Posts tagged ‘Loucura’

02/12/2011

Vasco da Gama pretende catequizar seus jogadores


O time carioca Vasco da Gama pretende catequizar os atletas das categorias de base no próximo ano. Fundado por portugueses, o time é o mais católico do país e o único que tem uma capela dentro do estádio, a capela Nossa Senhora das Vitórias inaugurada em 1955.

O objetivo do projeto é encaminhar os jogadores na fé cristã. “Encaminhar os meninos na fé cristã é importante”, disse o frei Eneas Berilli, 75 anos, responsável pela capela do clube.

De acordo com a Folha de São Paulo as ligações do Vasco com o catolicismo são muito fortes, tanto que o clube não funciona nos feriados religiosos e até nas entrevistas, os jogadores precisam falar de frente para uma imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Essa fé é importante para o clube. Nos últimos dias, estamos rezando ainda mais, para o Vasco conquistar o título [do Campeonato Brasileiro]“, afirmou o frei para a reportagem da Folha.

Entre os jogadores do time, os meias Felipe e Juninho Pernambucano, que são católicos, sempre frequentam as reuniões na capela. Já os jogadores evangélicos, que são  a maioria do time, não se opões aos cultos.

Fonte:  Folha

15/06/2011

Pastor que previu o fim do mundo sofre derrame


O pastor americano Harold Camping, que previu sem sucesso o fim do mundo no dia 21 de maio, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) em sua casa na cidade de Alameda, Estados Unidos.

Harold tem 89 anos e gastou mais de US$ 100 milhões para comprar uma rádio e divulgar suas previsões durante os últimos sete anos. O derrame ocorreu na quinta-feira passada, mas só foi divulgado neste fim de semana.
Nos últimos dias, Camping foi alvo de gozação já que o mundo não acabou no dia previsto por ele. O pastor, no entanto, não deu o braço a torcer e decretou uma nova data para o acontecimento: 21 de outubro.

Notícias Cristãs / O Dia

15/06/2011

Frente Evangélica pretende aprovar outra lei que substitui o PLC 122


Frente Evangélica pretende aprovar outra lei que substitui o PLC 122A Frente Parlamentar Evangélica anunciou essa semana que vai apoiar o projeto de lei 6418/2005, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS) que criminaliza a homofobia, mas sem interferir no discurso religioso que a condena.

É possível fazer com que a senadora Marta Suplicy, relatora do PL 122 e ABGLT (Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transexuais) desistam do polêmico projeto e passam a apoiar esse novo texto que aguarda o parecer da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara sob relatoria da deputada federal Janete Rocha Pietá (PT-SP).

O texto do PL 6418 pune discriminação por orientação sexual no ambiente de trabalho, repartições públicas e comerciais ou quem incentiva práticas discriminatórias e, ainda, tipifica violência motivada por orientação sexual (entre outras) e criminaliza associações de pessoas que incitem violência – como os grupos neonazistas. Além de proibir qualquer referência ao nazismo – lei parecida com essa existe na França.

Leia o projeto 6418/2005:

PL 6418

CAPÍTULO I

DA DISPOSIÇÃO PRELIMINAR

Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação e preconceito de RAÇA, COR, RELIGIÃO, ORIENTAÇÃO SEXUAL, descendência ou origem nacional ou étnica.

Parágrafo único: Para efeito desta Lei, entende-se por discriminação toda distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada em raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica que tenha por objeto ou resultado anular ou restringir o reconhecimento, gozo ou exercício em igualdade de condições de direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou em qualquer outro campo da vida pública.

CAPÍTULO II

DOS CRIMES EM ESPÉCIE

Discriminação resultante de preconceito de raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica.

Art. 2º. Negar, impedir, interromper, restringir ou dificultar por motivo de preconceito de raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica o reconhecimento, gozo ou exercício de direito assegurado a outra pessoa.

Pena – reclusão, de um a três anos.

§ 1° No mesmo crime incorre quem pratica, difunde, induz ou incita a discriminação ou preconceito de raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica ou injuria alguém, ofendendo-lhe dignidade e o decoro, com a utilização de elementos referentes à raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica.

Aumento da pena

§ 2º. A PENA AUMENTA-SE DE UM TERÇO SE A DISCRIMINAÇÃO É PRATICADA:

I – contra menor de dezoito anos;

II – por funcionário público no exercício de suas funções ou a pretexto de exercê-las;

III – através da fabricação, comercialização, distribuição, veiculação de símbolo, emblema, ornamento, propaganda ou publicação de qualquer natureza que negue o holocausto ou utilize a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo;

IV – ATRAVÉS DE MEIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, PUBLICAÇÕES DE QUALQUER NATUREZA E REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES – INTERNET;

IV – contra o direito ao lazer, à cultura, à moradia, à educação e à saúde;

V – contra a liberdade do consumo de bens e serviços;

VI – contra o direito de imagem;

VII – contra o direito de locomoção;

VIII – com a articulação de discriminação, baseada em gênero, contra a mulher.

Violência resultante de discriminação raça, cor, religião, orientação

sexual, descendência ou origem nacional ou étnica.

§3°. A pena aumenta-se da metade se a discriminação consiste na prática de:

I – lesões corporais (art. 129, caput, do Código Penal);

II – maus tratos (art. 136, caput, do Código Penal);

III – ameaça (art. 147 do Código Penal);

IV – abuso de autoridade (arts. 3º e 4º da Lei nº 4.898, de 09 de dezembro de 1965).

Homicídio qualificado, tortura, lesões corporais de natureza grave e lesão corporal seguida de morte

§4º Se o homicídio é praticado por motivo de preconceito de raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica aplica-se a pena prevista no art. 121, §2º do Código Penal, sem prejuízo da competência do tribunal do júri.

§ 5° Se a tortura é praticada pelos motivos descritos no parágrafo anterior, aplica-se a pena prevista no artigo 1° da Lei nº9.455/97.

§ 6° Em caso de lesão corporal de natureza grave, gravíssima e lesão corporal seguida de morte, motivadas pelas razões descritas no parágrafo 3° aplicam-se, respectivamente, as penas previstas no art. 129, §§ 1º, 2º e 3º do Código Penal, aumentadas de um terço.

Discriminação no mercado de trabalho

Art. 3° Deixar de contratar alguém ou dificultar sua contratação por motivo de preconceito de raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica.

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e multa.

§ 1º A pena aumenta-se de um terço se a discriminação se dá no acesso a cargos, funções e contratos da Administração Pública.

§ 2º Nas mesmas penas incorre quem, durante o contrato de trabalho ou relação funcional, discrimina alguém por motivo de preconceito de raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica.

Atentado contra a identidade étnica, religiosa ou regional

Art. 4º Atentar contra as manifestações culturais de reconhecido valor étnico, religioso ou regional, por motivo de preconceito de raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica.

Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa.

Associação criminosa

Art. 5º Associarem-se 3 (três) ou mais pessoas, sob denominação própria ou não, com o fim de cometer algum dos crimes previstos nesta Lei:

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.

Parágrafo único. Nas mesmas penas incorre quem financia ou de qualquer modo presta assistência à associação criminosa.

Discriminação Culposa

Art. 6° Se a discriminação é culposa:

Pena- detenção de seis meses a um ano.

Parágrafo único: Na discriminação culposa a pena é aumentada da metade se o agente não procura diminuir as conseqüências do seu ato.

CAPÍTULO III

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 7º Os crimes previstos nesta Lei são inafiançáveis e imprescritíveis, na forma do art. 5º, XLII, da Constituição Federal.

Art. 8°. A concorrência de motivos diversos ao preconceito de raça, cor, religião, orientação sexual, descendência ou origem nacional ou étnica, não exclui a ilicitude dos crimes previstos nesta Lei.

Art. 9°. Nas hipóteses dos artigos 2º e 5º, o juiz pode determinar, ouvido o Ministério Público ou a pedido deste, ainda antes do inquérito policial, sob pena de desobediência:

I – o recolhimento imediato ou a busca e apreensão dos exemplares do material respectivo;

II – a cessação das respectivas transmissões radiofônicas ou televisivas;

III – a suspensão das atividades da pessoa jurídica que servir de auxílio à associação criminosa.

Parágrafo único. Constitui efeito da condenação, após o trânsito em julgado da decisão, a destruição do material apreendido e a dissolução da pessoa jurídica que servir de auxílio à associação criminosa.

Art. 11. São revogadas a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989 e o artigo 140, § 3°, do Decreto-Lei n° 2.848, de 7 de dezembro de 1940 –Código Penal .

Art. 12. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Sala da Comissão, em 10 de julho de 2007.

Deputada JANETE ROCHA PIETÁ

Relatora

Fonte: Gospel Prime / Mix Brasil

15/06/2011

Fanáticos religiosos aceitam ser crucificados para provar a fé nas Filipinas


Fanáticos religiosos aceitam ser crucificados para provar a fé nas Filipinas

Durante a Semana Santa um grupo de fanáticos religiosos das Filipinas se autoflagelam e até aceitam ser crucificados para “sentir” a mesma dor de Cristo.

A reportagem foi ao ar com exclusividade pelo Domingo Espetacular no último dia 12, mostrando a caminhada de autoflagelação e até o ritual de crucificação.

Muitos desses participantes são católicos que levam a devoção ao extremo, castigando o próprio corpo. Eles caminham por duas horas, sozinhos ou em grupos, se chicoteando até sangrar ou até não aguentarem mais.

As cenas são fortes, mas não se comparam com as cenas dos que aceitam serem crucificados, com pregos nas mãos e nos pés. Eles acreditam que dessa forma o corpo e alma serão purificados.

Fonte: Gospel Prime

03/06/2011

Autointitulado “Jesus Cristo” afirma que marca da besta “666″ será a única forma de sobrevivência na terra


Muitos já ouviram falar de Jesus Cristo Homem, o líder espiritual da Crescendo em Graça, José Luis De Jesús Miranda que se apresenta como Jesus Cristo na Terra. Ele é tratado como “pai espiritual” e anuncia que a marca do 666 é a única forma de sobreviver no mundo.

Estima que ele tenha mais de um milhão de seguidores latino-americanos. Muitos deles já tatuaram o número da besta em seus corpos, pois de acordo com os ensinamentos de Jesus Cristo Homem esse número é mal interpretado pelos cristãos.

“A Bíblia diz que neste número há sabedoria, é um número de homem e da ‘besta’ que no vocabulário dos tempos antigos, era uma palavra usada para se referir ao homem,” explica o profeta que ainda conclui. “Então a profecia é que um homem, com certa sabedoria, viria explicar os mistérios que acabaria com a ignorância dos santos. Um homem, que com sua sabedoria governará as nações. O único capaz de fazer essas profecias é o próprio Deus.”

Em suas recentes pregações ele afirma que os escolhidos, no caso seus seguidores tatuados, não precisam se preocupar com a radiação vinda das usinas nucleares do Japão.

“A radioatividade não fará danos ao corpo dos eleitos do Reino 666… nossos corpos absorverão essa radioatividade já que a nossa vestimenta será feita de materiais como fogo, átomos etc … e material radioativo”, revelou.

“Enquanto a radiação produzirá a morte daqueles que não são selados com o 666, nada disso vai nos prejudicar”, garante Jesus Cristo Homem ele também diz que os “selados serão uma raça superior. “As pessoas hoje têm medo [da radiação], mas nós não. Afinal, é disso que nossos novos corpos transformados serão feitos – radioatividade e energia. Seremos seres poderosos.”

No site da Crescendo em Graça há uma contagem regressiva para que o líder espiritual deles seja “transformado”. Em 394 dias Miranda será visto com um corpo todo-poderoso.

Para ele é o cumprimento de uma profecia, pois José Luis “virá em fogo, e os seus carros, como um torvelinho, para tornar a sua ira em furor e a sua repreensão, em chamas de fogo” (Isaías 66:15). E todos aqueles que ousaram confrontá-lo ou duvidarem, terão de admirar sua onipotência e Esplendor, e sem dúvida, dirão: “Quem é semelhante à besta? Quem pode pelejar contra ela?”(Apocalipse 13:4)

Fonte: Gospel Prime / Pavablog

28/05/2011

Augustus Nicodemus fala sobre decisão das Presbiterianas dos EUA e da Escócia de aceitarem pastores gays


Open in new windowPara ele essa atitude é resultado de uma igreja que considera a Bíblia como um livro antigo e passou a abrir espaço para a cultura moderna.

O reverendo Augustus Nicodemus Lopes escreveu um artigo comentando a decisão da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA) e da Igreja Presbiteriana da Escócia que aprovaram a ordenação de pastores homossexuais.

O pastor escreve tentando entender e, ao mesmo tempo, explicar os motivos que essas denominações tiveram e chega a três respostas: a teologia liberal que foi aceita por estas igrejas, a conseqüente rejeição da autoridade infalível da Bíblia e a adoção dos rumos da sociedade moderna como norma.

No primeiro fator pesa o fato de considerar a Bíblia como um livro escrito de acordo com as regras sociais daquela época, regras que hoje não funcionam mais para a sociedade.

Em segundo lugar está a mudança cultural entrando nos templos que já não consideram a Palavra de Deus como verdade absoluta. E em último lugar a autoridade bíblica sendo trocada pelas referencias da sociedade moderna.

“A igreja cristã moderna, de acordo com este pensamento, vive num novo tempo, onde o homossexualismo é comum e aceito pelas sociedades, inclusive com a aprovação do Estado para a união homossexual e benefícios decorrentes dela,” escreve.

Fonte: Folha Gospel

27/05/2011

Respostas de Harold Camping Bateram Com Pesquisa Sobre o Que Ele Diria Depois de 21 de Maio


As respostas de Camping sobre o fim do mundo e o dia do arrebatamento em sua declaração pública bateram com as respostas de uma pesquisa da Internation Business Times: Qual seria a resposta mais provável de Camping agora que a terra ainda está aqui?

A pesquisa, feita com 20.000 pessoas, descobriu que a maioria, 54 por cento, acreditou que Camping iria alegar sem remorso um erro do cálculo e formularia uma nova data para o Dia do Julgamento Final.

Ele afirmou em sua declaração nesta segunda-feira que a nova data para que definitivamente o fim do mundo aconteça seria no dia 21 de outubro. “Não vai haver um período terrível de calamidades durante cinco meses…como havíamos aprendido,” disse Camping. Ao invés disso ele disse que o fim do mundo virá rapidamente em 21 de outubro.

Apesar disso ele afirma que, o “tempo as estruturas, nada disso mudou,” afirmando que o julgamento sim veio, mas de uma forma espiritual.

Na pesquisa feita quase 16 por cento acreditaram que ele alegaria que o arrebatamento aconteceu, mas foi apenas de uma forma invisível.

“Em 21 de maio, este fim de semana passado, este é onde o aspecto espiritual disso realmente vem passando. Novamente Deus trouxe julgamento sobre o mundo. Não vejo nenhuma diferença, mas Deus trouxe o Dia do Julgamento a se incidir sobre todo o mundo,” proclamou.

Cerca de 19 por cento dos entrevistados disseram que Camping diria “Deus teve misericórdia pela humanidade e poupou a terra.”

Segundo ele as suas previsões desde 1988, passando por 1994, não estão erradas, mas que isso foi a primeira parte do fim do mundo. Assim ele enfatiza que desta maneira muitos puderam ser salvos, “é verdade, houve um julgamento de um modo terrível, mas houve também uma salvação de maneira maravilhosa. A salvação veio porque nos últimos 2,300 dias… ninguém poderia ter sido salvo no mundo todo.”

Apenas 8 por cento preveram que Camping diria que ele estava totalmente errado e pediria desculpas.

Camping não admitiu que estava totalmente errado, senão em parte. Quando questionado sobre essa nova previsão contradizer o que ele havia dito anteriormente, ele admitiu que, “Nós nem sempre acertamos o prego na cabeça pela primeira vez,” disse ele.“Tudo o que eu sou é um modesto professor. Eu busco a Bíblia. Eu busco a Bíblia,” disse ele.

Fonte: The Christian Post

26/05/2011

Jesus é mito e evangélicos são idólatras da Bíblia, afirma ex-padre


Jesus é mito e evangélicos são idólatras da BíbliaNinguém poderá acusar Luz de falar sobre o que não entende. Ele se dedicou ao sacerdócio por 20 anos. Graduou-se no Brasil, Itália Estados Unidos em ciências humanas, filosofia e teologia. Teologia, aliás, a qual ele considera ser uma pseudociência, porque não faz pesquisa alguma, mas apenas comparações de interpretações de dogmas em diferentes momentos da história.

O questionador Luz é adepto de uma corrente de pensamento bem questionável: a conscienciologia.

Trata-se de uma proposta formulada pelo médico brasileiro Waldo Vieira para abordar a consciência humana a partir do pressuposto de que o universo e o homem são multidimensionais, o que explicaria os fenômenos paranormais (ou parapsíquicos) e o da reencarnação — não da alma, mas da consciência.

Em entrevista a AD Luna, do Jornal do Commercio, o ex-frade explicou que a conscienciologia não está contaminada por deslumbramentos, misticismos, religiosidades, cultos etc. Para essa neociência, disse, não existe um deus ao qual o homem é subserviente.

“Onde a religião termina?” se refere muito a Jesus pelo motivo óbvio de que foi escrito por um ex-sacerdote cristão. É a parte mais polêmica do livro.

Luz escreveu um capítulo para desconstruir a divindade atribuída a Jesus. Ele sustenta que o Jesus histórico, o cidadão palestino do século 1, não tem nada a ver com o homem divino que foi inventado pelos religiosos várias décadas após a morte de Jesus de Nazaré.

“Pedro e Paulo viam Jesus como um homem especial, mas não o consideravam divino”, disse. “A figura divina do Cristo é um produto pouco a pouco construído pelo fanatismo e interesse político de seus seguidores”, afirmou.

“Não há motivos racionais para que alguém considere Jesus divino ou o homem mais inteligente e brilhante que já existiu. Muito pelo contrário. Hoje, qualquer pessoa esclarecida pode ir muito além de Jesus Cristo.”

Fonte: Paulopes

25/05/2011

Fim do Mundo adiado Novamente, agora será em Outubro


Harold Camping falhou mais uma vez ao prever o dia do fim do mundo, mas ele não foi o único a profetizar uma data para este acontecimento. Nos últimos séculos outros “estudiosos” previram o fim e também falharam.

A revista americana “Times” noticiou que uma das profecias mais conhecidas sobre o apocalipse que também fracassou foi a de William Miller. Em 1840, ele começou a dizer que o mundo ia acabar e Cristo voltaria, prevendo um grande incêndio entre 21 de março de 1843 e 21 de março de 1844. Mesmo mudando a data para outubro, o fim nunca chegou. Os seguidores de Miller formaram a Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Anos mais tarde outro profeta se levantou dando uma nova data para a destruição da Terra, Joseph Smith, fundador da religião mórmon, nos Estados Unidos, afirmou a líderes da igreja em 1835 que Deus havia dito a ele que Jesus retornaria em 56 anos, o que não ocorreu.

Em 1910 a passagem do Cometa Halley também deixou o mundo em pânico, mas dessa vez a ideia do fim não veio de um religioso e sim de cientistas que diziam que a cauda do cometa tinha um gás mortal e que ele passaria muito próximo da Terra. Os ânimos só se acalmaram quando outros estudiosos se levantaram pra dizer que a passagem do Halley não afetaria em nada a vida terrestre.

Contrariando o que diz em Mateus 24:36 que afirma que ninguém, nem o Filho, sabe quando o fim chegará, o fundador da Coalizão Cristã, Pat Robertson, se levantou em 1980 para anunciar o fim. Suas palavras asseguravam que o dia do julgamento seria em 1982. Mais uma previsão falsa.

Dez anos depois surge Harold Camping com a sua primeira previsão, seus estudos iniciais apontavam que o arrebatamento aconteceria em 6 de setembro de 1994 de acordo com os mesmos cálculos que o fez sugerir uma nova data, 21 de maio de 2011, sendo assim o único “profeta do apocalipse” que falhou duas vezes.

Outra importante profecia que datava o fim da humanidade foi a de Nostradamos, seus escritos de mais de 400 anos, afirmavam que “no ano 1999, sétimo mês / Do céu virá o grande rei do terror”.

Muitos ficaram preocupados com a virada do milênio, ainda mais quando foi noticiado que muitos computadores não conseguiriam ver a diferença entre o ano 2000 e o ano de 1900. Assustados com as possibilidades do que poderia acontecer por conta do bug do milênio, muitas pessoas se suicidaram na virada do ano 1999/2000.

No século XXI já surgiram muitas outras previsões que fracassaram, mas a mais falada é a que prevê o fim da humanidade para dezembro de 2012, baseada no calendário Maia. Recentemente um antropólogo apresentou a pedra com a escrita Maia e desmentiu a história que deu origem ao filme “2012”.

Fonte: Gospel Prime

24/05/2011

Após largarem tudo esperando Fim do mundo, fiéis cobram explicações de Harold Camping


Após largarem tudo esperando Fim do mundo, fiéis cobram explicações de Harold Camping Seguidores esperam explicação pela previsão falha do Fim do Mundo de 21 de Maio de Harold Camping.

Chegou o dia 21 de Maio e também se foi o fim do mundonão aconteceu. Agora muitos estão desejando que Harold deve dar uma explicação.

De fato, o pregador está buscando discrição saindo do foco de sua previsão falha. A website da Family Radio não está sendo atualizada, e ainda proclama o dia do Julgamento Final em 21 de Maio, de acordo com o jornal americano Daily News.

Camping espalhou anúncios por diversas partes do mundo levando até outras pessoas largarem seus empregos e casas para alertar aspessoas sobre a sua previsão do arrebatamento.

Depcionado, um trabalhador da MTA disse, “Eu não entendo,” depois que constatou que o arrebatamento não aconteceu. “Eu não entendo por que nada aconteceu,” disse Robert Fitzpatrick, de 60 anos de idade.

Outros também ficaram apenas na esperança dizendo queo céu seria um lugar melhor para se viver.

“Eu estava esperando por isso porque eu acho que o céu seria um lugar melhor do que essa terra,” disse Keith Bauer que dirigiu desde Maryland para Califórnia para esperar pelo arrebatamento na sede da Family Radio.

Tantos os adeptos quanto os críticos esperam que Camping explique sobre sua errônea previsão, como ele fez em 1994.

“Eu espero realmente que ele tenha uma explicação,” disse Steve Wohlberg, um ministro de Idaho que na semana passada contestou abertamente a previsão de Camping de 21 de maio.

Wohlberg e muitos teólogos cristãos acreditam que ofim do mundo se aproxima, entretanto argumentam que não se sabe a data do fim dos dias.

Ainda com relação a se estudar a Bíblia tentando encontrar uma fórmula para se calcular a data do arrebatamento, um professor do Seminário Fuller Clay Schmit disse, “Há certas coisas sobre a fé que estão realmente escondidas por trás do véu,” disse professor de pregação da Fuller.

Desta maneira, aqueles que usam a Bíblia para formular teorias, equações que não são claramente encontrados no texto, estão indo além dos propósitos das escrituras.

Fonte: The Christian Post

%d blogueiros gostam disto: