Posts tagged ‘nada’

04/12/2012


Foi de 28 pontos a média de audiência da novela ‘Salve Jorge’, da Rede Globo, na semana passada na Grande São Paulo, segundo o Ibope. Foi a pior média desde a semana de estreia, no final de outubro.

Em resumo, a novela global não ‘decolou’. E isso é um desastre para a emissora.

Segundo o jornalista Lauro Jardim, em sua coluna no site da Veja, o que tem compensado para a Globo é que as emissoras concorrentes também não emplacaram nada nestas últimas seis semanas.

Fonte: Verdade Gospel

29/11/2012

Cristãos egípcios/americanos condenados a morte no Egito pelo filme “A inocência dos Muçulmanos”


7 cristãos coptas/americanos envolvidos na produção do filme “A inocência dos Muçulmanos” que ofende Maomé e a religião islâmica são sentenciados a morte por um  tribunal no Cairo/Egito, entre eles o produtor Mark Basseley Yussef que está cumprindo prisão nos EUA.

Um tribunal do Cairo condenou à morte sete cristãos egípcios julgados à revelia, nesta quarta-feira, pela participação em um vídeo anti-islã que foi divulgado na internet em setembro e que provou protestos violentos em vários países muçulmanos.

“As sete pessoas acusadas foram condenadas por insultos à religião islâmica através da participação na produção e distribuição de um filme que insulta o islã e seu profeta”, disse o juiz Saif al-Nasr Soliman. O vídeo de baixo orçamento, produzido de forma privada na Califórnia, denegriu o profeta Maomé e provocou protestos anti-EUA e ataques a embaixadas ocidentais em todo o mundo muçulmano.

As pessoas condenadas incluem o egípcio-americano Nakoula Bassely Nakoula, que está cumprindo um ano de prisão em Los Angeles depois de um tribunal norte-americano tê-lo condenado por violações de liberdade condicional que se originaram de seu papel no filme.

O vídeo de 13 minutos retrata o profeta Maomé como um tolo e um depravado sexual, embora os membros do elenco tenham dito que foram enganados para aparecer em um filme que eles acreditavam ser um drama de aventura chamado “Guerreiro do Deserto”.

A Igreja Copta Ortodoxa do Egito não emitiu um comentário oficial sobre a decisão. “A Igreja denunciou o filme, que não tem nada a ver com ela. Quanto ao caso de hoje, é uma decisão do tribunal e a Igreja não comenta decisões judiciais”, disse uma fonte da Igreja, que pediu para não ser identificada. Os cristãos constituem cerca de 10 por cento das 83 milhões de pessoas do Egito e muitos se queixam de discriminação no trabalho e no tratamento.

Fonte: inforGospel

18/10/2012

Edir Macedo lança biografia em presídio de São Paulo


Edir Macedo lança biografia em presídio de São Paulobispo Edir Macedo esteve na manhã desta terça-feira (16) no Centro de Detenção Provisória de Pinheiros (CDP III), em São Paulo, para acompanhar a distribuição de 3 mil exemplares da sua biografia “Nada a Perder” aos detentos.

O livro escrito em coautoria com Douglas Tavolaro, vice-presidente de jornalismo da Rede Record, tem sido vendido em todo Brasil mostrando relatos da vida de Macedo, um dos líderes religiosos de maior importância no país.

Ao detentos que acompanharam sua visita o bispo deixou uma palavra de motivação. “Alguns que estavam condenados por muitos crimes, hoje, estão pregando o Evangelho. Deus muda a situação de quem crê.”

Em seu blog, o líder da Igreja Universal do Reino de Deus divulgou o relato de um detento que ficou emocionado ao vê-lo de perto, pois não estava acreditando que ele de fato iria até o presídio.

Mas não foram só os encarcerados que se emocionaram, Macedo também comentou sua visita para o site Arca Universal dizendo que foi um prazer estar no meio daquelas pessoas.

“Eu não posso dizer que é um prazer entrar num lugar onde há sofrimento e dor. Paradoxalmente, é um prazer porque a gente chega às pessoas mais aflitas e é como Jesus disse: ‘Os sãos não precisam de médicos, mas os doentes.’ Então, o trabalho da Igreja Universal do Reino de Deus foca justamente nos doentes, nos necessitados, nos aflitos, independentemente da condição econômica deles. Nós estamos prontos para ajudá-los. Essa é a fé viva que nós temos tido.”

“Nada a Perder” é o primeiro livro de uma trilogia que será lançada pelo fundador da IURD. Em poucos meses de lançamento a obra já aparece na lista dos mais vendidos no país, liderando a lista da categoria de não ficção já há seis semanas.

Fonte: Gospel Prime

05/10/2012

“Ser cristão no Uzbequistão não é nada fácil”, diz Rivaldo


“Ser cristão no Uzbequistão não é nada fácil”, diz RivaldoO jogador Rivaldo concedeu uma entrevista para o site do Portas Abertas lembrando do tempo em que esteve jogando pelo Bunyodkor, time de Uzbequistão, o 9º país de maior perseguição contra cristãos.

Na entrevista ele relembra os momentos que passou naquele país e como percebeu que falar de Jesus publicamente era proibido. “Teve um episódio, em que ganhamos a copa do Uzbequistão e usei uma camisa com os dizeres ‘Jesus number 1′ (Jesus, número 1) quando vi no site, eles haviam apagado o nome “Jesus” e falaram que não poderia mais fazer aquilo”.

Assim que se mudou para Uzbequistão, Rivaldo que é cristão tentou fazer alguns cultos em casa, mas acabou sentindo no coração o desejo de frequentar uma igreja local. Na entrevista ele relata que não só ele como outros jogadores brasileiros também passaram a congregar com cristãos uzbequistaneses.

Foi com este contato que ele pode perceber como é difícil ser cristão em um país de maioria muçulmana. “Ser cristão no Uzbequistão não é nada fácil, para mim não foi tão difícil por ser uma pessoa conhecida, mas para eles, é duro”, diz.

Leia a entrevista na íntegra:

Rivaldo, você tem conhecimento sobre a perseguição e intolerância religiosas?
Com certeza.

Você já ouviu falar da Portas Abertas durante suas passagens por diversos países, principalmente no período que morou no UZBEQUISTÃO jogando pela Bunyodkor? O que conheceu da Portas Abertas nestes locais?
 Tive conhecimento pela internet. Foi pelo site da Portas Abertas que fiquei sabendo que o Uzbequistão era o 9º país mais perseguido do mundo.

O que conheceu da igreja no UZBEQUISTÃO, pois o país ocupa o 9º lugar na Classificação de Países por Perseguição? Teve contato com os cristãos locais?
Quando cheguei lá, comecamos a fazer culto em casa, mas, senti em meu coração que deveria participar de uma igreja local, que eu deveria ser testemunha de Jesus aos uzbeques, e foi o que fiz, eu e todos os brasileiros começamos a participar de uma igreja local. Foi um tempo maravilhoso!

Você já foi proibido de expressar sua fé publicamente?
Fui, e no Uzbequistão, mesmo. Teve um episódio, em que ganhamos a copa do Uzbequistão e usei uma camisa com os dizeres “Jesus number 1” (Jesus, número 1) quando vi no site, eles haviam apagado o nome “Jesus” e falaram que não poderia mais fazer aquilo, mas continuei fazendo. Não por palavras mas por atitudes.

O que sentiu por ser cristão em um país de maioria muçulmana? Teria algum testemunho relacionado à restrição religiosa para compartilhar?
Ser cristão no Uzbequistão não é nada fácil, para mim não foi tão difícil por ser uma pessoa conhecida, mas para eles, é duro. Sei que Jesus nos levou até lá para sermos luz, testemunhas vivas. O mais emocionante foi ter convivido com cristãos locais. Ver a alegria deles por estarmos lá… A esperança de que Jesus não tinha se esquecido deles.

O que você acredita ser a maior necessidade para a minoria cristã no Uzbequistão?
Liberdade de expressar sua fé. Liberdade de ouvir um louvor. Liberdade de ler a palavra de Deus.

Você já tentou aproximação para falar do amor de Deus para jogadores de outras religiões? Qual foram as reações?
Respeito muito as pessoas, não sou aquela pessoa de impor a minha opinião. Falo de Jesus através das minhas atitudes, e da minha maneira de ser. E sei que muitos deles foram impactados.

Em quais situações você acha que se deve abrir mão de professar publicamente sua fé?
Tenho certeza de que em nenhum momento. Nunca negarei a Jesus. É por Ele e para Ele que vivo.

Fonte: Gospel prime

30/09/2012

Flordelis é destaque na Revista Marie Clarie


A edição de setembro da Revista Marie Claire contou a história de vida da pastora Flordelis, 51 anos, mãe de 55 filhos que ainda tem tempo para se dedicar ao ministério pastoral e a carreira de cantora.

Evangélica desde a infância, Flordelis conta para a publicação que foi deixada pelo marido quando seus quatro filhos legítimos ainda eram pequenos e que o primeiro filho adotivo foi resgatado da mão de bandidos.

Hoje são 51 filhos adotivos, os cinco últimos vieram depois que ela e seu atual esposo, o pastor Anderson Carmo, decidiram não adotar mais nenhuma criança. “Já havia decidido não adotar mais ninguém quando cheguei aos cinquenta filhos. Só que, no ano passado, me vi diante de cinco irmãos órfãos, entre 2 e 12 anos, que seriam separados pela Justiça. Quem vai adotar cinco crianças? ­Separá-los seria uma violência. Decidi adotá-los também.”

Ao falar sobre crianças abandonadas e as alternativas oferecidas pelo governo para abrigar esses jovens, Flordelis comenta que o atual sistema não recupera nem protege os menores.
“Abrigo para menor não recupera ninguém. Desafio qualquer um a me provar o contrário. O abrigo não faz as crianças criarem raízes, não as leva a nada a não ser à lei da sobrevivência a qualquer custo”, diz.

A matéria também fala sobre a rotina da casa, localizada em Niterói, onde o casal cuida das crianças. Para abrigar tantas pessoas o imóvel tem dez quarto e sete banheiros. Os filhos de Flordelis obedecem uma rotina rigorosa, mas com muito carinho e afeto.

Leia a matéria completa aqui.

05/09/2012

Cristão é morto em ataque extremista na Índia


Cristão é morto em ataque extremista na ÍndiaPerguntaram a um homem se ele era cristão. Ao responder que “sim”, ele foi brutalmente espancado e, devido seus ferimentos, morreu. A polícia não se pronunciou sobre o caso

O All India Christian Council (AICC, sigla em inglês) informou que Edwin Raj morreu e outros ficaram feridos, no último domingo (2), em um ataque de nacionalistas hindus a uma reunião de oração, em Tamil Nadu.

Como tudo aconteceu
Inicialmente, um pequeno grupo de extremistas interrompeu a reunião de oração. Logo chegaram outros assaltantes, armados com pedras e barras de ferro. Eles perguntaram a Raj se ele servia a Deus através do cristianismo; quando ele disse “sim”, o espancaram brutalmente. Por conta de seus ferimentos, o cristão morreu a caminho do hospital. Seu pai também foi ferido ao tentar defendê-lo dos agressores.

Relatórios da AICC revelam que os extremistas haviam dito à polícia que pretendiam atacar os cristãos – e a polícia não fez nada para impedi-los. Uma equipe de averiguação da AICC já visitou a aldeia em busca de justiça para os cristãos.

Pedidos de oração

Ore para que a família de Edwin e seus amigos sintam a paz de Deus, mesmo agora, com sua morte.
Peça ao Senhor pela cura e restauração de todos os afetados por este ataque, para que a sua fé seja fortalecida.

Fonte: Portas Abertas

%d blogueiros gostam disto: