Posts tagged ‘Cinema’

31/10/2012

Nicolas Cage estrelará remake de Deixados para Trás


O ator Nicolas Cage foi escalado para ser o protagonista da série “Deixados para Trás” que vai ganhar um remake. A trama, antes lançada apenas em DVD, deve ser produzida para o cinema tendo Vic Armstrong como diretor.

A trilogia foi escrita por Tim LaHaye e Jerry Jenkins e adaptada pela produtora Cloud Ten Pictures. O dono da empresa, Paulo Lalonde, agora está no comando da Stoney Lake que deve controlar as novas filmagens.

O filme tem temática cristã voltada para a vida na Terra após o arrebatamento. O anticristo governa o mundo e um grupo de novos cristãos tenta ajudar aqueles que foram “deixados para trás” a alcançar a salvação.

A série de 12 livros foi adaptada para três longas entre 2001 e 2005, nessa primeira produção o ator principal foi Kirk Cameron (A Prova de Fogo) que interpretava o jornalista Buck Williams.

De acordo com o site Hollywood Reporter, o filme com a participação de Cage está orçado em US$15 milhões, as gravações devem começar entre março e abril para que o primeiro filme seja lançado no final de 2013.

Gospel Prime

13/08/2012

Filme cristão vai para os cinemas


 Filme cristão vai para os cinemasO filme Três Histórias, um Destino representará um marco para os evangélicos de todo o país, pois será o primeiro filme gospel a ser exibido em mais de 100 salas de cinema nas principais praças brasileiras. Gravado na Carolina do Norte (EUA) e baseado no livro escrito por R.R. Soares, Três Histórias, um Destino (Destiny Road) é uma coprodução Brasil-Estados Unidos, fruto da parceria entre a Graça Filmes e a Uptone Pictures. A estreia acontecerá em novembro deste ano no Brasil. Já o lançamento nos EUA e em outros países ocorrerá em 2013.

Para alavancar um grande público, será realizada uma ação evangelística inédita e de grandes proporções. Com uma estratégia arrojada, a campanha “1+2=150 mil vidas!” estimulará o cristão a convidar pessoas de seu convívio às salas de cinema, reforçando, recuperando e estabelecendo alianças de amizade. O objetivo é transmitir a mensagem de Cristo por meio do filme.

A divulgação da campanha será feita de forma expressiva nas redes sociais e nos principais veículos voltados para o público gospel. Peças publicitárias em TV, rádio, web e material gráfico serão elaborados para convidar não somente pastores ou líderes a se envolver com a ação, mas também qualquer um que entenda o chamado de Deus para utilizar essa importante ferramenta evangelística, que é o cinema.

Acesse o site oficial www.treshistoriasumdestino.com.br para saber mais sobre o filme e a campanha.

Sinopse

Cada um pode trilhar a própria história e ir ao encontro do seu destino. Mas, às vezes, durante esse percurso, as circunstâncias parecem nos engolir diante de um grande desafio, e acabamos nos perdendo no caminho. Frank é um dedicado líder religioso que se torna obcecado pelo poder e pela ambição desenfreada. O que falará mais alto: o lado espiritual ou a vida material? Jeremias é fruto de uma família desestruturada que aprende na “escola das ruas” a se virar sozinho. Só um milagre poderá salvá-lo de um futuro trágico. Elizabeth foi educada por uma mãe superprotetora, mas, ao conhecer seu grande amor, experimenta, pela primeira vez, a liberdade para a qual não estava preparada. Três histórias diferentes, três pessoas buscando a mesma resposta para seus dilemas: como traçar um novo rumo na vida?


Fonte: Creio

02/12/2011

Filme Renúncia: 200 vidas se convertem a Cristo na semana de estreia


<br />Filme Renúncia: 200 vidas se convertem a Cristo na semana de estreia Aconteceu no Auditório do Palácio do Comércio em Imperatriz entre os dias 23 a 27 de Novembro o lançamento do Filme Renúncia: Suas Escolhas Definem Seu Futuro.

Mais de 4 mil pessoas assistiram o filme e foram impactadas pelo poder da Palavra de Deus e 200 vidas se renderam a Cristo. No último dia de exibição, uma das sessões foi aberta, exclusivamente, para pessoas não-evangélicas e desviadas dos caminhos do Senhor, que não precisaram pagar o ingresso.

De acordo com Luaran Lins, autor e roteirista do filme, as expectativas foram superadas.  “Estamos muito felizes em ver o mover do Espírito Santo agindo nestes dias e quebrantando os corações. O projeto tem alcançado seu objetivo e vidas tem se rendido ao Senhor”.

Luaran  conta que tem recebido ligações de várias partes do mundo, como África e Estados Unidos,  interessadas em conhecer o projeto.

Ao final de cada exibição o Ministério de Louvor Geração do Avivamento, cujos componentes fazem parte do enredo do filme, louvavam ao Senhor e convidavam as pessoas para aceitarem Jesus ou se reconciliarem, e por fim o desafio aos jovens que estavam na igreja mas precisavam renovar o seu pacto de aliança e santidade com o Senhor era lançado e centenas de jovens vieram a frente receber oração.

Sobre a distribuição do filme pela CPAD, o roteirista afirma que está muito ansioso para que o filme chegue aos  lares do Brasil e acredita que a parceria com a Casa Publicadora vai fazer com que o projeto tome proporções gigantescas e milhares de vidas sejam impactadas e conheçam Jesus.

Testemunhos

Um jovem por nome Kleverson que estava afastado dos caminhos do Senhor assistiu ao filme e no outro dia pela manhã me ligou dizendo que não conseguiu dormir a noite pensando na mensagem do filme. Ele disse que não era apenas um filme, era o próprio Deus falando com Ele e se reconciliou.

Uma jovem evangélica disse que estava sem forças, mas a sua vida é uma antes e depois do renúncia, ou seja, Deus lhe deu forças pra dizer não ao mundo e fazer a obra de Deus.

Um obreiro da Assembléia de Deus em Imperatriz relatou que levou sua família para assistir ao filme, e no final sua filhinha de 5 anos de idade disse para ele: “Papai, quando eu crescer eu não quero ser como a Nanda (protagonista do filme) que foi pra festa. Eu quero só servir a Jesus”. Ele conta que ficou impactado com uma criança de 5 anos ter sido tocada e despertada para permanecer nos caminhos do Senhor.

Pessoas de diversas denominações e diferentes religiões assistiram o filme. O comentário foi unânime: “Estou impactado!”

Fonte: CPAD NEWS

10/11/2011

Ex-desenhista da Disney largou tudo para fazer animações bíblicas


Ex-desenhista da Disney largou tudo para fazer animações bíblicas

“Deus é um artista cheio de imaginação e de criatividade”, disse o veterano animador, Davy Liu, que agora é produtor de filmes independentes, além de ilustrador e diretor de arte. ”Os melhores artistas e músicos da história criaram as suas melhores obras para Deus, que merece o nosso melhor”.

Profissional experiente, trabalhou para a Disney em desenhos como “A Bela e a Fera”, “Aladdin”, “Mulan” e “O Rei Leão”. Também fez trabalhos para George Lucas e o departamento de animação da Warner Bros. Suas ilustrações marcaram as páginas de várias revistas e jornais.

Em uma entrevista recente, Liu disse que abandonou seu emprego de salário milionário como animador em Hollywood, a fim de realizar um sonho. Agora está produzindo uma série de 12 animações que espalham a mensagem do evangelho. Com confiança, persistência, sonho e paixão, Liu está determinado a oferecer o seu melhor para Deus.

Aos 19 anos, Liu tornou-se o primeiro animador chinês da Disney, onde aprendeu quase tudo que sabe. Quando estava trabalhando em “O Rei Leão” teve a vontade de criar uma série de filmes de animação com temas bíblicos. Ele explica que a trama de “O Rei Leão” é parcialmente inspirada na história de José, relatada na Bíblia.

Assim como José, Simba, o filho de Mufasa, deveria se tornar uma pessoa poderosa, mas deixou seu reino e foi para um lugar distante até que resgata sua identidade para poder assumir o trono. O filme da Disney mostra o pequeno Simba em busca de sua própria identidade até chegar à maturidade necessária para ser rei.

Com a inspiração de “O Rei Leão”, Liu decidiu que filmaria uma série de animações de histórias da Bíblia numa perspectiva diferente: a dos animais. Em 1999, aos 30 anos, renunciou o seu trabalho na Disney no auge de sua carreira. Ele começou do zero, assumindo responsabilidades por todos os detalhes do seu projeto, inclusive escrever roteiros, desenhar os cenários e criar personagens.

O artista já tem vários de seus scripts prontos, que devem virar filmes com cerca de 90 minutos de duração. Alguns deles já foram publicados em formato de livro: “Leaf Giant”, “Peixe Fire”, “Convidado da Jordânia”, e “A Festa da Royal.”.

Liu estima que cerca de 50 milhões de dólares serão necessários para a produção de todas as animações. Devido a sua complexidade, cada uma deve demorar cerca de dois anos para ser terminada. Mas Liu ainda não encontrou investidores que entendam sua proposta, que não é simplesmente ganhar dinheiro com o cinema.

“Folha Gigante”, por exemplo, é a história da Arca de Noé visto através da perspectiva de alguns dos animais que entraram nela. “Peixes de fogo” é a história de Moisés cruzando o Mar Vermelho contada pelos peixes, “Convidado da Jordânia” é a história da crucificação de Jesus vista pelo burrinho que o carregou. “O Banquete Real” é a história de Daniel contada pelos leões.

“Recebi as inspirações para essas histórias enquanto fazia meu devocional”, lembra. Por exemplo, quando li Gênesis 6, fiquei muito curioso para saber como Deus chamou todos os animais para entrar na arca?

“Folha Gigante” conta a história de Kendu, uma raposa que se viu durante um sonho boiando em uma folha gigante em meio a muita água. Ao acordar, ela inicia uma jornada para chegar a esse refúgio e encontra um macaco chamado Yitzhak e uma coala chamada Odelia. Ao chegar à arca eles encontram alimento em abundancia e descobrem seus pares estavam lá esperando por eles.

“Quando eu era pequeno, pensava que Jesus era como um animal que comia um décimo de tudo que tinha. A maioria das pessoas têm ideias erradas sobre Jesus e não entendem a cultura dos tempos da Bíblia. No entanto, quando as histórias da Bíblia forem mostradas no cinema, o público vai se perguntar onde está o refúgio de suas vidas?

Parece algo complexo demais para uma criança? “A verdade é que adultos também gostam de assistir animações. As crianças nem sempre entendem a mensagem escondida, mas seus pais sim”. Ele lembra que sucessos de bilheteria recentes como “Toy Story 3″ e “Up – Altas Aventuras”, da Pixar, tinham mensagens positivas e comoventes..

Desde que Liu deixou Hollywood para seguir o chamado de Deus em sua vida, já experimentou a desaprovação de sua família e grandes pressões financeiras. Mas ele não desiste, pois acredita firmemente que nada é mais importante do que ganhar vidas para o Senhor. Ele criou a produtora Kendu filmes e explica. “Quando eu trabalhava na Disney, pensava comigo mesmo por que os filmes e obras de arte produzidas por cristãos muitas vezes são feitos com orçamentos baixos ou são pouco atraentes? Eu perguntei isso a Deus em oração. O Senhor me disse que é porque bons artistas deram o seu melhor para o mundo.”

Foi então que Liu decidiu dedicar-se ao trabalho para o reino de Deus. ”Decidi me dedicar no momento em que ainda estava jovem e saudável para fazer a obra de Deus. Deus merece o melhor. Eu não quero esperar até a aposentadoria aos 65 anos antes de fazer isso, quero dar o meu melhor para Deus.”
Apesar de ainda não ter conseguido os investidos necessários para fazer todas suas animações, Liu acredita profundamente que Deus o chamou para fazer isso e é apenas uma questão de tempo. ”Mesmo que eu morra amanhã, não vou me arrepender. A vida presente é muito curta. Espero usar meu talento para glorificar a Deus e ajuntar tesouros no céu “.

Ele já está na fase de pré-produção de “A Folha Gigante”, que deve chegar aos cinemas em 2013 no formato 3D.

Mais informações kendufilms.com
 


Fonte: Gospel Prime/ Gospel Herald e Kendu Films

Tags: ,
31/05/2011

Kung Fu Panda mostra história de perdão e amor


Kung Fu Panda mostra história de perdão e amor O filme Kung Fu Panda 2, que tem como personagem principal o Panda Po, é mais do que uma animação cheia de ação e muita comédia. O novo filme traz ensinamentos sobre amor e perdão.

A estrela do filme, panda Po (Jack Black) e os cinco furiosos, estão em uma missão para derrotar um pavão Caudilho (Gary Oldman) que tenta destruir o Kung Fu. O pavão também conhece a história da família de Po e o destino dos pais biológicos.

A animação em 3D, dirigida por Jennifer Yuh Nelson, mistura o misticismo Oriental (embora não pregado) e a mensagem de redenção. A sequência explora a ideia de abandonar as mágoas do passado e encontrar o perdão.

Durante a viagem dos personagens, os telespectadores testemunham o amor tocar o coração de Po ao encontra-se com seu pai. Po aprende a deixar a dor do passado e reconhecer o amor do seu pai, Ping.

O perito em filmes, o cristão Ted Baehr, conta que as referências da tradição oriental devem ser explicadas como elas são. “Durante o filme, Po fala sobre a importância de deixar o passado, perdoar aqueles que erraram”.

No entanto, Ted Baehr recomenda cautela para as crianças e adolescentes. “Os pais devem discutir temas do filme com seus filhos. Ao fazer isso, eles devem apontar que somente em Jesus Cristo encontrarão a verdadeira paz”, finaliza.

Fonte: Christian Post

27/05/2011

Curta metragem evangelístico


Curta metragem evangelísticoO curta-metragem “Que amor é esse?”, de 15min, foi produzido pela Dunamys Films, ministério de filmes da Igreja Batista de Barreiros, em Santa Catarina.

O curta retrata a vida de uma mãe que vê em seu filho a possibilidade de salvar a humanidade e, em meio à cura e à morte que lhe cerca, uma dúvida é lançada em seu coração.

O objetivo principal do filme é atingir tantas quantas forem as pessoas que necessitem de uma mensagem de fé, de esperança e de amor, dando-lhes uma nova possibilidade de vida.

As gravações aconteceram entre os meses de junho e novembro de 2010. “As filmagens foram além do que esperávamos, pois vimos o agir de Deus, que nos deu um maravilhoso sol e cuidou de cada equipamento que precisávamos, para que as imagens fossem de alta qualidade”, relata com muita satisfação o diretor e produtor Jefferson Agostinho.

Ele ainda reforça que todos os profissionais envolvidos nas filmagens, bem como todos os participantes, são voluntários, ou seja, ninguém é pago para produzir.


Fonte: Creio

20/05/2011

IURD é proibida de transformar cinema em templo em Londres


cultos

IURD é proibida de transformar cinema em templo em LondresVereadores de Londres decidiram que a Igreja Universal do Reino de Deus não pode transformar em templo o prédio que comprou em 2003 onde funcionava um cinema, o EMD que foi frequentado pelo cineasta Alfred Hitchcock quando era crianças.

O local é bem localizado na região de Walthamstow, onde há estação de metrô e um conhecido mercado. Antes da igreja de Edir Macedo comprar, o espaço estava abandona e servindo de abrigo para sem tetos.

Na época da compra a McGuffin Film Society, atores e fãs de cinema se mobilizaram para tentar convencer a prefeitura a comprar o imóvel, reformando-o em um tributo ao cineasta. Até Mick Jagger entrou nessa campanha para que o antigo cinema não virasse templo.

A decisão dos vereadores mantém o impasse de que a IURD continuará sendo a dona do imóvel, mas não poderá utilizá-lo para a realização de cultos.

Apesar de dizer que já esperava por essa decisão, o pastor Paul Hill, responsável pela igreja disse que vai recorrer. “Nós nunca seremos capaz de apaziguar aqueles que se opões aos nossos planos.”

Fonte: Gospel Prime

07/04/2011

Filme sobre vida conjugal


Filme sobre vida conjugal A BV Films se prepara para, abalar o coração das pessoas que se encontram em vida conjugal. Em 2009 a empresa lançou o filme “Prova de Fogo” que foi sucesso de vendas no Brasil e no Exterior, sendo considerado o filme cristão mais visto e premiado de 2009.

Agora a empresa se prepara para trazer o filme “Amor Sem Limites”, que conta uma verdadeira história de perdão, conversão e fé de que o casamento é uma instituição para toda a vida.

Um filme com Anthony Tyler (da série “O Mundo É Dos Jovens”), Danielle Bisutti (interpretou “Joan” em “The O.C – Um Estranho No Paraíso” e fez participações em “2 Homens e Meio” e “Tubarão”), Jay Underwood (Fez o Homem Tocha do antigo longa “O Quarteto Fantástico” e participações em “Arquivo X” e “Star Trek Voyager”) e Eric Bivens-Bush (participação em “Todo Mundo Odeia O Chris).

O Filme é sucesso nos EUA e foi declarado com sendo um filme “Poderoso” pela American Family Association. A BV Films ainda disponibilizará no site do filme um guia de estudos bíblicos que tem como base a história do filme para ser exercitado nas igrejas.

História do filme:

Jeff e Heather Baker eram “sortudos”. Melhores amigos na infância, namorados na adolescência e casados aos vinte e dois anos, eles eram almas gêmeas inseparáveis. Após o nascimento do filho deles, Heather cai em uma depressão profunda. Sem mais esperanças, ela desaparece.

Dez anos depois do desaparecimento da esposa, o mundo de Jeff dramaticamente dá uma reviravolta quando Heather, espantosamente, reaparece em um lugar nada comum. Com um repertório composto e apresentado pela ganhadora de prêmios cristãos e artista Michelle Tumes, Amor Sem Limites é uma história tocante sobre fé e perdão para a família.

Fonte: BV Films

02/04/2011

Cinema honra 400º anos da Bíblia King James


Cinema honra 400º anos da Bíblia King James Bem a tempo para o 400º aniversário da Bíblia King James, a Lionsgate se prepara para lançar um documentário que retrata a história de um dos livros mais venerados da história.

“Bíblia King James: o Livro que Mudou o Mundo,” promovido pelo premiado ator John Rhys-Davies (O Senhor dos Anéis e Indiana Jones), passeios de espectadores ao longo da história, explicando a origem, significado e impacto da tradução King James.

“Sua aparência, linguagem e influência foi sentida em todo o mundo nos últimos 400 anos, que também afirma ser a Palavra viva de Deus,” diz Rhys-Davies.

O apresentador conta como a tradução do King James nasceu, começando com a ascensão de Jaime I ao trono Inglês, em 1603, em dramatizações curtas dos eventos em torno da criação da Bíblia.

Ele sucedeu ao trono numa época em que o país estava “no centro de uma revolução teológica”

Uma nova Bíblia foi proposta e afirmou durante uma conferência com Puritanos Ingleses no Palácio da Corte de Hampton, onde uma nova tradução da Bíblia não estava sequer na agenda. A reunião foi inicialmente convocada pelo rei James, em resposta a uma série de pedidos de reforma dentro da Igreja pelos puritanos, que diferiam dos anglicanos.

Mas foi aí que John Rainolds, um puritano, propôs uma nova tradução.

King James não estava satisfeito com nenhuma das traduções em Inglês das Bíblias existentes. Ele particularmente não gostava da Bíblia de Genebra – “com paixão,” como Rhys-Davies narra no filme. Ele encomendou uma nova tradução.

Enquanto King James continuava a perseguir sua tradução houve conspirações contra ele e seu reino, incluindo a Conspiração da Pólvora, 1605 – inspiração para o filme popular “V para Vendetta.”

Demorou sete anos para terminar a tradução. Foi publicado pela primeira vez em 05 de maio de 1611. Em homenagem ao aniversário de 400, muitas Igrejas e organizações criaram vários projetos que comemoram a KJV.

No início deste ano o arcebispo de Canterbury, Dr. Rowan William, enviou uma mensagem ao público, onde ele conclamou os fiéis a “celebrar a contribuição feita por esse livro de 400 anos”.

Uma versão atualizada da NIV foi propositadamente publicada este ano para o aniversário.

A Editora Thomas Nelson lançou um site que oferece uma grande variedade de conteúdo, incluindo vídeos, versículos bíblicos diários, podcasts e muito mais para a celebração dos 400.

E o príncipe de Gales, o príncipe Charles, ofereceu sua contribuição, como patrono da Bíblia King James Confiança e leitura para o projeto da Bíblia YouTube de João 14. Curiosamente, o influente ateu Richard Dawkins também leu a KJV para o projeto da Bíblia do YouTube.

“Não se pode apreciar a literatura Inglesa, a menos que se encontrem mergulhadas em certa medida, a Bíblia King James,” disse Dawkins, de acordo com a Bíblia King James Trust, que foi criada para celebrar o 400º aniversário da Bíblia King James. “Somos uma cultura cristã, viemos de uma cultura cristã e não conhecer a Bíblia King James, deve ser de alguma maneira, o bárbaro”.

Enquanto se continua a contagem regressiva de um mês, muitos outros projetos estão em jogo, em um esforço para chamar a atenção para o texto significativo. Como Rhys-Davies ressalta: “Esses textos definem o caminho da salvação, e te deixaram às portas da vida eterna”.

Fonte: Christian Post / CPAD News

30/03/2011

Primeiro filme cristão em 3D será lançado na Páscoa


Leão da tribo de Judá é um longa de animação infantil com mensagem cristã

O último grande sucesso de público de um filme com temática cristã foi “A Paixão de Cristo”, de Mel Gibson, sete anos atrás. Desde então, Hollywood não produziu mais nada claramente religioso que tenha atraído multidões ao cinema. Nem mesmo as adaptações de As Crônicas de Nárnia são considerados filmes cristãos pela maioria dos fiéis, por conta das alterações que a produtora Disney fez no roteiro.

Mas, nesta Páscoa, isso poderá mudar. Desde 2008, a produtora de filmes Eternal Pictures vem preparando um longa de animação infantil com mensagem explicitamente cristã. The Lion of Judah [O Leão de Judá] será lançado em breve como o primeiro filme cristão em 3D da história. Não por acaso, tem sido chamado de “A Paixão de Cristo para crianças”.

Ambientado na Jerusalém de dois mil anos atrás, o filme é uma parábola sobre o sacrifício e o pagamento de pecados efetuados por Jesus, conforme registrado na Bíblia. O cordeiro Judá e seus amigos tentam evitar o tradicional sacrifício anual realizado pelos judeus para relembrar sua saída do Egito.

No que depender dos produtores, o porco afetuoso (Horácio), o cavalo pessimista (Monty), o rato arrogante (Slink), o galo brigão (Drake), a vaca maternal (Esmay) e o burro imaturo (Jack) poderão se tornar em breve tão populares quanto Shrek ou brinquedos de Toy Story. Usando os recursos da computação gráfica e um enredo bem-humorado, a aposta do estúdio é transmitir valores cristãos com uma mensagem otimista de fé.

A pessoa e obra de Jesus Cristo são apresentadas como um pano de fundo que guia os passos dos personagens principais. O cordeiro Judá está condenado a ser morto no dia de Páscoa e inicia com seus amigos uma tentativa ousada de salvar sua vida.

Na verdade, trata-se de uma continuação da animação independente “Once Upon a Stable” [Era uma vez num estábulo], que se passa nos dias do nascimento de Cristo em Belém, cerca de 30 anos antes da história que chega agora aos cinemas. Uma campanha já está em andamento na internet para que igrejas e comunidades de fé lotem os cinemas no final de semana de estreia, uma maneira de garantir o sucesso da animação que será distribuída internacionalmente pela Warner Brothers.

Fonte: Pavablog

%d blogueiros gostam disto: