Posts tagged ‘Marcio Valadão’

01/11/2012

Igreja Batista da Lagoinha apresenta projeto da construção de mega templo para 35 mil pessoas. Veja fotos


O Pr. Márcio Valadão apresentou no culto da manhã de ontem (1º) o projeto do novo templo da Igreja Batista da Lagoinha que será construído na Avenida Antônio Carlos, em Belo Horizonte.

As obras se iniciarão em breve, e tem inauguração prevista para o final de 2014, ano que acontecerá no Brasil a Copa do Mundo. O Novo templo terá capacidade para 35 mil fiéis e contará com uma a praça de alimentação de 7 mil m² e uma torre de oração de 23 metros de altura.

A igreja Batista da Lagoinha tem uma visão de alcançar até dezembro de 2020, dez por cento da população belo-horizontina, algo em torno de 250.000 pessoas. hoje a igreja conta com 45 mil membros, aproximadamente, e mais de 150 ministérios, incluindo projetos assistênciais que servem a população em várias áreas.

Fotos do novo templo da Igreja Batista da Lagoinha

Vídeo da apresentação do projeto

30/11/2011

Márcio Valadão responde a reportagem do Domingo Espetacular sobre “Cair no Espírito”


O pastor Márcio Valadão da Igreja Batista da Lagoinha resolveu responder ao bispo Edir Macedo sobre a polêmica reportagem do Domingo Espetacular da Rede Record. A matéria do noticiário questionava o “cair no Espírito” e outras manifestações pentecostais.

Em outra ocasião, Ana Paula Valadão já havia sido chamada de endemoniada por bispos da IURD. A resposta do pastor Valadão foi dada durante um culto que aconteceu na sede da Lagoinha em Belo Horizonte, Minas Gerais.

“Aquele que pecar contra o Espírito Santo é atribuir os feitos de Deus, de Jesus, como se fossem de satanás”, disse o pastor pregando a respeito da palavra de Marcos 3:13-30.

“O importante é o que Deus diz a seu respeito”, disse ele. O pai de Ana Paula Valadão afirmou que a opinião dos “assassinos” não é importante, o pastor se refere ao fato de Edir Macedo incentivar e apoiar o aborto.

“Quem pode falar é quem tem autoridade, agora assassinos falarem? (…) Quem levanta a bandeira do aborto vai carregar nas mãos o sangue dessas crianças”, continua o líder da Igreja Batista da Lagoinha.

Citando textos bíblicos onde as pessoas caíram com a presença de Deus ele diz: “Eu não sei quantas vezes caí, mas quero cair mais, não há nada de demônio na minha vida”.

A reportagem da Record mostrou a opinião que a Igreja Universal do Reino de Deus tem a respeito do “cair no Espírito”, para eles essa prática comum em igrejas pentecostais é antibíblica e é ocasionada por demônios.

16/03/2011

Pastor Márcio Valadão utiliza terremoto no Japão como exemplo em ministração


O pastor Márcio Valadão, da Igreja Batista da Lagoinha,  pregou sobre vencer os terremotos e tsunamis pessoais, em uma ministração mencionando o terremoto e a tsunami que devastaram o Japão na última sexta-feira.  Diante de situações adversas ele encorajou os cristãos a confiarem no Senhor.

“Talvez você não venha experimentar como é terrível um terremoto ou quão avassalador são as ondas de um tsunami, mas talvez você esteja experimentando um terremoto dentro de você ou as ondas de um tsunami que tem vindo sobre o seu casamento, sobre sua saúde, sobre seus sonhos”, exemplificou o líder da Lagoinha.

Sobre essas situações inesperadas que atingem a vida dos cristãos ele citou o João 14: 1-3, dizendo “não devemos turbar nosso coração, mas crer em Deus.”

Além dos sofrimentos da alma, o pastor lembrou-se dos irmãos que sofrem  perseguição por crerem em Jesus Cristo. Ele trouxe a memória da igreja que hoje há mais mártires da fé do que no início da igreja.

Valadão ensinou que para superar essas situações é necessário confiar é ter fé, “mas essa fé não é apenas uma fé intelectual, porque essa fé não pode nos ajudar quando o tsunami vem. A fé intelectual nessa hora é vazia. Porque essa fé intelectual até os demônios tem.”

Seu discurso veio ensinar a todos que a fé em Cristo é o único remédio. “A  única coisa que pode trazer cura alívio é a fé no Senhor, porque as crises vem, os problemas aparecem, as terremotos nos ameaçam, mas a única coisa que temos que continuar fazendo é confiar”, disse.

Fazendo referência ao tsunami, ele reafirmou que “o nosso endereço definitivo não é aqui, mas sim no céu,” citando 2 Coríntios 4: 16-17. “Na jornada cristã, há dor sofrimento, cruz, mas o que conta é o final. O céu é o nosso destino, não é a morte que tem a última palavra.”

A palavra de Márcio Valadão não foi para trazer conforto e sim para ensinar a ter confiança e consciência que na Terra somos apenas peregrinos. “O céu é onde Deus vai enxugar as nossas lágrimas, porque aqui a gente chora.”

Fonte: Gospel Prime

%d blogueiros gostam disto: