Posts tagged ‘igreja batista’

07/12/2012

“Vivemos uma espiritualidade de clichês”, diz Ed René Kivitz


“Vivemos uma espiritualidade de clichês”, diz Ed René KivitzAs 365 meditações diárias gravadas por Ed René Kivitz e lançadas na internet se tornaram um livro editado pela Editora Mundo Cristão, uma obra de 384 páginas que tratam dos mesmos temas dos vídeos.

O projeto Talmidim é o título não só da série de vídeos, mas também do livro. O nome foi escolhido por significar “discípulo” em hebraico, sendo “talmidim” o plural da palavra “talmid”.

Quem adquirir este livro vai perceber algo inovador que são os QR Codes, código que ao ser fotografo por um celular ou tablet com acesso à internet vai levar o leitor até o vídeo correspondente à meditação que está sendo lida.

O autor é teólogo, escritor e conferencista, Kivitz é pastor na Igreja Batista da Água Branca e é considerado como um dos maiores teólogos da atualidade, sempre falando da palavra de Deus de forma fácil e precisa.

“Nós vivemos uma espiritualidade de clichês. Nós perdemos a capacidade de ler o evangelho na sua pureza”, disse ele durante o lançamento do livro que aconteceu na Livraria Saraiva do Shopping Ibirapuera, em São Paulo.

14/11/2012

Igreja Batista promove baile para surdos


Igreja Batista promove baile para surdosA Igreja Batista Betânia, do Rio de Janeiro, criou uma forma bem diferente para tratar com os deficientes auditivos que moram na região criando um “Baile para Surdos”.

A responsável pelo projeto foi a sanitarista Aline Albuquerque que falou para a reportagem do jornal Extra, explicando como surgiu a ideia de fazer um baile para pessoas que não podem ouvir, ou que ouvem com dificuldade.

Para jovem que é integrante do Ministério Efratá, é preciso criar um ambiente saudável para que essas pessoas possam se divertir longe do uso de drogas e bebidas.

Para que os participantes pudessem curtir o baile, animado pelo DJ Fagner Henrique, o salão anexo à igreja foi adaptado para que os deficientes pudessem sentir a música. “A ideia é colocar o som no grave para aumentar as ondas de vibração. Eles sentem a vibração, captam o ritmo e dançam”, conta Aline.

O DJ também concedeu entrevista ao Extra dizendo que ficou surpreso com o convite para tocar para pessoas que não ouvem. “Contei para alguns amigos, e eles me perguntaram se faria mímicas. Mas escolhi as músicas que têm mais grave e, quando vi eles dançando, fiquei surpreso”, disse.

Apesar de ser promovido por uma igreja, o baile não era gospel e pessoas de todas as religiões puderam participar.

Fonte: Gospel Prime

01/11/2012

Igreja Batista da Lagoinha apresenta projeto da construção de mega templo para 35 mil pessoas. Veja fotos


O Pr. Márcio Valadão apresentou no culto da manhã de ontem (1º) o projeto do novo templo da Igreja Batista da Lagoinha que será construído na Avenida Antônio Carlos, em Belo Horizonte.

As obras se iniciarão em breve, e tem inauguração prevista para o final de 2014, ano que acontecerá no Brasil a Copa do Mundo. O Novo templo terá capacidade para 35 mil fiéis e contará com uma a praça de alimentação de 7 mil m² e uma torre de oração de 23 metros de altura.

A igreja Batista da Lagoinha tem uma visão de alcançar até dezembro de 2020, dez por cento da população belo-horizontina, algo em torno de 250.000 pessoas. hoje a igreja conta com 45 mil membros, aproximadamente, e mais de 150 ministérios, incluindo projetos assistênciais que servem a população em várias áreas.

Fotos do novo templo da Igreja Batista da Lagoinha

Vídeo da apresentação do projeto

07/10/2012

Salvador é quarta cidade do País em número de evangélicos


Salvador  conta atualmente  com uma população de cerca de 524 mil evangélicos, o que confere à capital baiana o quarto lugar na lista das cidades com mais adeptos deste movimento religioso que engloba 26 denominações, segundo o  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na Bahia, cerca de 2,4 milhões de pessoas declararam-se evangélicas, aponta a pesquisa.

Assim como a capital, o Estado é o quarto maior do País em números de evangélicos, ficando atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. No Brasil, este número acresceu de 15,41% para 22,16%.

Segundo o IBGE, a categoria que registrou maior crescimento do número de seguidores na Bahia foi a Igreja Batista,  que  em 2000  contava com 2,85% da população. Hoje, este número cresceu para 3,3%. Em contrapartida, a Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) apresentou decréscimo no número de adeptos no Estado, passando de 1,06% para 1,03%.

Acolhimento

O pastor da Igreja Batista Nazareth, Djalma Torres, considera pequeno o crescimento da população que se declara batista e afirma que o acréscimo se deu por conta do maior reconhecimento da instituição dentre as igrejas pentecostais. Para o religioso, os fiéis têm recebido melhor acolhimento nos templos batistas, que seguem uma linha tradicional.

“Os batistas brasileiros são sérios, não são intolerantes, embora não sejam ecumênicos, e fogem dos extremos: não são tão tradicionais como a Igreja Católica  nem prezam pela valorização do dinheiro e do poder, como é visto na Igreja Universal do Reino de Deus”,  afirmou.

Torres acrescenta que há  atualmente um grande trânsito de fiéis nas diversas vertentes evangélicas. O fenômeno, de acordo com Torres, revela uma insegurança por parte da população, que busca, na maioria das vezes, um local onde seus pedidos e interesses sejam atendidos com maior rapidez.

“É comum observar pessoas  que começam frequentando uma igreja e, depois, passam para outra porque não ficaram satisfeitas. Essa é  uma característica marcante do mundo de hoje, que é muito instável e segue o viés da sociedade capitalista”, completou o pastor.

Ele acrescenta   que este fenômeno de trânsito entre as igrejas não entusiasma os estudiosos da área, pois, segundo acredita, tem causado uma banalização das religiões evangélicas pentecostais.

“Falta um sentimento de cuidado e acolhida por parte dessas igrejas para com o ser humano. Muitas delas buscam apenas o enriquecimento, o poder, e isso está distante dos fundamentos das igrejas pentecostais, que deveriam prezar pela simplicidade”, criticou Torres.

A equipe de reportagem de A TARDE tentou contato com representantes da Igreja Universal do Reino de Deus  mas, até o horário de fechamento desta edição, não  obteve resposta.

Informações: A Tarde

24/05/2011

Pastores visitam Cristolândia


Pastores visitam Cristolândia Pastores de Recife visitaram a Missão Batista Cristolândia em São Paulo. Jades Júnior, da Igreja Batista Imperial, e Joel Bezerra, da Primeira Igreja Batista do Recife e presidente da Convenção Batista de PE, foram acompanhados pelo coordenador de Missões Nacionais para o Pernambuco, pastor Marcos Azevedo. A visita à Cristolândia paulista coincide com a fase de preparação do Radical Cracolândia em Recife, projeto de evangelização que já tem inscrições abertas no site da JMN.

Assim que chegaram à Missão, no período da manhã, os pastores participaram das primeiras atividades da Cristolândia. Pastor Joel Bezerra pôde levar uma palavra em culto direcionado aos marginalizados, quando dezenas de pessoas foram à frente durante o apelo por um maior relacionamento com Deus, deixando para trás as drogas e a situação degradante em que se encontravam. Em seguida, os pastores ajudaram a servir o café da manhã e aproveitaram para compartilhar a Palavra durante a refeição. Às 12h, outro culto foi iniciado, contando com a participação do pastor Jades Júnior, como o pregador da ocasião.

Os visitantes da Cristolândia também conheceram o trabalho realizado com as crianças que residem na região da cracolândia. Conhecido como Novos Sonhos, o projeto atende menores vulneráveis socialmente por meio de atividades artísticas, esportivas e educacionais. Os pastores ficaram maravilhados com a dedicação das crianças que, naquele momento, participavam das aulas de balé.

Na quinta feira, o grupo seguiu para o Centro de Formação de Vida Cristã, localizado na região de Bauru. Lá, foram apresentados aos mais de 40 internos que estão se dedicando ao aprendizado do evangelho.

De volta à cidade de São Paulo, o grupo caminhou pelas ruas da cracolândia durante a noite. “O que vejo aqui, é um retrato claro do inferno. Nunca imaginei que fosse assim. Sempre via pela televisão, mas confesso que fiquei chocado com o que vi. O que me alegra é ver a missão Batista Cristolândia fazendo a diferença nesse local”, comentou pastor Joel, que parabenizou os missionários e voluntários radicais pela qualidade e dedicação ao trabalho com marginalizados.

Mudar a realidade das cracolândias brasileiras é um grande desafio para os batistas brasileiros. Você pode ajudar a impedir o progresso das trevas, inscrevendo-se para o Radical Recife. Acesse a página do projeto e faça parte da equipe de radicais que levarão esperança aos marginalizados da capital pernambucana.


Fonte: JMN

30/04/2011

Obama confessa ser seguidor da Igreja Cristã Batista


Depois de três semanas da oficialização de sua candidatura à reeleição, o presidente dos EUA, Barack Obama, teve de provar aos americanos que nasceu em Honolulu, no Havaí, às 19h24 de 4 de agosto de 1961. Ontem, a Casa Branca divulgou uma cópia autenticada da certidão de nascimento de Obama, providenciada na segunda-feira. A iniciativa busca pôr um ponto final nas teorias conspiratórias de setores mais radicais da oposição republicana de que o presidente é estrangeiro. “Não temos tempo para esse tipo de bobagem”, declarou o próprio Obama.

Na última semana, a suspeita foi disseminada novamente pelo bilionário Donald Trump, pré-candidato republicano para as eleições presidenciais de 2012. Em entrevista à CNN, Trump foi além de seu conhecido bordão de que a certidão de nascimento de Obama havia “desaparecido” e afirmou ter encomendado investigações no Havaí. “Disseram-me que o documento não existe. Isso é um grande problema”, disse o empresário.

Com o cuidado de não mencionar Trump, Obama alcunhou indiretamente o bilionário de “camelô de carnaval”. Argumentou que o período eleitoral cria “debates sérios”, como convém a uma democracia. Mas advertiu que não eles serão realizados a contento se os candidatos passarem o tempo “difamando uns aos outros”.

Embora apimentada pela disputa eleitoral já em curso, essa suspeita acompanha Obama desde sua candidatura à presidência, em 2008. Há dois anos, a Casa Branca desmentiu a “ficção absurda” sobre o nascimento de Obama fora dos EUA. Agora, publicou a cópia da certidão no seu site na internet. Mas outra paranoia eleitoralmente mais perigosa para o candidato democrata continua alimentada pelos republicanos: a de que o presidente seria muçulmano.

Pesquisa do jornal USA Today concluiu que, dos 1.013 consultados, 38% estão certos de que o presidente nasceu nos EUA. Outros 18% disseram que “provavelmente” ele é americano e apenas 9% mostraram-se certos de que Obama é estrangeiro. Segundo pesquisa do Pew Research, caiu de 47% para 34% o porcentual de americanos que acreditam que seu presidente é cristão. Subiu de 12% para 18% o número de americanos que acreditam que ele é muçulmano. Obama se confessa seguidor da Igreja Cristã Batista.


Fonte: O Estado de S.Paulo

26/02/2011

Presa por não matricular filhos em aula de educação sexual


 Presa por não matricular filhos em aula de educação sexual

Uma mãe de doze filhos foi condenada a 43 dias de prisão na cidade alemã de Salzkotten por se recusar a matricular seus filhos no programa de educação sexual em uma escola primária local.

A mulher, cujo nome não foi revelado é membro da igreja batista, que se opõe ao programa baseado em suas convicções religiosas. Os pais dizem que seus direitos estão sendo desrespeitados.

Eles citam o artigo 2 º do primeiro protocolo da Convenção, que afirma. “O Estado deve respeitar o direito dos pais a assegurar a educação e ensino, em conformidade com as suas próprias convicções religiosas e filosóficas”.

Segundo a mãe a escola já teria ignorado este direito desde 2005, e é apoiada pelo Poder Judiciário.

Em abril do ano passado, o site Kopp Online relatou vários casos de mães que residem na Alemanha pegando até uma semana na cadeia por se recusar a programa sexual para seus filhos. Semelhante perseguição foi relatada na mesma cidade, que está localizado no distrito de Paderborn, em dezembro de 2009.

Em janeiro de 2010, uma família alemã recebeu asilo nos Estados Unidos depois de anos de perseguição pelo governo alemão.


Fonte: Life Site News / CPAD News / Cepavi

%d blogueiros gostam disto: