Posts tagged ‘enquanto isso’

21/11/2012

Igreja Anglicana votará sobre a ordenação de mulheres bispos


Igreja Anglicana votará sobre a ordenação de mulheres bisposA Igreja Anglicana iniciou nesta segunda-feira (19) a votação que irá definir se a denominação vai aceitar mulheres como bispos. Essa polêmica já dura cerca de 20 anos desde quando as mulheres passaram a ser aceitas como pastoras na igreja da Inglaterra.

O Sínodo está acontecendo na Church House, que fica próximo ao Westminster Abbey, no Centro de Londres, onde estão reunidos bispos, clérigos e leigos.

É desses religiosos que partirá a decisão de aceitar ou não que as mulheres pastoras sejam ordenadas como bispos. Lembrando que o termo “bispa” não existe.

A aprovação da lei que permite a inclusão de mulheres no quadro de bispos da Igreja Anglicana recebe apoio de uma quantidade significativa de líderes, entre eles Rowan Williams, arcebispo de Canterbury e líder espiritual da denominação.

Cerca de mil membros da igreja, incluindo bispos e clérigos seniores, assinaram uma carta ao jornal The Independent pedindo ao Sínodo para votar a favor das mulheres bispos.

Enquanto isso, 325 clérigos assinaram uma carta e enviaram ao The Times se opondo a mudança, dizendo que se for aprovada a lei de ordenação de mulheres bispos “levará irrevogavelmente a fraturas profundas” na Igreja.

Serão três dias de reunião para poder definir sobre este assunto e se for aprovada, a legislação precisará seguir para o parlamento inglês e então ser assinada pela rainha Elizabeth II. As primeiras mulheres bispos serão ordenadas só em 2014.

Na África Austral a Igreja Anglicana já aceita mulheres bispos, a primeira a ser reconhecida como tal foi Ellinah Wamukoya, que no sábado (17) recebeu o novo cargo na capital da Suazilândia, Manzini, diante de 3 mil fiéis. As informações são do portal Terra.

22/10/2012

Liberdade religiosa está ameaçada em toda a Ásia


Liberdade religiosa está ameaçada em toda a Ásia Um relatório recente sobre liberdade religiosa de minorias na Ásia constatou que, no ano passado, a perseguição a cristãos não só continuou como em muitos países até piorou.

Emitido na última terça-feira (16), em Roma, pela fundação Aid to the Church in Need (Ajuda à Igreja que Sofre, tradução livre), o relatório destacou um “ano terrível” para o Paquistão, após o assassinato de dois líderes políticos, Salman Taseer e Shahbaz Bhatti , unicamente por terem se posicionado contra a lei da blasfêmia vigente no país.

A China viveu “enormes violações da liberdade religiosa”, acrescentou o documento; enquanto o Vietnã parecia estar seguindo seu vizinho do norte, promovendo grupos religiosos patrióticos em oposição à Igreja.

Myanmar fez pouco progresso em direção à tolerância de religiões minoritárias, apesar de suas recentes reformas políticas; ao mesmo tempo que, na Coréia do Norte, a liberdade religiosa continua a ser “totalmente negada.”

Enquanto isso, segundo o relatório, a Índia testemunhou a aplicação crescente de leis anti-conversão, que coincidiu com um aumento nos ataques contra as minorias.

Ao falar no lançamento do relatório, John Dayal, secretário-geral do Conselho Cristão da Índia, disse que o aumento rápido e recente de grupos extremistas hindus em oposição ao que eles percebem como uma ameaça islâmica foi o principal fator por trás do agravamento da perseguição religiosa em 2011. “A Índia está em um estado de negação”, disse ele. “O país se recusa a reconhecer que há violência deste tipo.”

O menor grupo no sistema de castas da Índia representa 60% dos cristãos no país; a possibilidade de que os “intocáveis” se unam através do cristianismo e possibilitem uma ameaça “à política das castas superiores” fez com que autoridades agissem lentamente proibindo o direito de escolha a uma fé religiosa, explicou Dayal.

Em outros lugares, os ataques de muçulmanos contra cristãos continua. No sul das Filipinas, no ano passado, assim como em Bangladesh e Sri Lanka, a intolerância entre religiões diferentes pode ser constatada em várias ocasiões.

A Tailândia, porém, foi considerada como um dos poucos pontos brilhantes, um dos primeiros países da Ásia a conseguir “progresso em diálogo inter-religioso”.


Fonte: Portas Abertas

29/09/2012

Igreja Mundial compra terreno de 120 mil m² em Guarulhos


Igreja Mundial compra terreno de 120 mil m² em Guarulhos

De acordo com o jornal Diário de Guarulhos a Igreja Mundial do Poder de Deus comprou um terreno de 120 mil m² na cidade de Guarulhos. O local pertencia a empresa Itapemirim e fica ao lado da Cidade Mundial, fechada por determinação da justiça no começo deste ano.

A Cidade Mundial foi inaugurada em 1º de janeiro com capacidade para reunir 150 mil pessoas, espaço que deve ser ampliado com a compra do terreno. Juntos, somam 360 mil m² o equivalente a mais de dois estádios do Maracanã.

Valdemiro Santiago não está podendo fazer eventos no local, para poder reabrir o megatemplo será necessário apresentar o Relatório de Impacto do Trânsito (RIT). Assim que o documento ficar pronto será analisado pela Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (STT) que irá determinar as medidas necessárias para poder liberar o local.

Enquanto isso Santiago continua atraindo multidões no templo do Brás e investindo em outras cidades brasileiras. Recentemente o líder religioso esteve inaugurando a Cidade Mundial do Rio de Janeiro atraindo milhares de pessoas.

29/09/2012

Produtor de filme anti-islâmico é preso na Califórnia


Produtor de filme anti-islâmico é preso na Califórnia

O produtor do filme ‘Inocência dos Muçulmanos’, Nakoula Basseley Nakoula, foi preso por ter violado os limites de sua liberdade condicional.

Nakoula estava em liberdade condicional desde que foi condenado em 2010 por fraude bancária e falsidade ideológica. Ele teria violado as regras de saída do limite dos arredores de Los Angeles e acessar a internet sem permissão judicial.

Ainda não está totalmente esclarecida a sua participação no filme que desencadeou uma onda de ataques mortais por todo o Mundo Islâmico.

Entretanto, a promotoria solicitou que Nakoule fosse preso por temer a sua fuga do país para evitar possíveis represálias.

Seu advogado, Steven Seiden, defendeu que ele não deveria ser preso por razões de segurança, pois ele se tornaria alvo de colegas de prisão por causa do filme.

O advogado acrescentou que Nakoula nunca tentou fugir do Sul da Califórnia.

Enquanto isso, o assistente de procurador dos Estados Unidos, Robert Dugdale, afirmou que Nakoula tem se envolvido em um “padrão de decepção” e que não podia ser uma pessoa “confiável”. O promotor disse ainda que ele representa “perigo” aos demais.

Segundo Dugdale, se Nakoula for preso ele terá garantias do Centro Metropolitano de Detenção, que não permitiria o seu contato com outros detentos.

Relatórios também informam que ele está recebendo proteção policial, por medidas de segurança.

Uma audiência futura está marcada para acontecer para determinar o verdadeiro nome do réu.


Fonte: Christian Post

Foto: Reuters

 

%d blogueiros gostam disto: