Posts tagged ‘comunidade’

30/09/2012

Cristãos de Zinder são atacados em resposta ao filme anti-Islã


 Cristãos de Zinder são atacados em resposta ao filme anti-IslãEm reação ao filme produzido nos Estados Unidos sobre o Islã, manifestantes muçulmanos queimaram uma igreja em Zinder, segunda cidade do Níger, na sexta-feira (14). Após a oração Jumu’ah (uma oração congregacional (salah) que os muçulmanos mantêm toda sexta-feira, pouco depois do meio-dia), uma multidão de islâmicos protestou contra o filme pelas ruas da cidade. Segundo eles, o vídeo menospreza os princípios do Islã. A revolta popular se dá em resposta aos apelos de imãs para que o ressentimento causado pelo filme “Inocência dos Muçulmanos” seja amplamente repercutido.
Radicais muçulmanos consideram qualquer ação originada na América como “cristã”. Desde que se descobriu que o filme foi produzido nos EUA, a comunidade cristã local em Zinder enfrenta a reivindicação muçulmana pelo o que foi considerado como uma deturpação do profeta Maomé. Certa vez, no centro da cidade, a multidão dividida em grupos de 200, 300 e 500 pessoas se dirigiu para as igrejas da cidade. Enquanto marchavam, gritavam slogans antiamericanos.

Várias igrejas foram gravemente danificadas, alvos da violência desenfreada que se seguiu. Congregações foram invadidas e também incendiadas. As igrejas da União das Igrejas Evangélicas Protestantes e templos das Assembleias de Deus foram severamente vandalizados.

Um número desconhecido de cristãos foi ferido no tumulto. Até o momento, a polícia conseguiu sufocar a revolta, a multidão se dispersou em grupos menores e se dirigiu às residências e empresas de cristãos. A casa de um pastor de uma Igreja Evangélica e lares de membros da Igreja Católica foram alvejados e seriamente danificados.

Na sequência dos acontecimentos, 40 suspeitos foram presos
Os ataques inesperados de represália por parte de muçulmanos, contra os cristãos de Níger, causaram inquietação e confusão. Os crentes locais acreditam que membros do Boko Haram, na Nigéria (ao sul do país), estão por trás das manifestações violentas. O governador de Zinder assegurou ao povo que faria de tudo para proteger a vida e as propriedades de seus cidadãos. Embora 99% dos nigerianos são muçulmanos, é um Estado declaradamente laico e sua Constituição garante a liberdade de religião.

Rumores de mais ataques a cristãos, previstos para a manhã de 16 de setembro, elevaram as tensões. Porém, domingo (16), quando a multidão tomou as ruas, a polícia teve todas as estradas principais barradas, incluindo aquelas que levam às igrejas. A calma foi restaurada em Zinder, mas os cristãos permanecem em alerta.

Cristãos no Níger necessitam desesperadamente de nossas orações; a situação continua bastante tensa em todo o país.

Pedidos de Oração

• Interceda para que os cristãos encontrem conforto e paz através de sua fé em Jesus.
• Peça a Deus para que os líderes da igreja transpareçam a liderança piedosa de Jesus, atuando como servos na crise atual.
• Agradeça ao Senhor pelo empenho demonstrado pelo governo em proteger os cristãos. Ore para que o governador do Estado de Zinder, por meio de sua força policial, seja capaz de conter a situação.
• Ore para que os responsáveis sejam levados à Justiça.

Fonte: Portas Abertas

10/09/2012

Judeus ficam indignados com ‘regulamentação de circuncisão’ na Alemanha


A comunidade judaica em Berlim se mostrou indignada na última quinta-feira (6) com as restritas condições impostas pela Justiça berlinense para que a circuncisão por motivos religiosos continue sendo legal na capital alemã.

“Trata-se de uma flagrante ingerência a uma tradição do judaísmo com mais de 3 mil anos de antiguidade”, denunciou a comunidade judaica em um comunicado.

Na ocasião, o titular de Justiça de Berlim, Thomas Heilmann, anunciou que a partir de agora os pais ou tutores dos menores judeus e muçulmanos serão obrigados a confirmar de forma expressa e por escrito que aprovam a circuncisão, levando em conta “os possíveis riscos para a saúde” que essa intervenção pode acarretar.

Além disso, os pais deverão certificar a motivação religiosa e a necessidade dessa circuncisão, por exemplo, com uma confirmação de sua comunidade.

Por outra parte, com a regulamentação, a intervenção só poderá ser praticada por um especialista e atendendo os padrões médicos, embora não precisa ser realizada necessariamente em um hospital.

Segundo o ministro da Justiça da Alemanha, “hoje essa intervenção só pode ser feita por um médico”, medida que exclui aqueles que não possuem formação médica específica, caso de muitos rabinos.

As autoridades berlinenses decidiram regulamentar a circuncisão religiosa após a controvertida sentença anunciada por um tribunal provincial de Colônia, que passou a qualificar o ato como “lesão física ilegal e sancionável”.

Desta forma, as circuncisões em menores por motivos religiosos continuarão permitidas na capital alemã, embora submissas a estritas condições.

Por outro lado, o Conselho Central dos Judeus na Alemanha se mostra contrário à medida que estabelece que apenas os médicos fiquem autorizados a realizar circuncisões.

Anteriormente, Shimon Peres tinha pedido ao presidente alemão que intercedesse a favor do direito à circuncisão em menores por motivos religiosos, já que, segundo Peres, “a brit milah (circuncisão) é um ritual judeu essencial há milhares de anos para a identidade judaica e distintiva para um judeu”.

Em julho, o Parlamento alemão aprovou, por maioria, uma resolução defendendo a legitimidade da circuncisão em menores de idade, como expoente do respeito à liberdade de religião.

No entanto, a necessidade de uma regulamentação surgiu após a decisão do tribunal de Colônia, que passou a considerar que esta prática vulnera o direito de autodeterminação da criança, a qual deve sobressair sobre a liberdade religiosa.

Deixe o seu comentário.

Fonte: O Dia

%d blogueiros gostam disto: