Posts tagged ‘Fundo Barnabé’

13/02/2011

Alta nos preços deixa cristãos sem comida no Egito


Alta nos preços deixa cristãos sem comida no Egito Novos protestos estão sendo marcados após o anúncio do presidente do Egito Hosni Mubarak de que não deixaria o cargo até as eleições em setembro. Desde que as manifestações iniciaram, há duas semanas, o preço do arroz, batatas e lentilha dobraram.
O Fundo Barnabé, que apoia os cristãos perseguidos em todo o mundo, disse que a comida é a necessidade mais importante para muitas famílias cristãs atualmente.
O diretor internacional do Fundo Barnabé, Dr. Patrick Sookhdeo pede para que outras pessoas ajudem os irmãos egípcios neste momento de grande incerteza e turbulência. “A maioria dos cristãos egípcios já vivia em extrema pobreza e a crise atual fez com que a situação lamentável piorasse muito”.

O ministério disse que os cristãos sofrem grande discriminação no país de maioria muçulmana, e que estão “extremamente vulneráveis” a ataques.

Em janeiro, mais de 20 cristãos foram mortos em um ataque com carro-bomba em uma igreja em Alexandria. Uma semana depois um cristão foi morto a tiros em um trem com destino a Cairo. Na semana passada, duas famílias cristãs foram mortas por militantes islâmicos.

Apesar da violência, muitos cristãos têm saído às ruas para protestar lado a lado com os muçulmanos. Alguns cristãos têm sido fotografados segurando a cruz em uma mão e o braço de um muçulmano segurando o alcorão na outra.

No entanto Fundo Barnabé advertiu que os cristãos enfrentam um futuro incerto. Enquanto vice-presidente Omar Suleiman tem estado em conversações com a Irmandade Muçulmana sobre a liderança do país pós-Mubarak, o grupo diz que os cristãos estão sendo excluídos do diálogo.

Igrejas no país desejam uma nova Constituição que defenda os princípios democráticos, que atualmente trata os cristãos como cidadãos de segunda classe.

O Fundo Barnabé disse que já está planeja dar assistência, a longo prazo, para os cristãos, cujos negócios foram severamente danificados.

Fonte: Christian Today / Redação CPAD News

09/02/2011

Fundo Barnabé lança campanha para salvar cristão


Fundo Barnabé lança campanha para salvar cristão O Fundo Barnabé lançou uma campanha pedindo aos governos que pressionem o presidente do Afeganistão, Hamid Karzai para libertar um cristão condenado à morte.

O funcionário da Cruz Vermelha Said Musa, de 45 anos, recebeu a sentença de que será executado em três dias, a menos que se converta de volta ao Islã.

Ele está na prisão sob acusação de apostasia há oito meses. Ele foi identificado como uma das pessoas batizadas em um documentário que foi ao ar na televisão afegã.

De acordo com o Fundo Barnabé, Said Musa ainda será julgado, mas nenhum advogado se apresentou para defendê-lo, devido às ameaças de morte que recebeu.

Apesar das conversações com a Secretária de Estado dos EUA Hillary Clinton e representantes dos governos francês e alemão, o presidente Karzai não atendeu as solicitação para libertar Musa. O Fundo pede que o presidente Karzai respeite os direitos humanos, incluindo a liberdade religiosa, descrita na Constituição afegã.

O presidente internacional do Fundo Barnabé, Dr. Patrick Sookhdeo, disse que “enquanto o Ocidente continuar a sustentar o regime de Karzai e recusar-se a exigir uma ação mais forte por parte do governo afegão se tornam cúmplices na perseguição dos convertidos ao cristianismo”.

O Fundo Barnabé criticou a União Européia por não condenar os recentes ataques a cristãos em países de maioria muçulmana e na mudança de ênfase na retórica do presidente dos EUA, Barack Obama e o premiê britânico, David Cameron, de apelos à “liberdade religiosa”, que inclui o direito de escolher e substituir a fé, simplesmente pela “liberdade de expressão” e “liberdade de culto”.

Patrick Sookhdeo disse que a situação de Said Musa pode ser vista como um teste para saber como os governos ocidentais vão responder ao tratamento dos convertidos ao cristianismo no mundo muçulmano. “Exorto-vos a exercer pressão sobre os governos para que utilizem sua influência para conseguir o direito universal à plena liberdade de religião”.

Fonte: Christian Telegraph / CPAD News

%d blogueiros gostam disto: