Posts tagged ‘boko’

05/12/2012

Cristãos são degolados como ovelhas por grupo radical islâmico na Nigéria


Segundo depoimento de testemunha o grupo radical islâmico invadiu área ao sul da Nigéria predominantemente cristã e num ataque premeditado foram de casa em casa e atentaram contra a vida de 10 cristãos degolando-os, saqueando suas casas e atearam fogo logo em seguida. – Confira, ore e comente…

Dez pessoas foram degoladas por islamitas que passaram de casa em casa na noite de sábado no bairro cristão de Chibok, no norte da Nigéria, informaram autoridades locais.

“Os agressores chegaram às 21h00 cantando ‘Alahu Akbar’ (Deus é grande) (…) Eles entram em casas identificadas, em uma área predominantemente cristã da cidade, para matar 10 pessoas como ovelhas”, disse à AFP um funcionário local, que pediu anonimato.

“Quem mais, se não membros do (grupo islâmico) Boko Haram, poderia entrar nas casas e cortar as gargantas de 10 pessoas (…) eles estavam armados, mas decidiram agir como açougueiros contra suas vítimas”, afirmou outro funcionário local.

Chibok está localizado a 170 km de Maiduguri, um reduto do Boko Haram.

“Os homens vieram em grande número e entraram nas casas que foram escolhidas com precisão. Massacram 10 pessoas gritando ‘Allahu Akbar’”, relatou Ezequiel Damina, um residente de Myan, periferia de Chibok.

“Em seguida, eles atearam fogo às casas do bairro. Saquearam toda a área”, acrescentou.

A violência relacionada ao Boko Haram – cujo nome em Hausa significa “a educação ocidental é um pecado” – e sua sangrenta repressão pela polícia causaram mais de 3.000 mortes desde o início da insurgência islâmica em 2009.

A Nigéria, o país mais populoso da África com 160 milhões de habitantes, é o maior produtor de petróleo do continente. Está dividido entre um norte majoritariamente muçulmano e um sul dominado por cristãos.

Fonte: Inforgospel

14/11/2012

Portas Abertas visita vítimas do atentado de Kaduna


Emmanuel Danyang_cut.jpgPouco depois de, supostamente, um membro do grupo radical Boko Haram dirigir um carro carregado de explosivos até uma Igreja de Kaduna, na Nigéria, e detonar uma bomba lá, colaboradores da Portas Abertas foram ao local, a fim de falar com testemunhas e incentivar os enlutados e feridos a manterem-se fiéis ao Senhor, mesmo em meio à dor e à perda.

No final de outubro, a congregação estava reunida para um culto de adoração, como fazia todas as manhãs de domingo. Próximo das 8h45, o motorista de um Honda CRV direcionou o veículo para o portão de segurança da igreja. Quando oficiais chegaram até o veículo, o condutor inverteu e, em seguida, acelerou em linha reta através da cerca para dentro do prédio da igreja, detonando a bomba. A explosão abriu um buraco na parede e no telhado do edifício. A imprensa local informou que nove pessoas foram mortas, mas testemunhas indicaram que quatro morreram, enquanto 145 ficaram feridas.

“Eu estava prestes a entoar o coro de uma canção quando ouvimos um golpe estrondoso. O veículo atingiu a parede ao lado do coro, que se quebrou e caiu sobre nós. Quando eu voltei à consciência toda a igreja estava envolta em fumaça. Meu corpo estava em tal estado de choque que eu pensei que o impacto da explosão tinha me matado. Todos choravam muito. Havia vidros quebrados e sangue por toda parte. Eu vi os corpos sem vida e tive de orar, pedir por coragem. Alguns membros do meu coro estavam entre os mortos”, disse Emmanuel Danyang (foto), maestro da igreja.

“Estabeleceu-se uma imensa confusão na igreja. Correndo, impotente, por todas as direções, eu só podia gritar para os céus. A raiva paralisante foi surgindo dentro de mim ao testemunhar o desastre e a agonia no rosto das pessoas”, compartilhou Sansão, outro cristão que viveu essa terrível experiência.

A Portas Abertas visitou vítimas em quatro hospitais diferentes e outras em suas casas. Cecilia Samuel, que perdeu o marido na explosão, disse, pouco depois da alta hospitalar, “Eu sou feliz por estar viva hoje. Meu marido e eu estávamos na área do coro da igreja quando a bomba explodiu. Foi realmente um dia terrível para mim. Eu o vi morrer. Mas agradeço a Deus porque o meu marido morreu nEle, salvo. E eu o encontrarei no céu quando chegar a minha vez também.”

Um tempo precioso foi gasto com as crianças afetadas física e emocionalmente pelo incidente. Quinta-feira, 8 de novembro, aconteceu um funeral coletivo pelo falecimento de quatro pequenos cristãos.

Apesar do ataque, os cultos já foram retomados normalmente. Kazat, um crente que escapou por pouco da morte na explosão declarou: “Nenhum ataques ou bombardeio pode nos impedir de seguir a Jesus. Essas experiências só nos aproximam mais ainda de Deus. Nossos irmãos e irmãs que morreram estão agora com o Senhor, por isso, se morrermos em Cristo somos mais que vencedores.”

Colaboradores da Portas Abertas constataram que este é o sentimento geral entre os cristãos. Todos se declararam preparados para suportar a perseguição por causa de sua fé em Cristo.

Pedidos de oração

• Ore para que o Senhor continue fortalecendo, guiando e protegendo os cristãos no norte da Nigéria.
• Interceda pelo trabalho da Portas Abertas na Nigéria, pelo treinamento de cristãos a estarem preparados e resistirem a perseguição atual com amor, fé e confiança.
• Peça pelos líderes da Igreja em todo norte da Nigéria, que confessaram o quanto é difícil controlar os jovens quando incidentes como estes ocorrem. Ore por parcerias entre a Portas Abertas e as Igrejas, para que a juventude  cristã seja incentivada a responder à perseguição de maneira diferente.
• Muitos cristãos em todo o país têm sido afetados por ataques de perseguição que resultam em traumas sérios. Ore para que o trabalho da Portas Abertas ajude às Igrejas a ministrarem a esperança e a graça do Senhor sobre a vida dos cristãos traumatizados.

Fonte: Portas Abertas

04/10/2012

Estudantes cristãos executados por Boko Haram na Nigéria


Estudantes cristãos executados por Boko Haram na NigériaVárias fontes confirmaram que cerca de 25 a 30 estudantes universitários cristãos foram massacrados na noite da última segunda-feira em uma universidade no nordeste da Nigéria, o que levou os cristãos a orarem por uma “mudança de coração” entre o grupo extremista islâmico Boko Haram para acabar com a violência.

Embora haja especulações sobre o motivo do massacre, fontes próximas da entidade de direitos humanos Portas Abertas nos EUA, confirmam que o massacre foi realizado por Boko Haram.

Emily Fuentes, coordenador de comunicação e de relações públicas para a Portas Abertas, que recentemente visitou a Nigéria e falou para os líderes cristãos sobre Boko Haram, disse ao The Christian Post que os crentes ao redor do mundo sabem que somente a oração pode mudar as pessoas do Boko Haram.

“Há ex-integrantes do Boko Haram que se convertem a Cristo, Deus está mudando seus corações”, disse Fuentes.

“Muitos cristãos acreditam que Deus vai mudar o coração dessas pessoas”, acrescentou.

As mortes teriam ocorrido nas primeiras horas da madrugada de 01 de outubro, quando homens armados e mascarados foram de porta-a-porta na seção de habitação fora do campus da Escola Politécnica Federal de Mubi, uma cidade no Estado de Adamawa, no nordeste da Nigéria.

Fontes da Portas abertas nos EUA confirmaram que os homens armados separaram os estudantes cristãos dos estudantes muçulmanos, dirigiram-se a cada vítima pelo nome, interrogaram-nos, e, em seguida, começaram a atirar ou cortar a garganta.

“Portas Abertas está convocando os cristãos do Ocidente a suportar esse peso terrível com os nossos irmãos e irmãs em Mubi e do estado de Adamawa,” disse o porta-voz Jerry Dykstra em um comunicado à imprensa.

“A Nigéria está se tornando um campo de morte”, acrescentou.

Fuentes disse que, segundo um chefe de polícia local nigeriano, a matança de segunda à noite foi realizada pelo Boko Haram como um ato de represália após 156 membros do Boko Haram terem sido presos em Mubi no final de setembro.

Fuentes disse ainda que o objetivo do grupo terrorista, que já teria ultrapassado 13 estados do norte da Nigéria, é tornar o país uma nação completamente islâmica e se livrar de toda a influência ocidental.

“Nestes estados da Nigéria ser cristão é de grande perigo”, Fuentes disse ainda que matar cristãos é “a forma de Boko Haram aniquilar a influência ocidental”.

Fuentes confirmou que, no Mobi, onde aconteceu o massacre de segunda-feira, tem acontecido alguma forma de ataque violento aos cristãos quase todos os dias desde novembro 2011.

Fuentes compartilhou os depoimentos que envolvem uma mudança de coração por dois membros do Boko Haram. Em um depoimento, um ex-membro da Boko Haram encontrou o Evangelho de Jesus Cristo e converteu. Ele agora serve como um testemunho para outros membros do grupo e, embora receba ameaças diárias de morte, permanece vivo.

Outros membros do Boko Haram, segundo Fuentes, não se converteram ao cristianismo, mas viram a “bondade da religião cristã” e agora alertam os cristãos, antes de ocorrer um ataque.

À luz do ataque de segunda-feira, Portas Abertas solicita que todos os cristãos orem pelas famílias dos estudantes falecidos, que estão em luto. “Por favor, orem pelos pais, familiares e amigos das vítimas inocentes deste abate. Ore para que eles recebam o único conforto que somente nosso Senhor pode dar. Ore para que a justiça prevaleça. Ore para que os cristãos não sejam retaliados”, disse porta-voz da Portas Abertas.

Boko Haram ainda tem que assumir abertamente a responsabilidade pelo massacre de segunda à noite.

Fonte: Christian Post
07/08/2012

Chacina na Nigéria: novo ataque mata membros de igreja pentecostal


O grupo terrorista Boko Haram ainda não assumiu o atentado

Atiradores mataram 16 quando abriram fogo contra pessoas que estavam em uma igreja cristã pentecostal no Estado central de Kogi, na Nigéria, durante o culto noturno desta segunda-feira (6), afirmou a polícia nesta terça-feira (7).

“Um grupo de três homens não identificados invadiu a Igreja Deeper Life, em Okene, e abriu fogo contra eles, disse o porta-voz da polícia do Estado de Kogi, Simeon Ille. Quinze pessoas morreram na hora, e outras quatro não resistiram aos ferimentos mesmo após serem socorridas.

Uma testemunha, que pediu para não ser identificada por medo de se tornar um alvo, disse que cerca de 10 atiradores bloquearam as saídas da igreja antes de atirarem nas pessoas que ficaram presas.

Ille disse que as forças de segurança no mês passado impediram um suspeito homem-bomba de detonar explosivos em outra igreja em Okene, uma cidade há cerca de 225 quilômetros ao sul da capital Abuja. O suspeito homem-bomba fugiu, ele disse.

A seita islâmica Boko Haram atacou diversas igrejas este ano na Nigéria mas, o ataque desta segunda-feira foi mais ao sul do que os usuais alvos do grupo.

Os ataques do grupo estão se alastrando cada vez mais pela Nigéria, o maior produtor de petróleo da África. Cidades pelo norte e na capital Abuja foram atingidas nos últimos meses por ataques suicidas, nunca vistos antes no ano passado no país.

A seita matou centenas este ano em sua insurgência contra o governo do presidente Jonathan Goodluck. O grupo quer ter um Estado islâmico dentro da Nigéria, um país com mais de 160 milhões de habitantes, separados quase igualmente entre cristãos e muçulmanos.

Fonte Verdade Gospel

%d blogueiros gostam disto: