Posts tagged ‘Falta de Fé’

02/12/2015

Divórcios cresceram mais de 160% na última década no Brasil, aponta IBGE


DivorcioO número de divórcios no País cresceu mais de 160% na última década, de acordo com dados da pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2014, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta segunda-feira (30).

Os dados mostram que, somente no ano passado, foram registrados no País 341,1 mil divórcios, um salto significativo em relação a 2004, quando foram 130,5 mil separações judiciais.

A nova pesquisa mostra de forma ainda mais enfática a nova realidade em relação aos casamentos quando são analisados os dados de anos anteriores, quando os divórcios chegaram a representar menos de 10% do que atualmente.

Em 1984, por exemplo, primeiro ano da investigação, a pesquisa contabilizou um total de 30,8 mil divórcios. Em 1994, dez anos depois, o aumento já ficou claro, com o registro de 94,1 mil dissoluções de casamentos, um acréscimo de 205,1% em relação ao dado anterior. Em 2004, o aumento foi percentualmente menor, 38,7%.

Na avaliação do IBGE, a elevação sucessiva ao longo dos anos do número de divórcios concedidos revela “uma gradual mudança de comportamento da sociedade brasileira, que passou a aceitá-lo com maior naturalidade e a acessar os serviços de Justiça de modo a formalizar as dissoluções dos casamentos”.

Nas últimas três décadas (de 1984 a 2014), o número de divórcios cresceu de 30,8 mil para 341,1 mil, com a taxa geral de divórcios passando de 0,44 por mil habitantes na faixa das pessoas com 20 anos ou mais de idade, em 1984, para 2,41 por mil habitantes em 2014. A maior incidência de divórcios deu-se no Distrito Federal (3,74 por grupo de mil) e a menor no Amapá (1,02).

A idade média das mulheres na data da sentença do divórcio, em 2014, era 40 anos, enquanto a dos homens era 44 anos. Apesar de persistir a predominância das mulheres na responsabilidade pela guarda dos filhos menores de idade a partir do divórcio (85,1%), em 2014, a pesquisa detectou um crescimento de 3,5% nos pedidos da guarda compartilhada, em 1984, para 7,5%, em 2014.

Fonte: Último Segundo – iG

07/08/2012

Maioria dos filhos de ateus mudam de ideia quando adultos


Pessoas que crescem em um lar ateu são menos propensos a manter as suas crenças sobre a religião quando adultos, indica um estudo realizado pelo Centro de Pesquisa Aplicada do Apostolado, da Universidade de Georgetown.

Apenas cerca de 30% das pessoas que foram criadas em um lar ateu continuaram sendo ateus depois de adultos. Esta “taxa de retenção” é a menor entre as 20 diferentes categorias do estudo.

Foram ouvidos 1.387 ateus na pesquisa. Quatrocentos e trinta e dois entrevistados disseram ter sido criados por pais ateus. Desses, apenas 131 se identifica como ateu hoje.

“Os resultados mostram que os ateus americanos, em sua maioria, se “tornou” incrédulo quando adulto, mesmo tendo sido criado em outra fé. Parece ser muito mais desafiador criar uma criança ateia e fazê-la manter essa identidade por toda a sua vida “, explica o Dr. Mark Gray , um dos pesquisadores .

Gray também observou que, “entre os que foram criados como ateus, hoje 30% estão filiados a uma denominação protestante, 10% são católicos, 2% são judeus, 1% são mórmons, e 1% são pagãos”.

Os Hindus tiveram a maior taxa de retenção de 84%, seguido pelos judeus (76%), muçulmanos (76%), ortodoxos gregos (73%), mórmons (70%) e católicos (68%).

Entre os cristãos protestantes, os Batistas teve a maior taxa de retenção (60%), seguido por Luteranos (59%) e pentecostais (50%).

Testemunha de Jeová (37%), membros da Igreja Congregacional (37%) e da Igreja Holiness (32%), tem as menores taxas de retenção. Entre aqueles que cresceram sem uma fé religiosa ou sistema de crenças em particular, 38% permaneceram dessa forma.

O estudo utilizou como base os dados do Fórum Pew sobre Religião e Vida Pública dos EUA de 2008.

Traduzido e adaptado de Christian Post

14/06/2011

Pastor Ricardo Gondim afirma que o Arrebatamento da Igreja é uma utopia


Pastor Ricardo Gondim afirma que o Arrebatamento da Igreja é uma utopia

Um vídeo publicado no Youtube mostra o pastor Ricardo Gondim em uma palestra para pastores, que aconteceu no Ceará em março deste ano, falando que esperar a volta física do Filho de Deus é uma utopia que serve para nos motivar a andar conforme diz a Bíblia.

O líder da igreja Betesda se baseia em um livro de Jurgen Moltmann, “Teologia da Esperança”, que trata a volta de Cristo como um ânimo, uma motivação para que sejamos agentes transformadores da história.

“Cristo volta, mas volta fora da história, portanto é uma utopia. Utopia que se cumpre não é utopia,” diz Gondim que segue explicando essa teoria, dizendo que o retorno de Cristo serve para nos mobilizar, para nos levar a diante.

“Eu creio na volta de Cristo, mas não creio como ‘vem Jesus, oh Vem Jesus!’ Creio como força motivadora, uma esperança que me mobiliza para a ação.”

Ele explica que essa tônica é um horizonte utópico, ou seja, um ideal que te coloca em direção daquilo que a Bíblia diz.

“A volta de Cristo está revelada nas escrituras, não para a gente esperar por Ele. A volta de Cristo está revelada nas escrituras para nos mobilizar a ir na direção daquilo que a volta de Cristo significa, a agirmos, para dizer que o Reino de Deus é chegado entre os homens”.

Fonte: Gospel Prime

07/04/2011

Igrejas “fálidas” se transformam em bares, hotéis e restaurantes


Algumas igrejas nas cidades de Dublin (Irlanda), Liverpool (Inglaterra), Nova York (EUA) e Amsterdã (Holanda) deixaram de atrair público religioso e passaram a chamar atenção dos jovens que procuram diversão, pois nesses templos hoje funcionam bares, hotéis e restaurantes.

Em Dublin a igreja St. Mary Church deu lugar ao bar e restaurante The Church que atrai cerca de 600 mil pessoas por ano. O templo foi construído no começo do século 18, e funcionou como igreja até 1963.

A ideia de transformar o prédio, que caía em ruínas, foi do dono de um bar do outro lado da rua. O edifício passou por uma meticulosa reforma que durou sete anos até ser reaberto, em 2005, com o nome de John M. Keating’s Bar. Dois anos mais tarde, foi revendido e ganhou o nome atual.

Já em Liverpool o prédio da Igreja St. Peter se transformou no bar e restaurante “Alma de Cuba” que oferece aulas de salsa, noites latinas e festas carnavalescas. Mas nem tudo lá é profano, o espaço oferece aos domingos apresentações com um coral gospel, o Soulful Voices.

O bar faz muito sucesso na cidade inglesa mesmo rompendo com a influência religiosa. Quer dizer, além das apresentações do coral gospel os donos publicaram dez mandamentos no menu, mas não são os mandamentos bíblicos: “Você até pode chegar sozinho, mas deve se esforçar para nunca sair sozinho” e “Não se surpreenda ou fique triste com o preço da vodca dupla com RedBull, um coquetel é muito melhor para a alma” são exemplos do que está escrito no cardápio..

Na capital Holandesa o antigo Orfanato Saint Elisabeth, construído em 1890 deu espaço ao Hotel Arena fundado em 1992. O conceito do lugar é dormir, beber, comer e badalar.

Lá, a capela é hoje uma casa noturna com programação aberta ao público dez vezes ao mês e nos outros dias, é reservada para festas privadas.

Em Nova York também há igreja que se transformou em bar, trata-se da Episcopal Church of Holy Communion, que a partir de 1983 ficou conhecida como a boate The Limelight. A casa ganhou até música de Steve Taylor – This Disco (Used to be a Cute Cathedral), algo como “Esta boate era uma bela catedral”.

Hoje, depois de uma reforma de U$S 15 milhões, o prédio foi rebatizado de LimeLight Marketplace. Com quase 50 lojas, preserva pouco da antiga balada, mas mantém os vitrais da igreja.

Fonte: Gospel Prime / Estadão

24/03/2011

Pesquisa revela que religião pode ser extinta em 9 países


Uma pesquisa baseada em dados do censo e projeções de nove países ricos constatou que a religião poderá ser extinta nessas nações.

Analisando censos colhidos desde o século 19, o estudo identificou uma tendência de aumento no número de pessoas que afirma não ter religião na Austrália, Áustria, Canadá, República Checa, Finlândia, Irlanda, Holanda, Nova Zelândia e Suíça.

Através de um modelo de progressão matemática, o estudo, divulgada em um encontro da American Physical Society, na cidade americana de Dallas, indica que o número de pessoas com religião vai praticamente deixar de existir nestes países.

”Em muitas democracias seculares modernas, há uma crescente tendência de pessoas que se identificam como não tendo uma religião; na Holanda, o índice foi de 40%, e o mais elevado foi o registrado na República Checa, que chegou a 60%”, afirmou Richard Wiener, da Research Corporation for Science Advancement, do departamento de física da Universidade do Arizona.

O estudo projetou que na Holanda, por exemplo, até 2050, 70% dos holandeses não estarão seguindo religião alguma.

Modelo

A pesquisa seguiu um modelo de dinâmica não-linear que tenta levar em conta fatores sociais que influenciam uma pessoa a fazer parte de um grupo não-religioso.

A equipe constatou que esses parâmetros eram semelhantes nos vários países pesquisados, resultando na indicação era de que a religião neles está a caminho da extinção.

“É um resultado bastante sugestivo”, disse Wiener.

“É interessante que um modelo tão simples analise esses dados…e possa sugerir uma tendência”.

“É óbvio que cada indivíduo é bem mais complicado, mas talvez isso se ajuste naturalmente”, disse ele. BBC Brasil – Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Fonte: Estadão

 

17/03/2011

Organização ateísta lança campanha “viver sem religião” nos Estados Unidos


Uma campanha publicitária circula nos Estados Unidos desde o começo de março com divulgando as ideias ateístas da organização Center for Inquiry (CFI) que diz que é possível viver sem religião.

A capital americana, Washington DC, foi a primeira cidade a receber a campanha. Anúncios foram espalhados em ônibus e estações de metrô com os dizeres “Não precisamos de Deus para ter esperança, ser carinhosos, amar e viver”.

A CFI já lançou iniciativas parecidas em Houston (Texas) e Indianápolis (Indiana). Essa organização tem como objetivo visa promover uma sociedade secular, baseada na ciência, na razão, na liberdade de pesquisa e nos valores humanistas.

Eles criaram também um web site para promover esses valores no endereço http://www.livingwithoutreligion.org. A página inicial os dizeres da campanha e um centro de informações com notícias e pesquisas sobre o tema. E também apresenta o vídeo da campanha dizendo que milhões de americanos vivem sem Deus.

Segundo o presidente executivo da CFI, Ronald A. Linday, o objetivo dessa campanha é “desfazer muitos sobre as pessoas não-religiosas. Um deles é que a pessoa sem religião vive uma vida vazia, sem sentido, egoísta e centrada em si. Isso não é apenas falso, mas ridículo. Infelizmente, muitas pessoas aceitam esse mito porque foi isso o que ouviram falar sobre os não-crentes”.

Lidsay também sustenta a tese de que no século XXI não há lugar para preconceito contra não crentes. “Convidamos todos a considerar quantas pessoas já descobriram que viver sem religião oferece igualmente um alicerce para uma vida rica, gratificante e plena”.

Fonte: Gospel Prime

23/01/2011

Suposto pastor tenta suicidar-se ao ser desprezado por mulher


Suposto Pastor 200x200 Suposto pastor tenta suicidar se ao ser desprezado por mulherO autodenominado pastor, Paulo Mauricio, de 50 anos, nesta quinta-feira, chamou a atenção de muitas pessoas que passavam por uma rua movimentada no centro de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, ao tentar saltar de um prédio. No entanto, sua tentativa não foi exitosa, porque este foi impedido pelo Corpo de Bombeiros.

Qual foi o motivo? Maurício disse que cometeria suicídio porque a mulher com quem vivia há 8 anos o abandonou e mudou-se para o interior de São Paulo.

Ao ameaçar saltar de uma altura de seis metros, o pastor jogou uma folha de papel no chão que falavam de um possível complô de seus enteados, filhos de sua ex-mulher, para “tomar sua casa” – o que, de fato, é contestado por um dos filhos da ex-mulher, além do mais, há relatos de que Maurício enfrenta sérios problemas com o alcoolismo.

Fonte: Gospel Prime

Com informações de MidiaMax.

29/12/2010

Mega-igreja americana substitui anúncio ateu com mensagem cristã


God IS 250x166 Mega igreja americana substitui anúncio ateu com mensagem cristãBem em tempo de Natal, o outdoor em Nova Jersey que declarava Natal é “mito” foi substituído esta semana por um cartaz cristão.

O novo outdoor apresenta “Deus é” e uma infinidade de palavras e frases incluindo “bom,” “vivo,” “Jesus,” “ciente de sua luta” e “aquele que te amou.”

O anúncio está localizado próximo ao Túnel Lincoln, um dos túneis mais viajados no mundo. Foi patrocinado pela Igreja Times Square o qual tinha os mesmos anúncios estampados em mais ou menos 1000 vagões de metrô da cidade de Nova York no início deste ano.

“Nós queremos encorajar as pessoas a buscarem a Deus e provar que de fato Ele é,” disse o Pastor Sênior Carter Conlon.

O anúncio, disse ele, descreve Deus “em apenas algumas das infinitas maneiras que Ele prova Sua presença para nós todos os dias.”

Este é a segunda campanha pró-Deus para atingir a área desde que os Ateus Americanos lançaram o seu cartaz anti-Natal. Por cerca de um mês, o grupo humanista tinha um anúncio que mostrava três reis magos visitando o bebê Jesus na manjedoura e as palavras “Você sabe que é mito. Esta temporada comemora razão.”

O outdoor ateu foi projetado para apelar aos ateus “enrustidos” durante a temporada de férias quando a maioria dos norte-americanos celebram o Natal. Ele chamou bastante atenção e provocou debates.

A Liga Católica respondeu patrocinando seu próprio outdoor perto da saída do Túnel Lincoln, em Nova York. O anúncio apresenta José, Maria e Jesus e a frase “Você sabe que é real. Nesta temporada, celebre Jesus.”

A Igreja de Times Square, que atrai mais de 8.000 pessoas por semana, é a última a se envolver no debate com o seu anúncio “Deus é.”

Fonte: The Christian Post

26/12/2010

Página é criada para denegrir e humilhar o Cristianismo: “Jesus devia ter apanhado mais!”


 

Página é criada para denegrir e humilhar o Cristianismo: “Jesus devia ter apanhado mais!”

Alegando livre manifestação de pensamento, uma nova comunidade criada no maior site de relacionamento brasileiro, denigre e escarnece do líder do cristianismo. Em sua descrição, o criador da comunidade tacha Jesus Cristo de ‘homem frouxo’, e dispara: ‘Ele veio para pagar os nossos pecados e não apanhou nem 5 minutos!’.

“Novamente a liberdade de expressão foi violada, mas voltamos ainda mais fortes”, escreve o criador da comunidade, alegando que está sendo cerceado o direito de expressão.

Com mais de 34 mil participantes, a comunidade tem como relacionadas outras comunidades de mesmo cunho: Malhe Jesus, não Judas – O Cristianismo fracassou.

Para ‘apimentar’ ainda mais a polêmica, fóruns de discussão com os temas: Qual foi o tipo do beijo que Jesus deu em Judas? – Ser cristão implica desprezar a família – Cadê os católicos agora?, foram criados.

A descrição da comunidade se encerra com o criador escrevendo, “Mais de 11 meses e nenhum castigo divino! Ele deve ter ficado com medo de mim!”, zomba, se referindo a Cristo.

Fonte: Alagoas24Horas / Gospel+

%d blogueiros gostam disto: