Posts tagged ‘Ensino’

26/09/2015

Comissão aprova definição de família como união entre homem e mulher


xcomissao-estatuto-da-familiaNo dia vinte quatro, quinta-feira (24) a comissão que discute o Estatuto da Família aprovou o texto principal do projeto que define como família a união entre homem e mulher. O projeto é polêmico por não aceitar como família uniões formadas por pessoas do mesmo sexo.

O texto define a família como a união entre homem e mulher por meio de casamento ou união estável, ou a comunidade formada por qualquer um dos pais junto com os filhos. O projeto não é uma criação da bancada religiosa, pois a Constituição Federal já reconhece esses termos para definir família no artigo 226.

Porém o Estatuto da Família busca a preservação da mesma, falando sobre direitos da família e as diretrizes das políticas públicas voltadas para atender a entidade familiar através da saúde, segurança e educação.

Mas para os contrários ao projeto, o texto estaria dando brechas para legitimar a discriminação de homossexuais, como bem afirmou a deputada Erika Kokay (PT-DF) que tentará apresentar um recurso para que o Estatuto seja votado na Câmara antes de seguir para o Senado.

“Mais uma vez a família venceu, este projeto vem num momento bastante oportuno. Nunca a principal instituição da sociedade e o matrimônio foram tão atacados como nos dias atuais”, afirmou o deputado Sóstenes Cavalcante.

A comissão especial votou no projeto que teve 17 votos favoráveis e 5 contrários. Os deputados chegaram a tentar votar quatro destaques do texto, mas logo começou uma sessão no Plenário e pelas regras da Casa nenhuma comissão pode votar projetos e destaques simultaneamente ao plenário.

Fonte: Gospel Prime

06/12/2012

Contagem regressiva para a 4ª Escola de Líderes; participe!


A Associação Vitória em Cristo (Avec) trabalha a todo vapor na organização da 4ª Escola de Líderes. O evento, que será realizado na próxima semana, em Águas de Lindoia (SP), espera reunir cerca de 5 mil pessoas. “A Eslavec foi criada com o objetivo de ajudar, contextualizar e contribuir para um melhor desempenho da liderança evangélica brasileira”, declara o pastor Silas Malafaia a respeito dos propósitos de Deus em promover a escola de treinamento.

A edição 2013 da Eslavec terá como preletores os pastores Silas e Elizete Malafaia, Walmir Cohen, Coty, Marco Antônio Peixoto, Silmar Coelho, a missionária Edméia Willians, e o bispo norte-americano T. D. Jakes. Assim como em anos anteriores, a pastora Elizete Malafaia conduzirá uma programação especial para as mulheres.

A programação da Eslavec também prevê a participação dos cantores Danielle Cristina, Dayan Alencar, Eyshila, Jotta A, Jozyanne, Marquinhos Menezes e Lilian, Nani Azevedo, Rachel Malafaia e Raquel Mello na ministração dos louvores.

A Associação Vitória em Cristo selecionou três mil pessoas que ganharam o direito de participar do evento com hospedagem e pensão completa pagas pela Avec. São 650 casais de pastores, totalizando 1300 pessoas; 700 pastores ou pastoras, desacompanhados, e 1000 jovens com vocação ministerial entre 18 e 25 anos.

Evento atrai congressistas brasileiros e estrangeiros 

Em 2011, a Eslavec levou para Foz do Iguaçu, no Paraná, congressistas de diversos estados brasileiros como Bahia, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo, e até da Bélgica e dos Estados Unidos. A pastora da Igreja Missão Mundial Servos, na cidade baiana de Luís Eduardo Magalhães, Pâmela Cristina da Silva, de 20 anos, participou pela primeira vez. Ela elogiou o investimento da Avec no crescimento da Igreja de Cristo por meio da capacitação de líderes. “É um projeto muito ousado, e interessante, reunir, em um só lugar, pastores e obreiros de diversas denominações. Valeu a pena viajar quase 36 horas para estar aqui”, comentou a pastora.

Ainda existem vagas para quem deseja participar. Para se inscrever, entre em contato com a Central de Atendimento (21) 2187-7000 ou acesse o site da Avec e escolha o seu pacote de hospedagem, com todas as despesas já incluídas. Adquira também seu voo com a TAM VIAGENS pelo telefone 0300-210-1122 .

Confira a programação:

Abertura: 11/12 (terça-feira) às 19h;

Encerramento: 14/12 (sexta-feira) às 19h;

Retorno dos congressistas para suas cidades: 15/12 (sábado), logo após o café da manhã.

08/06/2012

Portas Abertas oferece apoio financeiro para treinamento bíblico de jovens israelitas


Portas Abertas oferece apoio financeiro para treinamento bíblico de jovens israelitas

Cerca de 12 estudantes participaram do 13º treinamento Lech L’cha, um programa intensivo de estudo bíblico voltado para jovens israelenses que tem o apoio no ministério Portas Abertas.

O treinamento aconteceu durante três meses, e nesse período além de serem ensinados de acordo com a Bíblia esses jovens também são discipulados e testemunham grandes mudanças em suas vidas.

“A despeito de diferentes personalidades, foi uma bênção e uma resposta às nossas orações, vermos o amor, a unidade e a fome por comunhão e crescimento, neste grupo, desde o início”, diz um porta-voz do Lech L’cha.

O Portas Abertas apoia esse treinamento oferecendo ajuda financeira, por acreditar na verdade desse curso que tem como objetivo fazer com que jovens possam conhecer a vontade de Deus para suas vidas.

Entre os alunos desse curso bíblico encontramos jovens que acabaram de sair do serviço militar e também jovem que terminaram os estudos e começaram a trabalhar, assim como outros cristãos que mostrarem interesse pelo programa.

Além de terem aulas dentro da sede do Lech L’cha, esses alunos também conhecem localidades históricas como Jerusalém, Eilat, Arad, Galileia e o deserto.

No final do programa, vários participantes escreveram suas experiências. “Deus me conduziu a este programa porque queria me mostrar quem eu sou. Ele simplesmente operou uma mudança de 180 graus em mim e me deu muitas coisas que nunca tive antes: amigos, autoconhecimento e, através dos projetos que realizamos, Ele Se revelou a mim. Este programa é como uma garrafa de água refrescante. Percebi que Deus me deu um propósito na vida e que devo continuar nele”, disse um dos jovens.

O site do Portas Abertas teve o cuidado de revelar as histórias sem mostrar o nome verdadeiro de cada um desses jovens para preservá-los diante dos conflitos religiosos daquela região.

Leia alguns testemunhos:

– “Deus fez uma grande obra em minha vida! Ainda está em progresso; creio que é só o início. Mas Deus desnudou meu coração e operou nele, trazendo à luz coisas que eu havia escondido. Ainda estou lidando com elas, mas Deus está me ajudando a confiar n’Ele. Agradeço-O pelo que tem feio em minha vida e pelo que ainda vai fazer”.

– “Quando cheguei ao Lech L’cha, Deus simplesmente me colocou à parte e me edificou de novo”, foi a experiência de Alice. “Não foi fácil: Percebi que tudo o que tinha sido, até então, não era o que Deus queria para mim, e tudo o que construíra ao longo dos anos, tinha que ser esvaziado. Foi difícil, mas Deus fez uma obra perfeita. Descobri um amor pelas Escrituras e um desejo de ler e aprofundar meu conhecimento nelas”.

– “Este programa me ajudou a conhecer melhor Deus e compreender a Sua vontade através das Escrituras. Antes eu tinha dificuldade de ler o Velho Testamento; não conseguia entender nada. Lia apenas o Novo Testamento, porque o hebraico era mais fácil. Mas, durante o programa, aprendi também a ler o Velho Testamento. Eu tinha grandes expectativas de que viriam coisas boas; e vieram coisas boas!”.

Fonte: Portas Abertas

19/05/2011

Wesley, a Bíblia e o povo


Wesley, a Bíblia e o povo“Wesley, a Bíblia e o povo”.  Este será o tema da Semana Wesleyana 2011, na Faculdade de Teologia da Igreja Metodista. A tradicional semana de estudos celebra a experiência do “Coração Aquecido” de John Wesley e irá refletir sobre a importância do estudo da Bíblia no cotidiano das pessoas.

O evento acontece entre os dias 23 e 28 de maio, na Faculdade de Teologia em São Bernardo do Campo/SP. Esta edição conta com a participação do conferencista Dr. Howard Snyder.

Ele trabalhou de 1968 até 1975, como pastor e professor de teologia da Igreja Metodista Livre em São Paulo/SP e hoje atua como professor de estudos wesleyanos no Seminário Tyndale em Toronto, Ontario, Canadá. Snyder é também editor da revista Free Methodist Historical Society e escritor – tem 18 livros publicados.


Fonte: Metodista

06/05/2011

Vitória recebe Seminário de Ciências Bíblicas


Vitória recebe Seminário de Ciências Bíblicas A cidade de Vitória (ES) será palco de mais uma edição do Seminário de Ciências Bíblicas. Realizada há mais de uma década, a iniciativa visa contribuir para a ampliação do conhecimento sobre o Livro Sagrado. Para isso, reúne palestras que abordam aspectos sobre tradução da Bíblia e sua história, bem como a aplicação dos ensinamentos do Livro Sagrado em diferentes setores sociais, na igreja, na família e na escola, entre outros. Promovido pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), o evento será realizado nos dias 20 e 21 de maio, na Faculdade Unida de Vitória.

Organizados desde o ano 2000, esses encontros já alcançaram milhares de pastores, líderes cristãos, obreiros, professores de escola bíblica e seminaristas. A edição da capital capixaba terá cinco painéis, além de espaço para uma sessão de perguntas e respostas. O investimento é de R$ 20,00. Mais informações pelos telefones: (27) 3325-2071 (Faculdade Unida de Vitória) e 0800-727-8888 (SBB).

Confira, a seguir, a programação completa do evento:

20 de maio – Das 19h30 às 22h30

– A função da Bíblia na igreja local – Erní Walter Seibert: Partindo do pressuposto de que o conhecimento que as pessoas têm sobre a Palavra de Deus ainda é insuficiente, esse painel destaca a importância de as igrejas cristãs utilizarem a Bíblia Sagrada em seu dia a dia. Para isso, explora, entre outros aspectos, a vasta gama de literatura bíblica disponível para o desenvolvimento de atividades de evangelização.

– Interpretação da Bíblia para o homem de hoje – Lécio Domas: Esta palestra mostra como estudar e compreender a Bíblia Sagrada, a partir do contexto cronológico, geográfico e cultural que o texto está inserido. Além disso, destaca a importância de o leitor crer que a Bíblia é a Palavra de Deus.

21 de maio – Das 8h30 às 17h00

– História da Bíblia: dos manuscritos aos formatos digitais (Erní Walter Seibert): Esta palestra traz dados atuais sobre a tradução e distribuição da Bíblia e, ao mesmo, faz uma resenha histórica de como o Livro Sagrado foi transmitido de geração a geração até chegar aos dias de hoje. Além disso, são apresentados os pontos altos da história da tradução das Escrituras Sagradas.

– A prática da leitura bíblica (Éber Cocarelli): A palestra aborda os desafios da leitura bíblica pessoal, entre os quais, o desafio da credibilidade, da banalização, da terceirização e da relevância. Com exemplos extraídos da Bíblia Sagrada, o palestrante apresenta soluções àquele que não tem acesso fácil a comentários bíblicos ou a obras apologéticas.

– O trabalho da SBB (Erní Seibert): Nesta palestra, serão destacados os vários esforços da organização para difundir a Bíblia e a sua mensagem. Entre os destaques está a apresentação dos programas sociais da entidade, voltados especialmente para as populações em situação de risco social, e o programa sócio evangelizador, mantido pela SBB há mais de 30 anos.

 Seminário de Ciências Bíblicas de Vitória

Data:                          20 e 21 de maio de 2011
Local:                         Faculdade Unida de Vitória
Endereço:                 Rua Engenheiro Fábio Ruschi, 161 – Bento Ferreira – Vitória – ES
Horário:                    20/05 – Das 19h30 às 22h30
21/05 – Das 08h30 às 17h00

Investimento:           R$ 20,00
Informações:           (27) 3325-2071 (Faculdade Unida) e 0800-727-8888 (SBB)
Inscrições:               (27) 3325-2071 e fax (27) 3345-1344 (Faculdade Unida)

Inscrições online:     www.sbb.org.br/seminarios


Fonte: SBB

03/05/2011

Começa a 38ª Conferência da Sepal, confira mais informações


 Começa a 38ª Conferência da Sepal, confira mais informações

Começou hoje, 2, a 38º Conferência da Sepal, tida como a conferência teológica mais importante e séria do Brasil que reunirá até o dia 6 de maio mais de 2 mil pastores de América Latina, Estados Unidos e Europa para discutir sobre assuntos essenciais da vida e do ministério de líderes eclesiásticos.

O evento acontece em Águas de Lindoia (SP) devido ao calibre dos palestrantes está sendo considerada a edição mais importante dos últimos 20 anos. Entre eles estarão Richard Foster (autor de livros como “A Celebração da Disciplina” e presidente do movimento Renovare), Dr. Russell Shedd, Hernandes Dias Lopes, Ronaldo Lidório, Abe Huber e o Walter McAlister, Bispo Primaz da Igreja Cristã Nova Vida).

Bispo Walter McAlister foi convidado pela organização devido à repercussão que seu livro “O Fim de Uma Era” tem tido entre as mais sérias lideranças evangélicas do Brasil, o que já lhe rendeu convites para integrar a seleta comitiva brasileira que participou da Conferência de Lausanne, na África do Sul, e para integrar a diretoria da recém-criada Aliança Cristã Evangélica Brasileira (ACEB).

Algumas palestras serão transmitidas via internet pelo site do evento (www.sepal.org.br), mediante o pagamento de uma taxa e após a Conferência os DVDs de todas as ministrações estarão disponíveis para compra também no site da Sepal.

Fonte: Gospel Prime

03/05/2011

Pastor lança blog para falar sobre obesidade e espiritualidade


 Pastor lança blog para falar sobre obesidade e espiritualidadeObesidade e espiritualidade. Que relação esses dois fatores têm entre si? Segundo o jovem pastor presbiteriano Heliomar Dias, eles se relacionam em diversos pontos. Atualmente servindo na Igreja Presbiteriana Marinas Praia Sul, em Natal (RN), o teólogo decidiu lançar um blog no qual relata algumas de suas experiências, adquiridas na tentativa de diminuir seu peso.

Segundo o próprio pastor, este novo projeto lhe proporcionará oportunidades não somente de compartilhar suas próprias experiências, mas também ajudar e aconselhar – com princípios bíblicos – pessoas que de alguma forma se sentem mal por estar acima do peso.

“Estamos numa sociedade bem diversificada, que tem dificuldade com absolutos! O propósito de tratar espontaneamente este assunto e até de um modo humorado é pelo fato de entender que as pessoas nos nossos dias, embora tenha dificuldade com absolutos, são pessoas carentes de relacionamentos significativos, pessoas que sirvam de norte para as suas dificuldades. Embora trate o assunto de modo humorado e espontâneo, quero deixar claro que não pretendo negociar a verdade de Deus”.

Fonte: Guia-me

17/03/2011

Igreja Batista da Lagoinha abre inscrições para Congresso de Pastores


Entre os dias 26 e 29 de abril será realizado o Congresso Para Pastores, na Igreja Batista da Lagoinha – IBL, em Belo Horizonte/MG. O evento tem entrada franca, mas é necessário fazer a inscrição. Será uma grande oportunidade para pastores de várias regiões terem um momento específico sobre liderança e pastorado.

A programação está sendo preparada com muito zelo para que ninguém saia sem ser abençoado. Além de palestras, o congressista poderá acompanhar a realização de mostras dos ministérios da IBL, com o Pastor Márcio Valadão e respectivos líderes.

O louvor fica por conta do Diante do Trono, Pr. André Valadão, Mariana Valadão e Nívea Soares.

Preletores confirmados
Além do próprio Pr. Márcio Valadão – presidente da IBL, também está confirmado um preletor que vem de muito longe. Trata-se de John Mulinde, de Kampala/Uganda. O africano é o fundador da Word Trumpet Mission, cuja missão é criar o impulso para o renascimento verdadeiro na igreja de Cristo e provocar os santos a disciplinar cada nação antes do retorno de nosso Senhor. Ele foi chamado por Deus “para soprar a trombeta” nas nações, chamando a igreja ao arrependimento. Mulinde tem viajado nas últimas décadas, compartilhando desta mensagem no mundo inteiro.

A expectativa para o que Deus vai fazer neste evento é grande. Cada pastor deve pensar que estar ali significará um investimento espiritual para sua vida, família e ministério.

Então, programe-se para estar na Igreja Batista da Lagoinha, entre os dias 26 e 29 de abril. Participe destes dias que poderão ser extremamente marcantes. Não abra mão das bençãos de Deus sobre você. Lembre-se, a entrada é franca, mas é necessário fazer a inscrição.

Para se inscrever, clique aqui.

Fonte: Portal DT / IBL / Guia Me

 

16/03/2011

Conselho Nacional de Educação nega recurso e mantém descredenciamento de faculdade de Teologia


Decisão da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, publicada nesta terça-feira, 15, no Diário Oficial da União, rejeitou o recurso contra o descredenciamento da Faculdade de Teologia de Boa Vista (FATEBOV, de Roraima) no Ministério da Educação (MEC). Ao comentar o fato, o diretor da Faculdade Teológica Batista de São Paulo, Lourenço Stelio Rega, explicou que a faculdade “ficou conhecida por oferecer integralização de crédito em “parcerias” com diversos seminários, inclusive com a FATEBOM (da zona sul de São Paulo). A decisão, que ainda precisa da homologação do Ministro, reflete a forma como o MEC vem tratando o assunto de acordo com a legislação educacional vigente”.
Segundo Lourenço, nessas “parcerias”, os alunos da integralização de crédito são tidos como frequentantes das aulas na própria sede de quem oferece a integralização. “Os dados pessoais do aluno são como que “maquiados” no seu prontuário para indicar isso. Diversos seminários, inclusive alguns batistas estão praticando essa forma”, denuncia o diretor, para, em seguida, afirmar que há exceções: “a nossa Faculdade, como outras faculdades já reconhecidas, têm sido solicitadas a oferecer esse tipo de parceria para diversos seminários ainda não credenciados e temos rejeitado isso, por entendermos que não estaremos cumprindo a legislação e que não teríamos condições éticas de sustentar uma prática dessa forma”.
A Faculdade de Teologia de Boa Vista é uma instituição particular, fundada pelo Conselho de Ministros do Evangelho das Igrejas Evangélicas das Assembleias de Deus em 2001.

Baixe a íntegra da decisão do Conselho Nacional de Educação sobre o descredenciamento da FATEBOV.

Fonte: Notícias Cristãs /  SOMA

26/02/2011

Qual a diferença entre católicos e protestantes?


Há várias diferenças importantes entre católicos e protestantes. Apesar das tentativas, através dos últimos anos, de se achar coisas em comum entre os dois grupos, o fato é que as diferenças continuam existindo, e elas são tão importantes hoje como foram no começo da Reforma Protestante. Segue-se um rápido resumo de algumas das mais importantes diferenças:

Uma das primeiras grandes diferenças entre o Catolicismo e o Protestantismo é a questão da suficiência e autoridade das Escrituras. Os protestantes crêem que somente a Bíblia é a única fonte da revelação especial de Deus à humanidade, e como tal ela ensina a nós tudo o que é necessário para nossa salvação do pecado. Os protestantes vêem a Bíblia como o padrão pelo qual todo o comportamento cristão deverá ser medido. Comumente se refere a esta crença como Sola Scriptura e é uma das “Cinco Solas” (sola é a palavra latina para “única”) que veio da Reforma Protestante como resumo de algumas diferenças importantes entre os católicos e protestantes.

Apesar de haver muitos versos na Bíblia que estabelecem sua autoridade e sua suficiência em todas as questões de fé e prática, um dos mais claros é II Timóteo 3:16-17, onde vemos que “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.” Os católicos, por outro lado, rejeitam a doutrina da Sola Scriptura e não crêem que somente a Bíblia seja suficiente. Eles crêem que tanto a Bíblia quanto a sagrada tradição católica romana igualmente se combinam no Cristianismo. Muitas doutrinas católicas romanas, tais como a do purgatório, orações aos santos, adoração ou veneração a Maria, etc, têm pouca ou nenhuma base nas Escrituras, mas são baseadas apenas nas tradições da Igreja Católica Romana. Essencialmente, a posição da Igreja Católica Romana de negar a Sola Scriptura e sua insistência em que tanto a Bíblia quanto suas “Tradições Sagradas” se equivalem em autoridade enfraquece a suficiência, autoridade e integridade da Bíblia. A visão que se tem das Escrituras está na raiz de muitas, se não todas, as diferenças entre católicos e protestantes.

Outra grande diferença entre Catolicismo e Protestantismo é a que diz respeito à posição e autoridade do papa. De acordo com o Catolicismo, o papa é o “vicário de Cristo” (vicário significa substituto), e toma o lugar de Jesus como o líder visível da Igreja. Como tal ele tem a capacidade de falar ex cathedra (com autoridade em assuntos de fé e prática), e quando ele o faz, seus ensinamentos são considerados como não passíveis de erro, devendo ser obedecidos por todos os cristãos. Por outro lado, os protestantes crêem que nenhum ser humano está livre de erros e que somente Cristo é o líder da igreja. Os católicos confiam na sucessão apostólica como uma forma de tentar estabelecer a autoridade do papa. Mas os protestantes crêem que a autoridade da igreja não vem da sucessão apostólica, mas sim da Palavra de Deus. O poder espiritual e a autoridade não estão nas mãos de simples homens, mas na própria Palavra de Deus registrada nas Escrituras. Apesar de o Catolicismo ensinar que somente a Igreja Católica pode, de forma apropriada e correta, interpretar a Bíblia, os protestantes crêem que a Bíblia ensina que Deus enviou o Santo Espírito para habitar todos os cristãos renascidos, dando a eles capacidade para que compreendam a mensagem da Bíblia.

Isto pode ser claramente visto em passagens como João 14:16-17: “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.” (Veja também João 14:26 e I João 2:27). Apesar de o Catolicismo ensinar que somente a Igreja Católica Romana tem a autoridade e poder de interpretar a Bíblia, o Protestantismo reconhece a doutrina bíblica do sacerdócio de todos os crentes, e que cristãos individuais podem confiar no Espírito Santo para que os guie em ler e interpretar a Bíblia por si mesmos.

A terceira maior diferença entre o Catolicismo e Protestantismo é como a pessoa é salva. Outra das “cinco solas” da reforma era a Sola Fide (somente pela fé), que afirma a doutrina bíblica da justificação somente pela graça, através somente da fé, por causa somente de Cristo (Efésios 2:8-10). Contudo, de acordo com o Catolicismo Romano, o homem não pode ser salvo somente pela fé, somente em Cristo. Eles ensinam que o Cristianismo deve confiar na fé mais “obras de mérito” para salvação. Os Sete Sacramentos são essenciais à doutrina Romana Católica de salvação, que são: Batismo, Crisma, A Eucaristia, Penitência, Extrema-unção, Ordem e Matrimônio. Os protestantes crêem que baseados na fé apenas em Cristo, os crentes são justificados por Deus, quando todos os seus pecados são pagos por Cristo na cruz e Sua justiça é a eles imputada. Os católicos, por outro lado, crêem que a justiça de Cristo é concedida ao crente pela “graça através da fé”, mas em si mesma não é suficiente para justificar o crente. O crente deve “suplementar” a justiça de Cristo a ele concedida com obras meritórias.

Católicos e protestantes também discordam no que significa ser justificado perante Deus. Para os católicos, a justificação envolve que se seja feito justo e santo. Eles crêem que a fé em Cristo é apenas o início da salvação, e que a pessoa deve fazer que isto cresça com boas obras, pois “o homem deve fazer por merecer a graça de Deus da justificação e eterna salvação”. Logicamente que esta visão de justificação contradiz o claro ensinamento das Escrituras em passagens como Romanos 4:1-12; Tito 3:3-7, assim como muitas outras. Por outro lado, os protestantes fazem distinção entre o ato único de justificação (quando somos declarados justos e santos por Deus com base em nossa fé na expiação de Cristo na cruz), e santificação (o processo contínuo de ser justificado que continua através de nossas vidas na terra). Apesar de os protestantes reconhecerem que as obras são importantes, eles crêem que estas são o resultado ou fruto da salvação, mas nunca o meio para ela. Os católicos misturam justificação e santificação em um processo contínuo, que leva à confusão sobre como se é salvo.

A quarta grande diferença entre católicos e protestantes tem a ver com o que acontece após a morte do homem. Enquanto ambos crêem que os incrédulos passarão a eternidade no inferno, há diferenças significantes e importantes no que diz respeito ao que acontece aos crentes. Por causa de suas tradições da igreja e sua confiança em livros não-canônicos, os católicos desenvolveram a doutrina do purgatório. O purgatório, de acordo com a Enciclopédia Católica, é um “lugar ou condição de punição temporal para aqueles que, deixando esta vida na graça de Deus, não estão totalmente livres de faltas menores, ainda não pagaram totalmente a reparação devida por suas transgressões”. Por outro lado, os protestantes crêem que por sermos justificados por Cristo apenas, e que a justiça de Cristo é a nós imputada, quando morremos, iremos direto para o céu para estarmos na presença do Senhor (II Coríntios 5:6-10 e Filipenses 1:23).

Ainda mais perturbadora do que a doutrina católica do purgatório é o fato de que eles crêem que o homem deve ou mesmo pode pagar ou compensar por seu próprio pecado. Isto, juntamente com a concepção errônea de que a Bíblia ensina sobre como o homem é justificado perante Deus, resulta em uma baixa visão da suficiência e eficiência da expiação de Cristo na cruz. Colocando de forma simples, o ponto de vista sobre a salvação da Igreja Católica Romana implica que a expiação de Cristo na cruz não foi pagamento suficiente pelos pecados daqueles que Nele crêem, e que até mesmo um crente deve expiar ou pagar por seus próprios pecados, tanto através de atos de penitência como passando tempo no purgatório. Mas a Bíblia ensina repetidas vezes que somente a morte de Cristo pode satisfazer ou aplacar a ira de Deus contra os pecadores (Romanos 3:25; Hebreus 2:17; I João 2:2; I João 4:10). Nossas obras de justiça nada podem acrescentar ao que Cristo já realizou.

Apesar de haver muitas outras diferenças entre o que os católicos e protestantes crêem, estas quatro diferenças devem servir para estabelecer que há sérias diferenças entre os dois. Da mesma forma como os Judeus que disseram que os cristãos gentios deveriam obedecer à lei do Velho Testamento para serem salvos, sobre os quais Paulo escreveu em Gálatas, os católicos, fazendo as obras necessárias para que sejam justificados por Deus, terminam tendo um evangelho totalmente diferente. As diferenças entre os católicos e os evangélicos protestantes são importantes e significativas.

Oramos para que Deus abra os olhos de qualquer pessoa que esteja lendo este artigo, e que esteja colocando sua fé ou confiança nos ensinamentos da Igreja Católica. Esperamos que todas as pessoas compreendam e creiam que suas “obras de justiça” não são capazes de os justificar, ou santificar (Isaías 64:6). Oramos para que todos, ao contrário, coloquem sua fé somente no fato de que “Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue.” (Romanos 3:24-25a). Deus nos salva “Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo, Que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador; Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna (Tito 3:5-7).

%d blogueiros gostam disto: