Posts tagged ‘Bíblia Aberta’

12/01/2016

Boas novas da China para os cristãos


Boas novas da China para os cristãos

“Eu sou um seguidor de Cristo e vivo na região sul da China continental. Durante anos, sempre que me deparo com os irmãos estrangeiros, eles me perguntam as mesmas coisas: ‘Você tem uma Bíblia em casa?’ ou ‘As pessoas podem falar de Jesus publicamente na China?’ ou ainda ‘Como você faz para comprar materiais cristãos em seu país?’ É interessante como as pessoas se enganam em relação ao cristianismo aqui na China”, afirma o cristão.

“Honestamente, a primeira vez que ouvi essas perguntas cheguei a rir em meu coração. Mas depois, pensando bem, me dei conta da falta de informação que há entre os próprios cristãos, por isso, estou escrevendo estas palavras, para tornar pública a nossa realidade. Em primeiro lugar, eu realmente não sei se pela lei podemos ter Bíblias em casa, mas nós temos e ninguém nos incomoda. A maioria dos cristãos chineses tem mais de uma cópia da Bíblia e versões diferentes dela. Eu mesmo tenho sete, sendo duas delas de estudo. Temos várias livrarias públicas que vendem por aqui”, explica ele.

“Queridos irmãos que vivem em todas as partes do mundo, a China tem registrado uma transformação tremenda. Há muitas boas notícias econômicas e políticas, na cultura e na religião. Embora haja algumas restrições sobre o cristianismo, nós acompanhamos seu progresso em nosso país e, de 30 anos para cá, vimos muitas diferenças. Como eu gostaria de ter a oportunidade de mostrar mais aos irmãos, para que todos pudessem ver as maravilhas de Jesus Cristo aqui na China e quão grande é o nosso Deus nessa terra. Vamos juntos agradecer a Deus, pois ele tem cuidado de nós”, finaliza o cristão.

Anúncios
12/01/2016

Faleceu o Pr. Gilberto Malafaia, pai do Pr. Silas Malafaia


Pr. Gilberto e irmã Albertina completariam em 2015 quase sete décadas de casamento

Pr. Gilberto e irmã Albertina completariam em 2015 quase sete décadas de casamento

Faleceu na madrugada desta terça-feira (12), aos 95 anos de idade, o pastor Gilberto Malafaia, fundador da Igreja Assembleia de Deus em Jacarepaguá (IADJ). O velório será hoje partir às 19h, no templo da IADJ, localizado na Rua André Rocha, 890, Taquara (RJ).

O culto fúnebre está marcado para esta quarta-feira (13), a partir das 9h e o sepultamento será às 11h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap.

Breve histórico

Gilberto Gonçalves Malafaia nasceu em 10 de janeiro de 1921 na cidade de Castro Alves, Bahia. Mudou-se para o Rio de Janeiro onde serviu a Marinha do Brasil por 25 anos. Formou-se em Pedagogia tornando-se um exímio educador.

Fundador da Igreja Assembleia de Deus em Jacarepaguá seu ministério foi marcado pelo amor as almas perdidas, submissão a Palavra de Deus e excelência no Ensino Bíblico.

Era casado com a professora Albertina Malafaia há sessenta e sete anos e deixa seis filhos, 18 netos e 14 bisnetos.

Fonte: Biografia Pastor Gilberto Malafaia    

26/12/2015

Vídeo contra o casamento gay viraliza nas redes sociais


yago-martinsEm pouco mais de um mês, um vídeo de 12 minutos passou dos três milhões de visualizações no Facebook apenas na página que foi originalmente publicado. Como é comum, foi repostado por várias outras pessoas e possui versões para outras redes sociais. Sendo assim é difícil calcular seu alcance total.

O que chama mais atenção é que, ao contrário do que normalmente acontece com vídeos ‘virais’, não é curto nem possui um tom cômico. Trata-se de uma avaliação consistente sobre a origem do conceito de casamento e como a união consensual afetiva de pessoas do mesmo não pode ser chamada assim.

O jovem pastor batista Yago Martins, que é escritor e diretor da Academia de Formação em Missões Urbanas, contrasta as imposições “politicamente corretas” de nossos dias com o ensinamento bíblico sobre o assunto.

Inicia falando que os conceitos de casamento e família são anteriores ao Estado. Logo, o governo não pode mudar esse conceito. “O casamento gay não existe…. casamento vem de acasalamento, traz a ideia de união reprodutiva”, enfatiza.

Rebatendo alguns argumentos comuns dos movimentos LGBT no país, usa argumentos etimológicos, históricos e sociológicos para mostrar a incoerência de se usar o termo “casamento” para falar das uniões gays.

Procura mostrar que “a família sempre foi percebida como um ato heterossexual, casamento não foi definido pelo Estado, foi percebido… Havia família quando não havia Estado”.

O pastor Martins contribui para a discussão do tema que tem ganhado cada vez mais espaço na sociedade brasileira. Ao mesmo tempo desafia a igreja para aprofundar a reflexão e sem precisar recorrer a ofensas ou debates tantas vezes infrutíferos.

“Se o mundo vai piorar, que nós sejamos [igreja] aqueles poucos que vão contra o caminho daqueles que destroem instituições milenares”, desafia.

Assista:

19/12/2015

Tradutores de Bíblia estão sendo presos e mortos em países muçulmanos, afirma ONG


Tradutores da Bíblia também tem sido submetidos a uma intensa perseguição em algumas partes do mundo,

Tradutores da Bíblia também tem sido submetidos a uma intensa perseguição em algumas partes do mundo,

Tradutores da Bíblia também tem sido submetidos a uma intensa perseguição em algumas partes do mundo, segundo revelou a Wycliffe Associates, organização que promove a tradução das Escrituras Saradas em diversas línguas.

Ao iniciar novos projetos de tradução de Bíblias este ano, muitos dos tradutores da organização enfrentaram duros desafios, particularmente em países predominantemente muçulmanos.

Na Índia, o grupo relatou que um tradutor foi arrancado de sua casa durante a madrugada e levou 17 tiros. Na mesma semana, 16 casos de tradutores presos e torturados foram registrados.

Outros tradutores têm enfrentado situações inexplicáveis. O líder de uma oficina de tradução no Sudeste Asiático perdeu a voz misteriosamente, enquanto um número significativo de participantes da oficina ficou doente. Um jovem tradutor do mesmo grupo também morreu enquanto cochilava durante o workshop.

De acordo com Bruce Smith, presidente da Wycliffe, o que os tradutores estão vivendo é uma parte esperada da guerra espiritual. Por outro lado, ele expressou alegria pelo fato de o grupo ter lançado 203 projetos de tradução em todo o mundo, dentro de um ano.

“Eu estava empolgado para testemunhar a Deus em um trabalho como este. Estávamos frustrados diante das nossas próprias forças. Mas quando oramos, quando reconhecemos o poder de Deus, Deus abre as portas”, disse Smith.

Atualmente, a organização está envolvida em um grande esforço chamado “Visão 2025”, um plano para ter a Bíblia traduzida em todas as línguas do mundo até 2025.

02/12/2015

Jovens cristãos fazem paródia para responder vídeo pró-aborto gravado por atores globais


pro abortoUm grupo de jovens cristãos fez uma paródia, com críticas abertas, ao vídeo pró-aborto “Meu Corpo, Minhas Regras”, estrelado por atores da TV Globo.

O vídeo em questão traz um discurso extremista de feminismo e prega a legalização do aborto como um reconhecimento de liberdades individuais da mulher. A repercussão nas redes sociais foi extremamente negativa, e o material tornou-se um dos que possui maior reprovação no YouTube.

A resposta dos jovens, intitulada “Meu Corpo, Teu Corpo”, traz argumentos contra o aborto, abordando passagens bíblicas que foram ironizadas no vídeo original.

“É impressionante quem teve o direito de nascer querer tirar o direito do outro nascer. Quem deseja o direito do próprio corpo, precisa respeitar o direito do corpo do outro”, diz o texto, ressaltando o valor da vida e os direitos das crianças.

“Nunca foi fácil ter uma criança no mundo. É milenar. Desde o tempo de Nossa Senhora […] a virgem Maria. Virgem? Virgem e mãe. Gravidez turbulenta. Família pobre. Treze anos e correndo o risco de ser morta apedrejada. Quanto medo, quanta insegurança. Essa sim tinha motivo de sobra para dizer não, mas ela disse ‘quero’, mesmo sem saber o que ia acontecer no futuro”, diz o texto, respondendo à argumentação dos defensores do aborto de que a virgindade de Maria seria um erro de tradução. Assista o vídeo:

Erro de tradução?

Assim que o vídeo viralizou nas redes sociais, o pastor Jackson Jaques gravou uma resposta aos produtores e falou sobre o contexto histórico e cultural para o uso da palavra hebraica “almah”, usada na profecia de Isaías sobre a concepção virginal de Jesus para descrever sua mãe, e explicou que eram usuais na época os termos não literais para descrever uma virgem.

Jaques acrescentou que 250 anos antes de Cristo, os tradutores que transcreveram o Velho Testamento para o grego tiveram a capacidade de compreender essa característica da literatura de séculos atrás: “Sempre que a Bíblia usa a palavra ‘almah’, está se referindo sim a uma virgem. A palavra ‘Bethulah’ se entende que toda moça em Israel é virgem. O termo usado para quando ela é nova é ‘Almah‘, porque seria uma redundância dizer que ela é virgem”.

Confira a resposta na íntegra aqui.

Fonte: Gospel Mais

02/12/2015

Divórcios cresceram mais de 160% na última década no Brasil, aponta IBGE


DivorcioO número de divórcios no País cresceu mais de 160% na última década, de acordo com dados da pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2014, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta segunda-feira (30).

Os dados mostram que, somente no ano passado, foram registrados no País 341,1 mil divórcios, um salto significativo em relação a 2004, quando foram 130,5 mil separações judiciais.

A nova pesquisa mostra de forma ainda mais enfática a nova realidade em relação aos casamentos quando são analisados os dados de anos anteriores, quando os divórcios chegaram a representar menos de 10% do que atualmente.

Em 1984, por exemplo, primeiro ano da investigação, a pesquisa contabilizou um total de 30,8 mil divórcios. Em 1994, dez anos depois, o aumento já ficou claro, com o registro de 94,1 mil dissoluções de casamentos, um acréscimo de 205,1% em relação ao dado anterior. Em 2004, o aumento foi percentualmente menor, 38,7%.

Na avaliação do IBGE, a elevação sucessiva ao longo dos anos do número de divórcios concedidos revela “uma gradual mudança de comportamento da sociedade brasileira, que passou a aceitá-lo com maior naturalidade e a acessar os serviços de Justiça de modo a formalizar as dissoluções dos casamentos”.

Nas últimas três décadas (de 1984 a 2014), o número de divórcios cresceu de 30,8 mil para 341,1 mil, com a taxa geral de divórcios passando de 0,44 por mil habitantes na faixa das pessoas com 20 anos ou mais de idade, em 1984, para 2,41 por mil habitantes em 2014. A maior incidência de divórcios deu-se no Distrito Federal (3,74 por grupo de mil) e a menor no Amapá (1,02).

A idade média das mulheres na data da sentença do divórcio, em 2014, era 40 anos, enquanto a dos homens era 44 anos. Apesar de persistir a predominância das mulheres na responsabilidade pela guarda dos filhos menores de idade a partir do divórcio (85,1%), em 2014, a pesquisa detectou um crescimento de 3,5% nos pedidos da guarda compartilhada, em 1984, para 7,5%, em 2014.

Fonte: Último Segundo – iG

26/11/2015

Evangélicos realizam culto em Igreja Católica de Mariana


catolicaApós a tragédia ambiental ocorrida na região sudoeste de Minas Gerais, milhares de pessoas da região de Mariana ficaram desabrigadas. A crise se agravou quando começou a faltar água, já que o rio Doce, que abastece vários municípios, foi tomado pela lama que o deixou impróprio para consumo.

Abateu-se um verdadeiro rastro de destruição que afetou a vida dos moradores. No dia seguinte já havia igrejas evangélicas em Mariana e também em Governador Valadares fazendo campanhas para ajudar os desabrigados. Uma série de iniciativas foram feitas e doações recolhidas para distribuir água aos moradores e reparar casas atingidas pelos estragos.

Nos últimos dias começou a circular nas redes sociais fotos que mostram uma cena inusitada. Membros da Primeira Igreja Batista de Mariana celebrando um culto dentro de um templo católico. A igreja batista foi parcialmente destruída pela lama que inundou a cidade.

Um padre ofereceu a igreja católica para os evangélicos fazerem um culto. Segundo o bispo anglicano Josep Rossello, que postou as primeiras fotos, o padre disse que “em momento de tristeza e dor, a missão como cristãos e filhos do mesmo Deus, é acolhermos uns aos outros como Cristo fez”.

O nome do padre não foi revelado, mas nas fotos é possível ver que ele tem participado dos cultos da Igreja Batista

“A Convenção Batista Mineira enviou roupas e alimentos aos desabrigados a muita gente da cidade de Barra Longa, onde não há igreja batista e o estrago foi grande. Ontem organizamos um culto em Barra Longa”, diz o Pr. Rene.

Nos comentários da notícia, que foi compartilhadas centenas de vezes, é possível ver que a atitude dividiu católicos e evangélicos. O internauta Rogério Moreira Penna, um dos primeiros a se manifestar, escreveu: “Eu vi católicos dizendo que isso era o “fim do mundo”, “não tinha cabimento” e todo tipo de xingamento ao padre”.

Vários evangélicos se manifestaram, apoiando a iniciativa e elogiando a disposição do padre de Mariana. Já o padre Marcelo Tenório, usou seu blog para reclamar que embora fosse uma demonstração de solidariedade, deveria se lamentar o fato de as imagens dos santos terem sido retiradas do local.

O pastor Jorge Simão, líder da igreja batista, relatou que nenhuma casa de membro da igreja foi atingida e todos têm participado ativamente das ações de orientação e ajuda à população, realizando cultos em diferentes locais.

Fonte: Gospel Prime

29/10/2015

Revista Superinteressante ataca fé cristã (de novo)


Revista Superinteressante ataca fé cristã (de novo) Embora a revista Veja seja considerada por muitos um dos bastiões da imprensa contra o comunismo e favor dos conservadores, sua editora, a Abril, também é responsável pela Superinteressante.

Desde seu surgimento, na era da comunicação pré-internet, a publicação foi responsável por trazer uma série de informações que dificilmente eram encontradas fora de livros especializados. O foco da Superinteressante sempre foi abordar assuntos mais complexos em linguagem fácil e acessível. Contudo, nos últimos anos a revista tem feito uma série de reportagens que visam “desmistificar” a Bíblia e atacar as crenças do cristianismo.

Este ano duas capas geraram contrariedade no meio evangélico. Em setembro, o foco foi o chamado “Extremismo evangélico”. A capa exibia uma Bíblia coberta de sangue e a chamada dizia “Veja como os fundamentalistas ameaçam as liberdades individuais – e o próprio futuro das igrejas”. No miolo, reportagens tentando dizer que todos que defendem os preceitos da Bíblia são extremistas e tem sede de sangue, assim como os que corromperam os ensinamentos e se tornaram “inclusivos” em relação aos gays são os únicos que refletem o “amor”.

A edição que chega às bancas na próxima semana também promete uma série de distorções. Possivelmente por causa do sucesso da novela “Os Dez Mandamentos”, da Rede Record, os editores da Superinteressante dedicam a matéria de capa ao tema. Mas os primeiros anúncios mostram o tom do texto. “Como um rei megalomaníaco, muita geopolítica e uma farsa de proporções bíblicas criaram a saga de Moisés – o herói que foi sem nunca ter sido”, é a chamada divulgada nas redes sociais.

Superdesinteressante

Um dos autores do material é o jornalista Reinaldo José Lopes, que mantém o blog “Darwin e Deus”, onde procura constantemente mostrar como questões de fé podem ser explicadas pela ciência.

A Veja também já publicou material que atacava diretamente os ensinos de Jesus, além de questionar sua existência. Mas as matérias da Superinteressante são bem mais incisivas.

Curiosamente, quando a Super dedicou capas para falar do islamismo, o tom é bem menos crítico. “Os fundamentalistas são ínfima minoria no Islã, mas, com ações de grande repercussão, acertam em cheio os corações de milhares de muçulmanos com baixa autoestima – a causa antiocidental resgata a tão machucada identidade islâmica. Mas há também fundamentalistas islâmicos pacifistas e eles são a maioria”, dizia o texto do primeiro número dedicado ao assunto.

Em fevereiro de 2015, a matéria de capa abordava a vida de Maomé, o fundador do Islamismo. O texto é quase todo só de louvores ao Islã: “Uma religião humanitária, que, ao propor uma sociedade menos desigual e mais aberta ao diálogo, encarnou muito do que a humanidade tem de melhor. Que meia dúzia de psicopatas não acabem com esse legado”.

Com quase 40 marcas, que atingem 23 milhões de assinantes semanalmente (sem contar as edições digitais), o que faz com que a maior editora de revistas do Brasil ataque os relatos bíblicos e defenda os do Alcorão?

28/10/2015

Projeto regulamenta a capelania em todo Brasil


capelaniaO deputado federal Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ) apresentou um projeto de lei para regulamentar a prestação de assistência religiosa em unidades prisionais. Ao justificar a proposta, o parlamentar destacou que não há nenhuma lei ou órgão que determine o direito penitenciário em relação a assistência religiosa.

Cavalcante lembrou que a Constituição de 1988 assegura a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva, e que a Lei n° 9982/2000, garante a prestação de assistência religiosa nas entidades hospitalares públicas e privadas, bem como nos estabelecimentos prisionais civis e militares. Mas destaca que é importante ter normas que garantam esse serviço aos presos em todo o país.

“Este projeto tem 31 artigos visando estabelecer essas diretrizes gerais, capazes de salvaguardar a plena manifestação da liberdade religiosa nos cárceres brasileiros”, disse o deputado.

Segundo Cavalcante, há vários pontos de divergência estadual que envolvem o trabalho do capelão, entre eles a questão do número máximo de agentes religiosos que podem se cadastrar em cada unidade prisional.“

O coerente é levar em consideração a quantidade de detidos que já optou por ser atendido por determinado segmento religioso, o quantitativo da população carcerária em geral e a necessidade de particularizar a assistência prestada. Nossa proposta, ainda, encontra amparo na conjugação das normas estaduais e na perspectiva de implantar uma capelania cada vez mais abrangente”, explica.

O Projeto de Lei n° 2979/15 foi inspirado no livro Deus na prisão: uma análise jurídica, sociológica e teológica da capelania prisional, publicado em 2013 pela Editora Betel. A obra foi escrita Antônio Carlos da Rosa Silva Junior, que é Bacharel em Direito, Especialista em Ciências Penais e Mestre e Doutorando em Ciência da Religião, o primeiro e os dois últimos junto à Universidade Federal de Juiz de Fora. “Antônio Carlos é o ‘autor intelectual’ deste projeto”, afirmou Sóstenes. Confira a íntegra do projeto aqui.

Fonte: CPADNEWS

28/10/2015

Mais de 4 mil se entregam a Jesus durante Festival em Fortaleza


Mais de 4 mil se entregam a Jesus durante Festival em Fortaleza

Nos últimos dias 22, 23 e 24 de outubro, o Arena Castelão deixou de ser um local de disputas e rivalidades esportivas para dar lugar à esperança e à propagação do Evangelho.

Ao total, 95 mil pessoas compareceram aos três dias do Festival de Esperança e 4.188 pessoas decidiram entregar suas vidas a Jesus Cristo, no evento organizado pela Associação Evangelística Billy Graham, em parceria com a Ordem de Ministros Evangélicos do Ceará.

Além da pregação evangelística do reverendo Franklin Graham, a grande cruzada evangelística que já foi realizada em diversos países de todo o mundo, teve em sua edição de Fortaleza, a participação dos cantores PG, Rose Nascimento, Carlos Rilmar e as atrações internacionais: Dennis Agajanian, Tommy Coomes Band e Michael W. Smith.

Evangelho = poderoso agente de transformação

Quando questionado sobre o benefício do Evangelho em meio a um cenário marcado por problemas sociais, como violência, pobreza, violência ou problemas políticos como a corrupção, Franklin Graham explicou que a transformação precisa começar no coração humano.

“Eu tenho visto a pobreza, não somente aqui [no Brasil], mas em todo o mundo. Vejo muitas injustiças sociais. Mas a maior injustiça aconteceu quando Jesus Cristo foi crucificado. Um homem inocente, que foi traído e entregue a homens invejosos, que o acusaram e exigiram que Ele fosse executado. Esta foi a maior injustiça social que já aconteceu e por isso Jesus se preocupa”, afirmou.

“Olhe para a criminalidade, por exemplo. Ela existe em todos os países. A corrupção também está em todo lugar. A única maneira pela qual podemos resolver o problema da corrupção, o único meio pelo qual a injustiça pode acabar é com a mudança do coração humano”.

O pastor explicou que a maldade e o pecado já fazem parte da natureza humana, mas Deus está disposto a perdoar e curar os corações daqueles que estiverem dispostos a reconhecer seus erros e caminhar com Cristo.

“A Bíblia diz que ‘Deus amou o mundo de tal maneira, que mandou o seu único filho, para que todo aquele que nEle crê não morresse mas tenha a vida eterna’. Jesus Cristo veio a este mundo para tomar sobre si os nossos pecados. Se estivermos dispostos a confessar nossos pecados e, pela fé, convidarmos Jesus Cristo para entrar em nossos corações, ele vai curar os nossos corações”, disse.

“Será que isto vai parar com a pobreza? Não. Jesus disse que sempre teremos os pobres conosco. Mas a criminalidade vai ser reduzida, sim, porque um seguidor de Jesus não quer machucar, nem roubar ninguém. Se Fortaleza colocar a sua fé e confiança em Jesus Cristo, você verá uma grande mudança social nesta cidade. Jesus Cristo pode fazer a diferença e por isso estamos aqui: para falar do amor de Jesus”, finalizou.

%d blogueiros gostam disto: