Posts tagged ‘Espanha’

11/05/2011

Pior terremoto em 50 anos deixa oito mortos na Espanha


O terremoto desta quarta-feira (11) na cidade de Lorca, no sudeste da Espanha, é o mais grave registrado no país nos últimos 50 anos. Inicialmente o governo espanhol divulgou que dez pessoas morreram na catástrofe, sendo sete homens e três mulheres. No começo da noite (horário de Brasília), as autoridades corrigiram a informação: duas dessas pessoas ainda estão vivas, internadas em estado grave. Até agora foram contabilizados oito mortos.

O jornal El Mundo informa que as luzes das casas no centro de Lorca estão apagadas, pois a população prefere ficar nas ruas com medo de novos tremores. Além disso, a administração pública prepara bolsas com alimentos para 10 mil pessoas que ficaram desalojadas na região, diz o veículo.

Os primeiros levantamentos indicam que os prédios públicos de Lorca foram afetados pelo terremoto.

A mídia espanhola diz que o presidente José Luis Rodríguez Zapatero já conversou com o governador de Múrcia, Ramón Luis Valcárcel, e ofereceu toda a ajuda que for necessária.

História

O sismo que provocou o maior número de vítimas na Espanha desde a década de 1950 foi o registrado em 20 de abril de 1956. Esse terremoto causou a morte de 12 pessoas, deixou mais de 70 feridas e levou ao desabamento de 500 edifícios em Granada.

O último terremoto com vítimas foi o de 28 de fevereiro de 1969, no litoral da também província de Huelva, que atingiu 7,5 graus na escala Richter e deixou quatro mortos por ataques cardíacos.

Entenda

Os dois terremotos registrados nesta quarta-feira tiveram os epicentros localizados em Lorca. Segundo a Agência EFE, os tremores foram ocasionados por um “deslizamento horizontal da falha” na região, informaram fontes da unidade de registro sísmico da Universidade de Alicante.

Um dos responsáveis pela unidade explicou que a falha de Lorca tem uma superfície entre 40 e 50 km e está situada em “um nível praticamente superficial”.

Na Espanha, são registrados cerca de 2.500 terremotos por ano, dos quais apenas dois, em média, são sentidos pela população por mês, segundo a rede sísmica do Instituto Geográfico Nacional.

29/04/2011

Trabalho missionário avança na Espanha


 Trabalho missionário avança na EspanhaO trabalho desenvolvido pelo casal missionário Leno Lúcio e Raquel Franco em Huelva, Espanha, experimenta um grande crescimento. Deus tem atuado em seu ministério e nas vidas de muitas pessoas que fazem parte da Igreja Batista naquela cidade.

“Neste ano estamos recebendo, de parte do Senhor, muitas orientações em relação ao nosso ministério. Estamos avançando no envolvimento, apoio e ofertas missionárias. Atualmente, apoiamos, de forma ativa, os missionários Rodrigo e Valeska Petrelli (África), Ruben Hinoztroza (Peru), Pablo e Liliane (Espanha) e outros da Convenção Batista Espanhola”, informa o pastor Leno.

Eles pretendem abrir, ainda neste ano, uma congregação numa cidade bem próxima a Huelva, onde há mais de 50 mil habitantes, mas nenhuma igreja evangélica. Esse é um grande desafio que os irmãos em Huelva estão recebendo do Senhor. “Também estamos orando pela abertura de uma escola de futebol, onde queremos focar o nosso trabalho com os muçulmanos residentes na cidade e com outros imigrantes. Pretendemos abrir uma escola de música que atenda às necessidades da comunidade e nos ajude no preparo de novos líderes para a igreja local”, conta o missionário.

O pastor Leno crê que a Espanha está na mira do Senhor e diz: “Vemos grandes coisas acontecendo! Se olharmos com os olhos espirituais, temos certeza de que o Senhor está colocando Sua Mão, poderosa, sobre essa nação. Estamos orando pela campanha “Mi Esperanza” do comitê da Associação Billy Graham, que acontecerá em dezembro de 2011. É uma campanha em que teremos a oportunidade de levarmos Cristo a várias famílias espanholas”.

Os missionários agradecem pelo apoio, orações e todo envolvimento dos batistas brasileiros com a obra do Senhor.
Fonte: JMM

15/02/2011

Campanha contra o aborto reúne 243 cidades


Campanha contra o aborto reúne 243 cidades Cerca de 243 cidades espalhadas pelo mundo se preparam para participar da campanha contra o aborto “40 dias pela vida”. A campanha internacional começa 9 de março e vai até 17 de abril. Ela se estenderá pela costa dos Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Irlanda, Austrália, Belize, Espanha, Geórgia e Armênia.

Para o diretor da campanha Shawn Carney essa é a maior mobilização mundial a favor da vida. “Vamos a lutar contra a indústria do aborto e as mudanças nas atitudes públicas em relação ao direito à vida, chegamos a um ponto de reflexão cultural”, disse.

A campanha será constituída por 40 dias de jejum e oração pelo fim do aborto, 40 dias de vigília constante e pacífica fora dos centros e escritórios de aborto Planned Parenthood e 40 dias de sensibilização da comunidade.

O movimento pela vida deve continuar a crescer. Até agora, sete cruzadas nacional foram realizadas, duas vezes por ano, começando no outono de 2007. Mais de 400 mil pessoas em cerca de 337 cidades já participaram. Nove centros de aborto foram fechados após os 40 dias de vigílias, jejum e oração. Pelo menos 43 funcionários da indústria do aborto deixaram seus postos de trabalho.

Segundo Carney a melhor notícia “é que existem 3.599 crianças, e suas mães, que foram poupadas do aborto. E esses são apenas os que nós conhecemos. Pode haver muitos outros”, afirma ele.

Fonte: Christian Telegraph / CPAD News

%d blogueiros gostam disto: