Posts tagged ‘Facebook’

19/12/2012

Se Jesus fosse vivo seria linchado por palestinos, diz embaixada israelense


Se Jesus fosse vivo seria linchado por palestinos, diz embaixada israelense

Quem acompanha a página da Embaixada de Israel em Dublin leu uma mensagem ácida criticando os palestinos que moram na Cisjordânia. O texto dizia que se Jesus e Maria morassem na cidade de Belém nos dias de hoje eles seriam linchados por serem judeus.

Jesus nasceu em uma parte do estado israelense que hoje pertence aos palestinos. Os judeus da região são hostilizados e por isto alguém da embaixada teria feito a frase que gerou polêmica e muitas críticas.

“Uma reflexão para o Natal… Se Jesus e Maria estivesses vivos hoje, eles seriam, como judeus sem proteção, linchados em Belém por palestinos hostis. Só uma reflexão”, dizia a mensagem que logo foi apagada.

Antes de sumir da página oficial da embaixada no Facebook, o texto ganhou sátiras, uma delas foi uma montagem mostrando Jesus e Maria humilhando uma palestina. A fotomontagem foi feita em cima de uma foto famosa que mostra a mulher que foi expulsa de sua casa por dar lugar a colonos no bairro palestino de Sheik Yarrah, na Jerusalém Oriental.

Outra montagem mostra um diálogo entre Jesus e Maria em hebraico, nele Cristo responde que pior que judeu em Belém, é ser palestino em Hebron. Hebron é a única cidade na Cisjordânia com um assentamento judaico em seu interior. A briga entre famílias palestinas e israelenses duram há anos e tem se intensificado nos últimos dias.

Sobre a mensagem, a embaixada se pronunciou dizendo que o texto foi divulgado sem o consentimento do administrador da página e um pedido de desculpas foi feito para todos os que se sentiram ofendidos.

Fonte: Gospel Prime

01/12/2012

Bom samaritano – passagem do Evangelho é aplicada por policial em Nova York ao ajudar mendigo


A Parábola do Bom Samaritano é uma das mais conhecidas passagens dentre muitas da Bíblia e no último dia 14/11 um policial de Nova York praticou esta passagem ensinada por Jesus nas Escrituras, sem saber que iria repercutir tanto nas redes sociais.

Um policial de Nova York ficou famoso da noite para o dia na internet depois de um ato de bondade para um mendigo. Lawrence DePrimo, 25 anos, foi fotografado por uma turista do estado do Arizona colocando um par de botas novo em um sem-teto em uma noite fria e chuvosa, segundo o New York Times.

A turista enviou um e-mail ao Departamento de Polícia de Nova York elogiando a atitude do policial, que ela não soube identificar, e o departamento pediu a imagem para postar no Facebook. A foto foi publicada na terça-feira, e nesta quinta já tinha quase 23 mil comentários e mais de 236,6 mil “curtir”.

Ao jornal americano, DePrimo afirmou que estava chocado com a atenção que recebeu de repente. Ele não sabia que havia sido fotografado, e o departamento só soube quem era o policial na foto horas depois de publicar a imagem.

Segundo DePrimo, que mora com pais, na noite de 14 de novembro, quando foi tirada a foto, “estava congelante na rua e dava para ver as bolhas nos pés do homem”. Sensibilizado, ele descobriu que o mendigo calçava 44 (12, no sistema americano) e foi até uma loja próxima para comprar sapatos.

As botas “para qualquer temperatura” custavam US$ 100, mas o gerente da loja, tocado com a atitude que presenciava, usou o desconto de funcionário e cobrou apenas pouco mais de US$ 75 de DePrimo. “A maioria de nós é de Nova York e simplesmente ‘passamos batido’ por esse tipo de coisa, em especial nessa região”, relatou Jose Cano, o gerente, ao NYT.

O recibo da compra o policial ainda mantém no bolso da jaqueta, de acordo com seu relato ao jornal, “para lembrar que às vezes há pessoas em situação pior”. Na noite em que deu as botas ao mendigo, DePrimo disse que vestia duas meias e ainda estava com frio. Ele diz ter oferecido também um café ao sem-teto, “mas assim que calçou as botas ele saiu andando” e o policial voltou ao seu posto.

De acordo com a porta-voz do NYPD, Barbara Chen, o post com a foto DePrimo é “mais viral” de todos os tempos da página do departamento no Facebook. Em geral, as fotos do perfil são institucionais, sobre ações da Polícia, apreensões e eventos oficiais.

Fonte: Inforgospel

14/11/2012

Igreja libera uso de celulares e redes sociais durante pregação para atrair jovens afastados


Com o número de fiéis diminuindo nas igrejas da Grã-Bretanha, uma congregação no sudoeste da Inglaterra encontrou um novo uso para as mídias sociais na tentativa de atrair mais jovens. A liberação do uso de celulares para os fiéis acessarem as redes sociais para interagir deu certo, a frequência nos cultos dobrou. Confira, assista e comente…

Quando se fala em uso de aparelhos de telefone celular em igrejas e cultos religiosos é expressamente proibido pelos dirigentes das congregações, pois alegam que o uso desses aparelhos distraem os fiéis e os desligam do objetivo principal que é participar integralmente ao culto e ouvir a pregação da Palavra .

Mas os aparelhos de telefone celulares que são usados também para acessar as paginas das redes sociais teve a liberação em uma igreja da Grã-Bretanha, foi uma maneira que o pároco local achou para trazer novamente os fiéis, principalmente os mais jovens que estavam afastados para a igreja. Frequentadores  de cultos vinha diminuindo consideravelmente a cada ano na Inglaterra, segundo informa o líder religioso.

O pároco Andrew Aldem diz que ” os jovens são cada vez mais raros nas igreja do nosso país, por isso usar redes sociais como Twitter, Facebook e You Tube é uma forma de nos envolvermos com esta nova geração.”

Os fiéis interagem no culto postando mensagens de perguntas que muitas vezes não tem oportunidade de faze-la em voz audível, comentam sobre o teor da pregação, etc…. Mas as mensagens são filtradas antes de serem colocadas em telas espalhadas pela igreja. O pároco da congregação é o responsável pelas postagens feitas através das paginas das redes sociais.

A maneira diferenciada de interação dos fiéis com a congregação é realizado uma vez por mês e parece que tem agradado. O uso das redes sociais parece ter dado certo, pois o numero de frequentadores, principalmente jovens, dobrou nos últimos 5 anos.

Veja o video:

27/09/2012

Novas redes sociais para católicos e muçulmanos


Novas redes sociais para católicos e muçulmanosO Facebook já tem quase um bilhão de usuários e, aparentemente, ainda reina supremo. Mas duas novas redes sociais foram lançadas visando alcançar especificamente os religiosos: a Salamworld, muçulmana, e a Aleteia, católica.

O Salamworld surgiu na Turquia e funciona em fase beta (de testes). Ela será aberta a todos os interessados em novembro. Sabendo da grande popularidade das redes entre os jovens de países islâmicos, seus criadores acreditam que vão ter 150 milhões de usuários daqui a três anos.

“Estamos quebrando o estereótipo conservador ao desenvolver uma rede global e inovadora, que dá à juventude muçulmana uma plataforma para levar seus projetos adiante”, explica Ahmed Azimov, 35, vice-presidente do site.

A rede tem uma visão ampla para sua popularização, por isso a diretoria é formada por pessoas de 17 países diferentes e terá versões em árabe, francês, inglês, malaio, persa, russo e turco.

As preocupações são muitas, por isso o site possui uma equipe de moderadores, que analisa os conteúdos suspeitos, dizendo se pode ser aprovado ou rejeitado. Isso evitaria a disseminação de conteúdo considerado haram (pecaminoso). Já é empregado um tipo de “filtro” que reconhece pornografia e outras formas de conteúdo profano.

“Somos um ambiente seguro para a família muçulmana, livre de abuso infantil, álcool, extremismo e terrorismo”, enfatiza Azimov. “Nas outras redes, ninguém garante que, em vez da figura do Mickey, seu filho verá algo sujo.”

A rede Aleteia (“a verdade” em grego) entrou no ar semana passada, após um ano de testes. Sua proposta é agregar conteúdo que elucide as principais dúvidas em relação ao catolicismo.

Fundada na Itália, também está disponível em árabe, espanhol, francês, inglês, italiano e português. “A ideia é que todo o conteúdo parta de uma pergunta de um usuário”, explica Alexandre Ribeiro, 35, editor da versão lusófona do site.

“Hoje, se você busca temas sobre a Igreja Católica no Google, encontra pouquíssimas referências. Queremos jogar lá para cima [da página de resultados] informações tratadas, confiáveis.”
Através de mais de mil parcerias, a Aleteia oferece conteúdo em vídeo, texto e imagens sobre tópicos como “quem foi Jesus Cristo” e “por quantas mortes a Igreja foi responsável durante a Inquisição espanhola?”.

Por enquanto, no Brasil, seus parceiros são a Pontifícia Universidade Católica, a rede Canção Nova e a Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Segundo Ribeiro, que não tem ligação formal com a Igreja, o site deve ganhar, em breve, uma seção para debates entre usuários.

Com informações Folha de SP

29/07/2012

JMM inicia trabalho de evangelismo nas Olimpíadas de Londres


JMM inicia trabalho de evangelismo nas Olimpíadas de Londres JMM inicia trabalho de evangelismo nas Olimpíadas de Londres

Os voluntários da Junta de Missões Mundiais (JMM) chegaram a Londres na quinta-feira (26), 175 brasileiros foram para o Velho Mundo evangelizar os participantes dos Jogos Olímpicos, tanto os espectadores como os atletas de todas as nações que estão na Inglaterra torcendo por seus países.

O projeto de evangelização faz parte do Programa Esportivo Missionário (PEM), um ministério liderado pelo pastor Marcos Grava que já realizou outras mobilizações em eventos como a Copa do Mundo que aconteceu em 2010 na África do Sul.

Os trabalhos evangelísticos começaram efetivamente na sexta-feira (27) e vão até o dia 12 de agosto. “Já no primeiro dia de trabalho, Deus operou um grande milagre. Após o pastor local tentar por muitos anos entrar em um asilo, a porta se abriu para a visita de um de nossos grupos. Além disso, a igreja poderá continuar um ministério frequente. Glória a Deus, celebre conosco”, conta o pastor Grava.

Nos próximos dias os missionários que aceitaram esse desafio terão bastante trabalho. “Onde estiver gente do mundo inteiro, lá estaremos para levar o Evangelho do Senhor Jesus”, garante o líder do grupo. Público para evangelizar não vai faltar, já que em Londres há mais de dois milhões de espectadores para os jogos e mais de 11 mil atletas.

Para interessados em acompanhar as atividades diárias que estão sendo realizadas pelos voluntários brasileiros o grupo criou uma página no Facebook, o www.facebook.com/VoluntariosEmCampo, onde contarão tudo o que está acontecendo na capital inglesa.

11/05/2012

Muçulmanos lançam rede social religiosa para concorrer com ‘Facebook’


Um grupo de empresários mulçumanos lançará, em julho, uma rede social para competir com o Facebook. Ela terá o mesmo estilo da concorrente, porém será voltada para os jovens que seguem a religião mulçumana.

A nova rede social se chamará Salam World. A principal diferença entre ela e o Facebook é que no Salam World será censurado todo conteúdo considerado incompatível com o Islã, como propagandas de bebida alcoólica, pornografia e jogos de azar. Para garantir isso, será utilizada tecnologia e especialistas mulçumanos decidirão o que pode e o que não pode ser publicado.

Redes sociais como o Facebook e o Twitter têm se tornado muito populares entre os jovens mulçumanos, mas alguns líderes religiosos consideram que essas redes não são as mais adequadas aos valores da religião. Por isso será criado o Salam World. A nova rede social é considerada segura para os mulçumanos.

“O coração do projeto é criar uma rede sem conteúdos proibidos pela religião. Para conseguir isso, vamos contar com uma grande equipe de moderadores para filtrar os conteúdos difundidos”, disse um dos criadores, em entrevista ao G1.

O site terá sede em Istambul (Turquia), com filiais em Moscou (Rússia) e no Cairo (Egito). Mas seu conselho executivo possui representantes de 17 países muçulmanos e especialistas de 12 países. Segundo esse conselho o objetivo é tornar a rede social popular em todos os países mulçumanos. A Malásia, uma sociedade conservadora, mas com muitos jovens, é citada como um exemplo de país onde o Salam World pode ter sucesso.

A expectativa e que o Salam World alcance 50 milhões de usuários em três anos. O desafio será concorrer com redes como o Facebook e o Twitter, que, além de já serem muito populares no mundo muçulmano, não possuem censura.

O Facebook está entre os cinco sites mais vistos em todo o mundo mulçumano.

Fonte: The Christian Post

13/05/2011

Página de fãs de Jesus no Facebook ultrapassa estrelas da música norte-americana


As páginas religiosas dominam e se infiltram nas paradas das redes sociais, tomando todas as posições nos rankings das páginas semanais do Facebook.

As páginas como “Jesus Daily (Jesus Diário)” e “A Bíblia” estão derrubando as estrelas de música pop norte-americanas e as equipes amadas de esportes como “as Mais Atraentes.” Isso mostra que a fé religiosa é ainda bastante parte da cultura de hoje.

Com mais de 5.108.270 fãs e 2.127.067 interações, “Jesus Daily” mantém a posição número um pela segunda semana consecutiva, com a “A Bíblia” bem atrás, em segundo.

O fundador de “A Bíblia,” Mark Brown, compartilha a sua visão no YouTube e dá o testemunho de como uma simples página está tocando a vida de muitas pessoas.

Brown iniciou há dois anos, em 2009, para incentivar as pessoas a ir mais fundo na presença de Deus e num relacionamento mais profundo com Ele.

“Nas páginas você não encontra apenas palavras, você encontra o Espírito Santo. Deus trabalha por meio dessas palavras, com o poder do Espírito Santo, nos transformando,” Brown transmitiu.

“Não se trata de informação, trata-se de transformação – nossa de ser mais do que Deus quer que sejamos.”

O presidente australiano da Sociedade Bíblica de Nova Zelândia, começou a página onde ele e agora vários outros voluntários em todo o mundo postam pequenas passagens das Escrituras durante o dia.

Brown atribui todo o sucesso a Deus, a quem ele realmente acredita que tem abençoado a página e feito ela crescer com o propósito de glorificá-lo.

Um dos aspectos da página é que ele está cheio de pessoas que estão cheias de perguntas, as pessoas que desafiam constantemente sua fé e muitos outros.

“Eu quero estar aqui com você. Que oportunidade maravilhosa. Nós não temos que sair e encontrar pessoas fazendo perguntas sobre a nossa fé; pois eles estão vindo para a página em massa.”

“Há muitas e muitas pessoas que fazem perguntas, algumas delas perguntam questões desafiadoras [e] algumas delas podem ser muito rudes. [Mas] no fundo disso tudo, eles estão lutando [ou] … podem estar fazendo apenas um exercício intelectual, se divertindo.”

Brown lembrou que um dos interlocutores entrou na página para “tentar a sorte” dos Cristãos, mas eventualmente, o homem entregou sua vida ao Senhor, através da simples página da Bíblia.

“Esta é a visão,” expressou. “Atrair as pessoas mais profundamente à presença de Deus e ver as pessoas a crescerem em seu relacionamento.”

O objetivo de Brown para a página é chegar a 10 milhões de fãs, “para influenciar uma geração a crescer mais profundamente em seu relacionamento com Deus e para compartilhar a boa notícia de Jesus.”

Fonte: The Christian Post

16/04/2011

Pastor pede oração pelo Facebook para que a rede social continue gratuita


David Wright, diretor executivo e fundador da DoersTV.com, uma rede de TV online cristã está pedindo para que todos os cristãos usuários do Facebook orem para que a rede social não passe a cobrar uma taxa de uso.

Ele teme que Paul Ceglia ganhe a ação que moveu contra Mark Zuckerberg, fundador do Facebook. Ceglia, que já havia afirmado que uma grande participação do Facebook pertencia a ele, preencheu na segunda-feira em um tribunal distrital dos EUA uma queixa atualizada e incluiu uma série de correspondências, e-mail com Zuckerberg-se que alegadamente provam que o fundador do Facebook, concordou em dar-lhe uma participação de 50% no site.

Mas, apesar do absurdo possível das reivindicações, o pastor Wright está preocupado que as provas de Ceglia possam ser válidas e, assim, ameaçando os Cristãos que estão se beneficiando da rede, especialmente quando esse respeitável e respeitado escritório de advocacia internacional importante como a DLA Piper está apoiando caso de Ceglia.

“As ações contra o Facebook, legítimas ou não, aumentam o risco de o Facebook não permanecer uma plataforma livre, o que poderia comprometer a comunidade cristã, que é muito beneficiada com este gigante da mídia social,” expressou.

Para ele o Facebook é um patrimônio que deve ser protegido. “Se você é um dos milhões de Cristãos que estão se beneficiando desta plataforma livre, você deve estar orando… é um patrimônio que deve ser protegido.”

Wright explicou ao jornal que o Facebook é uma plataforma importante para os Cristãos por vários motivos: fornece não só um site gratuito para os ministérios e Igrejas, mas a largura de banda ilimitada e páginas com ele, e que proporciona a interação entre os usuários, que é muito difícil de reproduzir em sites padrão, que pode chegar a milhões de crentes e não crentes livres para difundir o Evangelho de Jesus Cristo e, por último, porque a mídia social é uma necessidade e não mais um luxo para crescer um ministério no século 21.

Perguntado se achava que algumas pessoas considerariam trivial orar por essas questões, quando havia questões mais importantes para se preocupar atualmente no mundo, ele declarou: “Sim, claro, mas é principalmente porque eles simplesmente não conhecem e compreendem a Deus, como ele está usando o Facebook para a Sua glória e honra, não só para ganhar almas perdidas, mas para encorajar e edificar os Cristãos também.”

Ele acredita que o Facebook não é uma distração, para um verdadeiro ministério e sim um potencial e um apoio para o verdadeiro ministério. “Não estamos defendendo e promovendo o Facebook ou Mark Zuckerberg, mas os Cristãos têm um interesse em mantê-lo livre,” esclareceu Wright. “Toda ação judicial contra o Facebook tem implicações significativas, tanto quanto eu estou preocupado, por milhões de Cristãos em todo o mundo que usam o Facebook.”

Nossas orações são para proteger o Facebook que oferece de graça o que acontece com grandes benefícios a comunidade cristã, concluiu.

Fonte: Gospel Prime / The Christian Post

27/03/2011

Ricky Martin levará o país todo ao inferno, afirma pastora porto-riquenha


Durante uma conferência de imprensa, no Senado de Porto Rico, nesta quinta-feira, dia 24, a pastora Wanda Rolón, da Primeira Igreja Cristã La Senda Antigua respondeu às ofensivas feitas por seus comentários no facebook sobre o cantor Ricky Martin.

A pastora da megaigreja escreveu na rede social que o cantor que estará se apresentando em seu país natal nos dias 25, 26, 27 e 28 de março os levará (Porto Rico) ao “inferno.”

Em seu conceito o show do astro pop é “Abominável, com sadomasoquismo e nudez.”

“Eu quero dizer a Ricky Martin que não há necessidade de ir chegar a estes extremos de confundir nossas crianças e jovens. é uma irresponsabilidade sua,” disse a religiosa  em seu discurso no Senado, se referindo a opção sexual que Ricky Martin assumiu no ano passado levantando a bandeira de que o homossexualismo é um aspecto natural do ser humano.

“Que o Senhor nos ajude este fim de semana. Deus tenha misericórdia de Porto Rico,” clamou Rólon que recebeu na ocasião, por parte do Senado, o reconhecimento como mulher distinguida do país.

Durante a conferência, não foi permitida a entrada de líderes ativistas gays que quiseram se pronunciar contra ela. Entretanto, alguns conseguiram se infiltrar destacando um jovem do Comitê contra a Homofobia e a Discriminação, ángel Luis Crespo, que criticou Rolón por impor crenças religiosas à Sociedade.

“Suas expressões perpetuam a opressão e discriminação na sociedade que estamos buscando para combater a desigualdade,” disse o jovem.

A mensagem que gerou essa polêmica foi escrita na terça-feira e dizia: “Este fim de semana Porto Rico recebe um homem que Deus resgatou do inferno à sua luz admirável Nicky Cruz (evangelista fundador da Nicky Cruz Outreach http://nickycruz.org/ ), enquanto que há outro que pretende levá-los ao inferno! RM [Ricky Martin], então se proclamou seu embaixador [embaixador do inferno]. Desperta Porto Rico, todos clamemos ao Senhor! Esta é a ilha do Cordeiro… Alerta de Deus,” publicou Rolón em seu facebook.

Rolón eliminou a mensagem de seu “status” logo depois e publicou outra no lugar: “Jamais promovi o ódio, senão o amor de Cristo. Porque Ele não faz acepção de pessoas no momento de perdoá-los. São estes grupos que tem se dado nomes diferentes. Deus somente os chamou homem e mulher pois assim os criou”, se defendeu.

O cantor não  se pronunciou sobre o assunto, mas sua porta-voz no país, Helga García, disse em uma rádio que ficou ofendida de ouvir isso de uma pastora. “Me inquietou e me decepcionou grandemente como uma pastora, ou chamada pastora, uma mulher que move grande (quantidade) de pessoas ao seu redor, que tem o dom da palavra, não a utiliza para unir senão para desunir”.

Fonte: Christian Post

27/03/2011

Pastor é demitido de sua igreja por elogiar Rob Bell no facebook


O pastor Chad Holtz foi demitido da igreja Batista Henderson, na Carolina do Norte (EUA), por ter elogiado o livro de Rob Bell, Love Wins, no Facebook.

A Igreja considerou o elogio uma heresia porque a  concepção do livro sobre o inferno se aproxima perigosamente de um universalismo que relativiza ideias cristãs, principalmente ao afirmar que o inferno já começa nesta vida, neste planeta repleto de guerras entre as nações e transtornos pessoais. .

A dispensa foi anunciada dois dias após o elogio ter sido escrito. O livro de Bell afirma ser um equívoco acreditar que somente poucos irão para o céu, porque essa pregação não corresponde à mensagem de amor e perdão de Cristo.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Paulopes

%d blogueiros gostam disto: