Posts tagged ‘Engano’

03/11/2012

CONTRADIÇÃO: Marcelo Rossi critica envolvimento de evangélicos com políticos


Marcelo Rossi critica envolvimento de evangélicos com políticosNa inauguração, amanhã, do Santuário Theotokos – Mãe de Deus, considerado a maior igreja católica do Brasil, estarão presentes o governador Geraldo Alckmin e o prefeito Gilberto Kassab. Mas o padre Marcelo Rossi esperava ver também no altar Fernando Haddad, prefeito eleito de São Paulo pelo PT.

Durante o período eleitoral, Dom Fernando Figueiredo, bispo da diocese de Santo Amaro, a qual Rossi pertence, recomendou que os padres deveriam abrir espaço a todos os políticos que quisessem falar nas paróquias. Quatro anos atrás, Figueiredo e o padre Marcelo dividiram palanque com Serra e Gilberto Kassab. Em 2012, José Serra recebeu novamente o apoio informal de Rossi que disse acreditar nele, segundo a Folha de São Paulo.

Além de José Serra (PSDB), Gabriel Chalita (PMDB) e Celso Russomanno (PRB) passaram pelo Santuário do Terço Bizantino, onde Rossi realizava suas missas, para receber a benção do padre eleito como o líder religioso mais influente do país.

Haddad esteve em uma missa em maio, mas o padre Marcelo não apareceu na celebração, pois teve um contratempo. O padre quebrara um dente na ocasião e foi levado às pressas para fazer um implante. Terminada a campanha, Rossi admite “Estava em falta com ele”.

O padre afirma ter uma boa expectativa sobre o governo Haddad. “Pelos projetos que apresentou, vai ser benéfico à população”.   Mas aproveitou para fazer uma ressalva “Eu acolhi todos, mas nunca apoiei”. E acrescentou “Jamais falei ‘vote neste ou naquele’, diferentemente do que fizeram alguns evangélicos. É complicado quando qualquer igreja mistura o religioso com o poder político”.

A exemplo da eleição presidencial de 2010, pastores, bispos e apóstolos evangélicos tiveram um papel de protagonistas. Em diferentes partes do país, os candidatos comemoravam o apoio de lideres religiosos e muitas igrejas, inclusive, dedicaram-se a fazer campanha, transformando-se em verdadeiros comitês eleitorais.  Curiosamente, o prefeito eleito Fernando Haddad criticou no primeiro turno o uso político da religião, mas no segundo conseguiu atrair vários pastores para sua campanha.

Obs: Tudo que a Igreja Catolica tem agradeça seu envolvimento na politica pois pelo contrario teria que pagar bilhoes pelo que conseguiu de graça envolvendo com os politicos, que conhece a historia da igreja catolica sabe disto.

21/05/2011

Colunista da Veja afirma que Ministro da Educação mentiu aos parlamentares evangélicos


Em seu blog no site da Veja, o jornalista Reinaldo Azevedo escreveu um texto desmentindo o ministro da Educação, Fernanda Haddad que esteve essa semana com deputados da Frente Parlamentar Evangélica e também com católicos para explicar o conteúdo do polêmico kit anti-homofobia que será distribuído nas escolas públicas.

O jornalista comemora que até aquele momento nenhum representante brasileiro não-gay havia sido chamado para discutir o assunto. “É a primeira vez que brasileiros não-gays estão sendo chamados a debater o assunto. Até a pouco, a questão estava entregue apenas a ONGs estrangeiras e à militância gay, como se o público-alvo do programa não fosse o conjunto dos estudantes.”

Para Azevedo o MEC tem sim culpa nos folhetos e nos vídeos que vazaram para a imprensa e que chegou às mãos dos parlamentares trazendo indignação aos mais conservadores que prometeram não votar em nenhum dos projetos em pauta no Congresso até que esse material seja recolhido.

“Aos congressistas, assegurou que filmes e cartilhas que circulam por aí ainda não são de responsabilidade do Ministério. (…) Conversa mole, e ele sabe disso muito bem. Pode ainda não ser o produto final, mas tudo foi elaborado sob o comando do governo federal”, escreveu o jornalista.

Lembrando do dia que o material didático contra a homofobia nas escolas foi apresentado, o colunista da Veja comprova que o MEC tinha conhecimento do conteúdo do programa.

O texto publicado na última quinta-feira, 19, também contesta os dizeres de um colunista da Folha de São Paulo que não achou certo o ministro da Educação sentar com os parlamentares que ele chamou ironicamente de “Bancada da Bíblia” para falar de um assunto que o Livro já condena.

Confira o texto na integra aqui.

Fonte: Gospel Prime

05/03/2011

Televangelista americano faz oração “poderosa” que cancela dívidas, mas fiel tem que dar oferta para recebê-la


eter Popoff, televangelista famoso nos Estados Unidos está lançando uma nova “onda”: Se a pessoa fazer uma doação ao seu programa ele vai liberar o “poder” de livramento de dívidas apenas com oração.

Para receber essa oração o telespectador faz sua doação e recebe um kit de cancelamento de dívidas. “Estou dizendo a você que Deus ensina na Sua palavra que Ele quer cancelar, apagar, remover e destruir a sua dívida”, diz Popoff em um comercial na TV.

Popoff é alemão e ganhou destaque conduzindo uma cruzada nos Estados Unidos que combina espiritualidade e superação de vícios. Sua mansão em Upland (Califórnia) custa 4,5 milhões de dólares e ele também possuí outros imóveis.

Para Ole Anthony, presidente da Trinity Foundation, entidade que fiscaliza líderes religiosos, principalmente os televangelistas, o pastor Popoff é um enganador. “Ele é, fundamentalmente, um enganador. O cancelamento sobrenatural de dívidas é uma bobagem, sem qualquer embasamento bíblico”, disse.

Fonte: Gospel Prime

 

%d blogueiros gostam disto: