram descobertos pela grande movimentação financeira da pequena igreja que criaram, que chegou a quase R$ 400 milhões.

Segundo estimativas realizadas durante as investigações, o prejuízo total à União e ao Estado de São Paulo, pelo não recolhimento dos tributos devidos e pelas fraudes detectadas passam de R$ 150 milhões ao ano.

“Constatou-se que se tratava de uma empresa que jamais teve existência física e que a associação religiosa foi criada por gozar de imunidade tributária, o que, diminuiria as probabilidades de fiscalização, na visão dos integrantes do grupo”, disse a PF em nota.

Estratégias diferentes

A PF afirma que durante as investigações que os acusados utilizavam duas estratégias para sonegar impostos.

“No primeiro, empresas de fachada eram criadas para que atuassem ficticiamente, recebendo recursos de empresas reais e depois remetendo os valores para o exterior por meio de “doleiros”, ou seja, de maneira ilegal. Essas empresas de fachada eram utilizadas por um período curto para melhor desviar a atenção da fiscalização. No segundo modo de atuação, o grupo atuava para empresas devedoras do fisco estadual, que já haviam sido autuadas ou que haviam tido seus recursos administrativos julgados improcedentes. Eles contavam com a colaboração de servidores públicos vinculados à área tributária, que atuariam principalmente no ‘desaparecimento de procedimentos fiscais”, afirma a PF.

Enquanto os processos eram fisicamente subtraídos das instalações da repartição pública, de acordo com as investigações da Polícia, havia também o apagamento dos registros nos sistemas de informática. A investigação aponta que eles eram levados em partes, escondidos em bolsas ou mochilas.

“Ao final, eram entregues aos chefes da quadrilha, que os entregavam para os empresários envolvidos. Há evidências de que cada procedimento continha valores de multas fiscais que variam entre R$ 1 milhão e R$ 35 milhões”.

Os investigados responderão pelos crimes contra o sistema financeiro, subtração de processos, corrupção ativa e passiva, tráfico de influência, lavagem de dinheiro, formação e quadrilha, falsidade ideológica e sonegação fiscal, cujas penas somadas podem chegar a 28 anos de prisão.

Fonte: Inforgospel

03/11/2012

Pastor investigado por desvio de dízimos da Igreja Maranata/ES morre em acidente


A Igreja Cristã Maranata do ES está desde fevereiro/12 sob investigação de desvio de dízimos. No esquema denunciado envolveu vários nomes da cúpula da igreja  e dentre eles o nome do pastor Júlio Cesar Viana que pastoreava uma das igrejas no Paraná e faleceu de forma trágica o dia 28 no PR. – Confira, assista e comente…

O pastor da igreja Cristã Maranata no Espírito Santo, Júlio César Viana, morreu em um grave acidente em uma rodovia estadual do Paraná, no domingo (28). Ele era um dos investigados no esquema que desviou dinheiro do dízimo da igreja capixaba. O Ministério Público Federal investiga a denúncia desde fevereiro deste ano.

O advogado de defesa do pastor Júlio informou ao G1 que o corpo foi velado e enterrado na última segunda-feira (29) no Sul do país. Ele ainda disse que não tem informações sobre o andamento do processo que investiga a sua participação no esquema da Maranata.

Sobre o acidente, a Igreja Maranata informou que o carro dirigido pelo pastor seguia da cidade de Marechal Cândido Rondon para Curvado, também no Paraná. Júlio César perdeu o controle em uma curva, saiu da pista, capotou e caiu num barranco às margens da rodovia PR- 467.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a queda foi de aproximadamente dois metros. O pastor ficou preso nas ferragens e morreu no local. Outras três pessoas que estavam no carro tiveram ferimentos leves e foram encaminhadas para um hospital de Marechal Cândido Rondon. A polícia não soube afirmar o que fez o pastor perder o controle da direção. Não chovia no momento do acidente.

Veja o Video:

Fonte: Inforgospel

04/10/2012

Falso pastor é preso em MG acusado de roubar R$ 1,5 milhão


Falso pastor é preso em MG acusado de roubar R$ 1,5 milhãoFoi preso na cidade de Varginha, Sul de Minas Gerais, o estelionatário conhecido como “pastor Fernandes”. Ele chegou à cidade há algum tempo, dizendo ser um missionário e que veio realizar “uma grande obra de Deus”. Mas a polícia identificou o falso pastor como Iolando Fernandes de Araújo, 45 anos, natural do Ceará.

Aos policiais, Fernandes confessou que se passava por pastor evangélico há mais de 20 anos e que aplicou golpes em todas as cidades por onde passou.

Segundo o registro policial, Iolando visitou igrejas na cidade mineira de Alfenas no final de setembro dizendo que Deus havia lhe mostrado que ele devia doar sete milhões de reais aos membros da igreja para comprarem suas casas.

Após ouvirem a oferta, as vítimas fizeram um acordo com o falso pastor para irem com ele às imobiliárias da cidade para adquirirem os imóveis. Durante o acerto, todas as vítimas entregaram cópias de documento pessoais ao autor do golpe.

Uma vítima entregou-lhe o carnê do financiamento de um veículo Palio, pois o falso pastor prometeu pagar todas as parcelas a vencer. Mas, como alegava que os seus milhões estavam bloqueados até o mês seguinte, recebeu R$ 500,00 da vítima como oferta. Duas outras vítimas tentam na justiça desfazer os contratos de compra de dois imóveis intermediados pelo falso pastor, no valor de R$ 360.000 e R$ 565.000.

Iolando conseguiu, ainda, comprar no nome de outros fieis dois automóveis novos, sendo uma van de R$ 114.000 e um veiculo utilitário Freemont de R$ 87.000. Segundo eles, os veículos seriam usados na “obra de Deus” em São Paulo.

Após várias conversas e como o dinheiro não entrava em suas contas, as vítimas desconfiaram das alegações do autor, que foi procurado, pediu para ir comprar créditos para celular e não mais foi visto na cidade.

Na noite desta segunda-feira (1) a Polícia Militar foi chamada até uma igreja evangélica no Bairro Santa Maria, em Varginha, localizada a 70 km de Alfenas.

No local, os fieis haviam cercado Fernandes, acusando-o de utilizar o dinheiro da igreja para benefício próprio. Ficou comprovado que, ele roubou R$2.400,00 de um homem da igreja e de outros conseguiu cópias de documentos. Com isso, conseguiu efetuar compras de veículos em concessionárias de Belo Horizonte e Varginha em seus nomes. Tentou ainda comprar uma casa na cidade, mas não deu certo. De acordo com testemunhas, o golpista pode ter ficado com mais de R$ 1,5 milhão.

A PM também constatou que o falso pastor usava um veículo que tinha ordem judicial de apreensão. Iolando cumprirá seu tempo de detenção na penitenciária de Varginha. A família de uma das vítimas diz que ele disse que não se arrepende de ter ludibriado as vítimas.

Fonte: Gospel Prime

04/10/2012

Igreja Mundial oferece Colher de Pedreiro ungida por R$ 153


Igreja Mundial oferece Colher de Pedreiro ungida por R$ 153

Quem acompanha os cultos da Igreja Mundial do Poder de Deus através da televisão já deve ter visto que o apóstolo Valdemiro Santiago está vendendo a colher de pedreiro “Prudente Construtor” por R$153,00 para ajudar na construção da Cidade Mundial.

A campanha começou no final de setembro e vai durar até o dia 12 de outubro, esse é o período para quem deseja participar da construção do novo templo (o local onde será construído não é citado no vídeo).

Ao falar sobre o objeto, Santiago brinca com os fiéis dizendo que esta colher não deve ser usada no cimento, mas para ser colocada nos projetos pessoais. “Onde você tocar vai ser abençoado”, profetizou o líder religioso.

O vídeo postado no Youtube foi editado, depois da explicação sobre a colher e de falar o valor, Valdemiro Santiago faz uma oração por aqueles que já adquiriram dizendo que estes receberão a “unção para realizar projetos”.

Vale lembrar que este é apenas mais um dos símbolos oferecidos nas campanhas da IMPD, recentemente o ministério de Valdemiro Santiago estava oferecendo a “Fronha dos Sonhos” por R$ 91. As campanhas anteriores foram as da meia e da toalha Sê Tu Uma Bênção e ainda o Martelo da Justiça.

Veja o vídeo com o anúncio da colher:

27/08/2012

Página Inicial » Mundo Cristão 26/08/2012 – 12:28 – Atualizado em 26/08/2012 – 16:36 Igreja Mundial vende “Fronha dos Sonhos” por R$ 91


Igreja Mundial vende “Fronha dos Sonhos” por R$ 91

Depois das toalhas “Se Tu Uma Benção” e das meias, a Igreja Mundial do Poder de Deus está vendendo a “Fronha dos Sonhos” para que os fiéis coloquem nos travesseiros de pessoas que estejam com problemas.

Na TV o apóstolo Valdemiro Santiago oferece o artigo que custa R$ 91 cada um. “Você vai vestir o travesseiro do drogado, do alcoólatra, do enfermo, do desempregado ou o seu”, diz ele prometendo milagres até mesmo para aqueles não conseguem dormir pensando nos problemas.

O valor da “Fronha dos Sonhos” teria dois significados, segundo o apóstolo Santiago, o primeiro deles seria uma referência ao Salmo 91, famoso por falar de proteção contra o mal. O segundo motivo é que os R$ 91 também significam as 91 colunas da nova Cidade Mundial que foi inaugurada nas últimas semanas na cidade do Rio de Janeiro.

“Qual é o seu maior sonho?”, questiona o líder religioso que oferece o produto para quem quer honrar a “obra de Deus com uma oferta simbólica” que fará com que os sonhos sejam realizados.

“Eu já sonhei muito na vida e meus sonhos se tornaram realidade e a cada dia os meus sonhos estão se tornando realidade e os seus também serão assim”, garante o líder.

Na fronha há o símbolo da IMPD e ainda a inscrição “Minha fé pelo meu maior sonho”, abaixo ainda encontramos os dizeres “Cidade Mundial”.

“Na verdade eles estão vendedo travesseiros, que não tem poder algum para transforma as vida, mas que pode ajudar o objetivo da mundial ser alcançados.

30/03/2012

Ex-pastor da IURD afirma que Edir Macedo está desesperado com o crescimento da Igreja Mundial


Em entrevista, um ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus explicou porque Edir Macedo tem atacado Valdemiro Santiago fazendo acusações graves contra ele em programas da Rede Record. Ronaldo Didini afirma que o crescimento da Igreja Mundial do Poder de Deus tem incomodado o fundador da IURD.

“O crescimento da Igreja Mundial estremeceu as bases da Universal”, disse Didini que chegou a apresentar o programa 25ª Hora nas madrugadas da Record, mas hoje é assessor para assuntos de mídia da Igreja Mundial.

Didini não comentou as acusações que as reportagens da Record fizeram contra Santiago, mas afirma que o estopim dessa guerra entre líderes foi o projeto ousado de Valdemiro Santiago: alcançar 4.000 templos até o final de 2013.

O número é praticamente o dobro dos templos que Igreja Universal possui, mas não é apenas isso, pois o ex-pastor da IURD, que hoje está à frente do ministério Caminhas, também alega que a expansão midiática de Santiago tem desagradado o bispo Edir Macedo.

“O fato é que a Mundial tem as mesmas características de evangelho de massa, proclama-o na linguagem do povo e tem presença maciça nos meios de comunicação de massa”, diz.

Depois de diversas acusações feitas em seu blog e também na IURD TV, Macedo usou o programa Domingo Espetacular para transmitir as acusações de que o Valdemiro estaria desviando o dinheiro dos fiéis para comprar fazendas e gados de alta linhagem.

A Igreja Mundial não se pronunciou sobre o caso e a Record afirmou ao portal UOL que o “departamento de jornalismo apenas apresentou informações comprovadas por documentos públicos sobre as movimentações suspeitas do sr. Valdemiro Santiago”.

Mas para Didini não há dúvidas: “Todo este ciclo é irreversível e traz desespero à liderança da Igreja Universal, já isolada e considerada, no próprio meio cristão, como uma seita”.

Fonte: Gospel Prime
%d blogueiros gostam disto: