Posts tagged ‘Esportes’

06/12/2012

STJD absolve time de futebol por uso de camisetas com dizeres religiosos


STJD absolve time de futebol por uso de camisetas com dizeres religiososO Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou na última sexta-feira (30) o time da Chapecoense que foi acusado de violar as regras internacionais do futebol. A ação foi movida porque os jogadores da reserva vestiram uma camisa com dizeres religiosos durante a partida que os levaria da Série C para a B do Campeonato Brasileiro.

A suposta violação foi cometida durante o jogo do dia 8 de novembro quando o time catarinense enfrentou o Luverdense na semifinal da Série C, na camiseta que os jogadores usaram para comemorar no final do jogo estava escrito “Deus é fiel, Série B 2013″ na frente e nas costas “Jesus ♥ Você”.

A International Football Association Board proíbe que os atletas exibam qualquer mensagem de cunho religioso dentro dos campos e por isso o time Chapecoense acabou sendo levado à justiça.

O advogado do clube defendeu dizendo que a atitude partiu dos jogadores e que portanto o time deveria ser absolvido. “A equipe da Chapecoense não era mandante e teve apenas uma ação para comemorar a conquista. Por ser um fato atípico e não ser o clube o responsável pela partida, a defesa vem pedir a absolvição do clube”.

O relator do processo Lucas Rocha acredita que de fato o regulamento foi ferido, mas que não houve gravidade no ato. O auditor Márcio Amaral acredita que os jogadores se afobaram e que de não fato não foi uma infração cometida pelo clube.

A decisão final do STJD absolveu a Chapecoense.

 

As informações são Justiça Desportiva UOL.

11/10/2012

Léo Moura comanda ‘turma da fé’ no Flamengo e afasta jovens jogadores das noitadas


Convertido e membro da Igreja Batista, desde o início deste ano, o lateral direito Léo Moura vem minimizando os tradicionais efeitos da “boleiragem” entre os jovens do elenco e comanda a “turma da fé”, que trocou as tradicionais noitadas pelas igrejas.

Líder natural e referência para os demais jogadores, após quase sete anos de clube e mais de 400 jogos com a camisa rubro-negra, Léo comanda rodas de orações nas concentrações e tenta orientar os companheiros que acabam de chegar ao mundo do futebol profissional.

Além do lateral, os atacante Negueba e Nixon, os volantes Muralha e Luiz Antônio e o meia Mattheus e o jovem goleiro reserva César já trilham o mesmo caminho da fé.

“Estamos sempre conversando nos horários livres e eu já comentei algumas vezes nessas resenhas sobre a minha experiência com Deus, como isso tem me feito bem. Muitos que ouvem acabam se interessando e querendo participar também”, explicou Léo Moura, destacando ainda que não pressiona ninguém a participar.

“Não é nada que eu fique forçando para acontecer. Ocorre com naturalidade, talvez por eles verem em mim um exemplo positivo.  A gente fica feliz quando consegue que alguém se interesse porque é um caminho bom, que ajuda a ter uma vida de paz e harmonia e evita que as pessoas façam algumas escolhas que podem acabar trazendo problemas para elas no futuro. Eles estão começando agora e precisam se afastar de muitas coisas que desvirtuam por aí nesse mundo”, explicou Léo, que em outras épocas era conhecido pelas amizades com jogadores rotulados como “baladeiros”.

Atualmente, a única balada de Léo Moura é na Igreja Batista Central da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Quando muito, o lateral frequenta casas de shows para assistir a apresentações de Thalles Roberto, cantor gospel de sucesso e seu amigo particular.

Diante de um assunto sempre polêmico com a religião entre jogadores, Léo faz questão de ressaltar que as escolhas não interferem no ambiente do grupo dentro de vestiários e hotéis.

“Alguns no time são evangélicos, mas outros têm religião diferente e a gente respeita isso acima de tudo. Como falei, como cristão, quando aparece uma oportunidade coerente, a gente procura falar de Deus. Mas as pessoas têm livre arbítrio e direito de escolher o caminho que elas querem seguir. Somos um grupo e temos sempre que ter o bom senso de respeitar as individualidades e o espaço de cada um”, disse o capitão da equipe.

Desafio com Adriano

E apesar da facilidade em levar os mais jovens para a sua igreja, Léo Moura ainda tem um grave problema no grupo. Mesmo sendo um dos atletas mais próximos ao ‘Imperador Adriano’, o lateral ainda não conseguiu levar o atacante para seu “Império” da fé, ou simplesmente tirá-lo do caminho de baladas e problemas.

“Estamos sempre tentando ajudar o Adriano, que é um dos caras mais queridos do grupo. Ele também precisa mostrar que quer se recuperar. Vamos tentar fazer com que ele volte a ser aquele grande jogador”, disse durante a última semana, após mais um polêmica de indisciplina envolvendo o camisa 10.

Fonte: UOL

09/10/2012

Jogador Tinga conta seu testemunho na Igreja Batista da Lagoinha


Jogador Tinga conta seu testemunho na Igreja Batista da LagoinhaNesta segunda-feira (8) a Igreja Batista da Lagoinha recebeu o jogador Tinga, do Cruzeiro, que esteve ministrando para os presentes no culto “Enchendo a Bola”.

O armador esteve falando sobre sua conversando e sobre o que Deus tem feito em sua vida. O culto é voltado para jovens atletas, amadores ou profissionais que fazem parte do ministério Rede de Esportes da IBL.

Tinga iniciou sua carreira em 1997 e já participou de diversos times brasileiros e também no exterior. Em seu currículo consta o bicampeonato da Libertadores da América pelo Internacional (2006 e 2010), por este mesmo time ele participou de 160 partidas, marcando 20 gols.

O atleta também comemora quatro partidas com a camisa da seleção brasileira. Ainda no auge da carreira, Tinga passou a fazer parte do time do Cruzeiro, estando como armador da equipe desde maio deste ano.

Além do jogador, o culto também teve a participação especial da banda PraGod de Sabará. O culto “Enchendo a Bola” é liderado pelo pastor Roger Martins.

Fonte: Gospel Prime

28/08/2012

Jornal afirma que Kaká tem sido humilhado pelo técnico do Real Madrid


Jornal afirma que Kaká tem sido humilhado pelo técnico do Real Madrid O jornal El País publicou no último sábado (25) que Kaká tem sido humilhado pelo técnico do Real Madrid, José Mourinho, e que este teria afirmado que deseja que o brasileiro saia da Europa para jogar “no terceiro mundo do futebol”.

Mas o brasileiro, como cristão, tem evitado bater de frente com o técnico do time. Mesmo com tantas provocações ele sorri para a equipe e finge que nada está acontecendo. A atitude de Kaká chegou a ganhar um apelido dos outros jogadores: “la sonrisa Profident”, o que no Brasil seria o termo “sorriso Colgate”.

Ao que parece Kaká sorri quando é deixado de lado nos jogos, quando é chamado nos últimos minutos das partidas e até mesmo quando não é convocado. A seus colegas próximos o ex-presbítero da Igreja Renascer teria dito que Mourinho é “uma má pessoa”, mas mesmo assim continua evitando desentendimento.

A publicação espanhola garante que Kaká chegou a pedir para voltar para o Milan, mas a resposta do treinador foi negativa. Mourinho só pretende permitir que o brasileiro seja comprado por um time do Brasil ou pelos Estados Unidos.

“Ele só quer que eu vá para o terceiro mundo do futebol”, lamentou Kaká que teria seu salário reduzido. Desde que foi comprado pelo time espanhol o jogador perdeu em muito sua qualidade, gerando prejuízo ao time que pagou 65 milhões de euros por ele.

Fonte: Gospel Prime

14/08/2012

Campeão do peso-leve do UFC atribui a Deus sua vitória


Campeão do peso-leve do UFC atribui a Deus sua vitóriaBen Henderson ganhou o título dos pesos-leves do Ultimate Champion Fight no UFC 144, disputada no Japão em fevereiro, quando derrotou o então campeão . No sábado (11), no UFC 150, Edgar tentou recuperar o título, mas não conseguiu.

A luta de fevereiro foi bastante disputada, e a vitória veio quando Henderson quebrou o nariz de Edgar com um chute no final do segundo round.  Os juízes deram a vitória de forma unânime a Henderson com a pontuação de 49-46, 48-47 e 49-46.

A primeira coisa que Henderson fez após a luta foi dedicar sua vitória ao seu “Senhor e Salvador Jesus Cristo”, uma declaração que foi traduzida para o japonês, visando esclarecer ao público presente na arena.

O campeão não esconde que é cristão, geralmente creditando a Deus as suas vitórias, e tem duas grandes asas de anjo tatuadas nas costas.

“Eu cresci indo à igreja e isso é uma parte importante da minha vida”.

Em uma entrevista de 2010 ao site Heavy.com, ele contou que embora sua mãe seja uma budista coreana, seu pai criou a ele e seu irmão na fé cristã.

Ao longo de sua carreira, Bendo como é conhecido, ganhou o apoio de algumas figuras conhecidas no meio cristão, como o pastor Mark Driscoll, da Igreja Mars Hill. No meio do MMA, ele ficou conhecido por citar as Escrituras e entrar em cada luta ao som de alguma música gospel.

Ben Henderson não esconde o sorriso, e Frankie Edgar reclama do resultado (Foto: Associated Press – AP)

Também explicou que foi muito influenciado por outro lutador Cristão, Alvin Robinson:

“Podemos não estar na NBA ou na NFL, mas somos atletas profissionais e devemos nos comportar de uma maneira correta. Ele [Robinson] não apenas me mostrou como fazer isso, mas também como ser um cristão fiel e como ser forte em minha fé. O mundo MMA tem uma cultura diferente e pode ser difícil. Não me interpretem mal, eu não sou perfeito. Eu peco. Todo mundo é pecador, mas Alvin me mostrou como posso ser estar neste meio e mesmo assim ser um cristão forte. Antes de minhas lutas peço força e honra [a Deus].”

A luta de ontem também foi decidida pelos juízes, que ficaram divididos. Dois deram a vitória a Henderson por 48 a 47, enquanto um terceiro decidiu a favor de Edgar, por 49 a 46. Sem aceitar o resultado, o ex-campeão atirou o boné no chão como protesto. Aos 28 anos, essa foi a décima sétima vitória de Bendo, nas 19 lutas da carreira. Ele continua invicto no UFC, acumulando o quinto triunfo consecutivo. O lutador de MMA começou sua carreira profissional no World Extreme Cagefighting, onde chegou a ser campeão dos peso-leves.

Com informações Christian Post e Sport TV

11/08/2012

Igreja intercede e boxeadora é medalha de ouro nas Olimpíadas


Igreja intercede e boxeadora é medalha de ouro nas Olimpíadas A pugilista irlandesa Katie Taylor ficou com a medalha de ouro no boxe feminino de 60 kg dos Jogos Olímpicos em Londres. Tetracampeã mundial da categoria, ela garantiu o primeiro ouro olímpico para a Irlanda. Em segundo ficou a russa Sofya Ochigava e a medalha de bronze foi conquistada pela brasileira Adriana Araújo e por Mavzuna Chorieva, do Tajiquistão.

Além da medalha, Taylor se orgulhosa também de sua fé cristã. “Estou aqui por causa da graça de Deus”, disse ela aos jornalistas após a vitória contra a russa. “Obrigado Jesus”, acrescentou Taylor, que aproveita cada momento microfone para falar de sua fé.

Ela entra para história por que esta foi a estreia do esporte numa Olimpíada. Aos 26 anos de idade, ela conta que pratica boxe desde a infância. Também criança começou a frequentar uma congregação pentecostal em Dublin, ligada à Assembleia de Deus. Kimberley, cunhada de Katie, é a líder de adoração da igreja, que reúne cerca de 750 pessoas todo domingo.

Em Bray, cidade natal de Taylor, cerca de 10.000 fãs acompanharam a luta em um telão. Mais de 200 membros da igreja assistiram, torceram e oraram por Taylor na igreja durante a final.

“Katie Taylor levantou o espírito da nação”, disse o presidente da Irlanda, Michael D. Higgins. A família Taylor esteve na igreja antes da lutadora partir para Londres. O pastor Sean Mullarkey conta que a congregação intercedeu e abençoou a vida dela e da família.  “Ela lutou o bom combate de várias maneiras”, afirma, dizendo que sempre acreditou que Deus iria usar Katie como “um instrumento de esperança e boas novas”, numa Irlanda que vive uma forte recessão. E isso se tornou realidade, pois a vitória de Taylor parece ter um efeito explosivo sobre o público.

Um repórter da rádio RTE conta que, nas ruas do país, os homens choravam em casa, os motoristas tocavam as buzinas dos carros de Dublin e vizinhos gritavam de alegria. Alguns locais de trabalho fecharam mais cedo. A cidade de Dublin “parou” para a luta.

O pastor Mullarkey comemora de maneira especial. ”Foi um dia fantástico para a igreja”, disse ele ao site Charisma. ”Em um dia nós saímos da obscuridade e agora somos uma igreja de quem todo mundo na Irlanda já ouviu falar.”

Porém, a vida de Katie Taylor não é feita só de holofotes.  Ela treina seis horas por dia e chegou a lutar com pugilistas homens para se aperfeiçoar. Mas ela conta que não dispensa um período de oração diário e que no seu local de treinamento há um versículo escrito na parede: “Ele prepara minhas mãos para a batalha.”  [Salmo 144]

08/05/2012

Carol Celico, esposa de Kaká organiza evento gospel e ensaia possível retorno


Carol Celico, esposa do jogador Kaká, de uns tempos para cá parece estar ensaiando um possível retorno as atividades patorais. Consagrada pastora em 2009 na igreja Renascer, que abandonou em 2010 após a condenação do casal Hernandes, fundadores da igreja, por evasão de divisas. Celico mostrou uma profundo desapontamento com a igreja, chegou a dizer que não era mais evangélica, apenas cristã.

O crime havia acontecido em 2007 quando os dois foram detidos no aeroporto de Miami com US$ 56,4 mil escondidos na bagagem, incluindo uma bíblia. Em seguida, eles foram condenados pela Justiça Americana por dois crimes: contrabando de dinheiro e conspiração para contrabando de dinheiro.

Celico voltou ao cenário ao anunciar o lançamento de um DVD com conotação espiritual, mesmo negando que fosse um trabalho gospel. Com o anuncio a revelação dos motivos que levaram a saída do casal da igreja, além de deixar transparecer mágoa e frustração.

Carol Celico está organizando um evento de música gospel em Madri, onde mora com o marido Kaká. O evento, chamado Juntos, acontece no próximo dia 5 e traz atrações como Diante do Trono e Hillsong London. Nesta sexta, 4, a mulher de Kaká esteve no Parque de La Bombilla, local do festival, para fiscalizar os últimos detalhes.

No site oficial do evento, Carol conta porque decidiu idealizar, pelo segundo ano, o Juntos. “Eu e minha família fomos acolhidos na cidade de Madri com generosidade e carinho. Amo muito esta cidade e pensei durante algum tempo como retribuir as constantes manifestações de afeto. Escolhi a linguagem universal do sentimento: a arte. No dia 5 de maio estaremos na Plaza de Toros para descobrir que, juntos, podemos sonhar novamente. A fé em Deus pode todas as coisas e vários artistas vão nos lembrar que somos eterna e incondicionalmente amados pelo Criador”.

Com informações EGO

23/03/2012

Médicos chamam de “milagre” Fabrice Muamba ter ressuscitado


Pessoas de todo o mundo têm orado pelo jogador de futebol Fabrice Muamba, do time inglês Bolton. O jovem de 23 anos é cristão e seu coração parou durante a partida contra o Tottenham no último sábado.

Ele permanece em estado delicado, mas já dá sinais de melhora e não corre mais risco. Durante o último fim de semana a expressão #pray4muamba [ore por Muamba] entrou nos TTs do Twitter.

Jogadores de futebol de vários times do mundo usaram camisetas com essas palavras. A noiva do jogador usou sua conta do microblog para dizer: “Deus está no controle. Por favor, continuem orando por @fmuamba”.

O gerente de futebol do Bolton, Owen Coyle, falou em nome da família disse: “Eles são muito gratos pelas mensagens de apoio e as orações de todos”.

Bruce Dyer é um ex-jogador de futebol da Premier League e cristão. Ele declarou que é vital que todos continuem orando. Muito tem sido falado sobre como o mundo do futebol se uniu por causa do incidente. Atletas como David Beckham manifestaram sua preocupação e muitos outros tuitaram suas orações e apoio.

Os relatórios sugerem que levou cerca de duas horas para que o meio-campista começasse a respirar novamente. Os médicos que prestaram socorro dizem que é difícil entender por que isso aconteceu.

Mas em uma entrevista nesta terça-feira, o médico do Bolton, Jonathan Tobin, resumiu a questão. O jogador congolês esteve “efetivamente morto” por 78 minutos e sua recuperação é simplesmente um “milagre”.

“Nós contamos: foram 48 minutos dentro de campo e indo para o hospital e mais 30 por lá (tentando reanimá-lo). Nesses 78 minutos, ele estava efetivamente morto. Temíamos pelo pior e não achamos que ele poderia se recuperar dessa forma. Se eu fosse usar o termo ‘milagre’ em qualquer situação seria em algo assim”, disse.

Tobin explicou também que a equipe médica precisou usar o desfibrilador mais de 16 vezes para reanimar o jogador. “Usamos o desfibrilador duas vezes no campo, uma vez no túnel que separa o gramado dos vestiários e 13 vezes na ambulância. Foi um milagre”, afirmou.

O médico disse ainda estar “assombrado” com a recuperação e temia pelo pior. Shabaaz Mughal, médico do Tottenham ajudou a prestar socorros a Muamba e lembra que “ele pareceu respirar por umas duas vezes, e depois não respondeu mais”.

Andrew Deaner, cardiologista do Hospital do Coração de Londres, estava no estádio como torcedor, mas ao campo ao perceber que algo sério estava acontecendo. “Você sempre espera que, se tiver o desfibrilador e chegar rapidamente ao local, eles (os pacientes) vão responder depois de dois ou três choques… Se for usar o termo ‘milagroso’, ele provavelmente caberia aqui. Ele teve uma recuperação impressionante até o momento.”

Deaner relatou um momento emocionante, depois que o jogador foi reanimado e recobrou a consciência, o doutor tentou saber como estava seu paciente.

“Duas horas depois, sussurrei ao seu ouvido: ‘qual seu nome?’ E ele disse ‘Fabrice Muamba’. Eu falei: ‘ouvi dizer que você é um ótimo jogador’, e ele: ‘eu tento’.

 

Fonte: Gospel Prime

Tags: ,
23/03/2012

Jogadores de clubes rivais realizam culto em Recife


Os jogadores dos principais clubes do Estado Pernambuco estão se reunindo semanalmente para deixar a rivalidade dos campos de lado e adorar a Deus. O culto é realizado em uma igreja do Recife e recebe tanto atletas dos times principais como das categorias de base.

Unidos pela fé, os astros dos times Náutico, Sport e Santa Cruz se revezam no púlpito como mostra a reportagem do programa Globo Esporte, que filmou trechos da reunião.

Tobi, zagueiro do Sport, estava responsável por fazer uma oração, para a repórter do programa da Globo ele disse que estava concentrado e ansioso para o momento.

O goleiro do Sport, Magrão, é um dos idealizadores desse culto para atletas e também estava presente, assim como jogadores de outros times que encheram a igreja.

O culto dirigido por jogadores tem não apenas palavras bíblicas, oração e louvor como também testemunhos, André Oliveira, zagueiro do Santa Cruz, falou sobre o período difícil de sua carreira quando seu time perdeu para o São Paulo.

Para Magrão essa reunião é importante para mostrar que nem tudo na vida desses jogadores é fácil. “Há muita adversidade, muitas lutas. A gente não vive apenas de vitória”, disse ele que não falta aos cultos.

Veja

10/06/2011

Judia ortodoxa pode ficar fora do europeu de basquete


Proibida de usar veste religiosa, atleta de Israel pode ficar fora do Europeu.

Judia ortodoxa, Naama Shafir pediu para jogar com blusa por baixo do uniforme, mas teve a solicitação negada pela organização do campeonato
Uma das principais jogadoras da seleção de Israel, Naama Shafir pode ficar fora do Europeu de basquete por não chegar a um acordo com a FIBA sobre seu uniforme na competição. Judia ortodoxa, a pivô, que atua no basquete universitário dos EUA, pediu para usar uma camisa por baixo da roupa de sua seleção, como faz no seu time. O pedido, no entanto, não foi atendido.
De acordo com o regulamento, todas as jogadoras devem usar o mesmo uniforme. Naama, no entanto, quer seguir as orientações de sua religião, que diz que as mulheres devem cobrir os ombros em público.
Os organizadores do campeonato, que será realizado na Polônia, neste mês, disseram que a jogadora não poderá usar a camisa durante o campeonato. Nesta quinta, Naama afirmou que, então, não vai participar da competição. A federação israelense chegou a apelar da decisão, mas não foi atendida.

Fonte: Notícias Cristãs / Coisas Judaicas

%d blogueiros gostam disto: