Posts tagged ‘haddad’

07/12/2012

Evangélico fiel da Igreja Mundial Marquito do programa do Ratinho diz que profecia se cumpriu


O comediante Marquito foi candidato a vereador na cidade de São Paulo e é fiel da Igreja Mundial, e após receber a votação e ter ficado como suplente declarou a sua fé e esperança em Deus, que iria ser vereador como profetizado em sua vida. E agora vê isso se cumprir. – Confira e comente…

Marquito, o comediante que ficou famoso por ser assistente de palco do apresentador Ratinho é fiel da Igreja Mundial, do apóstolo Valdemiro Santiago. Ele concorreu a vereador pelo PTB, e mesmo fazendo 22.198 votos, não foi eleito. Porém, sendo homem de fé, ele declarou ao portal UOL em outubro “Foi muita adrenalina essa apuração. Confiei que ia conseguir os votos até o último momento. Mas Deus já me disse que vou ser vereador. E vou ser”.

Menos de dois meses depois, veio a confirmação de que a palavra do Senhor se cumpriria na vida dele.

Ele ficou como primeiro suplente de sua chapa. Celso Jatene, do PTB, foi convidado para assumir a Secretaria de Esportes no governo de Fernando Haddad (PT), com isso ele vai assumir sua vaga na Câmara Municipal de São Paulo em 2013.

O agora vereador Marco Antonio Ricciardelli foi convencido pelo deputado estadual Campos Machado a se filiar ao PTB. Durante sua campanha, utilizou três motos com bonecos com sua caricatura em carreatas e caminhadas pela cidade. “Esquisito por esquisito, vote no Marquito” era seu slogan.

Chamou atenção pelas suas aparições no horário eleitoral na TV, imitando um office-boy acidentado e um aposentado(veja vídeo no final do post). O apresentador Ratinho cedeu sua imagem em uma delas para mostrar seu apoio ao colega.

Ele conta que esperava “uns 200 mil votos” e reclama que “muita gente não votou em mim para que eu continuasse na televisão”. O humorista ainda não divulgou quais serão suas propostas como vereador.

14/09/2012

A maioria dos evangélicos não é homofóbica, diz Marta Suplicy


A maioria dos evangélicos não é homofóbica, diz Marta SuplicyAo assumir o Ministério da Cultura, Marta Suplicy comentou sobre a relação entre o candidato do PT à Prefeitura da capital paulista, Fernando Haddad, com os evangélicos dizendo que nem todos são homofóbicos.

“Acho que a grande maioria dos evangélicos não é homofóbica. Eles respeitam a diversidade”, disse Marta relatora do Projeto de Lei 122/2006 que tem como objetivo criminalizar as opiniões contrárias a homoafetividade.

O projeto que Marta defendeu desde o princípio de seu mandado como senadora é duramente criticado por líderes evangélicos, os mesmos que lutaram contra o projeto do Ministério da Educação, o kit anti-homofobia, que seria distribuído nas escolas públicas de todo o Brasil. Por financiar o projeto, Haddad ganhou o apelido de “pai do kit gay” e tem enfrentado a crítica dos religiosos.

Em sua campanha eleitoral o candidato do PT não fez alianças com igrejas evangélicas, assunto esse que começou a chamar atenção dos coordenadores da campanha, já que outros candidatos fizeram ligações importantes que grandes denominações.

Suplente de Marta no Senado é evangélico

Ao deixar o Senado para ocupar o cargo de ministra da Cultura, Marta Suplicy foi substituída vereador Antônio Carlos Rodrigues (PR-SP) que é evangélico e contra a união civil entre pessoas no mesmo sexo.

Por esse motivo, ativistas do movimento gay entraram em contato com agora ministra mostrando preocupação em relação ao PL 122 que deve voltar a ser discutido no Congresso.

O jornal Correio Braziliense flagrou Marta mostrando a mensagem de e-mail que recebeu dos ativistas para a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) que dizia: “está havendo muitas críticas pelo suplente, que é evangélico e homofóbico”.

Lídice foi convidada por Marta para substituí-la como relatora do PL 122.

%d blogueiros gostam disto: