Posts tagged ‘fim do mundo’

18/05/2011

Americano gasta mais de 100 mil dólares para anunciar o fim do mundo


Americano gasta mais de 100 mil dólares para anunciar o fim do mundo Convencido pelas ideias de Harold Camping, um aposentado americano, de 60 anos, gastou US$ 140 mil (cerca de R$ 220 mil) em anúncios espalhados por toda a cidade Nova York advertindo que o fim do mundo vai acontecer no dia 21 de maio.

Robert Fitzpatrick, que trabalhava no serviço de transporte público de Nova York, espalhou em diversos ônibus e vagões de metrô milhares de cartazes apocalípticos nos quais alerta que o dia do juízo final cairá no sábado da semana que vem.

A propaganda diz “Terremoto global! O maior de todos os tempos. Dia do juízo final: 21 de maio”. Os cartazes mostram também a esfera de um relógio a ponto de marcar as 12 horas sobre uma fotografia de uma paisagem noturna de Jerusalém e um versículo da Bíblia.

O americano gastou cerca de US$ 90 mil (R$ 146 mil) em propagandas no metrô e US$ 50 mil (R$ 81 mil) nos ônibus, indica a versão online do “Daily News”, que destaca que essa quantia representa as economias de toda a vida do homem.

Fitzpatrick começou a acreditar na fatídica profecia após conhecer o grupo cristão evangélico Family Radio, cujo pastor Harold Camping realiza presságios usando cálculos numerológicos e afirma que só os verdadeiros crentes se salvarão.

Camping chegou a essa conclusão após supostamente estudar a Bíblia e porque, segundo ele, é uma data exatamente 7.000 anos depois que Noé se salvou do Dilúvio.

Fonte: Gospel Prime / EFE

01/04/2011

Antropólogo exibe pedra maia para desmentir o fim do mundo em 2012


Antropólogo exibe pedra maia para desmentir o fim do mundo em 2012

A pedra do calendário maia que deu origem aos rumores de que o mundo acabaria em dezembro de 2012 foi apresentada por um antropólogo na terça-feira, 29, na cidade de Tabasco no México, para desmentir essa conclusão errônea.

José Luis Romero, subdiretor do Instituto Nacional de Antropologia e História, informou que a pedra está incompleta e por isso sua interpretação foi erroneamente divulgada. “No pouco que podemos apreciá-la, em nenhum de seus lados diz que em 2012 o mundo vai acabar,” enfatizou.

A peça formada de pedra calcária e esculpida com martelo e cinzel está escrita a data de 23 de dezembro de 2012, o que provocou rumores de que os maias teriam previsto o fim do mundo para este dia. Em cima dessa tese foi rodado o filme “2012″ que virou sucesso mundial.

Todavia, a data gravada na pedra não se refere ao apocalipse, mas ao Bactum XIII, que significa o início de uma nova era, explicou o antropólogo Romero. “No pouco que se pode ler, os maias se referem à chegada de um senhor dos céus, coincidindo com o encerramento de um ciclo numérico.”

Fonte: Gospel Prime

19/03/2011

Apocalipse a venda: Produtos sobre o fim do mundo e a volta de Cristo fazem sucesso de vendas


Uma pessoa bem sucedida geralmente é alguém que vê uma oportunidade onde os outros vêem uma crise. Então, quem se atreveria a capitalizar com o iminente fim do mundo? Poderíamos chamá-los de “vendedores do Armagedon”. Existem dezenas de pregadores cristãos que vêem nas manchetes de hoje uma sinalização que o mundo se aproxima do seu último dia.

Alguns deles parecem passar o dia todo lendo reportagens em busca dos acontecimentos que, para eles,  se alinham com as profecias bíblicas. O desastre natural no Japão na semana passada é um bom exemplo disso. Outras catástrofes naturais, bem como agitação política dos países do Oriente Médio, a subida dos preços do petróleo e  as guerras civis, parecem ser seus assuntos prediletos. Nestes últimos meses parece que lugares como Egito, Líbia, Coreia do Norte e Arábia Saudita tem lhes oferecido material de sobra.

Os primeiros meses de 2011 está marcando a alta do mercado para os especialistas em prever o final dos tempos. RaptureReady.com [Pronto pro Arrebatamento] é um site que tenta prever quanto tempo nos resta até  a volta de Cristo.  O mês passado registrou um recorde no número de acessos. A editora evangélica Tyndale House começou a preparar o relançamento de sua série de maior sucesso, a versão romanceada de Apocalipse: “Deixados para Trás”. Seus 16 volumes apresentam uma minuciosa descrição de como seria o fim do mundo. Traduzida para diversas línguas, já vendeu mais de 65 milhões de cópias e inspirou três longa-metragens e dois jogos de vídeo game.

David Endrody, vice-presidente de vendas da Tyndale, explica que em breve sairão edições com novas capas, que usarão as notícias recentes. “Nós mudamos a contracapa para traçar um paralelo com eventos atuais”, esclarece Cheryl Kerwin, gerente de marketing da editora.  ”Também atualizamos nosso livro ‘À Beira do Apocalipse. O começo do fimpara refletir melhor o que está acontecendo no mundo de hoje”.

Tim LaHaye, autor da vários livros sobre o assunto, inclusive da série Deixados para Trás, explica que: “A Bíblia diz em Mateus 24 que um dos sinais dos últimos dias – entre as dores de parto – é o aumento da frequência e da intensidade dos tremores de terra”. Ele acredita ainda que está ajudando a esclarecer seus leitores, oferecendo respostas às dúvidas mais comuns.

Parece estar havendo uma explosão nas vendas de títulos sobre o assunto. É isso que ocorre, por exemplo, com Joel Rosenberg, que tornou-se um autor de sucesso depois de publicar The Twelft Iman [O 12° Imã], que narra de forma romanceada o cumprimento das profecias sobre a destruição de Israel.

A conferência ”Epicentro”, idealizada por Joel e que será realizada em Jerusalém dentro de dois meses já está totalmente esgotada. Esse tipo de “fervor apocalíptico” não era visto entre os pastores americanos desde os ataques de 11 de setembro de 2001. Dez anos atrás, alguns deles sugeriram que o evento era um precursor do retorno de Jesus à terra, que marcaria o fim do mundo. É bom lembrar que na virada do milênio passado, muitos diziam que o fator determinante seria o caos da tecnologia por causa do chamado “bug do milênio”.  Surgiram então livros, vídeos e diversas conferências para tratar dessas profecias, que não se cumpriram.

A aparente onipresença da internet também tem contribuído para a disseminação de pregadores e profetas que tem como obsessão explicar quando e como o fim virá.  Daniel Wojcik, professor da Universidade do Oregon é um pesquisador do assunto. Ele escreveu The End of the World As We Know It: Faith, Fatalism, and Apocalypse in America [O fim do mundo que conhecemos: fé, fatalismo e o Apocalipse na América] e explica que as crenças populares sobre o final dos tempos sempre habitaram o imaginário popular.

Ele destaca o discurso do “profeta” Harold Camping , que previu e tem anunciado em outdoors pelos Estados Unidos que em 21 de maio de 2011, os cristãos serão levados para o céu e o mundo será destruído cinco meses depois. Mas Camping parece que não pretende lucrar com suas previsões, pois todo o material disponível em seu site pode ser baixado gratuitamente.

O sucesso de tudo que se refere a profecias sobre o fim não é exatamente um novidade. Outros tipos de profetas também ficaram famosos com esse tipo de previsão, como Nostradamus. Seus escritos enigmáticos são vendidos até hoje e eventualmente citados em meio a grandes crises mundiais.

John Hagee, pastor da mega igreja Cornerstone em San Antonio, Texas, usa seus sites para promover suas idéias e passou recentemente a oferecer um DVD chamado “Armagedon financeiro” por US $ 12 e está vendendo ingressos  para um seminário profético por US $ 10. Em uma de suas newsletters mais recentes ele escreve: ”Preparem-se! O planeta Terra está prestes a tornar-se o parque de diversão do Anticristo e da sua Nova Ordem Mundial. A igreja será arrebatada antes do Anticristo aparecer. Acredito que ele poderá se levantar na Europa a qualquer momento. Igreja, ore e prepare-se para subir”.

Embora a maioria desses pregadores utiliza como base de seus argumentos livros da Bíblia como Apocalipse e os profetas Isaías e Daniel, um grande  segmento dos cristãos salienta que o próprio Jesus advertiu que ninguém poderia saber quando o fim do mundo vai acontecer.

Mas existem até índices  como o do site RaptureReady.com, cujo “Arrebatamentômetro” mede 45 itens proféticos em escalas de 1 a 5. Desde a presença de “falsos cristos”, até a incidência de enchentes e terremotos, passando por crises financeiras, cada elemento é medido. O último índice divulgado (14/03/11) é de 180, não muito longe do recorde histórico de 182 (em 24/09/01). Segundo o site, o arrebatamento chegar quando o total for igual a 225.

Todd Strandberg fundou o site 24 anos atrás, quando os computadores tinham telas verde e a velocidade dos modens chegava apenas a 1200 baud. Em sua análise mais recente, ele afirma: “Nunca vi uma época em que tantas manchetes parecem ter sido arrancadas das páginas da Bíblia.”

Fonte: Pavablog

%d blogueiros gostam disto: