Posts tagged ‘cria polemica’

31/08/2012

Pastor ‘cheira’ Bíblia e gera polêmica na internet


A imagem do pastor Lúcio Barreto, mais conhecido como Lucinho, “cheirando” a Bíblia no convite para um culto de jovens na Igreja Missão Evangélica Praia da Costa, em Vila Velha (ES), gerou polêmica nas redes sociais e fora dela, nesta terça-feira (28), por conta de uma alusão ao consumo de drogas.

O pastor é da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte (MG), e há três anos prega na igreja em Vila Velha, no culto ‘Quarta Louca por Jesus’, às quartas-feiras.

“O pastor Lucinho tem um projeto especial com a juventude. A ideia da imagem é mostrar que a Bíblia dá mais prazer do que qualquer droga. Nosso objetivo não é alcançar os já cristãos. É alcançar os que estão longe. Tirar as pessoas do lugar onde a maioria está, nas drogas, no vício, para dentro dos princípios de Deus, onde há prazer e alegria de verdade”, afirma o pastor presidente da Missão Evangélica Praia da Costa, Simonton Araújo.

Nas redes sociais, a foto foi compartilhada por pessoas de diferentes religiões, algumas fazendo trocadilhos como “carreira gospel” e “ao pó voltarás”. Muitos cristãos criticaram a foto por entender que a imagem associa o Evangelho com o vício ou as drogas.

Segundo Simonton Araújo, a foto foi retirada do site do pastor Lucinho para confeccionar o convite. “A intenção é das melhores. Mas criticar é um direito democrático. Nós, entretanto, aprendemos com a Bíblia a tratar com cuidado aqueles que estão proclamando o nome de Cristo e a respeitar mesmo quando não gostamos ou concordamos com algo”, diz.

O presidente da Missão Evangélica Praia da Costa afirma que cerca de 1,5 mil jovens por semana participam da pregação, que começa às 20h e termina às 22h. “O nosso objetivo está sendo alcançado: os jovens estão buscando a Deus e estudando a Bíblia”, defende.

A assessoria de comunicação da Igreja Batista da Lagoinha informou que não se manifestaria sobre o assunto porque o pastor Lucinho tem assessoria de imprensa própria.

O G1 tentou falar com o pastor Lucinho e com a asessoria de imprensa dele. A mulher e o irmão dele disseram que o missionário está em pregação nos Estados Unidos e que voltará ao Brasil na tarde desta quarta-feira (29).

Fonte: G1

27/12/2011

Silas Malafaia comenta pontos positivos e negativos do Festival Promessas


Para o Jornal do Brasil o pastor Silas Malafaia concedeu uma entrevista falando sobre a abertura que a Rede Globo tem dado para o público evangélico. Se referindo ao evento que foi transmitido no último domingo, 18, o pastor disse que é apenas o começo e que a emissora carioca vai dar cada vez mais abertura para esse segmento.

Quanto aos interesses da Globo, Malafaia não se mostra ingênuo e diz que eles não estão fazendo eventos como o Festival Promessas por amor. “Eles não são bestas. A Globo não está fazendo este movimento por amor ou porque os evangélicos são bonitinhos, mas sim porque as pesquisas feitas pelo próprio canal mostram que a comunidade gospel cresceu e pode ser maioria, em breve, neste país”.

Mostrando que tem domínio no que fala, o pastor da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo numerou três pontos positivos e três negativos em relação ao festival que juntou nove grandes nomes da música evangélica no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro:

“Primeiramente, o horário de transmissão foi perfeito: domingo, 13h, é o momento em que o povo chega da igreja e está em seu lar para o almoço; o casting de artistas estava excelente e, por fim, a produção com padrão Globo de qualidade não falhou.

Negativamente, enxerguei a duração da gravação, realizada em um sábado, de 14h a 22h… um tempo muito longo de um dia em que as pessoas saem para fazer compras. Teria de ser de 17h a 22h.

Segundo ponto negativo: a burocracia para a realização do evento deve ser antecipada, já que tiveram de alterar o local por problemas com a licença, transferindo da Praia do Flamengo para o Monumento dos Pracinhas, atrasando a divulgação nas rádios evangélicas e o timing de propaganda para conclamar o público para o evento.

E, por fim, eu, particularmente, não daria o start neste projeto partindo do Rio e sim por São Paulo. O Rio tem muitos eventos gospel, já SP, menos. Mas no frigir dos ovos, valeu muito”.

Criticas à Rede Record

Durante a entrevista Silas Malafaia também criticou a falta de espaço para a pregação do evangelho na Rede Record, que pertence ao bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus. Malafaia sempre descordou do fato da emissora ser patrocinada pelo dinheiro dos dízimos de fiéis e não ter nenhuma programação evangelística.

Sobre a briga de audiência entre a Globo e a Record o pastor foi ainda mais critico e afirmou que a emissora de Macedo não amedronta a Globo. “A Record não representa os evangélicos e nem mete medo na Globo. Edir Macedo sempre foi sectário. Quando estava na boa, dizia apenas que fazia parte da Universal. Quando dá dor de barriga, conclama todo povo evangélico”.

Com informações JB

12/12/2011

Hugo Chávez “reinventa” presépio e se coloca ao lado de Jesus


Hugo Chávez “reinventa” presépio e se coloca ao lado de Jesus

No relato da Bíblia, pastores e magos prestam homenagem ao divino recém-nascido. Na Venezuela, Hugo Chávez também aparece ao lado de Jesus na manjedoura.

A cena inusitada é de um presépio em Caracas que mostra presidente socialista e outras figuras políticas diante do ‘berço’. A decisão, claro dividiu opiniões no país. “Isso não tem nada a ver com a cena do Natal e com a religião. Não gosto disso”, reclama Arnaldo Amundaray, que passava pelo local.

Para os seguidores de Chávez e os criadores do presépio, a cena nada mais é que um tributo legítimo e inocente ao líder. “Nossa intenção é mostrar todos os feitos da revolução. A mídia não fala das coisas boas que o presidente Chávez tem feito”, explica Maria Alejandra Mijares, funcionária do Ministério da Mulher que participou na criação do presépio.

Além da imagem cristã tradicional, há uma “homenagem” a algumas das políticas mais populares implantadas por Chávez durante seus anos de governo.

Por exemplo, para simbolizar seus feitos na infraestrutura do país, há um teleférico e a réplica de uma mini-favela. Os projetos sociais, como as clínicas de saúde, também estão representadas. No centro da representação, perto do berço de Jesus estão Chávez e Simón Bolívar, herói da independência do século 18. Em outra parte do cenário, há uma foto do presidente Chávez segurando uma criança.

Yasmina Ereu, também funcionária do Ministério da Mulher, apoia a iniciativa. “Assim como o cristianismo, a revolução fala de amor. Algumas pessoas ficaram fascinadas. Outras não gostaram. Esse é um país democrático, todos podem ter sua opinião.”

O presidente venezuelano de 57 anos tem uma filosofia de vida “sincrética”.  Ele faz referências tanto a Marx quanto a Jesus, enquanto fala constantemente sobre o espírito de luta de Bolívar. Nos últimos tempos tem lutado contra um câncer que o obrigou a raspar a cabeça, mas não o impediu de continuar governando com mão de ferro.

Ele inspira ódio nos inimigos, que o veem como um ditador que atrasou seu país. Seus  simpatizantes, que vivem nas regiões mais pobres, manifestam por ele um amor quase religioso.

Perto do presépio, há uma loja que vende bonecas, camisetas, canecas e outras bugigangas  com a imagem do presidente. Carlos Bonilla, responsável pelas vendas acredita na reeleição no próximo ano: “80% dos venezuelanos estão com ele. Esse processo não vai parar”.

Fonte: Gospel Prime

02/12/2011

Igreja batista gera polêmica após proibir casamentos inter-raciais


Igreja batista gera polêmica após proibir casamentos inter-raciais

Uma pequena igreja do estado norte-americano do Kentucky decidiu não aceitar como membros casais inter-raciais. A decisão causou forte reação e desaprovação de diferentes grupos cristãos nos Estados Unidos.

A decisão tomada pela Igreja Batista Free Will de Gulnare aconteceu depois que Stella Harville, 24, filha de Dean Harville, secretária da igreja, levou ao culto o noivo.  Stella está fazendo mestrado em engenharia ótica em uma faculdade de Indiana, onde conheceu Ticha Chikuni, 29, que nasceu no Zimbábue.

Os dois foram à igreja dela nas férias de julho. Ele tocou piano enquanto ela cantava o hino “I Surrender All” . As cerca de 40 pessoas presentes ao culto aplaudiram e tudo transcorreu como de costume.

No mês seguinte, Melvin Thompson, que fora pastor daquela igreja por muitos anos, disse à secretária da igreja que sua filha e o noivo não poderiam cantar na igreja novamente. Stella cresceu na igreja e foi batizada lá, mas atualmente não era membro. O pastor não conseguiu deixar claro seus motivos, mas a proibição foi mantida.

Pouco tempo depois, Thompson deixou o cargo de pastor, alegando questões de saúde, mas continuou frequentando a igreja. Ele nunca mudou de ideia sobre o assunto.

Quando a nova pastora, Stacy Stepp, assumiu, disse que o casal poderia cantar na igreja, se desejasse, lembra Dean Harville.

No início de novembro, Thompson propôs que a igreja votasse um pedido seu para que, embora todas as pessoas fossem bem-vindas nos cultos, a igreja não devia permitir casamentos inter-raciais. A proposta também deixava claro que “pessoas de tais casamentos não poderiam ser recebidas como membros, nem participarem do grupo de louvor ou exercer cargos”.

A justificativa do ex-pastor é que “não pretendia julgar a salvação de ninguém, mas visava  promover uma maior unidade entre o corpo da igreja e a comunidade onde servimos”, diz a cópia da ata fornecida ao jornal Herald-Leader.

Os membros decidiram colocar o assunto para ser votado pela igreja toda. No domingo passado, nove pessoas votaram a favor da proposta e seis votaram contra. Muitos outros membros estavam presentes, mas não quiseram participar da votação.

Dean afirma que a decisão foi motivada por racismo e fez um grande mal à igreja, à comunidade entristeceu até mesmo a Deus. “Com certeza não é uma atitude cristã. É somente o diabo trabalhando”, explicou a secretária da igreja.

Melvin Thompson, que hoje é dono de uma loja de ferragens, explicou ao jornal Herald-Leader que sua proposta foi retirada do seu contexto, mas se recusou a comentar o assunto.

Stella Harville disse que foi doloroso saber que alguns membros de sua família apoiaram a igreja nessa decisão.

Centenas de pessoas já manifestaram seu descontentamento com a decisão na página do jornal na internet. Depois de ter sido noticiada pela TV em um jornal de alcance estadual, os protestos aumentaram, principalmente em redes sociais.

A associação de pastores local disse que as reações dos demais evangélicos da cidade têm incluído “desgosto” e “descrença”.

“A maioria de nós pensou que isso era coisa de um passado distante”, disse Randy Johnson, presidente dos pastores locais.

A pastora Stacy Stepp limitou-se a comentar que não há nada na Bíblia que proíba o casamento inter-racial e que, embora respeite a decisão da igreja, está profundamente magoada com o que aconteceu, pois “Jesus ama todas as pessoas”.

Anthony Hite, 28, membro da igreja batista, votou contra a proposta e lembra: “Deus nos disse para amar a todos. Só porque alguém tem uma cor de pele diferente, isso não é motivo para não amá-lo do mesmo jeito.”

Dean Harville disse que pediu para que a convenção das igrejas batistas do Kentucky anule a votação. Mesmo se isso acontecer, sua filha Stella já declarou: “Eu acho que nunca mais serei capaz de voltar para lá”.

Assista a reportagem (inglês):

Traduzido e adaptado por Gospel Prime de Kentucky e Spl Center

26/05/2011

Camisa do Corinthians enfrenta rejeição de evangélicos por conter estampa de São Jorge


bizzaroA nova terceira camisa do Corinthians já nasceu envolvida em polêmicas. Uma delas é a rejeição por parte de torcedores evangélicos. O motivo é a estampa de São Jorge.As igrejas evangélicas são contrárias a adoração de imagens de santos. Já ouvi relatos de torcedores que não irão comprar o modelo por causa da religião. Estou curioso para saber como atletas evangélicos irão reagir quando tiverem que vestir o uniforme.

A outra polêmica foi provocada pelo vazamento antes do lançamento oficial programado por Nike e Corinthians. Ambos prepararam uma grande campanha de marketing. Ontem, porém, antes do lançamento, o Uol Esporte mostrou o uniforme divulgado por um site de compras, que em seguida retirou a imagem do ar.

Os responsáveis pelas lojas Poderoso Timão receberam em seguida um comunicado reforçando que a venda e a divulgação estão proibidas até segunda ordem. A nota também lamentava o vazamento da imagem.

A assessoria de imprensa da Nike informou que a imagem revelada não era da versão final da camisa, Seria apenas uma ilustração. Porém, o blog recebeu de um colaborador a foto do modelo que será vendido aos torcedores. É exatamente igual ao mostrado ontem.

Fonte: Blog do Perrone

26/05/2011

Igreja associada à Hillsong Church promove “Escola Sobrenatural” onde ensina a ressuscitar mortos


Igreja associada à Hillsong Church promove “Escola Sobrenatural” onde ensina a ressuscitar mortos A igreja Hillsong tem chamado a atenção para outro ministério além da música, a chamada Escola do Sobrenatural tem gerado polêmica por oferecer cursos para ensinar como curar o câncer, restaurar mulheres estéreis e trazer os mortos de volta à vida.

Esse curso é oferecido por igreja associada, a Igreja Westlife, localizada em Brisbane, Austrália, setenta pessoas já se matricularam querendo aprender a curar pessoas pela fé.

O curso é baseado nos ensinamentos da Igreja Betel, com sede nos EUA e liderada por Bill Johnson, que ensinará os alunos através de uma série de DVDs.

No site da igreja há um texto explicando o objetivo do curso: O site da igreja diz: “A Escola do Sobrenatural foi projetada para capacitar os alunos a viver e mover no sobrenatural, através do ensino bíblico e aplicação prática – buscando ver o reino de Deus manifestado na terra. É um ambiente no qual as pessoas podem correr riscos de aprender a operar no sobrenatural, sem medo da rejeição ou do fracasso”.

Questionados se estavam oferecendo promessas irreais aos interessados pelos cursos, um porta-voz da Igreja Westlife respondeu dizendo que as convicções da igreja são as mesmas de todas as igrejas cristãs. “Deus pode responder à oração e intercedemos pelos que estão com necessidades físicas, emocionais e espirituais… Nosso ensino sobre este assunto é idêntico à maioria das igrejas cristãs”.

Fonte: Gospel Prime /Pavablog

%d blogueiros gostam disto: