Posts tagged ‘burrice’

13/09/2013

Pastor americano é preso antes de queimar 3.000 exemplares do Alcorão


Pastor americano é preso antes de queimar 3.000 exemplares do Alcorão

Pastor americano é preso antes de queimar 3.000 exemplares do Alcorão

Terry Jones, de 61 anos, foi detido em Mulberry, perto de Tampa, Flórida, e enfrenta acusações de transporte ilegal de combustível e porte de arma de fogo, segundo o jornal Orlando Sentinel.

No momento da detenção, Jones dirigia uma caminhonete que transportava uma churrasqueira repleta de exemplares do Alcorão molhados com querosene.

Também transportava garrafas adicionais do combustível, destaca o jornal.

O plano de Jones era queimar em público o livro sagrado dos muçulmanos na data do aniversário dos atentados de 11/9 e em um momento de grande tensão no Oriente Médio pelo conflito na Síria.

Segundo o site do pastor, ele tinha planos de queimar na quarta-feira 2.998 exemplares do Alcorão em Tampa Bay, uma referência ao número de vítimas do 11/9.

Jones ameaçou em 2010 executar um ato similar, o que provocou muita indignação tanto dentro como fora dos Estados Unidos, mas depois desistiu do plano.

Em 2011, no entanto, o pastor queimou o Alcorão e no ano seguinte promoveu um filme anti-islâmico. Os três incidentes provocaram atos de violência no Oriente Médio e Afeganistão.

Informações AFP

23/08/2012

Steve Jobs reencarnou como um “ser Divino”, afirma grupo budista


Steve Jobs reencarnou como um “ser Divino”, afirma grupo budista Um movimento budista tailandês respondeu a pergunta “Onde está Steve Jobs?” durante um sermão recente. A dúvida foi lançada por Tony Tseung, engenheiro-chefe da Apple em Cupertino, Califórnia, e seguidor da seita. Ele tinha curiosidade em saber o que aconteceu com o fundador da Apple após a sua morte.

Phra Thepyanmahamuni, sacerdote de templo Wat Phra Dhammakaya, na Tailândia, explicou:

“Depois que o Sr. Steve Jobs fez a passagem, ele reencarnou como um ser divino… Sua reencarnação é um “Thepphabhut Phumadeva” [divindade] de nível médio. Ele é meio Witthayathorn, metade yak e vive em um universo paralelo, não muito distante de onde ele vivia como ser humano”.

Segundo o jornal Bankok Post, as palavras do sacerdote precisam ser explicadas. Jobs é agora, parte “Witthayathorn”, um termo desconhecido em outras línguas e, aparentemente por causa de seu temperamento, “metade yak”, um demônio gigante que é visto principalmente ‘guardando’ os templos budistas da Tailândia.

O sacerdote diz saber que passou a descrever como Jobs vive: “Em relação ao espaço onde reside este novo ser divino: é muito bonito, simples e de tamanho médio, com seis andares, construído com prata e grandes quantidades de cristal (…) O novo ser divino tem cerca de 20 funcionários celestes a seu serviço que são parte do bom karma que ele obteve de sua natureza caridosa durante sua forma humana como doar dinheiro, objetos e conhecimento para os outros e para a sociedade”.

Os pontos de vista de Steve Jobs sobre a vida após a morte nunca foram muito claros. Em entrevista ao programa 60 Minutes ele explica que “Às vezes, eu acredito em Deus, às vezes não. Acho que é uma chance de 50%… talvez. Mas desde que eu fiquei com câncer, estive pensando mais sobre isso. Eu acredito agora um pouco mais… talvez seja porque eu quero acreditar na vida após a morte, que quando você morre as coisas não desaparecem simplesmente. A sabedoria que você acumulou, de alguma forma ela continua… Sim, mas às vezes eu acho que é… apenas como uma chave de liga e desliga. Um clique e você se foi… E é por isso que eu não gosto de colocar interruptores nos dispositivos da Apple”.

O movimento Dhammakaya que diz saber o destino de Jobs é considerado uma seita budista da Tailândia. O grupo possui milhões de seguidores em todo o mundo, muitos dos quais são políticos poderosos da região asiática. Mas o Bangkok Post diz que há seguidas denúncias sobre seu envolvimento com fraudes das doações e reclamações sobre a venda de milagres.

Traduzido e adaptado de Huffington Post

Fonte: gospel Prime

24/05/2012

MTV desiste de reality show de virgens buscando ‘Primeira Transa’


O convite aberto da MTV para os telespectadores supostamente atraiu a condenação rápida de pais preocupados.

MTV desistiu uma idéia aparentemente mal concebida para um reality show de jovens de cerca de 18 anos de idade, dispostos a terem a rede documentando sua jornada de perda da virgindade – um conceito de “fama pelo sexo” que muitos viram como preocupante.

“A idade adulta jovem é um momento para a exploração. Novos relacionamentos, novas experiências e estreias sexuais”, diz a chamada de elenco publicada on-line no início deste mês pela MTV, a mesma rede que levou o público a “Jersey Shore” e “Mãe Adolescente”.

O convite aberto da MTV para os participantes dispostos a compartilharem a busca de seu primeiro “sexo” com os telespectadores supostamente atraiu a condenação rápida de pais preocupados e outros membros do público, levando a rede popular a reconsiderar os seus planos.

“Este foi um aviso preliminar do elenco, e não estamos a avançar com um piloto”, disse segunda-feira, um representante da rede Music Television, de acordo com a Fox News, que descreveu o anúncio como “uma chamada de elenco para fama pelo sexo.”

Jim Daly, presidente e CEO da Focus on the Family, uma organização sem fins lucrativos voltado para a família, acha que a notícias relativas à MTV tipificam o tipo de tensão que os cristãos enfrentam em função da cultura popular.

“Como alguém vê esta história também pode falar como alguém vê o mundo”, escreve Daly sobre a organização sem fins lucrativos do website Communities. “O cínico vai rebaixar as motivações hedonistas e gananciosas dos executivos da MTV em geral. Eles cancelarem o show fará pouco para aplacar. O otimista vai vê-lo como uma vitória pela decência e um aceno para valores mais elevados. ”

O executivo da Focus on the Família vê conceito do reality show da MTV, como “um grande exemplo da permanente tensão, da luta que nunca cessou desde o primeiro homem que pecou.” Apesar de insistir que os cristãos não devem esperar menos de uma “visão de mundo que vê vida de modo diferente”, Daly lembra aos leitores que transformar a cultura é em última análise, o trabalho de Deus.

“Como crentes, somos chamados a fazer o nosso melhor para reformar nossa cultura”, escreveu ele, finalmente, acrescentando: “Claro que estou contente que a MTV mudou de rumo no programa. O design de Deus para a sexualidade é sagrada e bela e não deve ser jamais explorada.”

A chamada do elenco da MTV foi publicada no início deste mês e levou muitos usuários on-line a criticarem a rede pelo seu conceito controverso. Outros que haviam acabado de descobrir na segunda-feira a notícia também foram ao Twitter para darem a sua opinião sobre o programa da MTV, que parece ter tentado os títulos “Minha Primeira Vez” ou “Perdendo”.

“Gallup: 73% dos americanos dizem que os valores morais da nação estão piorando”, escreveu o colunista do Boston Globe Jeff Jacoby, usando a frase “A evidência fresca” para mostrar aos seguidores do Twitter um relatório sobre o “Losing It” da MTV.

“A MTV quer virgens que estejam dispostas a perder a virgindade para novo programa de TV …> Um sinal do apocalipse. Isso é tão perturbador”, escreveu o analista de esportes Stephen Howard.

John Nolte, escrevendo para o website conservador Breitbart, disse ele, literalmente, engasgou quando leu anúncio do “mal” da MTV para jovens virgens.

“A MTV pode e, sem dúvida, irá se esconder por trás do fato de que pessoas de 18 anos são adultos legais, mas você pode se aproveitar de adultos tão facilmente quanto você pode se aproveitar de crianças, especialmente adultos jovens condicionados pela cultura pop como a MTV a acreditarem que celebridade e narcisismo são virtudes”, escreveu Nolte em seu relatório publicado na semana passada, antes da MTV provocar a reviravolta.

“O que a MTV está fazendo pode ser legal, mas ainda é uma exploração desprezível de alguns dos nossos cidadãos mais vulneráveis.”

Ele acrescentou: “Se você quiser rebaixar-se, é um país livre. Atrair os outros, no entanto, é um ato de maldade.”

A chamada de elenco original de “Losing It” foi retirada do site realitywanted.com onde ele foi publicado, mas Breitbart.com compartilhou um trecho do seu conteúdo:

VOCÊ QUER levar as coisas para o próximo nível? TIPO, VOCÊ ESTÁ PRONTA PARA ENTREGAR SEU CARTÃO V? Ou você tem um amigo que está pronto para perder?

Adulto jovem é um momento para a exploração. Novos relacionamentos, experiências e novas estreias sexuais …

Agora a MTV está buscando capturar francamente essa jornada em uma nova série chamada Minha Primeira Vez… Estamos à procura de adultos que estejam prontos para percorrer todo o caminho. Deixe a MTV ir junto em sua viagem … à medida que você tenta perder a virgindade! (Nota : Estaremos filmando se você alcançar ou não esse objetivo … mas não o ato em si. Duh)..

Se você tem 18 anos ou mais e está disposto a permitir que candidamente a MTV te acompanhe na jornada de “perdê-la”, envie-nos um e-mail.

Embora o anúncio original tenha sido retirado antes da data de vencimento de 28 de maio, a postagem no realitywanted.com mostra que pelo menos três homens na faixa etária de 20-26 tinham aplicado.

A MTV também publicou uma chamada de elenco para “cupidos homens” e “cupidos mulheres”, amigos que fossem virgens e quem tivesse “conselho e experiência para prepará-los para a sua primeira vez” ou quem soubesse de “pessoa perfeita para ser a primeira.”

A MTV é propriedade da Viacom, que também é proprietária da BET, Comedy Central, Nickelodeon e várias marcas de outras redes.

Fonte: The Christian Post

20/03/2012

Ministério Público quer tirar “Deus seja louvado” do real


O Ministério Público Federal (MPF) decidiu comprar uma briga com o Banco Central. Motivo: a inscrição “Deus seja louvado” estampada em todas as cédulas de real.

Segundo o procurador dos Direitos do Cidadão em São Paulo, Jefferson Aparecido Dias, é inadmissível que um Estado laico insista em imprimir o dinheiro que circula pelo país com uma frase religiosa.

Como ele já notificou o BC e nada aconteceu, encaminhará, nos próximos dias, um pedido de esclarecimento sobre o tema ao ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Católico praticante, o procurador considera que religião e Estado devem ser mantidos separados, conforme reza a Constituição do Brasil, promulgada em 1988.

“Nada justifica essa menção no dinheiro. Estado e religião têm que estar separados, bem distantes”, afirmou. Ele contou que já recebeu respostas do BC e da Casa da Moeda.

E ambos disseram que apenas cumprem o que determina o Conselho Monetário Nacional (CMN), responsável por definir as regras de funcionamento do sistema financeiro do país.

Em dezembro de 2011, o MP já tinha apresentado o pedido ao Banco Central. Como a resposta do BC foi de que a questão é da alçada do CMN (Conselho Monetário Nacional), Dias vai agora pressionar Mantega, que é o presidente do conselho da instituição.

Em 2011, a Corte Suprema dos Estados Unidos recusou um pedido de um ateu para que fosse retirada das moedas e cédulas do dólar a inscrição In God we trust (Confiamos em Deus).

No Brasil a questão também poderá acabar indo para o STF (Supremo Tribunal Federal), onde já tramita uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) proposta pela Procuradoria Geral da União para que o governo discipline o ensino religioso de acordo com o caráter laico do Estado.

15/06/2011

Fanáticos religiosos aceitam ser crucificados para provar a fé nas Filipinas


Fanáticos religiosos aceitam ser crucificados para provar a fé nas Filipinas

Durante a Semana Santa um grupo de fanáticos religiosos das Filipinas se autoflagelam e até aceitam ser crucificados para “sentir” a mesma dor de Cristo.

A reportagem foi ao ar com exclusividade pelo Domingo Espetacular no último dia 12, mostrando a caminhada de autoflagelação e até o ritual de crucificação.

Muitos desses participantes são católicos que levam a devoção ao extremo, castigando o próprio corpo. Eles caminham por duas horas, sozinhos ou em grupos, se chicoteando até sangrar ou até não aguentarem mais.

As cenas são fortes, mas não se comparam com as cenas dos que aceitam serem crucificados, com pregos nas mãos e nos pés. Eles acreditam que dessa forma o corpo e alma serão purificados.

Fonte: Gospel Prime

18/05/2011

Físico afirma que a ciência é Deus e que o céu é um conto de fadas


Stephen Hawking é um físico muito importante, autor do best-seller Uma Breve História do Tempo que declarou recentemente em entrevista a jornais ingleses que não tem medo da morte.

O cientista tem 69 anos e desde os 21 foi diagnosticado com uma enfermidade incurável que poderia matá-lo ainda na juventude, o que não aconteceu.

Durante a entrevista que falava sobre o seu mais novo livro, The Grand Design, o professor Hawking, que é ateu, explicou o que pensa sobre a morte. Ele rejeitou a ideia de uma vida após a morte e salientou que acredita na necessidade de viver todo nosso potencial aqui na Terra. Para ele, precisamos fazer bom uso de nossa vida agora, pois não há nada depois.

Ao jornal The Guardian ele diz que não há razão para invocar um Deus para iluminar o universo. “A ciência prevê que muitos tipos diferentes do universo são espontaneamente criados a partir do nada. É uma pura questão do acaso que estamos aqui”.

Quando questionado se ele tem medo da morte o autor diz: “Tenho vivido com a perspectiva de uma morte prematura ao longo dos últimos 49 anos. Não tenho medo da morte, mas também não tenho pressa de morrer. Há muitas coisas que quero fazer antes. Considero o cérebro como um computador que vai parar de trabalhar quando seus componentes falham. Não há um céu nem vida após a morte para computadores quebrados. É só um conto de fadas para as pessoas com medo do escuro”.

Na segunda-feira, 16, essas declarações sobre Deus foi um dos assuntos mais comentados do Twitter.

Fonte: Gospel Prime /Pavablog

%d blogueiros gostam disto: