Posts tagged ‘Igreja Assembléia de Deus’

25/05/2011

Samuel Ferreira é destaque na revista Isto É; “Um pastor moderno entre os radicais”


Samuel Ferreira é destaque na revista Isto É; “Um pastor moderno entre os radicais” O evangélico desavisado que entrar no número 560 da ave­nida Celso Garcia, no bairro paulistano do Brás, poderá achar que não está entrando em um culto da Assembleia de Deus. Maior denominação pentecostal do País – estima-se que tenha 15 milhões de adeptos, cerca de metade dos protestantes brasileiros –, historicamente ela foi caracterizada pela postura austera, pelo comedimento na conduta e, principalmente, pelas vestimentas discretas de seus membros. Por conta dessa última particularidade, tornou-se folclórica por forçar seus fiéis a celebrarem sempre, no caso dos homens, de terno e gravata e, entre elas, de saia comprida, camisa fechada até o punho e cabelos longos que deveriam passar longe de tesouras e tinturas. Era a igreja do “não pode”. Não podia, só para citar algumas interdições extratemplo, ver tevê, praticar esporte e cultuar ritmos musicais brasileiros. A justificativa era ao mesmo tempo simples e definitiva: eram coisas do capeta.

No templo do Brás, porém, às 19h30 do domingo 15, um grupo de cerca de vinte fiéis fazia coreografias, ao lado do púlpito, ao som de uma batida funkeada. Seus componentes – mulheres maquiadas e com cabelos curtos tingidos, calça jeans justa e joias combinando com o salto alto; homens usando camiseta e exibindo corte de cabelo black power – outrora sofreriam sanções, como uma expulsão, por conta de tais “ousadias”. Mas ali eram ovacionados por uma plateia formada por gente vestida de forma parecida, bem informal. Palmas, também proibidas nas celebrações tradicionais, eram requisitadas pelo pastor Samuel de Castro Ferreira, líder do templo e um dos responsáveis por essa mudança de mentalidade na estrutura da Assembleia de Deus, denominação nascida em Belém, no Pará, que irá festejar seu centenário no mês que vem. “Muitos chamam de revolução, mas o que eu faço é uma pregação de um evangelho puro, sem acessórios pesados”, afirma ele, 43 anos, casado há vinte com a pastora Keila, 39, e pai de Manoel, 18, e Marinna, 14. “A maior igreja evangélica do País está vivendo um redescobrimento.”

Sentado em uma cadeira logo ao lado do coral, Ferreira, que assistiu à televisão pela primeira vez na casa do vizinho, aos 7 anos, escondido do pai, Manoel Ferreira, pastor assembleiano, desliza o dedo indicador em um iPad segunda geração enquanto o culto se desenrola. Acessa a sua recém criada página no Twitter por meio da qual, em apenas um mês, amealhou mais de 110 mil seguidores. Quando se levanta para pregar a palavra, deixa visível o corte alinhado de seu terno e a gravata que combina com o conjunto social. Não que o pastor se furte em pregar de jeans, tênis e camisa esporte – tem predileção por peças da Hugo Boss –, como faz em encontros de jovens. “Samuel representa a Assembleia de Deus moderna, com cara de (Igreja) Renascer (em Cristo)”, opina o doutorando em ciências da religião Gedeon Alencar, autor de “Assembleias de Deus – Origem, Implantação e Militância” (1911-1946), editora Arte Editorial. “Os mais antigos, porém, acham o estilo dele abominável.”

Natural de Garça, interior de São Paulo, formado em direito e com uma faculdade de psicologia incompleta, Ferreira é vice-presidente da Convenção de Madureira, que é comandada por seu pai há 25 anos e da qual fazem parte 25 mil templos no Brasil, entre eles o do Brás. Os assembleianos não são uma comunidade unificada em torno de um líder. Há, ainda, os que seguem a Convenção Geral, considerada o conglomerado mais poderoso, e o grupo formado por igrejas autônomas. Ferreira assumiu o templo da região central da capital paulista há cinco anos e passou a romper com as tradições. Ao mesmo tempo, encarou uma cirurgia de redução de estômago para perder parte dos 144 quilos. “Usar calça comprida é um pecado absurdo que recaía sobre as irmãs. Não agride a Deus, então liberei”, diz o pastor, 81 quilos, que até hoje não sabe nadar e andar de bicicleta porque, em nome da crença religiosa, foi proibido de praticar na infância e na adolescência.

Sua Assembleia do “pode” tem agradado aos fiéis. “Meu pai não permitia que eu pintasse as unhas, raspasse os pelos ou cortasse o cabelo”, conta a dona de casa Jussara da Silva, 49 anos. “Furei as orelhas só depois dos 40 anos. Faz pouco tempo, também, que faço luzes”, afirma Raquel Monteiro Pedro, 47 anos, gerente administrativa. Devidamente maquiadas, as duas desfilavam seus cabelos curtos e tingidos adornados por joias pelo salão do Brás, cuja arquitetura, mais parecida com a de um anfiteatro, também se distingue das igrejas mais conservadoras.

A relativização dos costumes da Assembleia de Deus se dá em uma época em que não é mais possível dizer aos fiéis que Deus não quer que eles tenham vaidade. A denominação trabalha para atender a novas demandas da burguesia assembleiana, que, se não faz parte da classe média, está muito perto dela, é urbana e frequenta universidades. É esse filão que está sendo disputado. Uma outra igreja paulista já promoveu show no Playcenter. No Rio de Janeiro, uma Assembleia de Deus organiza o que chama de Festa Jesuína, em alusão à Festa Junina. Segundo o estudioso Alencar, as antigas proibições davam sentido ao substrato de pobreza do qual faziam parte a grande maioria dos membros da Assembleia de Deus. “Era confortável para o fiel que não tinha condição de comprar uma televisão dizer que ela é coisa do diabo. Assim, ele vai satanizando o que não tem acesso.”

Importante figura no mundo assembleiano, o pastor José Wellington Bezerra da Costa, 76 anos, presidente da Convenção Geral, não é adepto da corrente liberal. “Samuel é um menino bom, inteligente, mas é liberal na questão dos costumes e descambou a abrir a porta do comportamento”, afirma. Ferreira, por outro lado, se diz conservador, principalmente na questão dos dogmas. Em suas celebrações, há o momento do dízimo, do louvor, da adoração e um coral clássico. Ao mesmo tempo, é o torcedor do Corinthians que tuita pelo celular até de madrugada – dia desses, postou que saboreava um sorvete às 4h30 –, viaja de avião particular e não abre mão de roupas de grife. Um legítimo pastor do século XXI.

Fonte: Isto É

07/05/2011

Morre pastor Deusdedit de Farias


Morre pastor Deusdedit de FariasFaleceu na manhã desta quinta-feira (05) o pastor Deusdedit de Farias, presidente da Assembléia de Deus ministério Templo Central, em Fortaleza (CE).

Obreiro aprovado e preparado para toda boa obra, sua atuação foi marcante como fundador e supervisor de várias congregações na capital cearense,. Pastor Deusdedit foi também membro do Conselho de Doutrina da CGADB, membro fundador da UMADENE, Conselheiro da SBB, Diretor do Núcleo da EETAD-CE e  1º Tesoureiro da CONADEC – Convenção das Assembleias de Deus do Estado do Ceará, o qual exerceu por mais de 30 anos.

O velório acontece na Assembleia de Deus – Templo Central Sede – Fortaleza/CE e o sepultamento ocorreu nesta sexta (06/05/11) às 15 horas.

Fonte: Casa da Bíblia / Fortaleza

14/03/2011

Tiros apavoram cristãos em Alagoas


Tiros apavoram cristãos em Alagoas Estava tudo tranquilo na noite de sábado em mais uma edição da tradicional Feira de Missões realizada mensalmente pela Assembleia de Deus em Benedito Bentes 1, quando pelo menos cinco tiros apavoraram os que participavam da atividade. A cena foi de muita correria tanto dos crentes como dos jovens que curtiam o parque de diversões armado na praça principal do bairro.

Informações do local, ainda pela noite, davam conta de que um rapaz a pé teria efetuado disparos contra um motoqueiro que passava pela praça. Populares disseram que o alvo não foi atingido. Entretanto, o relatório do Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods), da Polícia Militar de Alagoas, informa que Romero Nascimento de Oliveira, de 23 anos, morador do bairro, foi baleado sim.

O documento da PM divulga que ele foi atendido no mini-pronto socorro Denilma Bulhões, no Benedito Bentes, e, como o caso era mais grave, foi conduzido para o Hospital Geral do Estado (HGE), no Trapiche da Barra.

A tentativa de assassinato aconteceu por volta das 20h, exatamente no momento em que muita gente comprava lanches na feira missionária e cantava louvores a Deus. Apesar do susto, nenhum evangélico se feriu ou precisou de atendimento médico. Transeuntes entraram em pânico e muitos até caíram pela rua para se livrar da zona de tiro.

Duas viaturas do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) só chegaram ao local da ocorrência cerca de vinte minutos depois dos tiros. Os policiais fizeram rondas, mas não localizaram o autor dos disparos. Já os crentes continuaram a programação na praça normalmente.

Fonte: Portal AD Alagoas

25/02/2011

Igreja Assembléia de Deus e alvo de pichadores


 

Igreja Assembléia de Deus, um dos principais cartões postais do município

A polícia civil de Campinápolis-MT, está a procura dos marginais que escreveram frases pejorativas em vários imóveis na cidade, um dos locais alvo dos pichadores foi a Igreja Assembléia de Deus, um dos principais cartões postais do município, os delinqüentes picharam alguns desenhos inexplicáveis e uma frase difamatório contra o pastor, chamando o mesmo de “ladrão”. “Pastor ta roubando”.
O pastor presidente da AD de Campinápolis, Silas Rodrigues, comentou ação, onde relatou junto ao Blog do PV, que ficou muito triste com a atitude dos vândalos, mais que Deus vai perdoa –lós, porque eles não sabe o faz e nem o que fala, mais esse tipo de ato jamais vai abalar a fé dos irmãos, muito menos a dele.
O pastor disse que vai somente registrar um Boletim de Ocorrência, vai entregar na mão da justiça e na mão de Deus. Quando indagado sob se ele tem informação de quem poderia ter cometido tal ato, Silas respondeu que não sabe, mais que a policia vai investigar e tomar as devidas providências que o caso requer, dentro da lei.
Na casa do contador Elias Marcena, foi escrito no muro, a seguinte frase: “Filho da puta foi quem mim criou,” Outro alvo foi à delegacia da Polícia Civil. Os deliquentes escreveram uma frase pejorativa e não achamos na condição de reproduzi – lá.
O site Campinápolis Noticias entrou em contato com Sargento Conceição, que disse que ficou triste em assistir tal sena, saber que dentro da comunidade tem pessoas que comete tal ato de vandalismo, não respeitando nem a casa de Deus. Conceição reside em frente á igreja Assembléia de Deus.

 

18/02/2011

ADBH realiza 1ª Reunião Regional de Coordenadores e Líderes de Crianças


ADBH realiza 1ª Reunião Regional de Coordenadores e Líderes de Crianças A AD de Belo Horizonte convida seus coordenadores e líderes infantis a participarem da 1ª reunião regional de crianças que será realizada no próximo dia 26 de fevereiro.

A coordenação do evento alerta para a importância da presença dos líderes infantis pois a reunião tratará de assuntos relacionados a coordenação infantil.

Serviço:
1ª Reunião Regional de Coordenadores e Líderes de Crianças
Local: Assembleia de Deus de BH
Rua: São Paulo, l341 (Shopping El Shaday)
Contatos: Departamento Infantil Templo Central
Fone: (31)3303-4044 (Elcy)   33034021 – 97676679  (Mariuza)

Apoio:
Anselmo Silvestre – Pr. Presidente de Honra
Moisés Silvestre Leal  – Pr. Presidente
Pr  Ricardo M.Leite – Superintendente regional da Escola Dominicall
Elcy Fortuna Jales – Coordenadora Departamento Infantil

Redação CPAD News

10/02/2011

Líderes da Assembléia de Deus de todo mundo na Índia


Líderes da AD de todo mundo na Índia A sexta edição do Congresso Mundial das Assembleias de Deus, que ocorre a cada triênio, foi realizado de 6 a 9 de fevereiro em Chennai, India. Ao todo, cerca de 10 mil assembleianos de 70 nações participaram do evento, que teve como tema “Forward! In God’s Favor” (“Avante! No favor de Deus”).

Todas as reuniões do evento aconteceram no templo-central da Assembleia de Deus Nova Vida, em Chennai, igreja liderada pelo pastor David Mohan, que também é líder das Assembleias de Deus em toda a Índia.

O culto de abertura ocorreu na noite de domingo, dia 6 de fevereiro, com a presença de 7 mil assembleianos de todas as regiões do mundo reunidos em adoração a Deus. O preletor do culto inaugural foi o pastor George Wood, presidente do Concílio Geral das Assembleias de Deus nos Estados Unidos e do Comitê Mundial das Assembleias de Deus. Pastor Wood trouxe uma mensagem de ânimo aos presentes baseada no tema do evento – “Avante! No favor de Deus”.

O objetivo do Congresso é manter e celebrar a fraternidade mundial da denominação e estabelecer alvos conjuntos para os próximos anos. Todos os dias, o almoço e demais refeições foram servidos na igreja para todos os milhares de participantes. E no final de todas as tardes, os participantes tiveram oportunidades para experiências culturais na Índia. De 7 a 9, a programação foi marcada por ministrações inspiradas tanto pela manhã quanto à tarde e à noite.

Os preletores deste ano foram os pastores George Wood (EUA); Prince Guneratnam, da Malásia; David Mohan, Índia; John Bueno (EUA); Joel Freire da Costa, líder da Convenção Fraternal das Assembleias de Deus Brasileiras nos EUA (Confradeb-EUA); Lazarus Chakwera, do Malawi; Alton Garrison (EUA); Brad Walz (EUA); Chadwick Samuel Mohan, da Índia; Ivan Satyavrata, da Índia; Nam Soo Kim (EUA); P.S. Rajamoni, da Índia; Hector A. Hunter, de Cuba; e Reynaldo Aguilar Calusay, das Filipinas.

Mais informações na edição de março do jornal “Mensageiro da Paz”.

Fonte: CPAD NEWS

09/02/2011

Programa de prevenção de drogas chega às Igrejas evangélicas de Goiânia


Programa de prevenção de drogas chega às Igrejas evangélicas de Goiânia A Polícia Civil divulgou ontem o Programa de Prevenção às Drogas nas Igrejas Evangélicas de Goiânia, capital de Goiás, na região central do Brasil.

O projeto chamado Ser Livre, que foi criado e lançado pela polícia Civil, no último dia 23 de janeiro, tem como objetivo reforçar o trabalho de prevenção.

Recentemente, em um culto na Igreja Assembléia de Deus, localizada em Campinas, o delegado-geral da Polícia Civil, Edemundo Dias, ressaltou a participação da sociedade no combate à disseminação das drogas.

Considerando a participação das Igrejas na divulgação da informação, o delegado-geral da Polícia Civil, assinou um termo de parceria com o presidente da Convenção Estadual das Assembléias de Deus em Goiânia, Oidis José do Carmo.

Segundo ele, a divulgação nas Igrejas, bem como nos diversos segmentos da sociedade, tem o objetivo de fazer com que os obreiros sejam multiplicadores da informação.

“Não vamos conseguir a efetividade da disseminação do problema sem a participação da sociedade. É como se estivéssemos secando o chão com a torneira ligada,” disse.

Ele afirma que o projeto foca-se em transmitir a forma adequada de tratar o problema das drogas.

“Como a linguagem correta para fazer a abordagem de um usuário por exemplo,” disse.

A Polícia Civil acredita que através da prevenção e repressão poderão enfrentar o problema das drogas. Através desse projeto, a polícia pretende envolver a sociedade no combate à disseminação de intorpecentes. Edemundo explicou que a parte repressiva ficará a cargo da Delegacia de Repressão a Narcóticos e a prevenção terá uma secretaria para unificar programas e ampliar parcerias.

“Vamos buscar os recursos onde estiverem, junto ao governo federal e até no exterior,” afirmou.

As secretarias da Saúde e da Educação serão as principais parcerias no meio governamental. Segundo o delegado-geral, a sociedade será alcançada por meio de um conselho que congregará todos os segmentos.

Edemundo informou que de acordo com o levantamento feito no sistema prisional, 76% das pessoas que cumprem pena em Goiás foram condenadas por crimes ligados ao tráfico.


Fonte: Christian Post

%d blogueiros gostam disto: